Pular para o conteúdo principal

Cinco Notas Educacionais

O Centro Universitário Maurício de Nassau (UniNassau-Fortaleza), é sede de Treinamento para enfermeiros e técnicos de Enfermagem que irão atuar na Vacinação contra o vírus Covid-19. A ação está sendo realizada até esta quinta-feira (11) e é promovida pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM).   

Os servidores foram organizados com Distanciamento Social adequado, uso de Máscaras e horários distintos para evitar aglomeração e respeitar os Protocolos de Saúde. O treinamento visa apresentar a logística de vacinação, procedimentos e tirar dúvidas dos profissionais.  

A Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) realiza cadastro de profissionais em parceria com a Secretaria de Saúde de Fortaleza. Os enfermeiros e técnicos de Enfermagem cadastrados atuam na vacinação de forma domiciliar. 

- A UniNassau cedeu seus espaços para ajudar esses profissionais a estarem mais preparados para exercer essa missão tão importante”, explica o reitor da UniNassau Fortaleza, Marcus Ponte.  

No Treinamento, os profissionais são contemplados com conteúdos referentes a responsabilidades do Profissional de Enfermagem, como lidar com o paciente, qualidade no atendimento, notificação de eventos adversos ao medicamento em uso, atuação no Pós-Vacinação, entre outros, com Teoria e Prática.  

- A UniNassau é a única instituição de Ensino Superior privada em Fortaleza que está recebendo esse público  para essa capacitação. Defendemos que todos os cidadãos devem ser vacinados o mais breve possível para juntos superarmos a pandemia”, acrescenta Marcus Ponte.  

O Governo do Ceará já anunciou o  aumento dos postos de Vacinação com seis Drive-Thrus, que visam atender idosos com mais de 75 anos e a chegada de mais 115 mil doses de vacina nos próximos dias. Até o momento mais de 72 mil pessoas já foram vacinadas. Além de idosos, os grupos que estão na prioridade de recebimento da vacina são trabalhadores de Saúde e pessoas com deficiência acima de 18 anos e institucionalizadas.

-----


Martesclass - A UniNassau Fortaleza promove até a próxima terça-feira (16), um evento em formato de Masterclass gratuito para alunos e comunidade. A Masterclass consiste em aulas Online com especialistas com foco em conhecimento ou habilidades técnicas, permitindo ao participante aprender novas ferramentas de trabalho. ​   

- A principal vantagem deste modelo é a capacidade de alcançar ainda mais pessoas, pois a presença de um especialista é uma ótima fonte de atração para interessados no segmento ofertado”, explica a coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda da UniNassau Fortaleza, Janaina Holanda. ​   

- O Curso de Publicidade e Propaganda visa atender as exigências e tendências do mercado de trabalho. Esta é uma ótima forma para o profissional se atualizar nos requisitos exigidos no mercado e adquirir novos conhecimentos”, acrescenta Janaina Holanda. ​   

Entre os temas abordados no evento estão: “Destrave sua criatividade”, “Oficina de Podcast”, “A mudança na relação das marcas e participantes”, “Oficina de Fotografia” e “O Mercado das Palavras e a Publicidade”, ministrados por professores do curso e convidados.  

Todas as oficinas serão ministradas a partir de 19h30. As inscrições estão abertas e o interessado poderá se inscrever por meio do link: http://sereduc.com/DzjPil

-----

Carnaval 2021 - Diante do avanço da Pandemia de Covid-19, alguns Estados, como o Ceará, cancelaram ou suspenderam os eventos de Carnaval para não causar aglomeração e evitar a proliferação do Novo Coronavírus. A decisão tem gerado dúvidas nas empresas e nos colaboradores sobre o Carnaval, que de acordo com o calendário religioso, este ano acontece entre sábado (13)  a terça (16 de fevereiro).  

- O Carnaval não é feriado em âmbito nacional, existem, contudo, algumas leis estaduais e municipais que dispõem de modo diverso, estabelecendo um feriado local”, esclarece a professora do curso de Direito da UniNassau Fortaleza, Priscila Macedo.  

Uma das principais dúvidas das instituições é se, quando o poder público estabelece ponto facultativo, se isso impacta também nas empresas privadas. De acordo com a professora, não há relação. “Esse tipo de situação não interfere nas empresas privadas, que podem escolher se irão suspender as atividades ou não. Não há qualquer tipo de obrigação nesse sentido e não interfere na relação entre empresa e empregado. Desse modo, em regra, a empresa pode optar se irá haver expediente normal de trabalho ou não”, esclarece.  

No caso de existência de uma convenção coletiva estabelecida por sindicatos, por exemplo, a professora explica que, neste caso, é uma exceção. “No caso de haver algum acordo ou convenção coletiva, de determinada categoria, estabelecendo a referida data como feriado, a empresa deve seguir o que estabelece a negociação coletiva, que também não é afetada pela revogação do ponto facultativo”.  

