Pular para o conteúdo principal

Hoje é o Dia Mundial da Terra

Criar um sistema de vida no planeta que garanta à humanidade a sua presença e sobrevivência por um longo período; pensar não somente no tempo da nossa existência individual, mas dos demais que virão após são princípios de sustentabilidade que advêm da ideia de que o uso de recursos naturais para as nossas necessidades no presente não devem comprometer as necessidades do futuro. 

- Saber usar de forma inteligente e respeitosa os recursos naturais da terra é também uma postura filosófica”, afirma a filósofa e professora voluntária de Nova Acrópole, Lúcia Helena Galvão (foto). 

O conceito de sustentabilidade passa pela reflexão sobre quem somos e por que existimos.

- Precisamos pensar grande no tempo e no espaço: como se comprometer com o futuro quando nós temos uma projeção egoísta de tempo? Sempre que existe algo que venha ameaçar a humanidade, logo pensamos em nós mesmos e nos nossos e em como nos ‘salvar’. Não temos um pensamento abrangente do todo”, explica a filósofa. 

Nesta quinta-feira (22 de abril), o Mundo celebra o Dia Mundial da Terra, data que nasceu em 1970 nos Estados Unidos, a partir de uma mobilização em favor da Ecologia e que foi reconhecida pela ONU em 2009, de qual a Organização Internacional Nova Acrópole é um órgão consultivo. 

As discussões de que meio ambiente e desenvolvimento econômico precisam andar juntos tomaram corpo na ECO de 1992, ocorrida no Rio Janeiro, onde identificou-se três aspectos a serem considerados para a concretização da proposta de sustentabilidade: o Social, que versa a respeito das condições básicas de sobrevivência para o desenvolvimento humano entre elas água potável, saneamento básico, alimentação, saúde e segurança; o Energético, recurso que vem da natureza e que garante o funcionamento da economia; e o Ambiental, do qual todos os anteriores dependem, uma vez que sendo ele degradado, todo o resto fica inviabilizado.  

Nesse contexto, Lúcia Helena propõe a preservação da legítima condição humana com dignidade, valores e sabedoria, uma vez que “assim aprenderão a respeitar e preservar as demais coisas que vivem e habitam conosco”; construção do ser humano visando a ampliação de consciência; e a preservação do futuro. “A vitória da natureza, dos recursos naturais dependem da vitória dos recursos humanos mais profundos, da vitória sobre nós mesmos”, ressalta a professora.

- Não houve mudança significativa no entendimento dos determinantes do progresso, da prosperidade ou do desenvolvimento. Continuam a ser vistos como resultado direto do desempenho econômico”, afirma a professora Lucia Helena Galvão citando o pensamento do economista indiano Amartya Sem, prêmio Nobel de economia de 1998. 

Ele avalia que as sociedades ainda consideram a proteção à economia como prosperidade a qualquer preço acreditando que êxito e sucesso sejam sinônimos de ganhar dinheiro, “mesmo que isso se torne inviável e desconsidere a própria sobrevivência”.  

Mas por que isso acontece? A professora de Nova Acrópole explica que atitudes enraizadas na humanidade dificultam a assimilação das ideias de sustentabilidade e sua implantação e, por isso, deve-se atuar nas causas, ou seja, na formação do homem como ser humano, aliando filosofia à sustentabilidade. “Há que se começar pelas causas se quisermos ser eficazes em qualquer campo”, afirma. 

Nesse sentido, ela lembra que as causas estão em nós mesmos. “Existe uma máxima filosófica que diz que somente o tolo acredita que as causas dos problemas físicos e mazelas físicas vêm do plano físico. As causas da miséria física sempre vieram e sempre virão da miséria psicológica, moral e espiritual do homem. É preciso nos perguntar: onde a sustentabilidade começa? Por que não se torna eficaz? Como atuar nas causas começando por nós mesmos?”, completa a filósofa. 

A falta de conexão com o universo e que mantém o foco apenas nos interesses pessoais já era apontado pela tradição tibetana, a chamada a heresia da separatividade, como a raiz de todos os males do mundo, segundo Lúcia Helena Galvão. A filósofa lista ainda algumas medidas que podem ajudar a uma mudança de postura a partir da mudança de mentalidade. 

