Pular para o conteúdo principal

Psicossocial registra mais de 6 mil atendimentos

Membros inferiores dormentes, mãos em formatos de punho, enrijecidas, taquicardia, sensação de desmaio, falta de ar, sensação de estar afogando em terra seca. Nem mesmo o sono é reparador. 

Muitas são as sensações e sintomas que mostram que a saúde mental não vai bem. O impacto da pandemia da Covid-19, o Distanciamento Social e a Quarentena têm trazido à tona estas questões de Saúde Mental com agravamento de sintomas.


Um documento da Organização das Nações Unidas (ONU), lançado em maio deste ano, trouxe a pandemia como fator que destaca a necessidade de aumentar urgentemente serviços de saúde mental ou arriscar um aumento maciço de piora nos quadros de Depressão, Ansiedade e Insônia. O apoio psicológico é uma condição trazido no documento.

A Defensoria tem promovido, durante a Pandemia, este atendimento remoto da sua equipe de Psicossocial, por meio de escuta cuidadosa das pessoas que entram em contato. De abril a junho, o Núcleo somou 6.710 atendimentos. Somente em junho, mais da metade dos atendimentos contabilizados: 3.445 contatos.

“As demandas variam muito, mas algo recorrente e necessária é a escuta qualitativa. Às vezes as pessoas ligam somente para desabafar, já permaneci quase duas horas no telefone só fazendo essa escuta. No comparativo dos meses, observamos que mesmo em meio ao momento de pandemia, obtivemos um aumento nos atendimentos do psicossocial, pois em nenhum dos anos do funcionamento, havíamos registrado esse quantitativo. As pessoas estão sentindo falta da presença, do contato físico, da troca e nós estamos fazendo nosso melhor para conseguir dar essa assistência”, destaca a coordenadora do Núcleo Psicossocial, a psicóloga Andreya Arruda.

Acompanhada pelo Núcleo, a dona de casa Rosemary Silva, de 51 anos, diz que foi imprescindível esse contato, por vezes diário, com as profissionais. “Elas me ajudam bastante, principalmente nesse momento difícil, a gente isolada em casa, né? Elas me escutam e faz bastante tempo que eu já falo com elas, é muito importante”.

O Psicossocial conta hoje com a atuação de cinco psicólogas e oito assistentes sociais. Fabiane Matos, de 36 anos, é uma delas. Sua atuação comporta as demandas da Região do Cariri, Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha. 

“O atual cenário do País vem provocando situações inimagináveis em diversos setores que prestam serviços à comunidade. Desta forma, a equipe psicossocial da Defensoria Pública vem realizando diversos atendimentos nesse período de Pandemia através do home office, (ligações, mensagens de voz e texto, vídeo chamada), demandas advindas da busca espontânea e dos encaminhamentos feitos pelos defensores públicos, através dos canais de atendimentos disponibilizados. Portanto, sabendo que a eficiência do serviço só é possível através do trabalho multi e interdisciplinar, compreendemos a importância dos equipamentos sociais e da saúde, especialmente no âmbito da Saúde Mental, como aliados na promoção da melhor qualidade de vida aos assistidos”.

O trabalho do Núcleo não se faz sozinho. Graças à articulação junto a rede de atendimentos, como os Centros de Atenção Psicossocial (Caps), a Defensoria Pública tem conseguido priorizar o encaminhamento de casos mais urgentes e realizar essa interlocução. 

“Nunca articulamos tanto a rede pelo projeto Diálogos da Defensoria, como agora nesse momento. Temos participado de muitas reuniões virtuais, estudos de caso, além das reuniões com propostas de parcerias, uma delas com o mestrado de Psicologia da Unifor para atendimento psicológico online de mulheres vítimas de violência doméstica no isolamento social, projeto este que envolve uma Universidade na França”, destaca Andreya Arruda.

