Pular para o conteúdo principal

Morre jornalista e radialista Fernando Ribeiro

Morreu neste sábado (10 de abril), aos 56 anos de idade, vítima de complicações da covid-19, o jornalista e radialista Fernando Ribeiro.

Fernando Ribeiro lutava contra a covid há 40 dias num leito do Hospital São José (HSJ), em Fortaleza.

Fernando Ribeiro foi meu colega de turma no Curso de Comunicação Social-Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Entramos juntos em 1983.1 e saímos juntos em 1988.2.

Tenho boas lembranças dele desde os bancos da faculdade.

Ele começou no O Povo como estagiário da Editoria de Polícia e por onde permeou toda a carreira depois no Diário do Nordeste, TV Verdes Mares e no último no Blog FR (Fernando Ribeiro), Rádio Plus e no CN7.

Fernando Ribeiro foi para o Povo a convite do veterano repórter policial Pena Branca que estava montando nova equipe policial em O Povo.

No O Povo e no Diário do Nordeste chegou a editor de Polícia. Fez dupla com Landry Pedrosa (já falecido) em O Povo.

Fernando Ribeiro nasceu em primeiro de maio de 1964 e nos deixou neste sábado (10 de abril de 2021)...

  • Jornalista e escritor Ricardo Kelmer - Nosso velho amigo Fernando. Que triste...
  • Jornalista Fernando Brito - Mais um parceiro que se vai vitimado pela covid. Colega de turma e depois companheiro na Redação do DN. Que Deus o receba de braços abertos! Valeu, Fernando Ribeiro!
  • Jornalista Fernando Vozão - Meu amigo #FernandoRibeiro, descanse em paz. Ainda sem acreditar. Siga na Luz, "Xará".
  • Jornalista André Capiberibe - Notícia muito dura. Ele estava melhorando chegando a ser extubado. Doença muito traiçoeira. Grande repórter e leal amigo".
  • Radialista Roberto Pires - Perdemos uma pessoa do bem. Perdemos um jornalista dedicado e apaixonado pela comunicação".
  • Jornalista Henrique Silvestre - Não sei se sinto mais tristeza ou raiva. Perda e irresponsabilidade do (des) governo federal. Muita vida podia ter sido poupada. Vai com Deus, Fernando".
  • Jornalista Luís Carlos Galetto - Sei nem o que dizer, só orar mais... Pelo conforto da família... Certeza de que Deus receberá essa alma tão boa. As noites eram mais saudáveis e melhores com ele na redação.
  • Jornalista Lêda Gonçalves - Meu Deus! Que doença terrível!!! Meus sentimentos à família!
  • Jornalista e nutricionista Nathália Lobo - 
  • Jornalista Suzete Nocrato - Meu Jesus, que tristeza. Vá na luz, meu amigo.
  • Jornalista Helena Demes - Doença maldita!! Meu Deus do céu... que tristeza pela partida do Fernando. Que Deus conforte o coração de todos os familiares e amigos neste momento de tão grande dor.
  • Jornalista Fernando Maia - Notícia terrível. Tristeza enorme.
  • Jornalista Marlyana Lima - Muito triste.
  • Jornalista Samira de Castro - Que tristeza. Meus sentimentos aos familiares e amigos.
  • Jornalista e professor Eduardo Freire - Muito triste e assustador.
  • Jornalista Kleber Matos Lopes - Meus sentimentos.
  • Jornalista Eveline Urano - Triste!!
  • Jornalista Jéssica Petrucci - Muita tristeza. Muitas lembranças boas. Um amigo sempre pronto a ajudar. Que Deus o receba com muita luz. 
  • Jornalista Mário Kempes - Negão sempre foi espetacular. Carinho enorme. Lembranças de um ser humano fantástico e um jornalista gigante. Deus tem um lugar bom para pessoas iguais a ele".
  • Jornalista Lyvia Rocha - E Fernando Ribeiro descansou. O conheci pela TV Verdes Mares e depois pessoalmente quando fui estagiar no SVM. A bancada do Jogada e Polícia eram vizinhas na antiga Redação do DN. Muitas brincadeiras. Que Deus conforte a família nesse momento de luto.