Elementos fundamentais da sustentabilidade para mudança de mentalidade:

  • Foco egoísta: transmitir a ideia de que as coisas merecem respeito pelo que são em si, assim como nós seres humanos. Não apenas pelo que podem vir a nos servir;
  • Último modelo: aproveitamento das coisas e não optar pelo novo como forma de status e afirmação. Hábito que foi implantado para impulsionar o consumo;
  • Consumo excessivo: podemos reduzir o padrão de consumo. Inclusive esse padrão é suicida pois se todos conseguissem realizar a ideia padrão de consumo, o planeta não conseguiria atender;
  • Necessidades externas: buscar internamente o que de forma equivocada buscamos no externo. Reduzir nosso lado predador;
  • Homem como meio: o homem não deve ser o fim em si, mas um instrumento para harmonizar todo o entorno; 
  • Educação acumuladora: muitos títulos e anos de estudo acumulados, mas que não se transforma em sabedoria. Apenas um acúmulo de informação que não resolvem em muitos casos as situações cotidianas;
  • Ser servido/Servir: mentalidade de somente querer que nos sirvam (toda natureza, seres humanos), mas saber servir aos demais, entendendo que temos a mesma importância nesse sistema, cada um com seu papel.

Sobre Nova Acrópole - Nova Acrópole é uma organização internacional de caráter filosófico, cultural e voluntário que atua há mais de 60 anos na promoção do estudo da filosofia de maneira aplicada, buscando fazer com que os ensinamentos e experiências que deram sustentação às grandes civilizações sirvam de base para reflexões e ações que possam contribuir na construção de uma sociedade melhor.

Ambipar - A Ambipar, líder em gestão ambiental, lança Campanha nesta 22 de abril, data em que é comemorado o Dia Mundial da Terra. Na campanha, realizada em parceria com a martech agency Netza e denominada Meu Planeta Mais Verde, a artista Larissa Manoela e Sophia Medina (foto), irmã do surfista Gabriel Medina, trocaram a foto de perfil das redes sociais por um mundo verde. O objetivo é movimentar as mídias sociais para que os colaboradores e o maior número possível de pessoas também realizem a ação como uma forma de conscientização sobre a importância de preservar o mundo para as futuras gerações.

Os artistas também publicaram stories explicando a mudança na foto do perfil e lembrando as pessoas sobre a importância de cuidar do meio ambiente, preservar hoje para ainda ter amanhã e fazer do mundo um lugar melhor para se viver.

Para a atriz Larissa Manoela, a campanha representa uma grande ação nas redes sociais para mobilizar as pessoas em prol do meio ambiente. “Só temos um planeta Terra, por isso, é necessário o diálogo, a conscientização sobre a preservação da natureza. Junto com a Ambipar, tive a oportunidade de falar sobre isso com meus seguidores e fazer parte da construção de um planeta cada vez mais verde”, afirma.

A surfista e influenciadora digital, Sophia Medina, também participou da campanha e é muito ativa nas redes sociais em relação a assuntos como a preservação ambiental. “Para mim já é uma luta diária conscientizar as pessoas sobre os cuidados com a natureza. Temos um mundo lindo e precisamos lutar juntos contra as mudanças climáticas, o desmatamento e a depredação ambiental. Eu acho incrível quando empresas como a Ambipar se movem para cuidar do planeta”, disse.

Os colaboradores da Ambipar e da Netza também entraram na brincadeira e colocaram a o mundo verde como foto de perfil para ajudar a mobilizar a ação nas mídias sociais. Durante todo o dia 22 de abril, o planeta verde rodou o perfil de diversas pessoas para lembrar sobre a conscientização em relação aos cuidados com a natureza.

Aqueles que quiserem baixar a foto e participar da ação, podem entrar em meuplanetamaisverde.com e baixar o mundo verde para colocar como foto de perfil nas redes sociais.

Sobre a Ambipar - Com sede em Nova Odessa-SP, a Ambipar é uma multinacional brasileira, com presença em 16 países da América do Sul, Europa, África, América do Norte e Antártida.  Formada pela Ambipar Environment e Ambipar Response, dois segmentos de referência no mercado de gestão ambiental,tem em seu DNA o comprometimento com as questões sustentáveis, trabalhando os Pilares ESG dentro de seus negócios e apoiando seus clientes. Além das soluções ambientais através do setor de PD&I, também adquiriu duas empresas de software, reforçando sua atuação na gestão ambiental, garantindo um compliance efetivo, contando com tecnologia e inteligência artificial.

