Pular para o conteúdo principal

Morre Gilberto Dimenstein

Morreu nesta sexta-feira (29) de câncer nos pâncreas, aos 63 anos, o jornalista Gilberto Dimenstein. Ele lutava contra a doença há 15 meses.

O presidenciável Ciro Gomes lamenta a morte do jornalista:

Uma perda para o Brasil e para o bom jornalismo, realizado de forma independente e corajosa. Meus sentimentos para família e amigos".

A jornalista Vera Magalhães disse:

Morreu Gilberto Dimenstein. Uma perda imensa para o Jornalismo Brasileiro. Um homem íntegro, inspiração para minha geração, que lutou até o fim contra uma doença cruel. Que descanse em paz e que seus familiares e amigos encontrem conforto naquilo que acreditam e uns nos outros".

O jornalista Milton Jung destacou:

- Bate uma tristeza grande quando um amigo se vai, quando um colega jornalista nos deixa, quando alguém que sempre falou em defesa da cidadania morre. Gilberto Dimenstein foi tudo isso. Que Deus conforte a sua família.

Dimenstein ultimamente mantinha o site Catraca Livre. A morte foi confirmada por familiares de Dimenstein. Ele morreu por complicações do câncer, por volta das 9 horas da manhã desta sexta. O enterro deve acontecer no domingo, no Butantã, bairro da Zona Oeste de São Paulo.

A homenagem do Blog, a Dimenstein através do perfil dele traçado pelo Portal dos Jornalistas:


Gilberto Dimenstein nasceu em São Paulo (SP), em 28 de agosto de 1956. Iniciou no Jornalismo em 1977, na Revista Shalon (SP), da Comunidade Judaica do Brasil. Formado na Faculdade Cásper Líbero, é colunista da Folha de São Paulo e comentarista da Rádio CBN.

Já foi diretor da Folha de São Paulo, na sucursal de Brasília, e correspondente internacional em Nova Iorque (Estados Unidos). Desde 2011 integra o Conselho Editorial do jornal. Vive nos Estados Unidos, onde desenvolve o projeto de Comunicação para a Cidadania, a convite da Universidade Harvard, em Cambridge (EUA).

Trabalhou também nos jornais O Globo (RJ), Jornal do Brasil (RJ), Correio Braziliense (DF), Última Hora (SP) e nas revistas Educação (SP), Visão (SP) e Veja (SP). Foi acadêmico visitante do programa de Direitos Humanos da Universidade de Columbia, em Nova York.

Passou a se dedicar mais aos temas sociais entre 1991 e 1992, quando recebeu uma bolsa de estudos da MacArthur Foundation para investigar a violência e prostituição da criança na Amazônia. O resultado das apurações foi relatado no livro Meninas da Noite – A Prostituição de Meninas Escravas no Brasil (Ática, 1992), publicado em vários países.

O enfoque da temática não ficou apenas nas reportagens e comentários. Passou então a desenvolver ações sociais. Foi um dos criadores da Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi), disseminada pelo Brasil e vários países da América Latina. Em 1994, criou a ONG Cidade Escola Aprendiz, onde se desenvolve o programa Bairro-Escola, replicado com apoio do Unicef e Unesco em vários estados e cidades do País.

O projeto utiliza metodologia alternativa para a formação de profissionais do futuro, modelo que foi considerado, em 2009, “um exemplo de inovação comunitária” pela Escola de Administração de Harvard, e foi avaliado, pela Unesco, “como uma referência mundial”. O texto foi enviado ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Foi também autor de projetos curriculares de comunicação aplicada em escolas, entre os quais o Colégio Bandeirantes (SP). Idealizou o site Catraca Livre, que foi desenvolvido, em julho de 2009, por estudantes universitários da USP, PUC, Faap, Mackenzie e Metodista, para suprir a necessidade de agrupar, em uma única plataforma, as novidades gratuitas do cenário cultural paulistano.

Participou diariamente no Mais São Paulo, programa na Rádio CBN que foi ao ar duas vezes por dia, e semanalmente no portal FolhaOnline e no jornal Folha de São Paulo, com comentários assinados.

Comandava na Rádio CBN, o programa Cidadão Jornalista, um espaço destinado aos leitores e ouvintes que, ao relatarem fatos e experiências de sua cidade, comunidade e cotidiano, se tornam repórteres por um momento.