Muitas vezes, as equipes precisam fazer encaminhamentos a órgãos mantidos pelas prefeituras ou pelo Estado para a demanda ser solucionada por completo. Por isso, o olhar dos especialistas no telefonema precisa ser abrangente, compreendendo de quais outras formas a Instituição pode contribuir para melhorar a qualidade de vida daquela pessoa.

Diferentes abordagens – O Psicossocial atua em diversas frentes dentro da Defensoria Pública. As 13 profissionais estão divididas hoje em sete diferentes locais que, cada um, exige um cuidado específico e atencioso. 
  1. Núcleo do Mucuripe, em Fortaleza.
  2. Núcleo de Atendimento de Jovens e Adolescentes em Conflito com a Lei (Nuaja).
  3. Núcleo de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher (Nudem).
  4. Núcleo de Execução Penal (Nudep).
  5. Núcleo de Atendimento de Petição Inicial (Napi).
  6. Núcleo de Atendimento da Defensoria da Infância e Juventude (Nadij).
  7. A Região do Cariri conta com os serviços das profissionais.
Socorro Serpa, de 47 anos, é uma das profissionais que tocam o atendimento no Nudep. A psicóloga presta atendimento aos familiares de presos e viabiliza um espaço para falar sobre o familiar que está preso, das preocupações, angústias, falar de afeto e não apenas da situação processual. 

“Percebo que, nesse momento, a questão da saúde mental falou mais alto, porque são praticamente quatro meses onde boa parte das pessoas estão em isolamento. Sem convivência social, às vezes, com uma convivência em família não tão fácil e isso se intensifica os conflitos. Especificamente no Nudep, o que eles trazem é a preocupação com os familiares que estão presos e não estão recebendo visita. Poder ter um espaço de escuta, onde eles trazem o cotidiano, as preocupações em relação à pessoa presa, seja o pai, um filho, esposo. Poder falar sobre isso e ter um retorno sobre isso, com certeza, já gera um grande alívio”, diz. O Nudep recebeu mais de 300 atendimentos deste tipo somente em junho.

Um risco à vida – É preciso falar de suicídio para além do ‘Setembro Amarelo’. Resultado de perturbações mentais e psicológicas, o suicídio também deve ser discutido durante a pandemia e é uma questão que surge de demandas de saúde mental. De acordo com um estudo em Michigan (Estados Unidos da América) e divulgado pelo Loudwire, o índice de pessoas que se matam cresceu 32% durante a Quarentena.

No estudo, o grupo de maior risco de suicídio são trabalhadores essenciais e profissionais da saúde, que trabalham na linha de frente na luta contra o Coronavírus. O principal motivo é Transtorno Pós-Traumático. A venda de álcool também cresceu no estado do estudo (41%), assim como o consumo de maconha, que dobrou. Outros riscos são insônia, acesso fácil a armas, violência doméstica e isolamento extremo. Em outra pesquisa, realizada na China, na fase inicial da pandemia, mostrou que 13,8% das pessoas passaram a manifestar sintomas depressivos leves, 12,2% apresentaram sintomas moderados e 4,3%, graves.

Nesse contexto, ainda mais, se faz urgente o acesso contínuo ao tratamento psicológico e psiquiátrico. Atualizar as abordagens das prestações de assistência à saúde mental e apoio psicossocial são imprescindíveis para a sobrevivência. O Psicossocial da Defensoria priorizou adaptações em meio à quarentena. Desde abril, 13 linhas telefônicas foram disponibilizadas para a realização desses atendimentos.

