Pular para o conteúdo principal

Termina Festival Winds For Future 2022 na Praia do Cumbuco


Compartilhar experiências para estabelecer conexões positivas e despertar iniciativas que fazem a diferença no presente e no futuro. 

Esse é um dos propósitos do Winds For Future 2022, e que ficou ainda mais consolidado no terceiro dia do evento. 

Com a participação de grandes painelistas do âmbito Corporativo, Social e Midiático, o maior encontro de Sustentabilidade e Inovação da América Latina teve grande movimentação neste sábado (24). Até este domingo (25), a expectativa é que cerca de 20 mil pessoas participem das atividades propostas pelo Festival.


A Programação Multicultural agitou as Areias da Praia do Cumbuco, que se transformaram em uma passarela para um desfile exclusivo para apresentar a Coleção Sustentável “Solar Minds”, assinado pela marca Bikiny Society em collab com a Kite Coat e Green Bag Brasil. O momento foi apresentado por Cláudio Silveira (foto), um dos fundadores do W4F e responsável pela criação e montagem da “Cidade dos Ventos”, megaestrutura que engloba o Festival.

No Processo de Produção, as marcas tiveram o desafio de desenvolver e elaborar roupas com bossa e um criativo lifestyle com matéria prima feita a partir da reutilização de pipas de Kitesurf. 

- Com nosso olhar voltado para o mar, trazemos cores vibrantes e acentuadas. Nuances cromáticas que se assemelham a um mar de pipas dançantes no céu. Shapes cheios de Design, Recortes e Sobreposições trazem versatilidade e possibilidades a essa Moda que vai para além das praias”, reforça a Bikiny em seu texto-manifesto sobre a Coleção.


Comunicação e Sustentabilidade - Keynote que ministrou o painel “O papel da comunicação no combate à crise climática”, o jornalista, apresentador e escritor Zeca Camargo (foto) destacou a identificação que teve com o evento e a oportunidade de reforçar o protagonismo das culturas e pessoas retratadas nos canais de mídia. 

- Encontrei no Winds For Future pessoas que pensam da mesma forma que eu, quando o assunto é o meio ambiente, pessoas que fazem as coisas com paixão. Tudo que fazemos, em especial quando se fala de sustentabilidade, tem que ser feito com paixão. Foi uma palestra especial, onde contei muitas experiências e me emocionei novamente ao lembrar delas”, ressaltou após a participação.

Ainda no âmbito da comunicação, o evento trouxe a especialista e doutora na área, Issaaf Karhawi (USP), para ministrar os temas “cultura participativa e influenciadores digitais”; e “os desafios da cultura para a transformação digital no trabalho”, este último também com a participação de Zé Pretim, head of content da plataforma Sua Música. Em “Cidades como Hubs de inovação”, o assunto foi destacado pelo CEO do W4F e do Elephant Coworking, Igor Juaçaba, Danilo Piccuci (ABStartups) e Willian Passos (Starte Portugal).

Meio Ambiente e ESG - Já aquecendo o público para a causa da preservação dos mares - uma das principais bandeiras do Kiteparade - reunião recorde de kitesurfistas que ocorre neste domingo (25) - o W4F contou com um painel especial. Em “Década do Oceano: a próxima onda de inovação”, o assunto foi discutido com o COO do movimento global “Voz dos Oceanos”, João Amaral, que recebeu Célio Fernando Bezerra Melo (Casa Civil do Ceará) , Artur Bruno (Semace) e Gabriella Romero (APSV).

O ESG, sigla que tem tradução livre para governança ambiental, social e corporativa, e que norteia a agenda corporativa mundial, também foi pauta aprofundada nos painéis deste sábado, como o conduzido por João Justo (Nina HUb), Eduardo Freire (FWK), Camila Forte (LAB Inovação Senai Ceará), onde eles mostraram que o termo já é uma realidade e não somente o futuro das empresas.

Em “Soluções para acabar com a pobreza”, o público foi agraciado com uma discussão embasada pelas bagagens de nomes como Ticiana Rolim (Somos Um), Joaquim Melo (Banco Palmas), José Macêdo (Cientista Chefe dados Estado Ceará) e Gabrielle Araújo (Empreendedora social). Quem também contribuiu para o tema foram Gustavo Silva, Diretor de Operações da Qair Brasil, e Beatrice Cordiano, cientista de bordo e especialista em sustentabilidade do Energy Observer.

As inovações em saúde também marcaram a programação dos dois palcos de discussão. No espaço Latam, o CEO do Grupo ICC, Pedro Meneleu, conduziu os painéis “Cuidado Personalizado na Saúde”; e “O impacto da tecnologia para democratizar o acesso à saúde", este último também com Albery Dias, diretor de serviços farmacêuticos da Pague Menos.

