Pular para o conteúdo principal

Ganhadores do Prêmio Academia Assaí'22

De acordo com dados da Global Entrepreneurship Monitor 2020, o contingente de mulheres empreendedoras atinge mais de 30 milhões de pessoas no Brasil. E os (as) vencedores (as) do Prêmio Academia Assaí 2022, que teve os seus resultados divulgados neste mês, refletem exatamente esse cenário. Dos (as) 15 vencedores (as) regionais, 13 foram mulheres. 

Para a 5ª edição do prêmio Academia Assaí Bons Negócios, o Assaí manteve o número de vagas, 1.500 participantes, no total (ampliado em dez vezes a partir de 2020, após o início da Pandemia de Covid-19), com o intuito de beneficiar um leque cada vez maior de micro e pequenos(as) empreendedores(as). Foram mais de 30 mil inscrições em todas as regiões do Brasil, um crescimento de 82% no número de inscritos(as) ante o ano anterior. Entre os(as) 1.500 premiados(as), 70% das pessoas se autodeclararam do gênero feminino e 70% se autodeclaram pretas ou pardas. No total, mais de R$ 850 mil foram distribuídos entre os(as) participantes ao longo de todo o Programa.

Fase Regional - As inscrições foram avaliadas considerando a regionalidade de cada participante, sendo Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sul e Sudeste, além das respectivas categorias do prêmio, que são: ponto de venda fixo, vendedor (a) ambulante e vendas por encomenda. Na etapa regional, os (as) participantes desenvolveram uma série de desafios ao longo da semana de capacitação online. O último desafio dessa fase era o envio de um vídeo sobre seu negócio. Os vídeos enviados foram avaliados por bancas regionais, que eram compostas por colaboradores (as), membros da imprensa e parceiros da Academia Assaí. Todos(as) os (as) 15 vencedores (as) regionais receberam R$ 4 mil em premiações das primeiras etapas do programa, além de telefone celular, capacitação online, assessoria individual em negócios e uma viagem à capital de São Paulo para uma imersão de uma semana em atividades da Academia Assaí.

Vencedores Nacionais 2022Com desembarque em São Paulo, os (as) 15 vencedores (as) regionais do Prêmio Academia Assaí 2022 iniciaram uma intensa Semana de Imersão, que, de forma dinâmica e acolhedora, reuniu atividades que possibilitaram reflexões e aprendizagem, aprimorando conhecimentos, desenvolvimento pessoal e comportamento empreendedor.

Durante a programação, os(as) vencedores(as) regionais tiveram um momento exclusivo, em um café da manhã, com diretores(as) do Assaí, seguiram para uma visita técnica à loja-modelo da empresa, além de uma palestra inspiradora com a chef Aline Chermoula, que é chefe de cozinha, pesquisadora da cozinha da diáspora africana pelas Américas, proprietária da Chermoula Cultura Culinária. Entre outras atividades ao longo do período, os(as) empreendedores(as) tiveram um dia especial na FGV em que olharam para as finanças dos seus negócios com Bia Santos, da Barkus Educacional; e também colocaram a mão na massa em uma ação em parceria com a Ekma, indústria de alimentos com mais de 50 anos de mercado. A agenda incluiu ainda a preparação para a apresentação que os(as) vencedores(as) regionais fizeram no dia da premiação final de Destaque Nacional e um jantar especial no premiado Restaurante Mocotó com direito a palestra do chef Rodrigo Oliveira.

Para chegar aos (às) três vencedores (as) nacionais, os (as) 15 vencedores (*as) regionais passaram por uma etapa final da premiação em São Paulo. Cada um (a) realizou uma apresentação para a banca de jurados(as) composta por representantes do Assaí Atacadista e especialistas na área de empreendedorismo, como Lina Maria Useche Kempf, co-fundadora da Aliança Empreendedora, organização sem fins lucrativos que apoia microempreendedores de comunidades através de parcerias com empresas, e Rodrigo Oliveira, chef dos restaurantes Mocotó, Balaio IMS e Caboco. Cada vencedor(a) nacional recebeu R$ 10 mil adicionais.

