Pular para o conteúdo principal

Festival Ceará Sem Fome

 

Com o tempero da alegria e programação diversa, o Festival Ceará Sem Fome, realizado neste sábado (15/6), em Fortaleza, evidenciou o primeiro ano de execução do programa estadual que é referência nacional no combate à fome. O Festival reuniu, no Centro de Eventos, milhares de pessoas, entre autoridades, voluntários das cozinhas do programa e público em geral.
O evento teve espaços e atividades que exaltaram a culinária popular, a alimentação saudável e o aproveitamento eficiente dos alimentos. Centenas de voluntários das cozinhas do Ceará Sem Fome foram os verdadeiros protagonistas. Eles e elas mostraram que união e entusiasmo também são ingredientes indispensáveis para garantir a segurança alimentar de milhares de cearenses.
A programação contou com as presenças da culinarista e apresentadora, Bela Gil, e da empreendedora social e fundadora do projeto Favela Orgânica, Regina Tchelly. As atividades foram realizadas nos seguintes stands: Ceará Sem Fome; Padaria Show; Cozinha Show; Cozinha em Movimento; Parceiros do Movimento; Agricultura Familiar; e Praça de alimentação.
Como disse Francisco Wellington, 28 anos, voluntário da cozinha Paróquia Senhora Santana, no município de Independência, o Festival demonstra como é o dia a dia nas cozinhas. “É uma mistura essencial de cheiros e sabores tendo o amor como principal tempero. É o melhor tempero que tem”, frisou o cozinheiro que chegou bem cedo para ajudar a preparar as 2 mil refeições que puderam ser degustadas na Cozinha em Movimento.
 Atraídas ao Festival pelo tema, as amigas e estudantes de gastronomia Jéssica Souza, 31, e Talita Ribeiro, 38, avaliam que o Ceará Sem Fome representa justiça social e criatividade.

“Vi bastante coisa que eu não conhecia e achei muito interessante o fornecimento de alimentos orgânicos das cooperativas para o programa, além das instituições parceiras”, citou Jéssica Souza, que gostou bastante do stand Agricultura Familiar.
“A fome é cruel, só sabe quem passa. E o Ceará Sem Fome mostra nesse evento o trabalho de reaproveitamento de alimentos que ainda estão bons para consumo e podem ser desidratados, para que não haja desperdício. Colocando isso, podemos ampliar muito as possibilidades de alimentação”, completou Talita.
A força das cozinhas

O Ceará Sem Fome tem 1.080 cozinhas distribuídas em todas as regiões do estado, produzindo mais de 100 mil refeições diárias para pessoas em situação de vulnerabilidade social. Além disso, o cartão do programa beneficia cerca de 53 mil famílias que recebem, mensalmente, o valor de R$ 300 para aquisição de alimentos. Mais de 3 mil estabelecimentos estão credenciados.
Presente no evento, o governador Elmano de Freitas visitou os stands e anunciou ampliação no programa que tem cerca de R$ 400 milhões em investimento. “Nós estamos discutindo a ampliação do número de cozinhas e beneficiários. Queremos ampliar a partir de julho. Enquanto tiver cearense passando fome, vai ter apoio às cozinhas”, afirmou.
A força das cozinhas para o êxito do programa foi destacada pela primeira-dama do Estado e presidente do Comitê Intersetorial de Governança do Ceará Sem Fome, Lia de Freitas. “Mais de 2 mil mulheres e homens fazem as 100 mil refeições. Trouxemos todos para o Festival, sendo 120 delas selecionadas para produzir as refeições aqui. Essa ação é para mostrar que tem qualidade, sabor, amor e solidariedade”, enfatizou.
O momento, segundo ela, também serviu para celebrar os resultados com a sociedade civil e os parceiros. Em sete meses de cozinhas em funcionamento, mais de 13 milhões de refeições foram entregues. “Um Ceará Sem Fome só é possível com a união dos poderes, das igrejas, iniciativa privada. Celebramos hoje o grande Pacto por um Ceará Sem Fome”, acrescentou Lia de Freitas.

A Padaria Show mostrou que, além da distribuição de refeições e o cartão para aquisição de alimentos, o Ceará Sem Fome tem como estratégia a capacitação e empregabilidade.
O espaço contou com cozinheiros(as) que repassam conhecimentos na produção de pães e massas. Um deles é o chef de cozinha Iranildo Castelo Branco, 50, que tem ajudado a ampliar os horizontes das famílias atendidas pelo programa.

“A gente leva essa capacitação para as comunidades, para as famílias beneficiárias. A intenção é que essas pessoas aprendam a fazer pão para ter sua própria renda. O programa não é só quentinha. Além de alimentar a comunidade, também busca dar às famílias essa oportunidade”, explicou.
Bela Gil destacou o poder transformador das cozinhas. “Os voluntários exercem um papel fundamental na vida das pessoas que é garantir um direito básico, a alimentação adequada e saudável. Admiro muito o Ceará Sem Fome e acredito que ele deve ser replicado para o Brasil inteiro, porque só assim a gente consegue concretizar a boa alimentação”, defendeu.
Regina Tchelly também parabenizou a iniciativa. “É muito maravilhoso fazer a valorização dessas mulheres e homens voluntários, que também são educadores, cheirosas e cheirosos. Eles fazem comida para todo mundo, que agrada o pedalar, sem desperdício”, observou.
No dia 12 deste mês, o Governo do Estado ampliou a atuação do programa com o lançamento do Ceará Sem Fome + Qualificação e Renda. Essa nova etapa consiste em promover a capacitação de beneficiários do programa e voluntários das cozinhas. O investimento é de R$ 56 milhões, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Muitas mãos juntas

Um ingrediente indispensável desde o lançamento do Ceará Sem Fome é a parceria com as instituições públicas e privadas. Sobre isso, o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará (Alece), Evandro Leitão, falou do empenho do legislativo cearense.
“É um sentimento de contribuição para quem representa 9 milhões de cearenses. Nós aderimos ao Pacto por um Ceará Sem Fome, no qual pudemos adquirir e distribuir kits de cozinhas comunitárias juntamente com o poder executivo, a primeira-dama, as secretarias que estão envolvidas nesse programa”, ressaltou.