“A gente conseguiu se aproximar do assistido na pandemia. Eles sabem que não estão sozinhos. A Covid-19 está chegando em todos. E a gente não pode simplesmente não atender. Se a gente ficasse inacessível, a gente estaria sendo insensível. Na pandemia, o nosso assistido pode precisar da gente muito mais. Há casos muito delicados. Isso exige da gente ainda mais cuidado com essas pessoas”, pontua a coordenadora do serviço, psicóloga Andreya Arruda

Serviço

Atendimento Psicossocial

Em Fortaleza
(85) 9.8560.2709 (8h às 14h) ou (85) 9.9294.2844 (11h às 17h) – Direitos da Mulher
(85) 9.9171.7476 (8h às 14h) ou (85) 9.8163.3839 (11h às 17h) – Direitos da Pessoa Presa
(85) 9.9220.4953 (8h às 14h) ou (85) 9.8717.3004 (11h às 17h) – Direitos da Infância e da Juventude
(85) 9.9731.0293 (8h às 14h) ou (85) 9.8866.4520 (11h às 17h) – Atendimento Inicial da Defensoria (Família e Cível)
(85) 9.8162.0641 (8h às 14h) ou 9.8683.0897 (11h às 17h) – Adolescente em Conflito com a Lei

No Cariri
(88) 9.8842.0757
(88) 9.9934.8564
(88) 9.9680.8667

Outro contato importante: CVV – Centro de Valorização da Vida – 188

Comentários

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre músico Erickson Mendes

O vereador por Fortaleza, Professor Evaldo Lima (PCdoB) comunica a morte do músico cearense, Erickson Mendes, aos 51 anos, nesta quarta-feira (29). Erickson Mendes teve um ataque infarto fulminante em casa e não resistiu:

- Lamento profundamente o falecimento de Erickson Mendes, nome fundamental da Música Cearense. Erickson era a expressão do talento, simpatia, alegria. Espalhava amigos e canções no Cenário Cultural de Fortaleza. Belchior, Evaldo Gouveia e Erickson Mendes tocarão lindas canções no Céu!


Erickson Mendes destaca seu 'Cantinho Preferido', que era a Praia de Iracema:

Chistiane Luci Alves lembra, que nesta quarta-feira (29), às seis da noite, Erickson Mendes faria uma live em homenagem ao Belchior:
-  Hoje (29) ele estaria aí, cantando nosso Belchior. Mas partiu subitamente. Que triste, Erick Mendes. Siga na luz!", escreveu Chistiane Luci Alves.

Erickson Mendes nasceu em Quixadá, em 1969. Começou cantando em eventos religiosos e em 2012 iniciou sua carreira de músic…

Morre radialista Evilásio Pires

Morreu nesta quarta-feira (8) aos 50 anos, o radialista Francisco Evilásio Pires Marques, da Rádio Metropolitana AM 930 e vice-presidente da Associação Social dos Profissionais de Imprensa Municipalista do Estado do Ceará (ASPIM).

Evilásio Pires tinha problemas renais o que agravou pegar o Novo Coronavírus. Foi internado por duas vezes e nesta última não resistiu. 

Evilásio Pires era identificado pelas cores do Ceará e comandava há 30 anos o Programa Radiofônico dedicado ao Alvinegro Cearense, 'A Voz do Mais Querido'.




"Amigos recebemos na emissora a triste notícia do falecimento do nosso colega  Evilásio Pires. Nossos votos de pesar e que Deus conforte a família", lamenta o radialista Alex Oliveira.

"Nosso pesar e condolências à família do amigo Evilásio Pires", escreveu o radialista Luciano Filho.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lançou uma nota de lamento:

- Nossos sentimentos. Quando o Ev…

Morre professor Luís Campos

"Acabo de receber a triste notícia que o doutor Luís Campos faleceu. Um grande alvinegro que nunca será esquecido, um guerreiro. Força aos familiares e amigos. As pessoas nunca partem de verdade, continuam vivas e felizes em nossas melhores memórias. Em vida doutor Luís Campos foi homenageado, nosso Centro de Treinamento em Itaitinga leva seu nome".