Segundo o senador Cristovam Buarque, que criou a Bolsa-Escola [em depoimento quando era governador do Distrito Federal], Dimenstein é um dos inspiradores desse programa. O Bolsa-Escola foi uma das bases para a montagem do Bolsa-Família, que atende a 11 milhões de família em todo o Brasil.

Ganhou, em 1995, o Prêmio Nacional de Direitos Humanos, junto com o cardeal d. Paulo de Evaristo Arns. Além disso, recebeu o Prêmio Criança e Paz, do Unicef e uma menção honrosa do Prêmio Maria Moors Cabot, da Faculdade de Jornalismo de Columbia (USA).

Outras premiações abrilhantam a carreira de Dimenstein. Entre elas estão: dois Prêmios Esso de Jornalismo – em 1988, na categoria Principal, com a reportagem A Lista da Fisiologia, e, no ano seguinte, na categoria Informação Política, com O Grande Golpe, ambas publicadas pela Folha de S.Paulo –, dois Prêmios Líbero Badaró de Imprensa, o Prêmio Jabuti de Literatura de Melhor Livro de Não-Ficção em 1993, com O Cidadão de Papel (Ática, 1993), além de um Prêmio Comunique-se, na categoria Jornalista de Cultura – Mídia Livre, em 2012.

Entre outras obras de sua autoria destacam-se: A República dos Padrinhos: Chantagem e Corrupção em Brasília (Brasiliense, 1988); As armadilhas do poder – Bastidores da imprensa (Summus,1990); A Guerra dos Meninos – Assassinatos de Menores no Brasil (Brasiliense, 1990); A Democracia em Pedaços (Companhia das Letras, 1996); O Aprendiz do Futuro (Ática, 2005); O Mistério das Bolas de Gude (Papirus, 2006); Fomos Maus Alunos (Papirus 7 Mares, 2009) e Mundo de REP (Melhoramentos, 2010). O Mistério das Bolas de Gude também saiu em audiolivro (Audiolivro, 2006). As obras tratam de assuntos polêmicos para a sociedade brasileira e são usadas, com sucesso, por várias escolas do País.

Em coautorias, ele assinou: A Aventura da Reportagem (Summus, 1990), com Ricardo Kotscho; A História Real – Trama de uma Sucessão (Ática, 1994), com Josias de Souza; O Brasil na Ponta da Língua (Ática, 2002), com Pasquale Cipro Neto; Quebra-Cabeça Brasil (Ática, 2003), com Álvaro Cesar Giansanti; Heróis Invisíveis (Wide Publishing, 2004), com os fotógrafos Luiz Garrido, Christian Gaul e Edu Simões; Prazer em Conhecer (Papirus 7 Mares, 2008), com Miguel Nicolelis e Drauzio Varella; Dez Lições de Filosofia para um Brasil Cidadão (FTD, 2008), com Giansanti e Heide Strecker; Dez Lições de Sociologia para um Brasil Cidadão (FTD, 2008), com Giansanti e Marta M. A. Rodrigues; Escola Sem Sala de Aula (Papirus 7 Mares, 2010), com Antonio Carlos Gomes da Costa e Ricardo Semler; É Rindo que se Aprende (Papirus 7 Mares, 2011), com Marcelo Tas, e O Cidadão Invisível (Ática, 2011), com Ivan Jaf e Eduardo Ferigato.

Com Heloísa Pietro, escreveu os livros de literatura infantil Mano Descobre a Solidariedade (2001), Mano Descobre a Ecologia (2002), Mano Descobre a Paz (2003), Mano Descobre a Confiança (2004), Mano Descobre a Diferença (2010), Mano Descobre a Liberdade (2010) e Mano Descobre o Amor (2011), todos publicados pelas editoras Ática e Senac.

Dimenstein é sempre convidado para palestras que abordam assuntos sobre educação, habilidades e competências.

Deixou a Folha de São Paulo após 28 anos de dedicação. Sobre o desligamento, explicou na última postagem da coluna: "Saio da Folha com a gratidão de quem teve suporte para fazer da vida um laboratório. Mas a Folha não sai de mim: estará sempre associada à sensação de que o exercício da imaginação é o que nos torna singulares e relevantes".