Instituto QAIR - Multinacional francesa que é referência em soluções de energia renováveis e patrocinadora master do evento, a QAIR promoveu o painel especial “Qair e Energy Observer| Hidrogênio, a energia que chegou ao Brasil”, com a participação de Gustavo Silva (Qair) e Beatrice Cordiano (QAIR). 

A marca também trouxe o CEO Jorge Borrell que, junto com os diretores W4F, lançaram o Instituto QAIR, que nasceu da necessidade de ampliar as ações socioambientais da empresa. A ação foi inaugurada formalmente durante o W4F e pretende desenvolver ações no Ceará e em todo território onde a Qair tem atuação.

Som dos Ventos com Música Eletrônica - Depois da MPB e brasilidade do show de Silva, o público do “Festival Som dos Ventos” teve o sábado de W4F embalado por muita música eletrônica com o duo Felguk, referência no House Music Nacional. A noite também contou com o cantor Lucas Coelho e mais DJs. Neste domingo (25), quem encerra a programação da label são as bandas Balanço Social e Mistura 085.

Kiteparade e pesquisa com participantes neste domingo - A Kiteparade 2022 pretende novamente quebrar o recorde mundial de maior desfile de kitesurf do mundo neste domingo (25). Para este ano, a meta é ultrapassar 1000 kitesurfistas velejando, entre simpatizantes da modalidade, iniciantes, amadores e profissionais, e consolidar o Cumbuco como meca do kitesurf mundial. O recorde atual, registrado no Guinness World Records, pertencente ao próprio Winds For Future, foi de 596 kitesurfistas, em 2019. Neste ano, o Guinness também estará presente para registrar o novo recorde.

Nessa ocasião, a Universidade Estadual do Ceará (UECE) e seu Laboratório de Economia do Mar (BlueLab) coordenado pelo Prof. Samuel Façanha Câmara, se associaram ao projeto de inovação social Hub Cumbuco e que conta com o apoio da prefeitura de Caucaia, para realizar uma pesquisa durante o W4F.

A iniciativa quer entender e melhorar o nível de percepção das pessoas sobre as mudanças climáticas, identificando quais as barreiras e comportamentos podem dificultar ou ajudar na conscientização e engajamento das pessoas no enfrentamento desta questão de âmbito global. Segundo o professor Samuel Câmara, a ideia desta pesquisa é aplicar questionário com os kitesurfistas que irão participar do Kiteparade no W4F para tentarem, mais uma vez, quebra o recorde mundial.

- A partir destas respostas, pretende-se entender como um grupo específico, altamente exposto aos possíveis efeitos destas mudanças e fortemente conectados ao mar, podem ser diferentes do restante da população, complementa.

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Após 13 anos, polícia prende envolvido em assalto ao BC de Fortaleza

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu hoje (14) Adelilno Angelim de Sousa Neto, de 36 anos, que participou de um dos maiores assaltos do Brasil: o furto ao Banco Central em Fortaleza, em 2005. Na ocasião, a quadrilha levou aproximadamente R$ 164 milhões do caixa-forte – o equivalente a três toneladas e meia de notas de dinheiro. Após 13 anos, o homem que fugiu do Ceará foi preso a 17 quilômetros do Plano Piloto – área central de Brasília. Adelino foi preso em casa, no Paranoá, bairro a 17 quilômetros do centro de Brasília, onde vivia há 5 anos. O homem, que vinha sendo monitorado pela Secretaria de Segurança Pública do DF, foi levado para o Complexo Penitenciário da Papuda e aguardará audiência de custódia. Não é a primeira vez que o suspeito é preso. Ele chegou a ser detido em Fortaleza, foi solto e depois houve um novo pedido de prisão. O furto ao Banco Central de Fortaleza, ficou conhecido no país como um crime cinematográfico. Segundo as investigações, 11 pessoas p

Ator José Dumont é preso

Informa o jornalista Cláudio Teran : POLÍCIA PRENDE ATOR JOSÉ DUMONT -Cadeia aos 72 anos. Preso em flagrante, nesta quinta-feira (15), ele é acusado de estupro de vulnerável e do grave crime de Pedofilia. Segundo informações da TV UOL, o artista é investigado por manter um relacionamento com um fã de 12 anos. 12 anos de idade! E de guardar vídeos pornôs com crianças em seu celular, fato que a polícia constatou. O FIM DE UMA CARREIRA - Paraibano de Bananeiras, Zé Dumont ganhou fama pelo talento para fazer tipos populares. Atuou em novelas importantes da Televisão, como, "Nos Tempos do Imperador". E foi do elenco da primeira versão de "Pantanal". No filme, "O Homem que Virou Suco", vive um nordestino cuja vida pobre e anônima na construção civil do Sul o torna alguém invisível, como se nem sequer existisse. GLOBO DEMITIU NA HORA -Tão logo o fato veio à público a TV Globo demitiu José Dumont do elenco da novela Todas as Flores, que passa na Globo Play. O FIM

