Pular para o conteúdo principal

Morre Contardo Calligaris

Morreu nesta terça-feira (30 de março), aos 72 anos, de Câncer, o escritor e psicanalista Contardo Luigi Calligaris (foto Rodrigo Cancela). Nascido em Milão-Itália, em  dois de junho de 1948, Calligaris morreu em São Paulo, onde estava internado no Hospital Albert Einstein, em tratamento de um Câncer. Foi escritor, psicanalista e dramaturgo italiano radicado no Brasil. Calligaris também foi colunista da Folha de São Paulo.

Sua primeira formação foi em Epistemologia Genética, na Suíça, numa faculdade em que Jean Piaget palestrava. Nesse momento, os estudos de Calligaris foram direcionados às ciências sociais. Ao mesmo tempo, fez graduação em Letras que o permitiu ensinar Teoria da Literatura.

Mais tarde, em Paris-França, se dedicou ao doutorado em Semiologia, com Roland Barthes. Nesse momento, começou a fazer análise (como paciente), o que, a princípio, não tinha relação com sua formação. A partir dessa experiência passou a interessar-se por Psicanálise.

Tornou-se membro da Escola Freudiana de Paris em 1975. Durante esse período, frequentava as apresentações de casos de pacientes feitas por Jacques Lacan.

Doutor em Psicologia Clínica pela Universidade de Provença (França), onde defendeu a tese "A Paixão de Ser Instrumento", estudo sobre a personalidade burocrática. Professor de Antropologia na Universidade da Califórnia em Berkeley (Estados Unidos), e de Estudos culturais na The New School em Nova Iorque.

O primeiro contato com o Brasil foi em 1986, após a edição de seu primeiro livro de Psicanálise, "Hipótese sobre o fantasma". Devido a isso, o autor fez diversas palestras pelo país, onde acabou se casando. Em São Paulo, um grupo de analistas propôs que ele ficasse 15 dias a cada 2 meses no país, para se reanalisarem com ele. Calligaris achou a proposta interessante e aceitou, chegando a vir morar no Brasil posteriormente.

Além da vida acadêmica, escrevia semanalmente, no caderno ‘Ilustrada’, da Folha de S. Paulo, entre 1999 e 2021, e foi autor de diversos livros.

Artigos - Como colunista da Folha de São Paulo desde 1999, Calligaris fez crítica cultural analisando filmes, livros, peças de teatro e outras formas culturais sob teorias da psicanálise, linguagem, filosofia e outras áreas do conhecimento. O psicanalista também passou por assuntos como relações, adolescência, guerra, dia-a-dia. Seu livro 'Quinta Coluna' reúne 101 de seus textos publicados em sua coluna semanal no jornal Folha de S. Paulo entre janeiro de 2004 e dezembro de 2007. Além disso o acervo pode ser consultado pelo próprio site do jornal: http://acervo.folha.com.br/

Observações sobre alguns artigos - Em seu texto "A Marcha dos Pinguins e a origem da moral", Calligaris usa a longa jornada reprodutiva dos pinguins, repleta de privações, para aludir aos conceitos de moral impostos pela sociedade humana, na psicanálise chamada de superego, que muitas vezes se choca com o que de fato é o instinto humano, na psicanálise conhecido por id, conceitos estabelecidos por Freud, o pai da psicanálise. 

Ele discute a moral dos séculos XVII e XVIII, de tal forma que, independente da origem dos sentimentos morais, seu núcleo é tido como a capacidade de simpatizar com o outro e, portanto, de querer seu bem. Esse sentimento pode ser atribuído a uma variação mais amena do transitivismo, transtorno psicológico no qual o indivíduo confunde-se com pessoas ou objetos ao seu redor. Desta forma, identifica-se com o outro, ainda que seja um animal como um pinguins, formando assim as bases de seus pensamentos morais.

Calligaris escreveu sobre uma questão muito interessante da psicologia: em que medida o sofrimento psíquico de um indivíduo afeta seu entendimento de mundo? Em seu texto 

- É possível estar mal e pensar direito?", o autor usa o resultado de pesquisas científicas que comprovam o chamado "realismo depressivo" para mostrar que a depressão pode trazer benefícios e qualidades ao sujeitos. Ele dá o exemplo de Abraham Lincoln, baseado no livro "A Melancolia de Lincoln: Como a Depressão Desafiou um Presidente e Alimentou sua Grandeza", de Joshua Wolf Shenk, que prova que Lincoln foi clinicamente deprimido por toda a vida e que o estado depressivo do presidente foi algo vantajoso para sua conduta na condução do país. Calligaris ainda cita o livro de Kay Redfield Jamison, "Tocados pelo Fogo: a Doença Maníaco-depressiva e o Temperamento Artístico", que mostra que uma cura apressada da depressão privaria o mundo de inúmeros talentos artísticos e literários.