  • Jornalista Nerilson Moreira e Família - Pôxa... Estou muito triste. Lamentamos muito pelo ocorrido..., pela partida prematura do querido amigo jornalista e companheiro Fernando Ribeiro. Nossas condolências. Que descanse em paz. Nossa solidariedade e votos de pesar. Estamos desolados com o acontecido, pois a tristeza dos familiares e amigos é nossa também. Desejamos que todos, familiares e amigos, encontrem conforto e paz na fé e no vigor do Amor em Deus. Força, pois temos que ser fortes, irmanados e determinados para ajudarmos aos demais familiares e amigos que estão sofrendo neste momento difícil. Reiteramos aqui nossos sentimentos de pesar pela inesquecível perda do amado e bom caráter Fernando!  E aqui oramos para que Deus acolha em sua infinita bondade. E que o Nosso Senhor Jesus Cristo conforte os corações enlutados. Estamos, neste momento de dor, sem mais palavras para dizer sobre esse ser humano tão querido e amado. As palavras fugiram... Mas, procuramos, aqui, deixar essa carinhosa mensagem de Solidariedade, Amor, Conforto, Afeto, Amparo, Força e Fé. Saudades eternas! Vamos continuar com as nossas preces e orações. Descanse em paz.  Estamos de luto...Fraternalmente em Cristo, Nerilson e Família". 
  • Jornalista Maria Selma Oliveira - Que tristeza! Fomos colegas nos anos 1980, na UFC. Era um apaixonado pelo verbo comunicar.
  • Soraya Franco - Meu Deus que triste quantas pessoas queridas . Meus sentimentos a família e amigos descanse em paz.
  • Jornalista e professor José Anderson Freire Sandes - Triste. Muito triste. Na mão de Deus.
  • Jornalista Adalmir Ribeiro Ponte - Fernando Ribeiro, um grande profissional que parte para um plano maior e que agora está sendo acolhido por Deus.
  • Jornalista Marcus Monteiro - Da turma de 1983. Fica com Deus Fernando.
  • Jornalista Eveline Urano - Muito gente boa.. Uma pena!
  • Jornalista Edgony Bezerra - Que notícia triste. Lembro dele sim. Nós éramos vizinhos na Redação
  • Jornalista Ticiana de Castro - Muito triste.
  • Cantor Ricardo Black II - Meus sentimentos.
  • Jornalista Marcelo Raulino - Trabalhamos por muito tempo no DN,  ele na editoria de  Polícia e eu na Política e Cidade.  Grande perda! Que Deus o tenha".
  • Jornalista Sérgio Pires - Registro aqui o meu pesar ao saber do falecimento do companheiro de tantas lutas Fernando Ribeiro. Estava na redação do O Povo quando ele, ainda cursando Comunicação Social na UFC, chegou para dar os primeiros passos na profissão que abraçou de pronto com enorme entusiasmo. É chegou alargando os passos, querendo desde logo saber mais e melhor. Foi fácil perceber o seu "faro" de repórter; o desejo de fazer da segurança pública o seu campo de investigação jornalística. Ajudou, e como, a inquietar a Redação, foi parceiro na hora de descortinar novos horizontes. Depois seguimos caminhos diversos. Vez por outra tinha notícias de suas atuações no Rádio e na TV. Mais recentemente a doença e novamente suas batalhas com a fé e coragem de sempre. Agora a passagem para outra dimensão. Foi registrar a história dos dias atuais em outros espaços, mas com a mesma coragem, bom humor e determinação. Siga em paz companheiro.
  • Jornalista Paulo Verlaine - Conheci Fernando Ribeiro em 1984 quando ele, recém-saído da adolescência (tinha 20 anos), ainda aluno do Curso de Jornalismo da UFC, começava como estagiario da editoria de Polícia do jornal O Povo, chefiada pelo lendário jornalista carioca Octávio Ribeiro. Fernando foi a cria jornalística do Pena Branca no Ceará. Destacou-se: foi repórter policial de O Povo e editor de Policia no Diario do Nordeste. Depois, funcionário da Secretaria de Segurança Publica. Ele sempre me cumprimentava com alegria nos raros encontros que tínhamos depois que se afastou do jornalismo propriamente dito. Lamento a perda.
  • Jornalista Evilazio Bezerra - Que terrível, que sua alma receba a misericórdia do descanso eterno. 
  • Jornalista Paulo Cezar Karam - Mais um amigo e um grande profissional foi levado pela covid-19. O jornalista Fernando Ribeiro nos deixa após apresentar melhoras. Que o PAI receba esse filho no seu colo. 