Com diversas patentes registradas de produtos sustentáveis, promove a economia circular e auxilia empresas com a destinação correta de seus resíduos. Dentre as principais inovações destacam-se o ECOSOLO um condicionador de solo produzido através de resíduos orgânicos e o ECOBASE, base para estradas e artefatos cimentícios para construção civil utilizando resíduos minerais oriundos da indústria de papel e celulose, bem como o COLLAGEN sabonete desenvolvido a base de colágeno oriundo das indústrias farmacêuticas.

A Ambipar abriu capital em julho de 2020. Foi a primeira empresa de gestão ambiental a entrar na B3, a bolsa de valores do Brasil. 

Possui diversas certificações, dentre elas a ISO (9001, 14001, 45001, 22320), Sistema de Avaliação de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Qualidade (SASSMAQ) e segue os indicadores GRI (Global Reporting Initiative). Além disso, conquistou a certificação Together for Sustainability (TFS), participa do CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável), entre outras. A organização é signatária do Pacto Global.

Sobre a Netza - Comandada pelos sócios Fabiana Schaeffer e Fernando Ribeiro dos Santos, a Netza é a única agência do país que faz parte de um ecossistema exclusivo de martechs. Com 21 anos de experiência em brand experience, ressalta a amplitude da agência com a integração de ferramentas de marketing e tecnologia e mais colaboração e conectividade nas entregas.

Dividida em squads independentes que atuam com metodologias de startups, o design organizacional da Netza é inspirado em agilidade, competitividade e sustentabilidade, potencializando conexões e a integração dos negócios, por meio da economia colaborativa e do crescimento de parcerias. 

Única agência de comunicação que figura desde 2009 no ranking das cinco Melhores para Trabalhar eleitas pelo Great Place To Work, sendo eleita a melhor agência para trabalhar do Brasil (2017), melhor empresa para trabalhar em São Paulo (2018), além de conquistar a terceira posição entre as melhores do Estado também em 2019 e entre as melhores do Brasil em 2020. Entre os clientes atendidos estão: Ajinomoto, Azul, Bradesco, Dasa, DPSP, Embraer, Honda, Hughes, Mercedes-Benz, OLX, Pepsico, Protege, UHG, Vivo e Volkswagen. 

Comentários

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre radialista Will Nogueira

Morreu vítima de covid-19, na manhã desta segunda-feira (5), o radialista cearense Will Nogueira ( Francisco de Assis Nogueira Bastos), aos 60 anos . Will Nogueira estava internado, no Hospital São Carlos-Fortaleza, intubado há dez dias e nesta segunda-feira não resistiu as complicações da covid-19. O velório e sepultamento são restritos a familiares, na tarde desta segunda-feira no Cemitério Jardim Metropolitano (4º Anel Viário no Coaçu-Eusébio) Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Will Nogueira (foto) iniciou no Rádio na década de 1980 pela Rádio Iracema AM 1.300, no Programação Geração 80.  Trabalhou durante 36 anos no Sistema Verdes Mares SVM), dirigindo a Rádio FM 93. Também fez carreira na TV, atuando como apresentador dos programas Terral, na TV Ceará (ex-TV Educativa), e Sábado Alegre, na TV Diário.  Ultimamente depois da aposentadoria da FM 93, em 2015, era consultor em programação de Rádio e TV.   Por muitas vezes troquei ideias sobre Rádio

Ednardo está internado com uma infecção bacteriana

Soube, na manhã desta segunda-feira (31), que o cantor Ednardo (foto) está internado, numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Unimed Fortaleza. Ednardo tenta se curar de uma infecção bacteriana. O cantor de 75 anos está internado há uma semana. Filha de Ednardo, atriz e cantora J úlia Limaverde - " Nosso amado pai e querido artista Ednardo está agora no hospital se recuperando de complicações com uma infecção. Ele não está com Covid nem corre risco de vida. De todas as formas agradecemos de coração o envio de todas as energias positivas para sua pronta recuperação". Deputado estadual Renato Roseno (Psol) - " Recebemos a informação pelas redes sociais de que o poeta Ednardo está internado na UTI de um hospital em Fortaleza. Estamos na torcida por sua pronta recuperação. Ednardo é um Patrimônio Vivo da nossa Música". Vereador Evaldo Lima (PCdoB) - " Ednardo resiste como as suas mais lindas canções sobre as coisas do Ceará.

