Pular para o conteúdo principal

Lançada coleção 'Praia de Iracema, Memória, Afeto e Resistência'


O Projeto Artesanato em Rede fomenta o empreendedorismo feminino, reforçando a importância da atuação em rede como estratégia para fortalecer a autoestima e a força competitiva de artesãs no Mercado Criativo de Fortaleza.

A partir de um ciclo formativo potente envolvendo diversos níveis de capacitação, dezessete mulheres, foram encorajadas a desenvolver a coleção de moda e acessórios “Praia de Iracema, Memória, Afeto e Resistência”, utilizando técnicas em Macramê, Crochê e Fuxico.

A Coleção “Praia de Iracema, Memória, Afeto e Resistência” retrata a relação de pertencimento de onze mulheres com o bairro que habitam . “Não é apenas uma coleção de moda e acessórios, mas um registro poético sobre a diversidade cultural da Praia de Iracema. Cada peça carrega consigo a memória afetiva das artesãs , seus costumes, sua ancestralidade.” explica Vivi Façanha, coordenadora do projeto Artesanato em Rede.

As tramas foram unidas manualmente para confeccionar camisetas, saias, bermudas, quimonos, brincos, bolsas, cintos e outros acessórios de moda. Vale destacar a “Camiseta Pescadores de Iracema”, feita pela artesã Jack Lima. Para produzir essa peça, Jack se inspirou nos povos do mar e decidiu fazer uma homenagem aos pescadores de sua família e da sua comunidade. Com design minimalista, a camiseta promete ser “um bem na terra, um bem no mar”, explica a artesã.

As peças estão disponíveis na Loja Colabora (@lojacolabora) e/ou podem ser encomendadas diretamente com as artesãs. O contato de cada uma delas está no catálogo on-line, dentro do link na bio do Instagram da Rede Cria (@redecria). É importante lembrar que, a Rede Cria não comercializa e não recebe nenhum valor pela comercialização da produção artística das mulheres beneficiadas pelo projeto. O valor resultante da venda dos produtos é cem por cento destinado às artesãs.

Artesanato em Rede - O projeto ARTESANATO EM REDE conta com o apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura no 13.811, de 16 de agosto de 2006, tem o apoio cultural do Instituto Iracema, Secretaria da Cultura de Fortaleza, Fortaleza Cidade Criativa e Unesco, Produção Executiva da Grão de Guará – Ideias Culturais, Patrocínio do Instituto Precisa Ser + FARM. Nesta edição, nossos agradecimentos à Enel Distribuição Ceará que também acreditou no potencial criativo dessa iniciativa.

As atividades do projeto tiveram início no mês de junho deste ano, através de um mapeamento cultural que identificou o perfil socioeconômico, saberes e fazeres artísticos, demandas e anseios de 17 mulheres domiciliadas na comunidade Graviola. Os indicadores quantitativos e qualitativos coletados nessa pesquisa nortearam a construção de um planejamento pedagógico que contou com um ciclo de dois meses de oficinas e workshops nas áreas de precificação, empreendedorismo, marketing, sustentabilidade, feiras criativas, além de consultorias na área de design.

Sobre a Rede Cria - A REDE CRIA possui como premissa contribuir para a construção de um Ceará inclusivo, que estimula e apoia cidadãos e cidadãs a desenvolverem suas habilidades criativas. Em três anos, a instituição realizou oito projetos, beneficiando diretamente 242 mulheres e crianças domiciliadas nas cidades de Fortaleza, Pacatuba e Caucaia. A Rede Cria acredita na força do colaborativo e na potência do feminino como agente de transformação social sustentável.

Conheça as artesãs 


Jack Lima-Jack Lima aprendeu crochê com sua avó, mãe e tias. A artesã lembra com saudade e carinho dos momentos em que bordavam juntas varandas de redes. Moradora da comunidade Graviola, conheceu a REDE CRIA em 2020 e foi incentivada a potencializar suas habilidades criativas para empreender coletivamente no projeto, onde fez amigas e vem se afirmando como crocheteira.

Judite dos Santos-Judite faz crochê desde os 10 anos. Aprendeu com mulheres de sua família. A artesã também empreende no “Tapioca Diversa”, carrinho de lanches famoso na Rua Gonçalves Lêdo, no bairro Praia de Iracema. Através do Projeto ARTESANATO EM REDE, a artesã aprimorou seu conhecimento e fortaleceu sua autoestima.

