Pular para o conteúdo principal

Camilo sanciona Lei que libera cerveja e chopp nos estádios

Agora já é lei. O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), sancionou na noite desta sexta-feira (10), a liberação de bebidas alcoólicas de baixo teor alcoolico (menos de 10%) nos estádios e arenas de futebol. De autoria do deputado estadual Evandro Leitão-PDT (foto Marcos Moura), a proposta foi do aprovada por 23 a 14 votos, na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) na noite desta quinta-feira (9).


Após a aprovação do Projeto de Lei 85/19, que libera a comercialização e o consumo de bebidas alcoólicas nas arenas esportivas cearenses, a expectativa do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) era que o PL enviado nesta sexta-feira (10) ao governador do Ceará, Camilo Santana, seria vetado. O prazo para apreciação do Governo é de 15 dias, mas Camilo já esperou este tempo e de pronto sancionou a lei.

A lei Evandro Leitão foi aprovada com 13 emendas durante votação ocorrida nessa quinta-feira (9). O coordenador do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor), promotor de Justiça Edvando França, esperava que Camilo Santana sigusse o exemplo do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que, em janeiro de 2019, vetou projeto de lei para comercialização de bebidas nos estádios do Rio Grande do Sul, mesmo após ser aprovado na Assembleia Legislativa do estado, em dezembro de 2018.

Como a lei foi sancionada pelo Governo do Estado, o MPCE vai ingressar com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin). De acordo com o coordenador do Nudtor, o Projeto de Lei está eivado da pecha de inconstitucionalidade segundo o que dispõe o artigo 13-A, inciso II, do Estatuto do Torcedor (Lei Federal 10.671, de 15 de maio de 2003), que veementemente proíbe o acesso e permanência do torcedor no recinto esportivo portando bebidas ou substâncias proibidas ou suscetíveis de gerar ou possibilitar a prática de atos de violência.

O Ministério Público justifica o posicionamento destacando, ainda, conclusão da Procuradoria-Geral da República nos autos da Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 5.460/MG em trâmite no Supremo Tribunal Federal (STF), que reconhece o risco dessa liberação “por expor a riscos a integridade dos torcedores consumidores e dificultar a prevenção de episódios de violência em eventos esportivos, estádios e arenas, por exceder os limites da competência estadual para legislar sobre o consumo e desporto”.

“Se em um jogo maior são necessários quase 600 policiais para a segurança, com a lei em vigor será preciso aumentar o efetivo policial para prevenir atos de violência. Em assim agindo, a Assembleia Legislativa tirou o Ceará da condição de estado que era exemplo para o Brasil no combate à violência nos estádios. O PL vai de encontro ao Ceará Pacífico e a toda uma política pública de paz promovida pelo Governo do Estado”, declara o membro do MPCE.

Na última terça-feira (7), o MPCE participou de audiência pública na Assembleia Legislativa para debater o projeto. Na oportunidade, o coordenador do Nudtor, reforçou a posição contrária do MP e lembrou que o ordenamento da atividade dos vendedores ambulantes no entorno dos estádios já está sendo realizado após recomendação ministerial expedida em abril deste ano. O promotor também esteve presente na Assembleia em 28 de março e quatro de abril para acompanhar as discussões sobre o projeto e sensibilizar os parlamentares para os riscos de aumento da violência dentro dos estádios, em caso de aprovação da lei.

Além disso, em 21 de março deste ano, o MPCE publicou nota se manifestando de forma contrária à liberação. Outra nota com o mesmo posicionamento já havia sido divulgada em cinco de dezembro, na época, contrário ao projeto de lei nº 237-2015, que continha o mesmo teor. Ainda em 1 de novembro de 2018, o Nudtor promoveu audiência pública sobre setorização e violência nos estádios. Os riscos da liberação de bebidas dentro das arenas esportivas também foi tema da discussão.

“O MP respeita o Poder Legislativo, mas a decisão tomada, além da inconstitucionalidade, coloca em risco a vida, a Saúde e a integridade dos torcedores”, conclui o promotor de Justiça, Edvando França.