Familiares de Iraguassu Teixeira pedem doação para instituições de caridade no lugar de coroas de flores

Morreu no início da noite desta segunda-feira (22) aos 80 anos, o ex-vereador José Iraguassu Teixeira. Este estava internado há 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Unimed Fortaleza com complicações da Covid-19. A família do Doutor Iraguassu informa que o velório acontece no Complexo Funerário Ethernus (Rua Padre Valdevino) com missa de corpo presente às dez da manhã e cremação às 11 da manhã desta terça-feira (23). O velório, missa e cremação são restritos aos familiares. A família solicita que ao invés de enviar coroas de flores façam um doação do valor a uma instituição de caridade de Fortaleza. Iraguassu Teixeira Filho - Hoje encerra-se a jornada do meu pai na terra. Façam uma oração por ele. Com profundo pesar informamos a partida do médico e ex-vereador de Fortaleza Doutor Iraguassú Teixeira, aos 80 anos, na noite desta segunda-feira (22), vítima de complicações causadas pela Covid-19. Iraguassu Teixeira estava internado na UTI do Hospital Regional

Morre forrozeiro Dedim Gouveia

Informa site Curuzinho de Mel: - O forrozeiro Dedim Gouveia (foto), de 61 anos, morreu por complicações da covid-19, nesta segunda-feira (19). Ele estava internado no Hospital de Messejana, em Fortaleza há oito dias.  - Última atualização da equipe do cantor Dedim Gouveia, na sexta-feira (16), apontou chances de recuperação. Ele chegou a utilizar oxigênio no tratamento e também a ser transferido para um leito semi-intensivo. - Amigos forrozeiros do artista, como Taty Girl e Nonato Lima comentaram a morte e prestaram homenagem nas Redes Sociais". José da Silva (Dedim Gouveia) nasceu, em Serra da Faísca, em Redenção, no Ceará, em primeiro de março de 1960. Era conhecido como Rei do Xote. Em mais de 40 anos de carreira gravou três LPs, 13 CDs e cinco DVs. Deixa órfãos quatro filhos. Sepultamento - Informa Amon Marques sobre o sepultamento do corpo de Dedim Gouveia: -  Hoje, por volta da meia noite, recebi uma ligação do secretário de Cultura de Fortaleza, Elpídio Nogueira, atendendo

Morre jornalista e radialista Fernando Ribeiro

Morreu neste sábado (10 de abril), aos 56 anos de idade, vítima de complicações da covid-19, o jornalista e radialista Fernando Ribeiro. Fernando Ribeiro lutava contra a covid há 40 dias num leito do Hospital São José (HSJ), em Fortaleza. Fernando Ribeiro foi meu colega de turma no Curso de Comunicação Social-Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC). Entramos juntos em 1983.1 e saímos juntos em 1988.2. Tenho boas lembranças dele desde os bancos da faculdade. Ele começou no O Povo como estagiário da Editoria de Polícia e por onde permeou toda a carreira depois no Diário do Nordeste, TV Verdes Mares e no último no Blog FR (Fernando Ribeiro), Rádio Plus e no CN7. Fernando Ribeiro foi para o Povo a convite do veterano repórter policial Pena Branca que estava montando nova equipe policial em O Povo. No O Povo e no Diário do Nordeste chegou a editor de Polícia. Fez dupla com Landry Pedrosa (já falecido) em O Povo. Fernando Ribeiro nasceu em primeiro de maio de 1964 e nos deixou nest

Postagens mais visitadas deste blog

Morre radialista Will Nogueira

Morreu vítima de covid-19, na manhã desta segunda-feira (5), o radialista cearense Will Nogueira ( Francisco de Assis Nogueira Bastos), aos 60 anos . Will Nogueira estava internado, no Hospital São Carlos-Fortaleza, intubado há dez dias e nesta segunda-feira não resistiu as complicações da covid-19. O velório e sepultamento são restritos a familiares, na tarde desta segunda-feira no Cemitério Jardim Metropolitano (4º Anel Viário no Coaçu-Eusébio) Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Will Nogueira (foto) iniciou no Rádio na década de 1980 pela Rádio Iracema AM 1.300, no Programação Geração 80.  Trabalhou durante 36 anos no Sistema Verdes Mares SVM), dirigindo a Rádio FM 93. Também fez carreira na TV, atuando como apresentador dos programas Terral, na TV Ceará (ex-TV Educativa), e Sábado Alegre, na TV Diário.  Ultimamente depois da aposentadoria da FM 93, em 2015, era consultor em programação de Rádio e TV.   Por muitas vezes troquei ideias sobre Rádio