  • Nilson Amaral - Fernando Ribeiro, se tornou um dos grandes profissionais da imprensa Cearense passando por vários veículos de comunicação, sua área de atuação era o jornalismo policial, atualmente estava apresentando um programa policial de segunda a sexta feira às 6 da manhã pela FM Plus, após participava diretamente do programa de rádio na rede Plus FM ao lado de Donizete Arruda e Luciano Augusto, também era tinha um Blog nas redes sociais com informações sobre a área de policial. Ao longo de seu trabalho Fernando Ribeiro chegou a ocupar a Assessoria de Imprensa da Superintendência  da Polícia Civil do Estado do Ceará. Nossos sinceros sentimentos a toda família do Jornalista Fernando Ribeiro, aos diversos amigos, a imprensa cearense de modo geral. Descanse em paz meu amigo, sua tarefa foi realizada com sucesso aqui na Terra.
  • Advogado Deodato Ramalho - Grande perda. Militou anos na cobertura do mundo cão da violência, dos chamados programas policiais, sem nunca se ter deixado contaminar pela truculência que identifica a maioria dos profissionais dessa área. Lamento muito.
  • Jornalista Donizete Arruda - FERNANDO RIBEIRO NOS DEIXA MAIS POBRE DE ALEGRIA E FÉ. A DOR É IMENSA! Ele está chegando no céu. Ei, avise a todos, Fernando sempre foi e sempre será o melhor repórter policial do Ceará. E ele nunca deixou de ser o mais competente jornalista de sua geração. Deus está cuidando dele agora. Aqui, entre nós, deixa uma saudade enorme é um vazio difícil de preencher. Fernando, você nos fará tanta falta. Você não era apenas um companheiro de profissão. Nos últimos anos, você virou meu irmão".
  • Nota do CN7 - Faleceu na manhã deste sábado (10), por complicações da Covid-19, o jornalista Fernando Ribeiro. Ele estava internado desde o dia 18 de fevereiro no Hospital São José, após sentir os primeiros sintomas da doença. Ele vinha apresentando evolução no quadro clínico, mas piorou no início da semana, com baixa de plaquetas, infecção e alteração em outros exames. Na última quinta-feira (8) a frequência cardíaca diminuiu e a pressão baixou, o que obrigou a retomada da sedação e a ventilação mecânica. Fernando Ribeiro era reconhecido como o principal jornalista policial do Ceará, com passagens pela Tribunal do Ceará, O Povo, Diário do Nordeste e TV Verdes Mares. Recentemente apresentava o programa Plantão da Plus, na Rede Plus FM de Rádio, e era editor de Policia do Portal CN7. Criador do ‘homicidômetro”, atualizava diariamente o número de homicídios letais e intencionais, e mantinha um blog pessoal, também com notícias da área policial. Seu último programa na Rede Plus FM foi apresentado no dia 16 de fevereiro. No dia seguinte comunicou a empresa que estava com os sintomas da doença, e os exames confirmaram a presença no vírus.
  • Jornalista Luciano Augusto Diógenes - Conheci o jornalista Fernando Ribeiro ainda nos corredores do Sistema Verdes Mares. Na época, trabalha na Verdinha e ele no Diário do Nordeste, mas não tivemos contato, por conta da diferença de horário. Meses depois estávamos trabalhando juntos na redação do portal Ceará News (CN7), e em seguida no programa de rádio Ceará News. Foram quase três anos, lado a lado, e muito aprendizado. Fica na lembrança as músicas de artistas baianos, que sempre cantarolava na Redação.