Ainda sobre a questão da convenção coletiva, Priscila afirma que, se o acordo de compensação ou banco de horas for realizado de modo individual entre empresa e empregado, a compensação deve ocorrer no mesmo mês, ou em até seis meses, para o acordo escrito. Caso a compensação venha a ultrapassar esse prazo, deve ser feita mediante acordo ou convenção coletiva.  

No caso de a empresa optar em conceder folga no período aos colaboradores e a produção ter flexibilidade, é possível combinar que esses dias sejam reduzidos dos bancos de horas. “Inexistindo regra específica para a categoria, o empregador pode, por liberalidade, optar por conceder folga aos empregados na referida data, ou mesmo reduzir tais horas do banco de horas do empregado, se houver o referido acordo na empresa”, conclui Priscila Macedo.

-----

Cancelamento - O Cancelamento é um movimento que surgiu na Internet com o intuito de boicotar pessoas que tiveram comportamento considerado inapropriado publicamente. A pessoa perde seguidores nas Redes Sociais, é alvo de xingamentos e até mesmo ameaças. Cancelamento virtual (Cancelled Culture) é diferente de trollagem, por exemplo, uma gíria que significa zoar e tirar sarro de alguém. O ato de cancelar não tem humor e é considerado bem mais agressivo.  

Nos últimos anos, tornou-se uma prática comum anular as pessoas nas redes sociais. Frequentemente são promovidos boicotes. Tanto que "cultura do cancelamento" foi eleito o termo do ano, em 2019, pelo Dicionário Macquarie.  

Os principais motivos de cancelamento na Internet são: racismo, preconceito, xenofobia, homofobia ou até mesmo opinião contrária sobre algo que é considerado popular. Boa parte dos casos ocorre por um conflito de opiniões e, na maioria deles, o atingido não tem como se defender.  

As atitudes de cancelamento afetam a saúde mental da pessoa atingida, de acordo com a professora do curso de Psicologia  da UniNassau Fortaleza, Marília Barreira. 

- As consequências são bem parecidas com o bullyng, causando isolamento forçado, dificuldade de socialização, depressão, confusão mental quando a pessoa não entende o porquê está sendo cancelada e até mesmo tendências suicidas", explica a professora Marília Barreira.

Quando as pessoas decidem praticar o cancelamento? Marília explica: “As pessoas buscam perfeição. Quando essa perfeição não é atingida, surge o cancelamento, além da baixa tolerância. Em vez de explicar que aquilo é errado, as pessoas optam logo pelo cancelamento por ser mais fácil e por ser visto por alguns como uma atitude de justiça ou lacração”.  

Para aqueles que já sofreram ou estão sofrendo com o cancelamento, a profissional orienta: 

- O cancelado deve ocupar outros espaços e trocar o círculo de amizades para tentar recomeçar, além de manter acompanhamento com um psicólogo”.  

-----

Ubíqua - Estar conectado e em toda parte. Esse é o objetivo do mais novo projeto do grupo Ser Educacional, mantenedor das marcas UniNassau, UNAMA, UNG, UNIFACIMED, UNINORTE, UNIJUAZEIRO, UNINABUCO, UNESC e UNIVERITAS. A ideia é trazer um grande avanço ao processo pedagógico e integrar os alunos nas áreas acadêmicas, do empreendedorismo, da internacionalização e da trabalhabilidade. 

A Ubíqua foi criada com o propósito de sintetizar as reconfigurações e outras formas de ensino que a educação tem apresentado atualmente. O novo formato educacional pressupõe aulas híbridas (presenciais e remotas) para cursos que demandam atividades práticas contínuas, como nas áreas de engenharias e saúde, e exclusivamente digitais quando os conteúdos permitirem. 

- Queremos deixar o ensino cada vez mais acessível a todos. Desta forma, a Ubíqua surge como uma nova forma de ensinar e aprender”, destaca a diretora acadêmica do grupo Ser Educacional, Simone Bérgamo. 

- Buscamos integrar os nossos estudantes aos pilares da educação superior, envolvendo-os em um projeto robusto e que trará diversos benefícios acadêmicos e desenvolvimento de habilidades para os alunos das Instituições mantidas pelo Ser Educacional”, complementa. 

O diretor de Ensino do Grupo Ser Educacional, Adriano Azevedo, destacou que a inovação está na essência das transformações. Segundo ele, com o Ubíqua, o Grupo assume posição de vanguarda entre as instituições de ensino superior do país. 

- Nossa marca registrada tem sido inovar em processos de ensino e aprendizagem e sair na frente. O Ser Educacional mantém essa perspectiva com o Projeto Ubíqua”, afirmou.

A palavra Ubíqua vem termo ubiquidade significa estar em toda parte e é inspirada na Computação Ubíqua, criada pelo cientista de informática norte-americano, Mark Weiser. Partindo desta definição, o modelo conta com dez partes que que compõem a proposta. São elas: o Ensino Híbrido, o Projeto Sponsor, o Navega, o Ser + Empreendedor, o PhD Compartilha, o Notável Mestre, o Singular Tech School, o Acelera Enade, o Ser Experience e o OAB Digital.