Foi eleito em 2014 entre os 'TOP 100' dos '+Admirados Jornalistas Brasileiros'. Votação realizada por Jornalistas&Cia em parceria com a Maxpress. Sobre a distinção falou ao J&Cia: “Ser admirado pela opinião pública, ou seja, os leitores já é difícil. Muito mais difícil pelos seus colegas de profissão, que conhecem os bastidores da imprensa. Dai a força desse reconhecimento. ”

Em dezembro de 2014 destacou-se 14º lugar no ranking dos jornalistas mais premiados de todos os tempos.

Em junho de 2015 o Catraca Livre criou um site sobre consumo social para Casas Bahia. O conteúdo aborda educação financeira, histórias de pessoas que inspiram, dicas de como aproveitar e reaproveitar materiais e alimentos, tecnologias e direitos do consumidor.

Como Jornalista de Sustentabilidade venceu o Prêmio Comunique-se de 2015. Acrescentou à bagagem em 2015 a reeleição entre os ‘TOP 100’ do +Admirados Jornalistas Brasileiros.

No Ranking J&Cia dos +Premiados Jornalistas da História – Região Sudeste é um dos jornalistas Top 10 Gilberto Dimenstein, pelos prêmios conquistados com o Catraca Livre. A classificação foi divulgada em janeiro de 2016.




Comentários

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre atleta cearense Bernadete Lins

O organizador de corridas, Fernando Elpídio informa a morte neste domingo (28) aos 43 anos de idade, da atleta cearense Bernadete Lins (foto):

- Uma notícia de partir o coração. Bernadete Lins, atleta cearense profissional, faleceu hoje. Tenho um carinho especial por essa batalhadora, pessoa simples, humana, que dedicou a vida ao esporte. Não lembro de quantas vezes entreguei troféus nas suas mãos no pódio. QUE PERDA! :(".
Antônia Bernadete Lins da Silva era ipuense e cursava Educação Física na Universidade Vale do Acaraú (Uva), em Sobral. Disputou as mais diversas corridas no Ceará, no Brasil e no Mundo. Era a cearense da elite do Atletismo Feminino Brasileiro. Morreu na manhã deste domingo (28), em Maranguape, quando estava treinado. Ainda foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maranguape, mas chegou sem vida.
Confira a repercussão da morte de Bernadete Lins:
Marcos Prado - "Nota de pesar. Bernadete Lins nos deixa hoje, e o seu ultimo suspiro foi fazendo aquilo…

Morre Auxiliar de Reportagem Claudinho

O Assistente de Estúdio e Auxiliar de Reportagem da TV Fortaleza, José Cláudio Ferreira da Costa (Claudinho) morreu neste domingo (7), de Covid 19, aos 61 anos.


Repercussão da morte de Claudinho:

Ivelise Maia - "Descanse em paz Claudinho! Sentindo-se triste".

Assis Pereira - "Anos 1970 éramos da mesma classe de Colégio, e agora na CMFor revivemos história da época, futebol, namoradas de colégio, às cachaças, os amigos, professores e tantas lembranças da época agente comentava. Triste notícia. Deus o tenha eternamente e a família enlutada o meu sentimento de muita tristeza".
Edson Cunha - "Triste demais, saudades vai ficar pra sempre amigo Claudinho".

Demóstenes Batalha - "Trabalhamos juntos na TV Fortaleza por anos, assistente de estúdio e auxiliar da reportagem, sempre prestativo, calado, mas observador. Brincávamos muito, pois era assistente quando era repórter do plenário da câmara. E tínhamos uma piada interna, “cadê o Kid”. Infelizmente vítima de Cov…

Morre o sonoplasta Diocrim

Morreu neste domingo (14), o radialista Carlos Alberto de Oliveira, o Diocrim. Ele foi operador de áudio e divulgador de discos. Diocrim que iniciou sua carreira no Maranhão transferiu-se para o Rádio de Fortaleza no final da década de 1960.