Lilian Soares-Lilian desenvolve trabalhos artesanais há mais de 30 anos, mas não se sentia confiante para comercializar sua produção artística. O Projeto ARTESANATO EM REDE propiciou à artesã ingressar em um ciclo de dois meses de formação nas áreas de design e gestão de negócios. Com a autoestima renovada, hoje, Lilian sente-se preparada para empreender através de sua arte.

Maria Brígida-Dona Brígida é professora aposentada e sempre fez artesanato para presentear vizinhos e parentes. Colecionadora de certificados, nossa professora ama aprender. A artesã desenvolveu o brinco “Escultura do Barquinho” para a Coleção Praia de Iracema: Memória, Afeto e Resistência.

Magda Sena-Magna é moradora da Praia de Iracema há mais de 50 anos. Aprendeu macramê no Ateliê de Criação do Projeto ARTESANATO EM REDE. Seu talento e desenvoltura inspiraram a criação do cinto Maré, uma peça que tem como inspiração as ondas dos verdes mares de Iracema.

Raimunda Nunes-Raimunda é dona de casa e moradora da comunidade Graviola. A artesã atribui à REDE CRIA seu primeiro contato com o crochê, técnica pela qual é apaixonada. Ela faz parte do projeto desde 2020 e para a dona Raimunda “a melhor coisa que existe” é imaginar, produzir e vender seus produtos.

Romene Pinheiro-Romene é pedagoga aposentada e sempre trabalhou com crochê, bordado e biscuit. Durante um curso do projeto ARTESANATO EM REDE, ela se apaixonou pelo macramê. Residente na Praia de Iracema há 30 anos, a artesã está animada em difundir sua produção artística através da coleção “Praia de Iracema Memória, Afeto e Resistência”.

Sandra Duarte-Sandra é dona de casa e moradora da comunidade Graviola. Foi por meio das capacitações promovidas pela REDE CRIA, que ela teve seu primeiro contato com o crochê. Na coleção “Praia de Iracema Memória, Afeto e Resistência”, Sandra idealizou o brinco Marisol, em homenagem à sua sobrinha Mariane. Apaixonada pelo mar, “Mari” como é carinhosamente chamada pela tia, representa o amor da família pela Praia de Iracema.

Valdízia Tavares-Dona Valdizia trabalhou por muito tempo como costureira. Na comunidade Graviola, era conhecida por fazer “acertos e consertos” de peças. Apaixonou-se pelo macramê em um curso promovido pelo projeto ARTESANATO EM REDE. Foi sua paixão pela técnica ancestral que a inspirou a conceber lindos colares para a coleção Praia de Iracema, Memória, Afeto e Resistência.

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Após 13 anos, polícia prende envolvido em assalto ao BC de Fortaleza

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu hoje (14) Adelilno Angelim de Sousa Neto, de 36 anos, que participou de um dos maiores assaltos do Brasil: o furto ao Banco Central em Fortaleza, em 2005. Na ocasião, a quadrilha levou aproximadamente R$ 164 milhões do caixa-forte – o equivalente a três toneladas e meia de notas de dinheiro. Após 13 anos, o homem que fugiu do Ceará foi preso a 17 quilômetros do Plano Piloto – área central de Brasília. Adelino foi preso em casa, no Paranoá, bairro a 17 quilômetros do centro de Brasília, onde vivia há 5 anos. O homem, que vinha sendo monitorado pela Secretaria de Segurança Pública do DF, foi levado para o Complexo Penitenciário da Papuda e aguardará audiência de custódia. Não é a primeira vez que o suspeito é preso. Ele chegou a ser detido em Fortaleza, foi solto e depois houve um novo pedido de prisão. O furto ao Banco Central de Fortaleza, ficou conhecido no país como um crime cinematográfico. Segundo as investigações, 11 pessoas p

Orgulho Lésbico

 

Morre Rolando Boldrin

Informa o G1: O ator, cantor, compositor e apresentador da TV Cultura Rolando Boldrin morreu nesta quarta-feira aos 86 anos, em São Paulo. A causa da morte não foi informada. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein havia 2 meses. O velório será realizado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Com mais de 60 anos de carreira na TV, Rolando Boldrin apresentou o programa musical "Sr. Brasil" por 17 anos. "Ele tirou o Brasil da Gaveta' e fez coro com os artistas mais representativos de todas as regiões do país. Em seu programa, o cenário privilegiava os artesãos brasileiros e era circundado por imagens dos artistas que fizeram a nossa história, escrita, falada e cantada, e que já viajaram, muitos deles 'fora do combinado', conforme costumava dizer Rolando", diz nota da TV Cultura. Boldrin também fez carreira na teledramaturgia. Como ator, Rolando atuou em mais de 30 novelas, como “O Direito de Nascer”; “As Pupilas do Senhor Reitor”; “Os D