  • Jornalista Márcio Lima - Amigos sei que o momento é de solidariedade a família do Fernando Ribeiro. Tive o prazer de acompanhar toda sua trajetória profissional e pessoal. Fernando quando saiu de um grande sistema de comunicação do Ceará passou grandes dificuldades, inclusive financeira. Ao ponto usar as redes sociais para relatar sua situação. Porém uma pessoa, um companheiro, acreditou no seu potencial e deu uma , ou várias oportunidades.  Ele logo mostrou o grande repórter, jornalista que foi. Falo aqui do jornalista Donizete Arruda, dono de coração enorme, de uma visão jornalista extraordinária. Donizete acreditou e acertou.  Fernando Ribeiro hoje é lembrado por todos como o maior jornalista na área policial do Ceará. Só lamento, fico triste que muitos companheiros, os meios de comunicação que ele trabalhou, e outras não citaram o programa Ceará News, o portal CN7, os atuais companheiros de trabalho, o jornalista Luciano Augusto e o jornalista Donizete Arruda. Acredito que dois companheiros não estão preocupados com elogios e citações.  Estão muito triste com sua partida. Digo aqui porque sei que a gratidão é uma virtude. Também sei que nenhum amigo de imprensa, nem mesmos os locais de trabalho não tenham obrigação de citar sua última morada profissional. Por isso fica aqui minha homenagem ao amigo Fernando Ribeiro com a música do Nelson Gonçalves (Quando Eu Me Chamar Saudade ).
  • Sei que amanhã
  • Quando eu morrer
  • Os meus amigos vão dizer
  • Que eu tinha bom coração
  • Alguns até hão de chorar
  • E querer me homenagear
  • Fazendo de ouro um violão
  • Mas depois que o tempo passar
  • Sei que ninguém vai se lembrar
  • Que eu fui embora
  • Por isso é que eu penso assim
  • Se alguém quiser fazer por mim
  • Que faça agora
  • Me dê as flores em vida
  • O carinho, a mão amiga
  • Para aliviar meus ais
  • Depois que eu me chamar saudade
  • Não preciso de vaidade
  • Quero preces e nada mais".
  • Jornalista Luciano Bernardo - FORAM 17 ANOS DE LUTA QUE TRABALHAMOS JUNTOS NO DIA DIA COM GARRA E CARINHO PELA TRIBUNA DO CEARÁ. O FERNANDO TINHA UMA VOCAÇÃO PELA SUA PROFISSÃO. UM BOM REPORTER QUE CHEGAVA JUNTO A ONDE TIVESSE A NOTICIA. HOJE FIQUEI TRISTE COM A NOTICIA VINHA ACOMPANHANDO DESTE QUE ELE ENTROU NO HOSPITAL. PERDI MEU AMIGÃO FERNARDO RIBEIRO QUE ME PROMETEU DE VOLTAR A TRABALHA AO MEU LADO NO JORNAL ESCANTEIO.  O JORNAL QUE AINDA CHEGOU VISITAR NA REDAÇÃO NA VILA DIOGO NO CENTRO DA CIDADE. FICOU SATISFEITO COM AS INSTALAÇÕES DO JORNAL. COMEÇAMOS  NA TRIBUNA DO CEARÁ, UM BOM JORNAL DE UMA FAMÍLIA UNIDA QUE HOJE NÃO TENHO VERGONHA DE DIZER QUE AINDA ESTAMOS ESPERANDO RECEBER NOSSOS VENCIMENTOS, QUE ESTAR NA JUSTIÇA DO TRABALHO. MAIS UM FUNCIONÁRIO QUE PARTE SEM VER O FRUTO DO DEU TRABALHO. MAS FERNANDO VOCÊ PARTIU PARA DEUS E AQUI ESTAREI LEMBRANDO DE VOCÊ EM MINHAS ORAÇÕES. DESCANCE EM PAZ".
  • NOTA DE FALECIMENTO - A comunicação cearense perdeu neste sábado (10 de abril) o jornalista Fernando Ribeiro, vítima de complicações da covid-19. Fernando atuava há mais de 30 anos no jornalismo policial do Ceará, tendo passado por diversos veículos de comunicação como O Povo, Diário do Nordeste, Tribuna do Ceará, além de rádios da região, dentre outros. Nos anos 1990 foi chefe da assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança do Ceará.  Morreu no início da tarde deste sábado, 10, o jornalista Fernando Ribeiro. Ele estava internado no Hospital São José vítima da Covid-19. Atualmente Fernando trabalhava no grupo de comunicação Draco, fazendo no Rádio pela rede Plus FM, o plantão da Plus e participava diariamente do programa Ceará News com os jornalistas Luciano Augusto e Donizete Arruda. Também alimentava seu blog pessoal e o site CN7 com informações sobre segurança pública. Para familiares Fernando já "nasceu" jornalista. Desde a infância demonstrava seu talento e a avidez por sempre trazer a informação em primeiro lugar, uma marca que deixou registrada por onde passou, o amor ao jornalismo, ao seu trabalho, sua simpatia e os muitos amigos que deixou por onde passou. Seu amor à música, ao samba, também ficou registrado nos vários anos em que coordenou o Bloco Cheiro nos pré-carnavais da cidade. Nesse momento de dor e luto a família pede orações a Fernando Ribeiro e informa que ele será sepultado em Fortaleza (CE) neste final de semana.