Com esses dez projetos, o Ubíqua promete ser uma grande revolução na área acadêmica e profissional dos estudantes do Ser Educacional. A iniciativa é pioneira em todo o país e tem como objetivo trazer ainda mais conhecimento e engajamento para os estudantes.

Com informações da Assessoria de Imprensa da UniNassau Fortaleza. 


 

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Morre jornalista JL Rosa

Morreu, aos 35 anos, nesta segunda-feira (8/7/2024), em Fortaleza, o jornalista João Lucas Arruda Rosa. O Velório do corpo de JL Rosa será a partir das 13 horas desta terça-feira (9/7), na Funerária Paz Eterna (Avenida Barão de Studart, 2780-Dionísio Torres-Fortaleza-Ceará). O Sepultamento será às 16h30 desta terça-feira (9), no Cemitério São João Batista (Rua Padre Mororó-Centro-Fortaleza-Ceará). JL Rosa nasceu em 28 de dezembro de 1988. Deixa órfã a filha Amanda, de 10 anos. Com 18 anos de Fotojornalismo, JL Rosa participou de projetos em veículos de Comunicação e venceu dois prêmios nacionais da área. No período de 2019 a 2021, JL Rosa integrou a equipe de Fotografia do Grupo O Povo de Comunicação, no cargo de editor-adjunto.  Dentre os registros favoritos de JL Rosa estavam os de Esportes, como Futebol e Kitesurf.  JL Rosa colecionava imagens de atividades ao ar livre e paisagens de Fortaleza.  JL Rosa trabalhou nos jornais O Povo, Diário do Nordeste e na Câmara Municipal de Fortal

Atlântico e Naturágua arrecadam 25 mil litros de água para vítimas das enchentes no RS

Em uma demonstração de solidariedade e compromisso social, o Instituto Atlântico, em parceria com a Naturágua, enviou doações para auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.  A indústria de água mineral cearense doou 1.250 garrafões de 20 litros de água, o que totaliza 25 mil litros, para levar água potável às pessoas que estão passando por esse momento de vulnerabilidade. O Atlântico custeou o transporte das doações. Uma carreta da RMTLog Transporte e Logística partiu em 5 de junho e chegou à capital gaúcha na última quinta-feira (13). O material foi entregue na Paróquia Santa Catarina, em Porto Alegre, que atua como ponto de coleta e distribuição de doações, além de servir como abrigo para pessoas necessitadas. O Instituto Atlântico também mobilizou sua sede, localizada no Shopping Salinas, em Fortaleza, como ponto de coleta, para que colaboradores e membros da comunidade contribuíssem com doações. Durante a campanha, foram arrecadados itens como roupas, calçados, água,

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Postagens mais visitadas deste blog

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Morre jornalista JL Rosa

Morreu, aos 35 anos, nesta segunda-feira (8/7/2024), em Fortaleza, o jornalista João Lucas Arruda Rosa. O Velório do corpo de JL Rosa será a partir das 13 horas desta terça-feira (9/7), na Funerária Paz Eterna (Avenida Barão de Studart, 2780-Dionísio Torres-Fortaleza-Ceará). O Sepultamento será às 16h30 desta terça-feira (9), no Cemitério São João Batista (Rua Padre Mororó-Centro-Fortaleza-Ceará). JL Rosa nasceu em 28 de dezembro de 1988. Deixa órfã a filha Amanda, de 10 anos. Com 18 anos de Fotojornalismo, JL Rosa participou de projetos em veículos de Comunicação e venceu dois prêmios nacionais da área. No período de 2019 a 2021, JL Rosa integrou a equipe de Fotografia do Grupo O Povo de Comunicação, no cargo de editor-adjunto.  Dentre os registros favoritos de JL Rosa estavam os de Esportes, como Futebol e Kitesurf.  JL Rosa colecionava imagens de atividades ao ar livre e paisagens de Fortaleza.  JL Rosa trabalhou nos jornais O Povo, Diário do Nordeste e na Câmara Municipal de Fortal

Atlântico e Naturágua arrecadam 25 mil litros de água para vítimas das enchentes no RS

Em uma demonstração de solidariedade e compromisso social, o Instituto Atlântico, em parceria com a Naturágua, enviou doações para auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.  A indústria de água mineral cearense doou 1.250 garrafões de 20 litros de água, o que totaliza 25 mil litros, para levar água potável às pessoas que estão passando por esse momento de vulnerabilidade. O Atlântico custeou o transporte das doações. Uma carreta da RMTLog Transporte e Logística partiu em 5 de junho e chegou à capital gaúcha na última quinta-feira (13). O material foi entregue na Paróquia Santa Catarina, em Porto Alegre, que atua como ponto de coleta e distribuição de doações, além de servir como abrigo para pessoas necessitadas. O Instituto Atlântico também mobilizou sua sede, localizada no Shopping Salinas, em Fortaleza, como ponto de coleta, para que colaboradores e membros da comunidade contribuíssem com doações. Durante a campanha, foram arrecadados itens como roupas, calçados, água,

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).