Trabalhou nas rádios Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, Verdes Mares, Cidade AM e rádios no Maranhão; alem de ter sido membro da equipe de produção do show do também já falecido comunicador Bezerra de Menezes (Bezerrão). Diocrim foi divulgador da RGE e empresário de muito artistas cearenses. 
Durante muitos anos foi o operador do Clube dos Tetéus comandado pelo comunicador Colombo Sá, que fazia literalmente eco nos rádios espalhados pelos lares, bares e táxis de Fortaleza com o slogan "Não dorme ninguém, Diocrim", por causa do par de óculos (ocrim) que Carlos Alberto usava, enquanto cuidava do roteiro musical e da sonoplastia do programa, na mesa de áudio da Rádio Clube e depois na Verdes Mares.
Diocrim deixa viúva dona Nailde e órfão as fi…

Hoje é o Dia Mundial do Doador de Sangue

O vereador Michel Lins (Cidadania) e integrantes da sua assessoria estiveram no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), em Fortaleza, para doar sangue.

Segundo Michel Lins, a ação foi idealizada com objetivo de chamar atenção para a importância de doar e consequentemente salvar vidas.
- Neste domingo (14) é o Dia Mundial do Doador de Sangue", lembra o vereador.

“Um gesto simples! Um ato de amor que precisa ainda ser melhor desmistificado para que mais e mais pessoas possam ser encorajadas a doarem vida! Quem doa sangue, doa vida! Quem puder, procure um local de coleta e concretize esse ato de amor ao próximo. É rápido, fácil e não dói nada”, afirma Michel.

A campanha deste ano enaltece a doação de sangue como estratégia para contribuição na redução da mortalidade materna.

Em Fortaleza, o principal posto de coleta de sangue é o Hemoce, na Avenida José Bastos, 3390 (Rodolfo Teófilo), que funciona de segunda a sexta-feira, das 7 horas às 18h30; e aos sábados, de 7 horas às…

Conquistas marcam primeiro ano da nova gestão da CDC

O alinhamento com o Governo Federal, além do estreitamento da relação com o Executivo estadual e municipal, fez com que o primeiro ano da nova gestão da Companhia Docas do Ceará fosse marcado por importantes avanços e conquistas. 

Escolhida pelo perfil técnico, a engenheira Mayhara Chaves assumiu a presidência da CDC no dia 24 de junho de 2019, tendo ao seu lado na tomada de decisões os diretores Humberto Castelo Branco (Administração e Finanças), Miguel Andrade (Infraestrutura e Gestão Portuária) e Mário Jorge Cavalcanti (Comercial), além do suporte de todos os colaboradores. Hoje, é possível afirmar que a companhia está saudável financeiramente com base no EBITDA, que apresentou crescimento superior a 180% no período de 12 meses.

Embora adiada temporariamente devido à Pandemia da Covid-19, a concessão do Terminal Marítimo de Passageiros foi considerada como prioridade pelo Governo Federal, o que possibilitará uma nova receita para investimentos no Porto de Fortaleza.
O arrendamento do …

Postagens mais visitadas deste blog

Morre atleta cearense Bernadete Lins

O organizador de corridas, Fernando Elpídio informa a morte neste domingo (28) aos 43 anos de idade, da atleta cearense Bernadete Lins (foto):

- Uma notícia de partir o coração. Bernadete Lins, atleta cearense profissional, faleceu hoje. Tenho um carinho especial por essa batalhadora, pessoa simples, humana, que dedicou a vida ao esporte. Não lembro de quantas vezes entreguei troféus nas suas mãos no pódio. QUE PERDA! :(".
Antônia Bernadete Lins da Silva era ipuense e cursava Educação Física na Universidade Vale do Acaraú (Uva), em Sobral. Disputou as mais diversas corridas no Ceará, no Brasil e no Mundo. Era a cearense da elite do Atletismo Feminino Brasileiro. Morreu na manhã deste domingo (28), em Maranguape, quando estava treinado. Ainda foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maranguape, mas chegou sem vida.
Confira a repercussão da morte de Bernadete Lins:
Marcos Prado - "Nota de pesar. Bernadete Lins nos deixa hoje, e o seu ultimo suspiro foi fazendo aquilo…

Morre Auxiliar de Reportagem Claudinho

O Assistente de Estúdio e Auxiliar de Reportagem da TV Fortaleza, José Cláudio Ferreira da Costa (Claudinho) morreu neste domingo (7), de Covid 19, aos 61 anos.