A informação é de gerente de Tecnologia e Inovação do Ceará, Marcos Medina. Luís Queiroz de Campos, morreu neste domingo (dois), aos 95 anos.
Luís Queiroz Campos foi meu professor no Curso de Comunicação Social-Jornalismo na década de 1980 na Universidade Federal do Ceará (UFC). Para nossa turma deu aulas de Deontologia da Comunicação. Era um professor 'Caxias', mas muito querido pela turma.
Deixa saudades não só da época de professor de Jornalismo da UFC, mas principalmente como homem público do Estado do Ceará e da Cidade de Fortaleza. Chegou a ser prefeito de Fortaleza (1962-1965). Foi diretor do Banco Nacional de Habitaç…

Desembargador Jucid Peixoto do Amaral morre aos 74 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (9), prestes a completar 74 anos de idade, o desembargador Jucid Peixoto do Amaral. A causa da morte foi devido a um câncer que o magistrado lutava há três anos.


Durante sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da Corte, desembargador Washington Araújo, propôs voto de pesar, sendo acompanhado pelos representantes do Ministério Público do Ceará, da Defensoria Pública do Ceará e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). O Judiciário cearense também determinou luto oficial de três dias.
O desembargador Jucid Peixoto do Amaral nasceu em 16 de julho de 1946, em Fortaleza. Era filho de Cid Peixoto do Amaral e de Júlia Costa do Amaral. Ingressou na Magistratura no cargo de juiz substituto, em 21 de janeiro de 1981, assumindo a Vara Única da Comarca de Ubajara e atingiu a vitaliciedade em 21 de fevereiro de 1983, ainda na mesma unidade judiciária.

Pelo critério de antiguidade, foi promovido para a Comarca de …

Morre jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz

A jornalista Marlyana Lima informa a morte do jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz (Carlão). Ele morreu no final da noite de domingo (12). Carlão estava internado há um mês com problemas renais.



Trabalhei com Carlão na Rádio Universitária FM nos anos 1980-1990. Ele era muito metódico e chegou a assessorar o então senador José Pimentel (PT). Foi padrinho da minha primeira filha, Cecília Braga.

No Departamento de Radialismo Informativo da Universitária FM, Carlão fazia produção e muito boas entrevistas.

Em sua última postagem no Facebook em nove de junho passado escreveu:

- Estou com saudades das ruas, dos bares, dos amigos, dos adversários e até das visitas das Testemunhas de Jeová".


FORTALEZA ANTIGA - "É com pesar que comunicamos o falecimento na noite de domingo (12) do criador do grupo Fortaleza Antiga, Carlos Augusto Rocha Cruz. Nosso querido Carlão partiu mas nos deixou ensinamentos inestimáveis que levaremos adiante na administração desse grupo. Carlos Augusto era jornalista…

Postagens mais visitadas deste blog

Morre músico Erickson Mendes

O vereador por Fortaleza, Professor Evaldo Lima (PCdoB) comunica a morte do músico cearense, Erickson Mendes, aos 51 anos, nesta quarta-feira (29). Erickson Mendes teve um ataque infarto fulminante em casa e não resistiu:

- Lamento profundamente o falecimento de Erickson Mendes, nome fundamental da Música Cearense. Erickson era a expressão do talento, simpatia, alegria. Espalhava amigos e canções no Cenário Cultural de Fortaleza. Belchior, Evaldo Gouveia e Erickson Mendes tocarão lindas canções no Céu!


Erickson Mendes destaca seu 'Cantinho Preferido', que era a Praia de Iracema:

Chistiane Luci Alves lembra, que nesta quarta-feira (29), às seis da noite, Erickson Mendes faria uma live em homenagem ao Belchior:
-  Hoje (29) ele estaria aí, cantando nosso Belchior. Mas partiu subitamente. Que triste, Erick Mendes. Siga na luz!", escreveu Chistiane Luci Alves.

Erickson Mendes nasceu em Quixadá, em 1969. Começou cantando em eventos religiosos e em 2012 iniciou sua carreira de músic…

Morre radialista Evilásio Pires

Morreu nesta quarta-feira (8) aos 50 anos, o radialista Francisco Evilásio Pires Marques, da Rádio Metropolitana AM 930 e vice-presidente da Associação Social dos Profissionais de Imprensa Municipalista do Estado do Ceará (ASPIM).