Deixo aqui uma homenagem prestada a Fernando Ribeiro pelo Portal Quinto Andar, dos estudantes de Jornalismo do Centro Universitário 7 de Setembro no quadro Jornalistas Blogueiros:

- De forma quase instantânea, com ampla checagem da notícia, o blog do jornalista Fernando Ribeiro mostra que falar de assuntos policiais continua atual. Comandado pelo próprio jornalista que dá nome ao blog, a plataforma funciona praticamente 24 horas e aborda fatos policiais no Ceará e casos de repercussão em nível nacional.

As principais informações e os pedidos de publicação são ligados à Segurança Pública, Poder Judiciário e sistema penitenciário. São prioridades as notícias mais impactantes para a sociedade, os fatos corriqueiros e, dentro do noticiário policial, a Segurança Pública e assuntos afins. A essência do blog é a cobertura policial.

Independente, o blog não é vinculado a emissoras de Rádio e TV e “segue sem retorno financeiro”, segundo Fernando. A audiência é marcada principalmente pelo público adulto jovem e formadores de opinião. “Nestes momentos de tanta violação de direitos, de não garantia de segurança para os cidadãos e de muita delinquência no País, evidentemente que o noticiário policial ganha corpo e espaço no noticiário da imprensa em geral”, afirma Ribeiro.

Exemplo do retorno é um trabalho exclusivo que o próprio jornalista faz: o levantamento das estatísticas diárias de crimes violentos, letais e intencionais (os CVLIs, que são homicídios, latrocínios, feminicídios, mortes por intervenção policial, mortes no Sistema Penitenciário e os casos de lesões corporais seguidas de morte). Este trabalho, Ribeiro realiza há mais de 10 anos, após ter feito um estágio nas redações de O Globo e Extra, no Rio, nas editorias de Polícia dos dois jornais, quando ainda era editor de Polícia do Diário do Nordeste. 

Mesmo com o surgimento constante de novas plataformas e formatos, o Blog do Fernando Ribeiro segue sendo um dos maiores do estado e é reconhecido pela cobertura especializada sobre o tema, mostrando não ter “medo da notícia”, mas de não noticiar. Serviço: http://www.blogdofernandoribeiroce.com.br/

Texto:  Nala Jasmine  (Jornalismo/ UNI7).

O Blog do Lauriberto, em lembrança às famílias dos vitimados, apresenta a lista por ordem alfabética dos 43 radialistas que foram a óbito pela covid-19 em 13 meses de pandemia:

  1. Aderbal Soares (Fortaleza).
  2. Alexandre Rangel (Fortaleza).
  3. Assis Tavares (Fortaleza).
  4. Carlos Alberto Moreira (Canindé).
  5. Carlos Dutra (Fortaleza).
  6. Cid Ferreira Sombra (Russas).
  7. Chico dos Santos (Sobral).
  8. Cristiano Alcântara (Maracanaú).
  9. Dim Raposo (Ocara).
  10. Evangê Costa (Estados Unidos).
  11. Evilásio Pires (Fortaleza).
  12. Fernando Ribeiro (Fortaleza).
  13. Flávio Moreira (Fortaleza).
  14. Francisco Diniz (Maracanaú).
  15. Francisco Inácio de Brito (Mucambo).
  16. Iraguassu Teixeira (Fortaleza).
  17. Irineu de Freitas (Canindé).
  18. Ivan Moreira (Sobral).
  19. Jéssica Moreno (Iguatu).
  20. José Carlos Alves (Quixadá). 
  21. Jonas Mello (Fortaleza).
  22. Juarez Serpa Filho (Fortaleza).
  23. Júlio Lopes (Acaraú).
  24. Kléber Morais (Santa Quitéria).
  25. Lua de Mel (Santana do Cariri).
  26. Marcos Dublê (Fortaleza).
  27. Moacir Luiz Dreyer (Fortaleza).
  28. Nacélio Cavalcante (Icó).
  29. Nicolau Fernandes (Acaraú).
  30. Normando Sóracles (Juazeiro do Norte).
  31. Olivan Santos (Camocim).
  32. Osias Maciel (São Luís do Curu).
  33. Osvaldo Avelino (Sobral).
  34. Pedro Hallan (Fortaleza).
  35. Pedro Rocha Neto (Itapipoca).
  36. Queiroz Ribeiro (Caucaia).
  37. Rai Soares (Cascavel).
  38. Raimundo Alfredo (Sobral).
  39. Renato Freire Caitano (Canindé).
  40. Ricardo Cavalcante (Aquiraz).
  41. Sandro Guimarães (Aracati).
  42. William Oliveira (Fortaleza).
  43. Will Nogueira (Fortaleza).