Orgulho Lésbico

 

Morre Rolando Boldrin

Informa o G1: O ator, cantor, compositor e apresentador da TV Cultura Rolando Boldrin morreu nesta quarta-feira aos 86 anos, em São Paulo. A causa da morte não foi informada. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein havia 2 meses. O velório será realizado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Com mais de 60 anos de carreira na TV, Rolando Boldrin apresentou o programa musical "Sr. Brasil" por 17 anos. "Ele tirou o Brasil da Gaveta' e fez coro com os artistas mais representativos de todas as regiões do país. Em seu programa, o cenário privilegiava os artesãos brasileiros e era circundado por imagens dos artistas que fizeram a nossa história, escrita, falada e cantada, e que já viajaram, muitos deles 'fora do combinado', conforme costumava dizer Rolando", diz nota da TV Cultura. Boldrin também fez carreira na teledramaturgia. Como ator, Rolando atuou em mais de 30 novelas, como “O Direito de Nascer”; “As Pupilas do Senhor Reitor”; “Os D

Postagens mais visitadas deste blog

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Após 13 anos, polícia prende envolvido em assalto ao BC de Fortaleza

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu hoje (14) Adelilno Angelim de Sousa Neto, de 36 anos, que participou de um dos maiores assaltos do Brasil: o furto ao Banco Central em Fortaleza, em 2005. Na ocasião, a quadrilha levou aproximadamente R$ 164 milhões do caixa-forte – o equivalente a três toneladas e meia de notas de dinheiro. Após 13 anos, o homem que fugiu do Ceará foi preso a 17 quilômetros do Plano Piloto – área central de Brasília. Adelino foi preso em casa, no Paranoá, bairro a 17 quilômetros do centro de Brasília, onde vivia há 5 anos. O homem, que vinha sendo monitorado pela Secretaria de Segurança Pública do DF, foi levado para o Complexo Penitenciário da Papuda e aguardará audiência de custódia. Não é a primeira vez que o suspeito é preso. Ele chegou a ser detido em Fortaleza, foi solto e depois houve um novo pedido de prisão. O furto ao Banco Central de Fortaleza, ficou conhecido no país como um crime cinematográfico. Segundo as investigações, 11 pessoas p

Ator José Dumont é preso

Informa o jornalista Cláudio Teran : POLÍCIA PRENDE ATOR JOSÉ DUMONT -Cadeia aos 72 anos. Preso em flagrante, nesta quinta-feira (15), ele é acusado de estupro de vulnerável e do grave crime de Pedofilia. Segundo informações da TV UOL, o artista é investigado por manter um relacionamento com um fã de 12 anos. 12 anos de idade! E de guardar vídeos pornôs com crianças em seu celular, fato que a polícia constatou. O FIM DE UMA CARREIRA - Paraibano de Bananeiras, Zé Dumont ganhou fama pelo talento para fazer tipos populares. Atuou em novelas importantes da Televisão, como, "Nos Tempos do Imperador". E foi do elenco da primeira versão de "Pantanal". No filme, "O Homem que Virou Suco", vive um nordestino cuja vida pobre e anônima na construção civil do Sul o torna alguém invisível, como se nem sequer existisse. GLOBO DEMITIU NA HORA -Tão logo o fato veio à público a TV Globo demitiu José Dumont do elenco da novela Todas as Flores, que passa na Globo Play. O FIM

Orgulho Lésbico

 

Morre Rolando Boldrin

Informa o G1: O ator, cantor, compositor e apresentador da TV Cultura Rolando Boldrin morreu nesta quarta-feira aos 86 anos, em São Paulo. A causa da morte não foi informada. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein havia 2 meses. O velório será realizado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Com mais de 60 anos de carreira na TV, Rolando Boldrin apresentou o programa musical "Sr. Brasil" por 17 anos. "Ele tirou o Brasil da Gaveta' e fez coro com os artistas mais representativos de todas as regiões do país. Em seu programa, o cenário privilegiava os artesãos brasileiros e era circundado por imagens dos artistas que fizeram a nossa história, escrita, falada e cantada, e que já viajaram, muitos deles 'fora do combinado', conforme costumava dizer Rolando", diz nota da TV Cultura. Boldrin também fez carreira na teledramaturgia. Como ator, Rolando atuou em mais de 30 novelas, como “O Direito de Nascer”; “As Pupilas do Senhor Reitor”; “Os D