Pular para o conteúdo principal

Rede Cuca completa 7 anos

 

A Rede Cuca hoje integrada por quatro Cucas (Barra, Jangurussu, Mondubim e Zé Walter)  completa neste domingo (21 de fevereiro) sete anos.

Prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT) - Pessoal, a Rede Cuca celebra sete anos neste domingo. Um equipamento que vem realizando sonhos, proporcionando inclusão e combatendo desigualdades, por meio do acesso a Esporte, Cultura e Lazer. Já são mais de 2,5 milhões de atendimentos nas quatro unidades: Barra do Ceará, Jangurussu, Mondubim e José Walter. Em breve, ainda neste semestre, entregaremos o Cuca Pici. Agradeço aos mais de 300 colaboradores por se dedicarem e acolherem tão bem os nossos jovens, fazendo dos Cucas uma segunda casa para eles".

Rede Cuca A Rede Cuca é uma rede de proteção social e oportunidades formada por quatro Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas), mantidos pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude. Geridos pelo Instituto Cuca, os Cucas Barra, Mondubim, Jangurussu e Zé Walter atendem, prioritariamente, jovens de 15 a 29 anos, oferecendo cursos, práticas esportivas, difusão cultural, formações e produções na área de Comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e garantia de Direitos Humanos. Além disso, a Rede Cuca também visa trazer para a periferia de Fortaleza possibilidades e alternativas de fruição cultural por meio da realização de eventos estratégicos, festivais, mostras, exposições e programação permanente de Shows, Espetáculos e Cinema.

- A Rede Cuca é a minha segunda casa”. 

É assim que Iuri Wesley, de 18 anos, morador da Barra do Ceará e atleta do triathlon, descreve a Rede Cuca. O jovem, que frequenta o Cuca Barra há mais de quatro anos, descobriu no equipamento a paixão pelo esporte. “Eu conheci a Rede Cuca através do esporte com um amigo. Comecei no futsal, depois comecei natação e, em seguida, fui para o Triathlon. Já vou fazer dois anos nesta modalidade”, conta.

No dia 21 de fevereiro, a Rede Cuca comemora sete anos de funcionamento e assim como para o Iuri, a Rede Cuca tornou-se a segunda casa de muitos jovens. Nesse período, foram registrados 760.158 jovens atendidos e mais de 2 milhões de atendimentos em geral. Mesmo em um momento delicado como a pandemia de Covid-19, em 2020, a Rede Cuca atendeu 179.165 jovens, grande parte de forma remota por questão de segurança para tentar conter a disseminação da doença.

Além de um local de mudanças e oportunidade, Iuri diz o quanto sente-se bem na Rede Cuca e deseja isso para todos. 

- Tenho muitos sentimentos bons pela Rede Cuca. Jamais quero esquecer que ela quem me tirou de outros mundos. É ela que me fez bem. Depois que conheci a Rede Cuca, eu mudei. Mudei meu jeito de pensar e de agir. Quero isso para todos. Quem conhece a Rede Cuca se sente bem”, afirma Iuri.

Atualmente, a Rede conta com quatro equipamentos localizados na Barra do Ceará, Mondubim, Jangurussu e José Walter, esse último inaugurado no final de 2020. A previsão é que ainda no primeiro semestre de 2021, mais um equipamento seja entregue, desta vez no bairro Pici.

Aproximadamente, 400 mil jovens de Fortaleza estão próximos à Rede Cuca e a Maria Ju (24), moradora do Jangurussu, é uma deles. Frequentadora do espaço há quase sete anos, a arte-educadora faz parte do projeto Comunidade em Pauta e participa de várias atividades.

A jovem define a Rede Cuca como um espaço de oportunidades. “Sempre digo que o espaço e as pessoas me deram um grande aprendizado. São sete anos frequentando a Rede Cuca e sempre vi avanços culturalmente na vida de vários jovens. Meu sentimento pelo espaço hoje é de carinho, mas um carinho enorme, porque reconheço tudo o que me ofereceram e tenho gratidão”, diz.

Nesses sete anos, os mais de 300 colaboradores que fazem a Rede Cuca são peças fundamentais para o sucesso desta política pública de juventude. A professora de informática, Leilana Lopes, de 43 anos), lembra que a receptividade e o acolhimento marcaram sua vida pessoal e profissional desde sua chegada em 2016. 

- O que me marcou foi a receptividade e acolhimento, tanto na minha vida pessoal como profissional. Em 2018, infelizmente, fui diagnosticada com câncer, foram dias difíceis e tenho eternos agradecimentos a todos. Na minha vida profissional, a inclusão dos jovens, independente de qualquer situação, é algo incrível. O sentimento é de orgulho de fazer parte desta História”.

Isabela Melo (20) não sabia ao certo o que era a Rede Cuca até pesquisar opções para ocupar seu tempo. A jovem viu a oferta de cursos em fotografia e audiovisual no Cuca Mondubim e fez a inscrição. A partir daí, Isabela participou de outros cursos, esportes e eventos. Mas foi nos editais de comunicação como, Repórter Cuca e Monitoria de Jovens Comunicadores, que a videomaker se encontrou profissionalmente.