Dentre as histórias apresentadas, a determinação aparece juntamente com foco e visão de negócios. Esse é um cenário observado tanto por quem inicia um negócio por necessidade, como fonte primária de renda, como por quem também descobre uma oportunidade para empreender.

Foi o caso de Grazielle Ferreira da Silva, empreendedora da Veganos & Especiais - Culinária Inclusiva, de vendas por encomendas de Niterói, Rio de Janeiro. “Tudo começou em outubro de 2018, quando meu filho Nickolas foi diagnosticado com alergias alimentares. A partir deste momento nossas vidas mudaram radicalmente e tivemos que nos habituar com as diversas restrições. Nesse processo conheci o vegetarianismo e o veganismo onde me redescobri! Com a falta de opções e garantia de produtos 100% confiáveis, comecei a me reinventar na cozinha e criar as minhas receitas e a culinária inclusiva passou a fazer parte do meu coração”, conta. 

A profissional se especializou na área da confeitaria inclusiva, vegana, sem glúten e natural. Grazielle se inscreveu no prêmio Academia Assaí 2022 e foi escolhida como destaque na categoria vendas por encomendas, representando a região Sudeste. “O prêmio é imensamente importante para mim e evidencia a representatividade das pessoas com restrições alimentares e as pessoas da minha comunidade. Com o valor, vou aprimorar e investir ainda mais no meu negócio para alcançar o sonho de ter um ponto físico”, reforça.

No caso de Josenilda Silva dos Santos, do Maná da Nilda, vendedora ambulante no bairro do Uruguai, em Salvador, na Bahia, suas quentinhas viraram o sustento da família. Nilda, como é conhecida carinhosamente, passou a vender e entregar marmitas para os moradores do seu bairro. A experiência de participar do Prêmio Academia Assaí e da Semana de Imersão foi ainda mais emocionante porque a viagem até São Paulo foi a primeira viagem de avião. “A Academia Assaí me proporcionou um momento surreal. Estou muito feliz com tudo o que está acontecendo. Ganhar como destaque e ser reconhecida pelo meu trabalho, além de representar o Nordeste é gratificante para mim”, afirma a empreendedora.

Felipe Rossini Carvalho, do Pão do Rei, também foi um dos vencedores nacionais da premiação, na categoria ponto de venda fixo. Depois de um período de dificuldades, em que precisou fechar negócios anteriores, Felipe se reinventou. Ele, que nunca tinha feito pão antes, buscou receitas da internet e descobriu um novo talento – e com isso abriu um negócio chamado Pão do Rei, em Curitiba (PR). “Fazer pão foi uma paixão que eu descobri e que não vou mais largar. O prêmio Academia Assaí é o reconhecimento de todo o nosso esforço e incentiva o micro e pequeno empreendedor a não desistir dos seus sonhos”, comenta.

O Prêmio Academia Assaí é uma realização da Academia Assaí, programa do Assaí Atacadista que oferece conteúdo, informação e dicas para apoiar os(as) micro e pequenos empreendedores (as) do setor alimentício de todo o Brasil, através de uma plataforma gratuita, e que agora passa a fazer parte dos projetos do recém-criado Instituto Assaí, a organização social e independente da Companhia. Todo o conteúdo é gratuito e acessível para qualquer profissional, basta acessar: www.academiaassai.com.br.

Sobre o Assaí Atacadista - O Assaí é uma empresa de atacarejo que atende pequenos(as) e médios comerciantes e consumidores (as) em geral que buscam economia tanto na compra de itens unitários, como em grande volume. Com crescimento de 15,8% em receita bruta em 2021, está presente nas cinco regiões do País com mais de 230 lojas distribuídas em 23 estados (mais o Distrito Federal). Possui mais de 60 mil colaboradores(as) e, mensalmente, recebe 30 milhões de clientes em suas lojas. Em 2022, o Assaí foi considerado o melhor atacadista em duas pesquisas realizadas pelo Instituto Datafolha: “Os Melhores de São Paulo - Serviços” (em que vence por 7 anos consecutivos); e “O Melhor da Internet no Brasil”. Também foi eleita a melhor empresa do ramo de Comércio Varejista do Valor 1000, anuário realizado pelo jornal Valor Econômico, e recebeu a certificação Great Place to Work. O Assaí está entre as 15 marcas mais valiosas do País em Ranking anual promovido pela Brand Finance.