Comentários

  1. Uma noticia que me deixou muito triste. Quantas vidas ainda se perderão até que as pessoas caiam na real e decidam lutar e expressar sua dor por tantas perdas. Trabalhamos no Diario do Nordeste na mesma epoca. Tô muito triste. Essa semana perdi outro amigo querido: o jornalista/radialista Cid Ferreira. Que Deus se apiede de nos e o receba na glória eterna.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Ednardo está internado com uma infecção bacteriana

Soube, na manhã desta segunda-feira (31), que o cantor Ednardo (foto) está internado, numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Unimed Fortaleza. Ednardo tenta se curar de uma infecção bacteriana. O cantor de 75 anos está internado há uma semana. Filha de Ednardo, atriz e cantora J úlia Limaverde - " Nosso amado pai e querido artista Ednardo está agora no hospital se recuperando de complicações com uma infecção. Ele não está com Covid nem corre risco de vida. De todas as formas agradecemos de coração o envio de todas as energias positivas para sua pronta recuperação". Deputado estadual Renato Roseno (Psol) - " Recebemos a informação pelas redes sociais de que o poeta Ednardo está internado na UTI de um hospital em Fortaleza. Estamos na torcida por sua pronta recuperação. Ednardo é um Patrimônio Vivo da nossa Música". Vereador Evaldo Lima (PCdoB) - " Ednardo resiste como as suas mais lindas canções sobre as coisas do Ceará.

Morre radialista Will Nogueira

Morreu vítima de covid-19, na manhã desta segunda-feira (5), o radialista cearense Will Nogueira ( Francisco de Assis Nogueira Bastos), aos 60 anos . Will Nogueira estava internado, no Hospital São Carlos-Fortaleza, intubado há dez dias e nesta segunda-feira não resistiu as complicações da covid-19. O velório e sepultamento são restritos a familiares, na tarde desta segunda-feira no Cemitério Jardim Metropolitano (4º Anel Viário no Coaçu-Eusébio) Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Will Nogueira (foto) iniciou no Rádio na década de 1980 pela Rádio Iracema AM 1.300, no Programação Geração 80.  Trabalhou durante 36 anos no Sistema Verdes Mares SVM), dirigindo a Rádio FM 93. Também fez carreira na TV, atuando como apresentador dos programas Terral, na TV Ceará (ex-TV Educativa), e Sábado Alegre, na TV Diário.  Ultimamente depois da aposentadoria da FM 93, em 2015, era consultor em programação de Rádio e TV.   Por muitas vezes troquei ideias sobre Rádio

Familiares de Iraguassu Teixeira pedem doação para instituições de caridade no lugar de coroas de flores

Morreu no início da noite desta segunda-feira (22) aos 80 anos, o ex-vereador José Iraguassu Teixeira. Este estava internado há 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Unimed Fortaleza com complicações da Covid-19. A família do Doutor Iraguassu informa que o velório acontece no Complexo Funerário Ethernus (Rua Padre Valdevino) com missa de corpo presente às dez da manhã e cremação às 11 da manhã desta terça-feira (23). O velório, missa e cremação são restritos aos familiares. A família solicita que ao invés de enviar coroas de flores façam um doação do valor a uma instituição de caridade de Fortaleza. Iraguassu Teixeira Filho - Hoje encerra-se a jornada do meu pai na terra. Façam uma oração por ele. Com profundo pesar informamos a partida do médico e ex-vereador de Fortaleza Doutor Iraguassú Teixeira, aos 80 anos, na noite desta segunda-feira (22), vítima de complicações causadas pela Covid-19. Iraguassu Teixeira estava internado na UTI do Hospital Regional