Livros

  • Hipótese sobre o fantasma (Artmed, 1986)
  • Introdução a uma Clínica Diferencial das Psicoses (Artmed, 1989)
  • Crónicas do Individualismo Cotidiano (Ática, 1996)
  • Hello Brasil (Escuta, 2000 [6ª edição)

Além do relato de uma viagem, o psicanalista Contardo Calligaris passeia pelo território brasileiro trazendo ao leitor muito pensamento e reflexão. O autor explora na viagem um aspecto que é aparentemente muito comum aos brasileiro: o fato de mal conhecerem sua própria terra e sua cultura.

A Adolescência (coleção: "Folha Explica", Publifolha, 2001) - Nesse livro, Contardo Calligaris escreve sobre uma das fases mais enigmáticas e inconstantes do ser humano: a adolescência. Com uma visão mais crítica e clínica da psicologia, o autor mostra um pouco mais sobre essa fase que ele considera ser uma das formações culturais mais poderosas de nossa época.

Cartas a um jovem terapeuta (Alegro, 2007) - O livro traz uma série de cartas escritas pelo próprio Calligaris para estudantes, profissionais ou pessoas interessadas na área da psicologia. Calligaris compartilha seu conhecimento e discute diversas questões da profissão por meio de perguntas e respostas. Comenta também sobre situações como começo da carreira, diferença entre psicoterapia e psicanálise e situações como quando um paciente se apaixona pelo terapeuta entre diversos outros assuntos.

Conto do Amor (Companhia das Letras, 2008) - O livro conta a história do psicoterapeuta Carlo Antonini e sua ida à Itália. Nessa viagem, Antonini se depara com semelhança entre seu falecido pai e as imagens do jovem São Bento em uma parede. Uma conversa que teve com seu pai revelava que em outra vida teria sido ajudante do pintor dessas imagens. Além disso, o enredo segue cheio de surpresas e um envolvimento amoroso em meio à Segunda Guerra Mundial.

A Mulher de Vermelho e Branco (Companhia das Letras, 2011) - O livro conta a história de um psicanalista chamado Carlo Antonini e o tratamento de um paciente. Inicialmente, o que parecia uma consulta trivial se desenvolve numa trama. O autor conta, então, o paralelo de seu paciente entre a festa "vermelho e branco" dos filhos e o encontro com uma antiga namorada.

Todos os Reis Estão Nus (Três Estrelas, 2013) - 'Todos os reis estão nus', diz o título do livro. O indivíduo contemporâneo depende do olhar dos outros, pois não tem essência - como uma cebola, é feito de mil cascas sobrepostas, sem caroço central. O famoso menino que denunciou a nudez do rei talvez gritasse hoje que embaixo da roupa régia não há nada ou quase nada. É fácil imaginar as consequências disso - inseguranças, insatisfações abstratas, questionamentos que provocam angústia sobre quem somos e como os outros nos veem. O autor, porém, não é nostálgico - nosso 'mal-estar' é apenas o preço que pagamos pelo privilégio de pertencer a uma época em que a vida é uma aventura, e a rebeldia, um valor.

Televisão - Calligaris, juntamente com Thiago Dottori (VIPs), foi roteirista da série Psi, do canal HBO. Dirigida por Marcus Baldini, que também dirigiu o filme Bruna Surfistinha, e pelo filho Max Calligaris, a série conta a historia dentro e fora de consultório, do psicanalista, psicoterapeuta e psiquiatra Carlos Antonini, interpretado por Emílio de Mello, que também atuou em Cazuza - O Tempo Não Pára. A série teve sua estreia em 23 de março de 2014, às 21 horas. Fazem parte do elenco Claudia Ohana, Aida Leiner, Raul Barreto.

Com informações da Wikipedia. 

