Pular para o conteúdo principal

Lançada coleção 'Praia de Iracema, Memória, Afeto e Resistência'


O Projeto Artesanato em Rede fomenta o empreendedorismo feminino, reforçando a importância da atuação em rede como estratégia para fortalecer a autoestima e a força competitiva de artesãs no Mercado Criativo de Fortaleza.

A partir de um ciclo formativo potente envolvendo diversos níveis de capacitação, dezessete mulheres, foram encorajadas a desenvolver a coleção de moda e acessórios “Praia de Iracema, Memória, Afeto e Resistência”, utilizando técnicas em Macramê, Crochê e Fuxico.

A Coleção “Praia de Iracema, Memória, Afeto e Resistência” retrata a relação de pertencimento de onze mulheres com o bairro que habitam . “Não é apenas uma coleção de moda e acessórios, mas um registro poético sobre a diversidade cultural da Praia de Iracema. Cada peça carrega consigo a memória afetiva das artesãs , seus costumes, sua ancestralidade.” explica Vivi Façanha, coordenadora do projeto Artesanato em Rede.

As tramas foram unidas manualmente para confeccionar camisetas, saias, bermudas, quimonos, brincos, bolsas, cintos e outros acessórios de moda. Vale destacar a “Camiseta Pescadores de Iracema”, feita pela artesã Jack Lima. Para produzir essa peça, Jack se inspirou nos povos do mar e decidiu fazer uma homenagem aos pescadores de sua família e da sua comunidade. Com design minimalista, a camiseta promete ser “um bem na terra, um bem no mar”, explica a artesã.

As peças estão disponíveis na Loja Colabora (@lojacolabora) e/ou podem ser encomendadas diretamente com as artesãs. O contato de cada uma delas está no catálogo on-line, dentro do link na bio do Instagram da Rede Cria (@redecria). É importante lembrar que, a Rede Cria não comercializa e não recebe nenhum valor pela comercialização da produção artística das mulheres beneficiadas pelo projeto. O valor resultante da venda dos produtos é cem por cento destinado às artesãs.

Artesanato em Rede - O projeto ARTESANATO EM REDE conta com o apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura no 13.811, de 16 de agosto de 2006, tem o apoio cultural do Instituto Iracema, Secretaria da Cultura de Fortaleza, Fortaleza Cidade Criativa e Unesco, Produção Executiva da Grão de Guará – Ideias Culturais, Patrocínio do Instituto Precisa Ser + FARM. Nesta edição, nossos agradecimentos à Enel Distribuição Ceará que também acreditou no potencial criativo dessa iniciativa.

As atividades do projeto tiveram início no mês de junho deste ano, através de um mapeamento cultural que identificou o perfil socioeconômico, saberes e fazeres artísticos, demandas e anseios de 17 mulheres domiciliadas na comunidade Graviola. Os indicadores quantitativos e qualitativos coletados nessa pesquisa nortearam a construção de um planejamento pedagógico que contou com um ciclo de dois meses de oficinas e workshops nas áreas de precificação, empreendedorismo, marketing, sustentabilidade, feiras criativas, além de consultorias na área de design.

Sobre a Rede Cria - A REDE CRIA possui como premissa contribuir para a construção de um Ceará inclusivo, que estimula e apoia cidadãos e cidadãs a desenvolverem suas habilidades criativas. Em três anos, a instituição realizou oito projetos, beneficiando diretamente 242 mulheres e crianças domiciliadas nas cidades de Fortaleza, Pacatuba e Caucaia. A Rede Cria acredita na força do colaborativo e na potência do feminino como agente de transformação social sustentável.

Conheça as artesãs 


Jack Lima-Jack Lima aprendeu crochê com sua avó, mãe e tias. A artesã lembra com saudade e carinho dos momentos em que bordavam juntas varandas de redes. Moradora da comunidade Graviola, conheceu a REDE CRIA em 2020 e foi incentivada a potencializar suas habilidades criativas para empreender coletivamente no projeto, onde fez amigas e vem se afirmando como crocheteira.

Judite dos Santos-Judite faz crochê desde os 10 anos. Aprendeu com mulheres de sua família. A artesã também empreende no “Tapioca Diversa”, carrinho de lanches famoso na Rua Gonçalves Lêdo, no bairro Praia de Iracema. Através do Projeto ARTESANATO EM REDE, a artesã aprimorou seu conhecimento e fortaleceu sua autoestima.

Lilian Soares-Lilian desenvolve trabalhos artesanais há mais de 30 anos, mas não se sentia confiante para comercializar sua produção artística. O Projeto ARTESANATO EM REDE propiciou à artesã ingressar em um ciclo de dois meses de formação nas áreas de design e gestão de negócios. Com a autoestima renovada, hoje, Lilian sente-se preparada para empreender através de sua arte.