Evilásio Pires tinha problemas renais o que agravou pegar o Novo Coronavírus. Foi internado por duas vezes e nesta última não resistiu. 

Evilásio Pires era identificado pelas cores do Ceará e comandava há 30 anos o Programa Radiofônico dedicado ao Alvinegro Cearense, 'A Voz do Mais Querido'.




"Amigos recebemos na emissora a triste notícia do falecimento do nosso colega  Evilásio Pires. Nossos votos de pesar e que Deus conforte a família", lamenta o radialista Alex Oliveira.

"Nosso pesar e condolências à família do amigo Evilásio Pires", escreveu o radialista Luciano Filho.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lançou uma nota de lamento:

- Nossos sentimentos. Quando o Ev…

Morre professor Luís Campos

"Acabo de receber a triste notícia que o doutor Luís Campos faleceu. Um grande alvinegro que nunca será esquecido, um guerreiro. Força aos familiares e amigos. As pessoas nunca partem de verdade, continuam vivas e felizes em nossas melhores memórias. Em vida doutor Luís Campos foi homenageado, nosso Centro de Treinamento em Itaitinga leva seu nome".




A informação é de gerente de Tecnologia e Inovação do Ceará, Marcos Medina. Luís Queiroz de Campos, morreu neste domingo (dois), aos 95 anos.
Luís Queiroz Campos foi meu professor no Curso de Comunicação Social-Jornalismo na década de 1980 na Universidade Federal do Ceará (UFC). Para nossa turma deu aulas de Deontologia da Comunicação. Era um professor 'Caxias', mas muito querido pela turma.
Deixa saudades não só da época de professor de Jornalismo da UFC, mas principalmente como homem público do Estado do Ceará e da Cidade de Fortaleza. Chegou a ser prefeito de Fortaleza (1962-1965). Foi diretor do Banco Nacional de Habitaç…

Desembargador Jucid Peixoto do Amaral morre aos 74 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (9), prestes a completar 74 anos de idade, o desembargador Jucid Peixoto do Amaral. A causa da morte foi devido a um câncer que o magistrado lutava há três anos.


Durante sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da Corte, desembargador Washington Araújo, propôs voto de pesar, sendo acompanhado pelos representantes do Ministério Público do Ceará, da Defensoria Pública do Ceará e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). O Judiciário cearense também determinou luto oficial de três dias.
O desembargador Jucid Peixoto do Amaral nasceu em 16 de julho de 1946, em Fortaleza. Era filho de Cid Peixoto do Amaral e de Júlia Costa do Amaral. Ingressou na Magistratura no cargo de juiz substituto, em 21 de janeiro de 1981, assumindo a Vara Única da Comarca de Ubajara e atingiu a vitaliciedade em 21 de fevereiro de 1983, ainda na mesma unidade judiciária.

Pelo critério de antiguidade, foi promovido para a Comarca de …

Morre jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz

A jornalista Marlyana Lima informa a morte do jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz (Carlão). Ele morreu no final da noite de domingo (12). Carlão estava internado há um mês com problemas renais.



Trabalhei com Carlão na Rádio Universitária FM nos anos 1980-1990. Ele era muito metódico e chegou a assessorar o então senador José Pimentel (PT). Foi padrinho da minha primeira filha, Cecília Braga.

No Departamento de Radialismo Informativo da Universitária FM, Carlão fazia produção e muito boas entrevistas.

Em sua última postagem no Facebook em nove de junho passado escreveu:

- Estou com saudades das ruas, dos bares, dos amigos, dos adversários e até das visitas das Testemunhas de Jeová".


FORTALEZA ANTIGA - "É com pesar que comunicamos o falecimento na noite de domingo (12) do criador do grupo Fortaleza Antiga, Carlos Augusto Rocha Cruz. Nosso querido Carlão partiu mas nos deixou ensinamentos inestimáveis que levaremos adiante na administração desse grupo. Carlos Augusto era jornalista…