Morre forrozeiro Dedim Gouveia

Informa site Curuzinho de Mel: - O forrozeiro Dedim Gouveia (foto), de 61 anos, morreu por complicações da covid-19, nesta segunda-feira (19). Ele estava internado no Hospital de Messejana, em Fortaleza há oito dias.  - Última atualização da equipe do cantor Dedim Gouveia, na sexta-feira (16), apontou chances de recuperação. Ele chegou a utilizar oxigênio no tratamento e também a ser transferido para um leito semi-intensivo. - Amigos forrozeiros do artista, como Taty Girl e Nonato Lima comentaram a morte e prestaram homenagem nas Redes Sociais". José da Silva (Dedim Gouveia) nasceu, em Serra da Faísca, em Redenção, no Ceará, em primeiro de março de 1960. Era conhecido como Rei do Xote. Em mais de 40 anos de carreira gravou três LPs, 13 CDs e cinco DVs. Deixa órfãos quatro filhos. Sepultamento - Informa Amon Marques sobre o sepultamento do corpo de Dedim Gouveia: -  Hoje, por volta da meia noite, recebi uma ligação do secretário de Cultura de Fortaleza, Elpídio Nogueira, atendendo

Verdinha vai para 92.5 FM a partir de 5ª feira

A migração da Verdinha AM 810 para Verdinha FM 92.5 será a partir desta quinta-feira (seis de maio). Quem estreia a nova programação voltada mais para o Radiojornalismo é Paulo Oliveira (foto) antes das cinco da manhã. Os ancoras são ainda João Inácio Júnior, Tom Barros, Gleudson Rosa, Silvino Neves, Antero Neto, Daniela de Lavor, Elon Nepomuceno e Rita Damasceno. A Verdinha foi fundada em 16 de julho de 1956 por Assis Chateaubriand. Em 1962 foi comprada por Edson Queiroz, ainda na frequência AM 1.410. Depois mudou para 810 onde permanece até quarta-feira (cinco de maio). Portanto perto de completar 65 anos no ar, a Verdinha migra do AM 810 e para o FM 92.5. Dial - Confira como ficará o dial das 49 FMs da Grande Fortaleza com a migração das AMs, conforme levantamento do site Mídia Cearense: 88.1  (classe C) - Rádio Aratanha de Pacatuba. 88.3  (classe C) - reservado para migrante AM do Eusébio. 88.9  - Jangadeiro FM. 89.3  (classe A4) - Rádio Iracema. 89.9  - 89 FM. 90.3  (classe A2) -

Postagens mais visitadas deste blog

Ednardo está internado com uma infecção bacteriana

Soube, na manhã desta segunda-feira (31), que o cantor Ednardo (foto) está internado, numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Unimed Fortaleza. Ednardo tenta se curar de uma infecção bacteriana. O cantor de 75 anos está internado há uma semana. Filha de Ednardo, atriz e cantora J úlia Limaverde - " Nosso amado pai e querido artista Ednardo está agora no hospital se recuperando de complicações com uma infecção. Ele não está com Covid nem corre risco de vida. De todas as formas agradecemos de coração o envio de todas as energias positivas para sua pronta recuperação". Deputado estadual Renato Roseno (Psol) - " Recebemos a informação pelas redes sociais de que o poeta Ednardo está internado na UTI de um hospital em Fortaleza. Estamos na torcida por sua pronta recuperação. Ednardo é um Patrimônio Vivo da nossa Música". Vereador Evaldo Lima (PCdoB) - " Ednardo resiste como as suas mais lindas canções sobre as coisas do Ceará.