Ator José Dumont é preso

Informa o jornalista Cláudio Teran : POLÍCIA PRENDE ATOR JOSÉ DUMONT -Cadeia aos 72 anos. Preso em flagrante, nesta quinta-feira (15), ele é acusado de estupro de vulnerável e do grave crime de Pedofilia. Segundo informações da TV UOL, o artista é investigado por manter um relacionamento com um fã de 12 anos. 12 anos de idade! E de guardar vídeos pornôs com crianças em seu celular, fato que a polícia constatou. O FIM DE UMA CARREIRA - Paraibano de Bananeiras, Zé Dumont ganhou fama pelo talento para fazer tipos populares. Atuou em novelas importantes da Televisão, como, "Nos Tempos do Imperador". E foi do elenco da primeira versão de "Pantanal". No filme, "O Homem que Virou Suco", vive um nordestino cuja vida pobre e anônima na construção civil do Sul o torna alguém invisível, como se nem sequer existisse. GLOBO DEMITIU NA HORA -Tão logo o fato veio à público a TV Globo demitiu José Dumont do elenco da novela Todas as Flores, que passa na Globo Play. O FIM

Postagens mais visitadas deste blog

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Após 13 anos, polícia prende envolvido em assalto ao BC de Fortaleza

A Polícia Militar do Distrito Federal prendeu hoje (14) Adelilno Angelim de Sousa Neto, de 36 anos, que participou de um dos maiores assaltos do Brasil: o furto ao Banco Central em Fortaleza, em 2005. Na ocasião, a quadrilha levou aproximadamente R$ 164 milhões do caixa-forte – o equivalente a três toneladas e meia de notas de dinheiro. Após 13 anos, o homem que fugiu do Ceará foi preso a 17 quilômetros do Plano Piloto – área central de Brasília. Adelino foi preso em casa, no Paranoá, bairro a 17 quilômetros do centro de Brasília, onde vivia há 5 anos. O homem, que vinha sendo monitorado pela Secretaria de Segurança Pública do DF, foi levado para o Complexo Penitenciário da Papuda e aguardará audiência de custódia. Não é a primeira vez que o suspeito é preso. Ele chegou a ser detido em Fortaleza, foi solto e depois houve um novo pedido de prisão. O furto ao Banco Central de Fortaleza, ficou conhecido no país como um crime cinematográfico. Segundo as investigações, 11 pessoas p

Orgulho Lésbico

 

Morre Rolando Boldrin

Informa o G1: O ator, cantor, compositor e apresentador da TV Cultura Rolando Boldrin morreu nesta quarta-feira aos 86 anos, em São Paulo. A causa da morte não foi informada. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein havia 2 meses. O velório será realizado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Com mais de 60 anos de carreira na TV, Rolando Boldrin apresentou o programa musical "Sr. Brasil" por 17 anos. "Ele tirou o Brasil da Gaveta' e fez coro com os artistas mais representativos de todas as regiões do país. Em seu programa, o cenário privilegiava os artesãos brasileiros e era circundado por imagens dos artistas que fizeram a nossa história, escrita, falada e cantada, e que já viajaram, muitos deles 'fora do combinado', conforme costumava dizer Rolando", diz nota da TV Cultura. Boldrin também fez carreira na teledramaturgia. Como ator, Rolando atuou em mais de 30 novelas, como “O Direito de Nascer”; “As Pupilas do Senhor Reitor”; “Os D

Ator José Dumont é preso

Informa o jornalista Cláudio Teran : POLÍCIA PRENDE ATOR JOSÉ DUMONT -Cadeia aos 72 anos. Preso em flagrante, nesta quinta-feira (15), ele é acusado de estupro de vulnerável e do grave crime de Pedofilia. Segundo informações da TV UOL, o artista é investigado por manter um relacionamento com um fã de 12 anos. 12 anos de idade! E de guardar vídeos pornôs com crianças em seu celular, fato que a polícia constatou. O FIM DE UMA CARREIRA - Paraibano de Bananeiras, Zé Dumont ganhou fama pelo talento para fazer tipos populares. Atuou em novelas importantes da Televisão, como, "Nos Tempos do Imperador". E foi do elenco da primeira versão de "Pantanal". No filme, "O Homem que Virou Suco", vive um nordestino cuja vida pobre e anônima na construção civil do Sul o torna alguém invisível, como se nem sequer existisse. GLOBO DEMITIU NA HORA -Tão logo o fato veio à público a TV Globo demitiu José Dumont do elenco da novela Todas as Flores, que passa na Globo Play. O FIM