Sobre o Instituto Assaí Atacadista O Instituto Assaí é o braço social do Assaí Atacadista. Criado em 2022, ele mantém a tradição da Companhia em realizar ações sociais, entre elas o fomento a ao microempreendedorismo no setor de alimentos em regiões de vulnerabilidade social pelo Brasil. Assim, o Instituto nasce com o propósito de promover oportunidades e caminhos de prosperidade para o desenvolvimento de pessoas e de comunidades em todo o país. Isso é realizado por meio de iniciativas em: empreendedorismo, alimentação e ou esporte. Uma das inciativas mais reconhecidas é o Prêmio Academia Assaí Bons Negócios, atualmente na 5ª edição. 

Com informações da:


Relacionamento com a Imprensa:

Ana Peyroton (85) 99944.2005 e Lia De Carli (85) 99624.4254

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Após 13 anos, polícia prende envolvido em assalto ao BC de Fortaleza

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu hoje (14) Adelilno Angelim de Sousa Neto, de 36 anos, que participou de um dos maiores assaltos do Brasil: o furto ao Banco Central em Fortaleza, em 2005. Na ocasião, a quadrilha levou aproximadamente R$ 164 milhões do caixa-forte – o equivalente a três toneladas e meia de notas de dinheiro. Após 13 anos, o homem que fugiu do Ceará foi preso a 17 quilômetros do Plano Piloto – área central de Brasília. Adelino foi preso em casa, no Paranoá, bairro a 17 quilômetros do centro de Brasília, onde vivia há 5 anos. O homem, que vinha sendo monitorado pela Secretaria de Segurança Pública do DF, foi levado para o Complexo Penitenciário da Papuda e aguardará audiência de custódia. Não é a primeira vez que o suspeito é preso. Ele chegou a ser detido em Fortaleza, foi solto e depois houve um novo pedido de prisão. O furto ao Banco Central de Fortaleza, ficou conhecido no país como um crime cinematográfico. Segundo as investigações, 11 pessoas p

Orgulho Lésbico

 

Ator José Dumont é preso

Informa o jornalista Cláudio Teran : POLÍCIA PRENDE ATOR JOSÉ DUMONT -Cadeia aos 72 anos. Preso em flagrante, nesta quinta-feira (15), ele é acusado de estupro de vulnerável e do grave crime de Pedofilia. Segundo informações da TV UOL, o artista é investigado por manter um relacionamento com um fã de 12 anos. 12 anos de idade! E de guardar vídeos pornôs com crianças em seu celular, fato que a polícia constatou. O FIM DE UMA CARREIRA - Paraibano de Bananeiras, Zé Dumont ganhou fama pelo talento para fazer tipos populares. Atuou em novelas importantes da Televisão, como, "Nos Tempos do Imperador". E foi do elenco da primeira versão de "Pantanal". No filme, "O Homem que Virou Suco", vive um nordestino cuja vida pobre e anônima na construção civil do Sul o torna alguém invisível, como se nem sequer existisse. GLOBO DEMITIU NA HORA -Tão logo o fato veio à público a TV Globo demitiu José Dumont do elenco da novela Todas as Flores, que passa na Globo Play. O FIM