Ednardo está internado com uma infecção bacteriana

Soube, na manhã desta segunda-feira (31), que o cantor Ednardo (foto) está internado, numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Unimed Fortaleza. Ednardo tenta se curar de uma infecção bacteriana. O cantor de 75 anos está internado há uma semana. Filha de Ednardo, atriz e cantora J úlia Limaverde - " Nosso amado pai e querido artista Ednardo está agora no hospital se recuperando de complicações com uma infecção. Ele não está com Covid nem corre risco de vida. De todas as formas agradecemos de coração o envio de todas as energias positivas para sua pronta recuperação". Deputado estadual Renato Roseno (Psol) - " Recebemos a informação pelas redes sociais de que o poeta Ednardo está internado na UTI de um hospital em Fortaleza. Estamos na torcida por sua pronta recuperação. Ednardo é um Patrimônio Vivo da nossa Música". Vereador Evaldo Lima (PCdoB) - " Ednardo resiste como as suas mais lindas canções sobre as coisas do Ceará.

Familiares de Iraguassu Teixeira pedem doação para instituições de caridade no lugar de coroas de flores

Morreu no início da noite desta segunda-feira (22) aos 80 anos, o ex-vereador José Iraguassu Teixeira. Este estava internado há 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Unimed Fortaleza com complicações da Covid-19. A família do Doutor Iraguassu informa que o velório acontece no Complexo Funerário Ethernus (Rua Padre Valdevino) com missa de corpo presente às dez da manhã e cremação às 11 da manhã desta terça-feira (23). O velório, missa e cremação são restritos aos familiares. A família solicita que ao invés de enviar coroas de flores façam um doação do valor a uma instituição de caridade de Fortaleza. Iraguassu Teixeira Filho - Hoje encerra-se a jornada do meu pai na terra. Façam uma oração por ele. Com profundo pesar informamos a partida do médico e ex-vereador de Fortaleza Doutor Iraguassú Teixeira, aos 80 anos, na noite desta segunda-feira (22), vítima de complicações causadas pela Covid-19. Iraguassu Teixeira estava internado na UTI do Hospital Regional

Morre forrozeiro Dedim Gouveia

Informa site Curuzinho de Mel: - O forrozeiro Dedim Gouveia (foto), de 61 anos, morreu por complicações da covid-19, nesta segunda-feira (19). Ele estava internado no Hospital de Messejana, em Fortaleza há oito dias.  - Última atualização da equipe do cantor Dedim Gouveia, na sexta-feira (16), apontou chances de recuperação. Ele chegou a utilizar oxigênio no tratamento e também a ser transferido para um leito semi-intensivo. - Amigos forrozeiros do artista, como Taty Girl e Nonato Lima comentaram a morte e prestaram homenagem nas Redes Sociais". José da Silva (Dedim Gouveia) nasceu, em Serra da Faísca, em Redenção, no Ceará, em primeiro de março de 1960. Era conhecido como Rei do Xote. Em mais de 40 anos de carreira gravou três LPs, 13 CDs e cinco DVs. Deixa órfãos quatro filhos. Sepultamento - Informa Amon Marques sobre o sepultamento do corpo de Dedim Gouveia: -  Hoje, por volta da meia noite, recebi uma ligação do secretário de Cultura de Fortaleza, Elpídio Nogueira, atendendo

Morre jornalista e radialista Fernando Ribeiro

Morreu neste sábado (10 de abril), aos 56 anos de idade, vítima de complicações da covid-19, o jornalista e radialista Fernando Ribeiro. Fernando Ribeiro lutava contra a covid há 40 dias num leito do Hospital São José (HSJ), em Fortaleza. Fernando Ribeiro foi meu colega de turma no Curso de Comunicação Social-Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC). Entramos juntos em 1983.1 e saímos juntos em 1988.2. Tenho boas lembranças dele desde os bancos da faculdade. Ele começou no O Povo como estagiário da Editoria de Polícia e por onde permeou toda a carreira depois no Diário do Nordeste, TV Verdes Mares e no último no Blog FR (Fernando Ribeiro), Rádio Plus e no CN7. Fernando Ribeiro foi para o Povo a convite do veterano repórter policial Pena Branca que estava montando nova equipe policial em O Povo. No O Povo e no Diário do Nordeste chegou a editor de Polícia. Fez dupla com Landry Pedrosa (já falecido) em O Povo. Fernando Ribeiro nasceu em primeiro de maio de 1964 e nos deixou nest