Comentários

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre radialista Will Nogueira

Morreu vítima de covid-19, na manhã desta segunda-feira (5), o radialista cearense Will Nogueira ( Francisco de Assis Nogueira Bastos), aos 60 anos . Will Nogueira estava internado, no Hospital São Carlos-Fortaleza, intubado há dez dias e nesta segunda-feira não resistiu as complicações da covid-19. O velório e sepultamento são restritos a familiares, na tarde desta segunda-feira no Cemitério Jardim Metropolitano (4º Anel Viário no Coaçu-Eusébio) Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Will Nogueira (foto) iniciou no Rádio na década de 1980 pela Rádio Iracema AM 1.300, no Programação Geração 80.  Trabalhou durante 36 anos no Sistema Verdes Mares SVM), dirigindo a Rádio FM 93. Também fez carreira na TV, atuando como apresentador dos programas Terral, na TV Ceará (ex-TV Educativa), e Sábado Alegre, na TV Diário.  Ultimamente depois da aposentadoria da FM 93, em 2015, era consultor em programação de Rádio e TV.   Por muitas vezes troquei ideias sobre Rádio

Familiares de Iraguassu Teixeira pedem doação para instituições de caridade no lugar de coroas de flores

Morreu no início da noite desta segunda-feira (22) aos 80 anos, o ex-vereador José Iraguassu Teixeira. Este estava internado há 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Unimed Fortaleza com complicações da Covid-19. A família do Doutor Iraguassu informa que o velório acontece no Complexo Funerário Ethernus (Rua Padre Valdevino) com missa de corpo presente às dez da manhã e cremação às 11 da manhã desta terça-feira (23). O velório, missa e cremação são restritos aos familiares. A família solicita que ao invés de enviar coroas de flores façam um doação do valor a uma instituição de caridade de Fortaleza. Iraguassu Teixeira Filho - Hoje encerra-se a jornada do meu pai na terra. Façam uma oração por ele. Com profundo pesar informamos a partida do médico e ex-vereador de Fortaleza Doutor Iraguassú Teixeira, aos 80 anos, na noite desta segunda-feira (22), vítima de complicações causadas pela Covid-19. Iraguassu Teixeira estava internado na UTI do Hospital Regional

RioMar participa da Hora do Planeta 2021 neste sábado

Os Shoppings RioMar Fortaleza e Kennedy participam da Hora do Planeta neste sábado (26), às oito e meia da noite:

Morre jornalista e radialista Fernando Ribeiro

Morreu neste sábado (10 de abril), aos 56 anos de idade, vítima de complicações da covid-19, o jornalista e radialista Fernando Ribeiro. Fernando Ribeiro lutava contra a covid há 40 dias num leito do Hospital São José (HSJ), em Fortaleza. Fernando Ribeiro foi meu colega de turma no Curso de Comunicação Social-Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC). Entramos juntos em 1983.1 e saímos juntos em 1988.2. Tenho boas lembranças dele desde os bancos da faculdade. Ele começou no O Povo como estagiário da Editoria de Polícia e por onde permeou toda a carreira depois no Diário do Nordeste, TV Verdes Mares e no último no Blog FR (Fernando Ribeiro), Rádio Plus e no CN7. Fernando Ribeiro foi para o Povo a convite do veterano repórter policial Pena Branca que estava montando nova equipe policial em O Povo. No O Povo e no Diário do Nordeste chegou a editor de Polícia. Fez dupla com Landry Pedrosa (já falecido) em O Povo. Fernando Ribeiro nasceu em primeiro de maio de 1964 e nos deixou nest

Orquestra São Gonçalo do Amarante apresenta Live com Waldonys e Bruna Ene

Nesta terça-feira (30), às 19 horas, através do Instagram ( @orquestramunicipalsga ), a Orquestra Municipal de São Gonçalo do Amarante (OMSGA) realiza a Live Bate-Papo com os artistas Waldonys e Bruna Ene, que falarão sobre carreira e sucesso para os alunos da Orquestra e também público em geral. A OMSGA é a primeira Orquestra da Região e, desde seu lançamento em 2015, tem despertado um novo olhar para o Cenário Cultural de São Gonçalo do Amarante, bem como a inclusão social através da Arte e da Cultura. E, durante a Pandemia do Novo Coronavírus-Covid-19, como Medida Preventiva e Protetiva, o Projeto adotou as Medidas Sanitárias necessárias de Distanciamento Social, adotando as aulas remotas e recursos online para que os estudantes pudessem acompanhar o ano letivo sem prejuízos de aprendizagem. De acordo com o idealizador do Projeto, o gestor e produtor cultural William Mendonça, essa programação de Lives surge de uma necessidade de reinvenção criativa.  - Nesse momento tão difícil de