Repercussão da morte de Claudinho:

Ivelise Maia - "Descanse em paz Claudinho! Sentindo-se triste".

Assis Pereira - "Anos 1970 éramos da mesma classe de Colégio, e agora na CMFor revivemos história da época, futebol, namoradas de colégio, às cachaças, os amigos, professores e tantas lembranças da época agente comentava. Triste notícia. Deus o tenha eternamente e a família enlutada o meu sentimento de muita tristeza".
Edson Cunha - "Triste demais, saudades vai ficar pra sempre amigo Claudinho".

Demóstenes Batalha - "Trabalhamos juntos na TV Fortaleza por anos, assistente de estúdio e auxiliar da reportagem, sempre prestativo, calado, mas observador. Brincávamos muito, pois era assistente quando era repórter do plenário da câmara. E tínhamos uma piada interna, “cadê o Kid”. Infelizmente vítima de Cov…

Morre o sonoplasta Diocrim

Morreu neste domingo (14), o radialista Carlos Alberto de Oliveira, o Diocrim. Ele foi operador de áudio e divulgador de discos. Diocrim que iniciou sua carreira no Maranhão transferiu-se para o Rádio de Fortaleza no final da década de 1960.


Trabalhou nas rádios Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, Verdes Mares, Cidade AM e rádios no Maranhão; alem de ter sido membro da equipe de produção do show do também já falecido comunicador Bezerra de Menezes (Bezerrão). Diocrim foi divulgador da RGE e empresário de muito artistas cearenses. 
Durante muitos anos foi o operador do Clube dos Tetéus comandado pelo comunicador Colombo Sá, que fazia literalmente eco nos rádios espalhados pelos lares, bares e táxis de Fortaleza com o slogan "Não dorme ninguém, Diocrim", por causa do par de óculos (ocrim) que Carlos Alberto usava, enquanto cuidava do roteiro musical e da sonoplastia do programa, na mesa de áudio da Rádio Clube e depois na Verdes Mares.
Diocrim deixa viúva dona Nailde e órfão as fi…

Hoje é o Dia Mundial do Doador de Sangue

O vereador Michel Lins (Cidadania) e integrantes da sua assessoria estiveram no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), em Fortaleza, para doar sangue.

Segundo Michel Lins, a ação foi idealizada com objetivo de chamar atenção para a importância de doar e consequentemente salvar vidas.
- Neste domingo (14) é o Dia Mundial do Doador de Sangue", lembra o vereador.

“Um gesto simples! Um ato de amor que precisa ainda ser melhor desmistificado para que mais e mais pessoas possam ser encorajadas a doarem vida! Quem doa sangue, doa vida! Quem puder, procure um local de coleta e concretize esse ato de amor ao próximo. É rápido, fácil e não dói nada”, afirma Michel.

A campanha deste ano enaltece a doação de sangue como estratégia para contribuição na redução da mortalidade materna.

Em Fortaleza, o principal posto de coleta de sangue é o Hemoce, na Avenida José Bastos, 3390 (Rodolfo Teófilo), que funciona de segunda a sexta-feira, das 7 horas às 18h30; e aos sábados, de 7 horas às…

Conquistas marcam primeiro ano da nova gestão da CDC

O alinhamento com o Governo Federal, além do estreitamento da relação com o Executivo estadual e municipal, fez com que o primeiro ano da nova gestão da Companhia Docas do Ceará fosse marcado por importantes avanços e conquistas. 

Escolhida pelo perfil técnico, a engenheira Mayhara Chaves assumiu a presidência da CDC no dia 24 de junho de 2019, tendo ao seu lado na tomada de decisões os diretores Humberto Castelo Branco (Administração e Finanças), Miguel Andrade (Infraestrutura e Gestão Portuária) e Mário Jorge Cavalcanti (Comercial), além do suporte de todos os colaboradores. Hoje, é possível afirmar que a companhia está saudável financeiramente com base no EBITDA, que apresentou crescimento superior a 180% no período de 12 meses.

Embora adiada temporariamente devido à Pandemia da Covid-19, a concessão do Terminal Marítimo de Passageiros foi considerada como prioridade pelo Governo Federal, o que possibilitará uma nova receita para investimentos no Porto de Fortaleza.
O arrendamento do …