Morre Rolando Boldrin

Informa o G1: O ator, cantor, compositor e apresentador da TV Cultura Rolando Boldrin morreu nesta quarta-feira aos 86 anos, em São Paulo. A causa da morte não foi informada. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein havia 2 meses. O velório será realizado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Com mais de 60 anos de carreira na TV, Rolando Boldrin apresentou o programa musical "Sr. Brasil" por 17 anos. "Ele tirou o Brasil da Gaveta' e fez coro com os artistas mais representativos de todas as regiões do país. Em seu programa, o cenário privilegiava os artesãos brasileiros e era circundado por imagens dos artistas que fizeram a nossa história, escrita, falada e cantada, e que já viajaram, muitos deles 'fora do combinado', conforme costumava dizer Rolando", diz nota da TV Cultura. Boldrin também fez carreira na teledramaturgia. Como ator, Rolando atuou em mais de 30 novelas, como “O Direito de Nascer”; “As Pupilas do Senhor Reitor”; “Os D

Postagens mais visitadas deste blog

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Após 13 anos, polícia prende envolvido em assalto ao BC de Fortaleza

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu hoje (14) Adelilno Angelim de Sousa Neto, de 36 anos, que participou de um dos maiores assaltos do Brasil: o furto ao Banco Central em Fortaleza, em 2005. Na ocasião, a quadrilha levou aproximadamente R$ 164 milhões do caixa-forte – o equivalente a três toneladas e meia de notas de dinheiro. Após 13 anos, o homem que fugiu do Ceará foi preso a 17 quilômetros do Plano Piloto – área central de Brasília. Adelino foi preso em casa, no Paranoá, bairro a 17 quilômetros do centro de Brasília, onde vivia há 5 anos. O homem, que vinha sendo monitorado pela Secretaria de Segurança Pública do DF, foi levado para o Complexo Penitenciário da Papuda e aguardará audiência de custódia. Não é a primeira vez que o suspeito é preso. Ele chegou a ser detido em Fortaleza, foi solto e depois houve um novo pedido de prisão. O furto ao Banco Central de Fortaleza, ficou conhecido no país como um crime cinematográfico. Segundo as investigações, 11 pessoas p

Orgulho Lésbico

 

Ator José Dumont é preso

Informa o jornalista Cláudio Teran : POLÍCIA PRENDE ATOR JOSÉ DUMONT -Cadeia aos 72 anos. Preso em flagrante, nesta quinta-feira (15), ele é acusado de estupro de vulnerável e do grave crime de Pedofilia. Segundo informações da TV UOL, o artista é investigado por manter um relacionamento com um fã de 12 anos. 12 anos de idade! E de guardar vídeos pornôs com crianças em seu celular, fato que a polícia constatou. O FIM DE UMA CARREIRA - Paraibano de Bananeiras, Zé Dumont ganhou fama pelo talento para fazer tipos populares. Atuou em novelas importantes da Televisão, como, "Nos Tempos do Imperador". E foi do elenco da primeira versão de "Pantanal". No filme, "O Homem que Virou Suco", vive um nordestino cuja vida pobre e anônima na construção civil do Sul o torna alguém invisível, como se nem sequer existisse. GLOBO DEMITIU NA HORA -Tão logo o fato veio à público a TV Globo demitiu José Dumont do elenco da novela Todas as Flores, que passa na Globo Play. O FIM

Morre Rolando Boldrin

Informa o G1: O ator, cantor, compositor e apresentador da TV Cultura Rolando Boldrin morreu nesta quarta-feira aos 86 anos, em São Paulo. A causa da morte não foi informada. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein havia 2 meses. O velório será realizado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Com mais de 60 anos de carreira na TV, Rolando Boldrin apresentou o programa musical "Sr. Brasil" por 17 anos. "Ele tirou o Brasil da Gaveta' e fez coro com os artistas mais representativos de todas as regiões do país. Em seu programa, o cenário privilegiava os artesãos brasileiros e era circundado por imagens dos artistas que fizeram a nossa história, escrita, falada e cantada, e que já viajaram, muitos deles 'fora do combinado', conforme costumava dizer Rolando", diz nota da TV Cultura. Boldrin também fez carreira na teledramaturgia. Como ator, Rolando atuou em mais de 30 novelas, como “O Direito de Nascer”; “As Pupilas do Senhor Reitor”; “Os D