Morre radialista Will Nogueira

Morreu vítima de covid-19, na manhã desta segunda-feira (5), o radialista cearense Will Nogueira ( Francisco de Assis Nogueira Bastos), aos 60 anos . Will Nogueira estava internado, no Hospital São Carlos-Fortaleza, intubado há dez dias e nesta segunda-feira não resistiu as complicações da covid-19. O velório e sepultamento são restritos a familiares, na tarde desta segunda-feira no Cemitério Jardim Metropolitano (4º Anel Viário no Coaçu-Eusébio) Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Will Nogueira (foto) iniciou no Rádio na década de 1980 pela Rádio Iracema AM 1.300, no Programação Geração 80.  Trabalhou durante 36 anos no Sistema Verdes Mares SVM), dirigindo a Rádio FM 93. Também fez carreira na TV, atuando como apresentador dos programas Terral, na TV Ceará (ex-TV Educativa), e Sábado Alegre, na TV Diário.  Ultimamente depois da aposentadoria da FM 93, em 2015, era consultor em programação de Rádio e TV.   Por muitas vezes troquei ideias sobre Rádio

Familiares de Iraguassu Teixeira pedem doação para instituições de caridade no lugar de coroas de flores

Morreu no início da noite desta segunda-feira (22) aos 80 anos, o ex-vereador José Iraguassu Teixeira. Este estava internado há 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Unimed Fortaleza com complicações da Covid-19. A família do Doutor Iraguassu informa que o velório acontece no Complexo Funerário Ethernus (Rua Padre Valdevino) com missa de corpo presente às dez da manhã e cremação às 11 da manhã desta terça-feira (23). O velório, missa e cremação são restritos aos familiares. A família solicita que ao invés de enviar coroas de flores façam um doação do valor a uma instituição de caridade de Fortaleza. Iraguassu Teixeira Filho - Hoje encerra-se a jornada do meu pai na terra. Façam uma oração por ele. Com profundo pesar informamos a partida do médico e ex-vereador de Fortaleza Doutor Iraguassú Teixeira, aos 80 anos, na noite desta segunda-feira (22), vítima de complicações causadas pela Covid-19. Iraguassu Teixeira estava internado na UTI do Hospital Regional

Morre forrozeiro Dedim Gouveia

Informa site Curuzinho de Mel: - O forrozeiro Dedim Gouveia (foto), de 61 anos, morreu por complicações da covid-19, nesta segunda-feira (19). Ele estava internado no Hospital de Messejana, em Fortaleza há oito dias.  - Última atualização da equipe do cantor Dedim Gouveia, na sexta-feira (16), apontou chances de recuperação. Ele chegou a utilizar oxigênio no tratamento e também a ser transferido para um leito semi-intensivo. - Amigos forrozeiros do artista, como Taty Girl e Nonato Lima comentaram a morte e prestaram homenagem nas Redes Sociais". José da Silva (Dedim Gouveia) nasceu, em Serra da Faísca, em Redenção, no Ceará, em primeiro de março de 1960. Era conhecido como Rei do Xote. Em mais de 40 anos de carreira gravou três LPs, 13 CDs e cinco DVs. Deixa órfãos quatro filhos. Sepultamento - Informa Amon Marques sobre o sepultamento do corpo de Dedim Gouveia: -  Hoje, por volta da meia noite, recebi uma ligação do secretário de Cultura de Fortaleza, Elpídio Nogueira, atendendo

Verdinha vai para 92.5 FM a partir de 5ª feira

A migração da Verdinha AM 810 para Verdinha FM 92.5 será a partir desta quinta-feira (seis de maio). Quem estreia a nova programação voltada mais para o Radiojornalismo é Paulo Oliveira (foto) antes das cinco da manhã. Os ancoras são ainda João Inácio Júnior, Tom Barros, Gleudson Rosa, Silvino Neves, Antero Neto, Daniela de Lavor, Elon Nepomuceno e Rita Damasceno. A Verdinha foi fundada em 16 de julho de 1956 por Assis Chateaubriand. Em 1962 foi comprada por Edson Queiroz, ainda na frequência AM 1.410. Depois mudou para 810 onde permanece até quarta-feira (cinco de maio). Portanto perto de completar 65 anos no ar, a Verdinha migra do AM 810 e para o FM 92.5. Dial - Confira como ficará o dial das 49 FMs da Grande Fortaleza com a migração das AMs, conforme levantamento do site Mídia Cearense: 88.1  (classe C) - Rádio Aratanha de Pacatuba. 88.3  (classe C) - reservado para migrante AM do Eusébio. 88.9  - Jangadeiro FM. 89.3  (classe A4) - Rádio Iracema. 89.9  - 89 FM. 90.3  (classe A2) -