A jovem diz que conhecer a Rede Cuca foi um marco na sua vida pessoal e profissional.

- Vários ciclos marcaram minha vida profissional e pessoal, mas o que mais me marcou foi conhecer a Rede Cuca porque realmente era uma coisa fora da minha realidade. Eu nunca imaginaria um equipamento com tantas coisas gratuitas. Saber que lá formam pessoas, tem estrutura, profissionais qualificados, apoio (...) Saber que tudo isso existe e dá certo foi incrível para mim”, celebra.

Sobre a Rede Cuca É uma rede de proteção social e oportunidades, criada em 21 de fevereiro de 2014 e formada por quatro Centros Urbanos de Cultura, Arte, Ciência e Esporte (Cucas), mantidos pela Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude.

Os equipamentos ofertam cursos, práticas esportivas e produções na área de comunicação e atividades que fortalecem o protagonismo juvenil e realizam a promoção e garantia de direitos humanos.

Prioritariamente, a Rede Cuca atende jovens entre 15 e 29 anos, mas também oferta atividades e serviços para o público em geral.

Nos últimos anos, já são ofertadas turmas em cursos, oficinas e práticas esportivas voltadas para pessoas fora da faixa etária prioritária. Os Cucas também são pontos de apoio e referência para serviços básicos de outros setores da cidade, como vacinação, complemento nas atividades escolares, assistência social e postos para busca de empregos.

Além disso, a Rede Cuca visa trazer para a periferia de Fortaleza possibilidades, e alternativas de fruição cultural por meio da realização de eventos, festivais, mostras, exposições, espetáculos e sessões de cinema, espetáculos de dança, e apresentação de bandas.

Acesso à Cultura - Nestes setes anos, a Rede Cuca consolidou diversas atividades culturais na grade da programação, dentre elas, sessões de Cinemas, Espetáculos de Dança, Teatro, Circo e apresentação de Bandas nos palcos na Rede Cuca Barra, Jangurussu, Mondubim e José Walter, ajudando a democratizar, desta maneira, a cultura e ampliando o acesso para todos.

Os Projetos Culturais realizados na Rede Cuca também oferecem espaços para artistas e grupos locais que estão no início da carreira, fomentando o conhecimento aliado à prática, como é o caso do Festival de Música da Juventude, Festival de Dança e Projeto Ensaios Abertos.

Durante esses anos, a Rede Cuca também estabeleceu a maior virada cultural da periferia da Cidade, o Viradão da Juventude, e o maior arraiá de Fortaleza.

Rede de campeões - Hoje, a Rede Cuca oferta 30 modalidades esportivas. São elas:

  1. Triathlon.
  2. Handebol.
  3. Futebol de Areia.
  4. Futsal.
  5. Voleibol.
  6. Vôlei de Praia.
  7. MMA.
  8. Muay Thai.
  9. Capoeira.
  10. Judô.
  11. Karatê.
  12. Jiu-Jitsu.
  13. Pilates.
  14. Treinamento Funcional.
  15. Massagem Desportiva.
  16. Jogos Coletivos,
  17. Basquete.
  18. Natação.
  19. Hidroginástica.
  20. Nado Sincronizado.
  21. Surf.
  22. Beach Hand.
  23. Badminton,
  24. Skate.
  25. Tênis de Mesa.
  26. Cross Cuca.
  27. Polo Aquático.
  28. Stand up.
  29. Zumba.
  30. Taekwondo.

Durante esses sete anos, atletas foram destaque e representaram Fortaleza em campeonatos regionais, nacionais e internacionais, trazendo resultados importantes para a cidade.

A Rede Cuca é o primeiro equipamento público de Cross Training do Brasil. As Olimpíadas da Juventude de Fortaleza e as Super Copas também são projetos de destaque realizados no equipamento.

Juventude Ativa e Saudável - A Diretoria de Promoção de Direitos Humanos e Cultura (DPDHC) atua na orientação preventiva, visando a proteção à Saúde dos jovens. Dentre as ações, estão o atendimento psicossocial e encaminhamento a Rede de Proteção Social; atendimento inicial para demandas relacionadas à Saúde, o “Cuca Saudável”, espaço de referência na Rede Cuca para as ações de promoção de saúde, que inclui testagens de HIV/Aids, por meio de fluido oral e punção digital, Sífilis, Hepatite B e Hepatite C, aconselhamento, educação em saúde e direitos humanos, e orientações sobre os riscos e agravos decorrentes do uso de drogas.

Inovação e Empregabilidade - A inserção de jovens no Mercado de Trabalho também é um compromisso da Rede Cuca. A Coordenação de Trabalho e Empregabilidade atua diretamente como instrumento de políticas públicas de combate ao desemprego e na intermediação de mão de obra.