Sentimento compartilhado também pelo presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Abelardo Benevides Moraes. “Como sertanejo, vi muitas situações [de insegurança alimentar] de perto. É algo que me sensibiliza muito. Já estamos tratando com a primeira-dama sobre a nossa partição e, nos próximos dias, vamos formalizar”, anunciou.
Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará
Casa Civil
comunicacao@casacivil.ce.gov.br
(85) 3466.4898

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Morre jornalista JL Rosa

Morreu, aos 35 anos, nesta segunda-feira (8/7/2024), em Fortaleza, o jornalista João Lucas Arruda Rosa. O Velório do corpo de JL Rosa será a partir das 13 horas desta terça-feira (9/7), na Funerária Paz Eterna (Avenida Barão de Studart, 2780-Dionísio Torres-Fortaleza-Ceará). O Sepultamento será às 16h30 desta terça-feira (9), no Cemitério São João Batista (Rua Padre Mororó-Centro-Fortaleza-Ceará). JL Rosa nasceu em 28 de dezembro de 1988. Deixa órfã a filha Amanda, de 10 anos. Com 18 anos de Fotojornalismo, JL Rosa participou de projetos em veículos de Comunicação e venceu dois prêmios nacionais da área. No período de 2019 a 2021, JL Rosa integrou a equipe de Fotografia do Grupo O Povo de Comunicação, no cargo de editor-adjunto.  Dentre os registros favoritos de JL Rosa estavam os de Esportes, como Futebol e Kitesurf.  JL Rosa colecionava imagens de atividades ao ar livre e paisagens de Fortaleza.  JL Rosa trabalhou nos jornais O Povo, Diário do Nordeste e na Câmara Municipal de Fortal

Atlântico e Naturágua arrecadam 25 mil litros de água para vítimas das enchentes no RS

Em uma demonstração de solidariedade e compromisso social, o Instituto Atlântico, em parceria com a Naturágua, enviou doações para auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.  A indústria de água mineral cearense doou 1.250 garrafões de 20 litros de água, o que totaliza 25 mil litros, para levar água potável às pessoas que estão passando por esse momento de vulnerabilidade. O Atlântico custeou o transporte das doações. Uma carreta da RMTLog Transporte e Logística partiu em 5 de junho e chegou à capital gaúcha na última quinta-feira (13). O material foi entregue na Paróquia Santa Catarina, em Porto Alegre, que atua como ponto de coleta e distribuição de doações, além de servir como abrigo para pessoas necessitadas. O Instituto Atlântico também mobilizou sua sede, localizada no Shopping Salinas, em Fortaleza, como ponto de coleta, para que colaboradores e membros da comunidade contribuíssem com doações. Durante a campanha, foram arrecadados itens como roupas, calçados, água,

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Postagens mais visitadas deste blog

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Morre jornalista JL Rosa

Morreu, aos 35 anos, nesta segunda-feira (8/7/2024), em Fortaleza, o jornalista João Lucas Arruda Rosa. O Velório do corpo de JL Rosa será a partir das 13 horas desta terça-feira (9/7), na Funerária Paz Eterna (Avenida Barão de Studart, 2780-Dionísio Torres-Fortaleza-Ceará). O Sepultamento será às 16h30 desta terça-feira (9), no Cemitério São João Batista (Rua Padre Mororó-Centro-Fortaleza-Ceará). JL Rosa nasceu em 28 de dezembro de 1988. Deixa órfã a filha Amanda, de 10 anos. Com 18 anos de Fotojornalismo, JL Rosa participou de projetos em veículos de Comunicação e venceu dois prêmios nacionais da área. No período de 2019 a 2021, JL Rosa integrou a equipe de Fotografia do Grupo O Povo de Comunicação, no cargo de editor-adjunto.  Dentre os registros favoritos de JL Rosa estavam os de Esportes, como Futebol e Kitesurf.  JL Rosa colecionava imagens de atividades ao ar livre e paisagens de Fortaleza.  JL Rosa trabalhou nos jornais O Povo, Diário do Nordeste e na Câmara Municipal de Fortal

Atlântico e Naturágua arrecadam 25 mil litros de água para vítimas das enchentes no RS

Em uma demonstração de solidariedade e compromisso social, o Instituto Atlântico, em parceria com a Naturágua, enviou doações para auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.  A indústria de água mineral cearense doou 1.250 garrafões de 20 litros de água, o que totaliza 25 mil litros, para levar água potável às pessoas que estão passando por esse momento de vulnerabilidade. O Atlântico custeou o transporte das doações. Uma carreta da RMTLog Transporte e Logística partiu em 5 de junho e chegou à capital gaúcha na última quinta-feira (13). O material foi entregue na Paróquia Santa Catarina, em Porto Alegre, que atua como ponto de coleta e distribuição de doações, além de servir como abrigo para pessoas necessitadas. O Instituto Atlântico também mobilizou sua sede, localizada no Shopping Salinas, em Fortaleza, como ponto de coleta, para que colaboradores e membros da comunidade contribuíssem com doações. Durante a campanha, foram arrecadados itens como roupas, calçados, água,

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).