PROÍBE - Uma das emendas aprovadas ao projeto mantém a proibição da venda de bebidas alcoólicas durante o Clássico-Rei entre Ceará e Fortaleza.
O projeto de lei nº 85/19 autoriza a venda e o consumo de bebida, cujo teor alcoólico não seja superior a 10% em estádios e arenas desportivas do Estado, por meio de fornecedores devidamente cadastrados junto à administração do respectivo estádio ou arena desportiva.
As emendas de plenário, apreciadas hoje nas comissões técnicas e aprovadas pelos parlamentares, definiram algumas mudanças no projeto inicial.    
Dentre as alterações incorporadas ao texto, estão a que obriga a realização de processo licitatório para escolha da empresa que irá promover a venda de bebidas; destina 5% da comercialização de bebidas alcoólicas nos estádios ao Fundo de Desenvolvimento do Esporte e Juventude e Fundo Estadual de Políticas sobre Álcool e outras Drogas; determina que os clubes deverão investir, anualmente, 0,5% do faturamento total da comercialização de bebidas alcoólicas em campanhas educativas contra a embriaguez ao volante e contra a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos; veda a comercialização e o consumo de bebidas alcoólicas nos clássicos entre Ceará e Fortaleza e determina que os estádios e arenas desportivas deverão ter equipamentos de videomonitoramento, com reconhecimento facial associado às catracas, bem como o cadastro dos torcedores.
A matéria recebeu quatro emendas do deputado Renato Roseno (Psol), sendo uma delas em conjunto com o deputado Carlos Felipe (PCdoB); dos deputados Tin Gomes (PDT), Queiroz Filho (PDT) e Audic Mota (PSB), foram duas emendas, cada; e de Agenor Neto (MDB), Manoel Duca (PDT) e Evandro Leitão (PDT), uma cada.
O projeto de lei que disciplina o assunto foi apresentado na legislatura passada pelo ex-deputado Gony Arruda e passou por amplo debate em audiências públicas. A matéria não chegou a ser votada. Na atual Legislatura,  Evandro Leitão reapresentou o projeto, que foi motivo de novas discussões, audiências e de uma consulta pública realizada por meio do portal oficial do Poder Legislativo. "Nunca uma matéria foi tão discutida e pautada pela imprensa como essa", avaliou o parlamentar.
Durante a votação da matéria, os deputados Delegado Cavalcante (PSL), Fernanda Pessoa (PSDB), Doutora Silvana (PR), Apóstolo Luiz Henrique (PP), Heitor Férrer (SD), André Fernandes (PSL) e Soldado Noelio (Pros) se manifestaram contra a proposta. Eles argumentaram que a liberação de bebidas alcoólicas irá afastar ainda mais as famílias dos estádios e arenas desportivas. Para eles, o álcool poderá ser um potencializador de violência, levando a situações de perigo dentro dos estádios e também em seu entorno.
Já os parlamentares Evandro Leitão, Danniel Oliveira (MDB), João Jaime (DEM), Osmar Baquit (PDT), Agenor Neto (MDB), Audic Mota (PSB) e Tin Gomes se pronunciaram a favor da proposta. Eles apontaram que a violência nos estádios é agravada por outros fatores que não têm relação com o consumo de bebidas alcoólicas, como a rivalidade das torcidas e a aglomeração de pessoas. Os deputados ressaltaram ainda que a matéria regulamenta o consumo de álcool nos estádios e vai ao encontro do combate à violência nesses espaços.
Com informações das assessorias do MPCE e da AL-CE.

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Saiba quem é a atriz cearense que está fazendo sucesso na Netflix

Com apenas 21 anos de idade, Mariana Costa vem fazendo sucesso na plataforma internacional de streaming, Netflix, com todo o seu charme e talento. A atriz é a caçula do elenco da série escrita por Halder Gomes, "O Cangaceiro do Futuro", e é uma artista cearense nata que ganhou as telas do cinema atuando ao lado de Edmilson Filho, protagonista da comédia. Fotos: Divulgação/Mariana Costa O diretor ressaltou que Mariana Costa “expressa na alegria do seu sorriso e na sua beleza “Pocahontas” - a dimensão do seu talento, dedicação, profissionalismo, graça e carisma. Ela tem a magia de hipnotizar a câmera sem esforço e tornar cada cena um deleite que transcende o “ver” e nos leva ao verbo apreciar”. A atriz enxerga nesse projeto a oportunidade de "levar as raízes nordestinas" em diversos espaços, inclusive na música. Desde os 7 anos de idade, Mariana se apaixonou pelos palcos artísticos ganhando ainda mais destaque ao atuar no musical "Ceará Show", onde atuava e

ACMP celebra 1ª Festa Junina no Cariri

No último sábado (15), a Associação Cearense do Ministério Público (ACMP) promoveu a 1ª edição da Festa Junina, reunindo associados e familiares para um momento de confraternização. O encontro, marcado por comidas típicas e música ao vivo, fortaleceu os laços entre os membros da instituição. - É sempre uma alegria poder reunir nossos associados para celebrar uma festa tão querida e representativa para nossa cultura. O São João é uma oportunidade para fortalecer laços e promover momentos de descontração entre nossos membros", destacou o presidente da ACMP, Herbet Gonçalves Santos.

Postagens mais visitadas deste blog

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Saiba quem é a atriz cearense que está fazendo sucesso na Netflix

Com apenas 21 anos de idade, Mariana Costa vem fazendo sucesso na plataforma internacional de streaming, Netflix, com todo o seu charme e talento. A atriz é a caçula do elenco da série escrita por Halder Gomes, "O Cangaceiro do Futuro", e é uma artista cearense nata que ganhou as telas do cinema atuando ao lado de Edmilson Filho, protagonista da comédia. Fotos: Divulgação/Mariana Costa O diretor ressaltou que Mariana Costa “expressa na alegria do seu sorriso e na sua beleza “Pocahontas” - a dimensão do seu talento, dedicação, profissionalismo, graça e carisma. Ela tem a magia de hipnotizar a câmera sem esforço e tornar cada cena um deleite que transcende o “ver” e nos leva ao verbo apreciar”. A atriz enxerga nesse projeto a oportunidade de "levar as raízes nordestinas" em diversos espaços, inclusive na música. Desde os 7 anos de idade, Mariana se apaixonou pelos palcos artísticos ganhando ainda mais destaque ao atuar no musical "Ceará Show", onde atuava e

ACMP celebra 1ª Festa Junina no Cariri

No último sábado (15), a Associação Cearense do Ministério Público (ACMP) promoveu a 1ª edição da Festa Junina, reunindo associados e familiares para um momento de confraternização. O encontro, marcado por comidas típicas e música ao vivo, fortaleceu os laços entre os membros da instituição. - É sempre uma alegria poder reunir nossos associados para celebrar uma festa tão querida e representativa para nossa cultura. O São João é uma oportunidade para fortalecer laços e promover momentos de descontração entre nossos membros", destacou o presidente da ACMP, Herbet Gonçalves Santos.