O objetivo do setor é a inclusão e reinserção de jovens no mercado por meio do acesso à qualificação profissional, educação e informação sobre o mercado de trabalho e apoio a iniciativas de geração de emprego e renda.

Até sábado (27 de fevereiro) é ofertada uma Programação Especial Online para celebrar o aniversário da Rede Cuca de sete anos.

Confira a programação completa

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Morre jornalista JL Rosa

Morreu, aos 35 anos, nesta segunda-feira (8/7/2024), em Fortaleza, o jornalista João Lucas Arruda Rosa. O Velório do corpo de JL Rosa será a partir das 13 horas desta terça-feira (9/7), na Funerária Paz Eterna (Avenida Barão de Studart, 2780-Dionísio Torres-Fortaleza-Ceará). O Sepultamento será às 16h30 desta terça-feira (9), no Cemitério São João Batista (Rua Padre Mororó-Centro-Fortaleza-Ceará). JL Rosa nasceu em 28 de dezembro de 1988. Deixa órfã a filha Amanda, de 10 anos. Com 18 anos de Fotojornalismo, JL Rosa participou de projetos em veículos de Comunicação e venceu dois prêmios nacionais da área. No período de 2019 a 2021, JL Rosa integrou a equipe de Fotografia do Grupo O Povo de Comunicação, no cargo de editor-adjunto.  Dentre os registros favoritos de JL Rosa estavam os de Esportes, como Futebol e Kitesurf.  JL Rosa colecionava imagens de atividades ao ar livre e paisagens de Fortaleza.  JL Rosa trabalhou nos jornais O Povo, Diário do Nordeste e na Câmara Municipal de Fortal

Atlântico e Naturágua arrecadam 25 mil litros de água para vítimas das enchentes no RS

Em uma demonstração de solidariedade e compromisso social, o Instituto Atlântico, em parceria com a Naturágua, enviou doações para auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.  A indústria de água mineral cearense doou 1.250 garrafões de 20 litros de água, o que totaliza 25 mil litros, para levar água potável às pessoas que estão passando por esse momento de vulnerabilidade. O Atlântico custeou o transporte das doações. Uma carreta da RMTLog Transporte e Logística partiu em 5 de junho e chegou à capital gaúcha na última quinta-feira (13). O material foi entregue na Paróquia Santa Catarina, em Porto Alegre, que atua como ponto de coleta e distribuição de doações, além de servir como abrigo para pessoas necessitadas. O Instituto Atlântico também mobilizou sua sede, localizada no Shopping Salinas, em Fortaleza, como ponto de coleta, para que colaboradores e membros da comunidade contribuíssem com doações. Durante a campanha, foram arrecadados itens como roupas, calçados, água,

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Postagens mais visitadas deste blog

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Morre jornalista JL Rosa

Morreu, aos 35 anos, nesta segunda-feira (8/7/2024), em Fortaleza, o jornalista João Lucas Arruda Rosa. O Velório do corpo de JL Rosa será a partir das 13 horas desta terça-feira (9/7), na Funerária Paz Eterna (Avenida Barão de Studart, 2780-Dionísio Torres-Fortaleza-Ceará). O Sepultamento será às 16h30 desta terça-feira (9), no Cemitério São João Batista (Rua Padre Mororó-Centro-Fortaleza-Ceará). JL Rosa nasceu em 28 de dezembro de 1988. Deixa órfã a filha Amanda, de 10 anos. Com 18 anos de Fotojornalismo, JL Rosa participou de projetos em veículos de Comunicação e venceu dois prêmios nacionais da área. No período de 2019 a 2021, JL Rosa integrou a equipe de Fotografia do Grupo O Povo de Comunicação, no cargo de editor-adjunto.  Dentre os registros favoritos de JL Rosa estavam os de Esportes, como Futebol e Kitesurf.  JL Rosa colecionava imagens de atividades ao ar livre e paisagens de Fortaleza.  JL Rosa trabalhou nos jornais O Povo, Diário do Nordeste e na Câmara Municipal de Fortal

Atlântico e Naturágua arrecadam 25 mil litros de água para vítimas das enchentes no RS

Em uma demonstração de solidariedade e compromisso social, o Instituto Atlântico, em parceria com a Naturágua, enviou doações para auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.  A indústria de água mineral cearense doou 1.250 garrafões de 20 litros de água, o que totaliza 25 mil litros, para levar água potável às pessoas que estão passando por esse momento de vulnerabilidade. O Atlântico custeou o transporte das doações. Uma carreta da RMTLog Transporte e Logística partiu em 5 de junho e chegou à capital gaúcha na última quinta-feira (13). O material foi entregue na Paróquia Santa Catarina, em Porto Alegre, que atua como ponto de coleta e distribuição de doações, além de servir como abrigo para pessoas necessitadas. O Instituto Atlântico também mobilizou sua sede, localizada no Shopping Salinas, em Fortaleza, como ponto de coleta, para que colaboradores e membros da comunidade contribuíssem com doações. Durante a campanha, foram arrecadados itens como roupas, calçados, água,

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).