Maria Brígida-Dona Brígida é professora aposentada e sempre fez artesanato para presentear vizinhos e parentes. Colecionadora de certificados, nossa professora ama aprender. A artesã desenvolveu o brinco “Escultura do Barquinho” para a Coleção Praia de Iracema: Memória, Afeto e Resistência.

Magda Sena-Magna é moradora da Praia de Iracema há mais de 50 anos. Aprendeu macramê no Ateliê de Criação do Projeto ARTESANATO EM REDE. Seu talento e desenvoltura inspiraram a criação do cinto Maré, uma peça que tem como inspiração as ondas dos verdes mares de Iracema.

Raimunda Nunes-Raimunda é dona de casa e moradora da comunidade Graviola. A artesã atribui à REDE CRIA seu primeiro contato com o crochê, técnica pela qual é apaixonada. Ela faz parte do projeto desde 2020 e para a dona Raimunda “a melhor coisa que existe” é imaginar, produzir e vender seus produtos.

Romene Pinheiro-Romene é pedagoga aposentada e sempre trabalhou com crochê, bordado e biscuit. Durante um curso do projeto ARTESANATO EM REDE, ela se apaixonou pelo macramê. Residente na Praia de Iracema há 30 anos, a artesã está animada em difundir sua produção artística através da coleção “Praia de Iracema Memória, Afeto e Resistência”.

Sandra Duarte-Sandra é dona de casa e moradora da comunidade Graviola. Foi por meio das capacitações promovidas pela REDE CRIA, que ela teve seu primeiro contato com o crochê. Na coleção “Praia de Iracema Memória, Afeto e Resistência”, Sandra idealizou o brinco Marisol, em homenagem à sua sobrinha Mariane. Apaixonada pelo mar, “Mari” como é carinhosamente chamada pela tia, representa o amor da família pela Praia de Iracema.

Valdízia Tavares-Dona Valdizia trabalhou por muito tempo como costureira. Na comunidade Graviola, era conhecida por fazer “acertos e consertos” de peças. Apaixonou-se pelo macramê em um curso promovido pelo projeto ARTESANATO EM REDE. Foi sua paixão pela técnica ancestral que a inspirou a conceber lindos colares para a coleção Praia de Iracema, Memória, Afeto e Resistência.

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Futricas Cearenses

Na edição 1448, de 15 a 20 de fevereiro de 2024, do Jornalistas & Cia.

Beto Studart e Fernando Ximenes lançam Campanha Coisas Boas do Brasil

Empresários Beto Studart- @betostudart   e Fernando Ximenes- @fernandoximenes8   lançam pelo Instagram a Campanha 'Coisas Boas do Brasil'. - As Energias Renováveis são Coisas Boas do Brasil, sendo nosso País campeão mundial em Energias Renováveis", destaca a Campanha. Brasil gerou 70.206 megawatts médios de Energia em 2023 a partir das suas Usinas Hidrelétricas, Eólicas, Solares, Biomassa e Biogás esse volume representa 93,1% de toda a Eletricidade produzida em 2023 no Sistema Interligado Nacional de Energia Elétrica (SIN), o maior porcentual do Mundo. Nenhum País do Mundo produz 93,1% de sua carga com Energias Renováveis. Muitos Países tentam chegar a 30%, além das Fontes Eólicas, Hidroelétricas e Solares. As Fontes Energéticas Renováveis do Agronegócio são: Biomassa. Biogás.  Em nenhum País do Mundo, existe tanta potencialidade e ambas têm muita energia e potencial para explorar. - Em pouco tempo, o Brasil terá superavit com Energias através de suas Fontes Renovaveis: B

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Futricas Cearenses

Na edição 1448, de 15 a 20 de fevereiro de 2024, do Jornalistas & Cia.

Beto Studart e Fernando Ximenes lançam Campanha Coisas Boas do Brasil

Empresários Beto Studart- @betostudart   e Fernando Ximenes- @fernandoximenes8   lançam pelo Instagram a Campanha 'Coisas Boas do Brasil'. - As Energias Renováveis são Coisas Boas do Brasil, sendo nosso País campeão mundial em Energias Renováveis", destaca a Campanha. Brasil gerou 70.206 megawatts médios de Energia em 2023 a partir das suas Usinas Hidrelétricas, Eólicas, Solares, Biomassa e Biogás esse volume representa 93,1% de toda a Eletricidade produzida em 2023 no Sistema Interligado Nacional de Energia Elétrica (SIN), o maior porcentual do Mundo. Nenhum País do Mundo produz 93,1% de sua carga com Energias Renováveis. Muitos Países tentam chegar a 30%, além das Fontes Eólicas, Hidroelétricas e Solares. As Fontes Energéticas Renováveis do Agronegócio são: Biomassa. Biogás.  Em nenhum País do Mundo, existe tanta potencialidade e ambas têm muita energia e potencial para explorar. - Em pouco tempo, o Brasil terá superavit com Energias através de suas Fontes Renovaveis: B