Postagens mais visitadas deste blog

Morre radialista Will Nogueira

Morreu vítima de covid-19, na manhã desta segunda-feira (5), o radialista cearense Will Nogueira ( Francisco de Assis Nogueira Bastos), aos 60 anos . Will Nogueira estava internado, no Hospital São Carlos-Fortaleza, intubado há dez dias e nesta segunda-feira não resistiu as complicações da covid-19. O velório e sepultamento são restritos a familiares, na tarde desta segunda-feira no Cemitério Jardim Metropolitano (4º Anel Viário no Coaçu-Eusébio) Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Will Nogueira (foto) iniciou no Rádio na década de 1980 pela Rádio Iracema AM 1.300, no Programação Geração 80.  Trabalhou durante 36 anos no Sistema Verdes Mares SVM), dirigindo a Rádio FM 93. Também fez carreira na TV, atuando como apresentador dos programas Terral, na TV Ceará (ex-TV Educativa), e Sábado Alegre, na TV Diário.  Ultimamente depois da aposentadoria da FM 93, em 2015, era consultor em programação de Rádio e TV.   Por muitas vezes troquei ideias sobre Rádio

Familiares de Iraguassu Teixeira pedem doação para instituições de caridade no lugar de coroas de flores

Morreu no início da noite desta segunda-feira (22) aos 80 anos, o ex-vereador José Iraguassu Teixeira. Este estava internado há 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Unimed Fortaleza com complicações da Covid-19. A família do Doutor Iraguassu informa que o velório acontece no Complexo Funerário Ethernus (Rua Padre Valdevino) com missa de corpo presente às dez da manhã e cremação às 11 da manhã desta terça-feira (23). O velório, missa e cremação são restritos aos familiares. A família solicita que ao invés de enviar coroas de flores façam um doação do valor a uma instituição de caridade de Fortaleza. Iraguassu Teixeira Filho - Hoje encerra-se a jornada do meu pai na terra. Façam uma oração por ele. Com profundo pesar informamos a partida do médico e ex-vereador de Fortaleza Doutor Iraguassú Teixeira, aos 80 anos, na noite desta segunda-feira (22), vítima de complicações causadas pela Covid-19. Iraguassu Teixeira estava internado na UTI do Hospital Regional

RioMar participa da Hora do Planeta 2021 neste sábado

Os Shoppings RioMar Fortaleza e Kennedy participam da Hora do Planeta neste sábado (26), às oito e meia da noite:

Morre jornalista e radialista Fernando Ribeiro

Morreu neste sábado (10 de abril), aos 56 anos de idade, vítima de complicações da covid-19, o jornalista e radialista Fernando Ribeiro. Fernando Ribeiro lutava contra a covid há 40 dias num leito do Hospital São José (HSJ), em Fortaleza. Fernando Ribeiro foi meu colega de turma no Curso de Comunicação Social-Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC). Entramos juntos em 1983.1 e saímos juntos em 1988.2. Tenho boas lembranças dele desde os bancos da faculdade. Ele começou no O Povo como estagiário da Editoria de Polícia e por onde permeou toda a carreira depois no Diário do Nordeste, TV Verdes Mares e no último no Blog FR (Fernando Ribeiro), Rádio Plus e no CN7. Fernando Ribeiro foi para o Povo a convite do veterano repórter policial Pena Branca que estava montando nova equipe policial em O Povo. No O Povo e no Diário do Nordeste chegou a editor de Polícia. Fez dupla com Landry Pedrosa (já falecido) em O Povo. Fernando Ribeiro nasceu em primeiro de maio de 1964 e nos deixou nest

Orquestra São Gonçalo do Amarante apresenta Live com Waldonys e Bruna Ene

Nesta terça-feira (30), às 19 horas, através do Instagram ( @orquestramunicipalsga ), a Orquestra Municipal de São Gonçalo do Amarante (OMSGA) realiza a Live Bate-Papo com os artistas Waldonys e Bruna Ene, que falarão sobre carreira e sucesso para os alunos da Orquestra e também público em geral. A OMSGA é a primeira Orquestra da Região e, desde seu lançamento em 2015, tem despertado um novo olhar para o Cenário Cultural de São Gonçalo do Amarante, bem como a inclusão social através da Arte e da Cultura. E, durante a Pandemia do Novo Coronavírus-Covid-19, como Medida Preventiva e Protetiva, o Projeto adotou as Medidas Sanitárias necessárias de Distanciamento Social, adotando as aulas remotas e recursos online para que os estudantes pudessem acompanhar o ano letivo sem prejuízos de aprendizagem. De acordo com o idealizador do Projeto, o gestor e produtor cultural William Mendonça, essa programação de Lives surge de uma necessidade de reinvenção criativa.  - Nesse momento tão difícil de