Pular para o conteúdo principal

III Festival Barulhinho discute protagonismo feminino

Com o fortalecimento da participação de mulheres na cena musical como inspiração, o Festival Barulhinho chega à sua terceira edição com a chamada “Barulhinho Delas”.

O evento ocorre em duas etapas: uma agora em julho, com foco formativo e outra prevista entre setembro e novembro, quando mostra o hibridismo de suas ações reunindo shows, feiras, mostras e demais ações com temas relacionados ao lugar das mulheres nessa cena. 


A ideia original do evento é reunir projetos musicais autorais que apostam na inventividade, nas narrativas e experimentações sonoras, conectando a produção cearense com outros estados brasileiros e como música se interliga a outras possibilidades artísticas, territoriais e temporais. Agora, em sua terceira edição, a proposta é seguir dando visibilidade a esta cena musical, ampliando seu alcance e assumindo a necessidade de aumentar o espaço para a música produzida por mulheres, acentuando e proporcionando a visibilidade da cena feminina.

Segundo Nádia Sousa, coordenadora geral do evento, “o recorte na produção feminina parte do entendimento de que, ainda que a criação das artistas mulheres seja intensa no campo da música, mesmo assim, os festivais de música têm pouco equilíbrio entre homens e mulheres na sua programação”.

Nesta primeira etapa formativa, o jornalista José Norberto Flesch, a advogada Cecília Rabelo e a publicitária Juliana Lotif são facilitadoras dos primeiros cursos lançados nesta semana gratuitamente pelo “Barulhinho Delas” com pautas como Comunicação, Portfólios, Técnica e Legislação voltadas ao cenário musical.

Ao longo do mês, novos cursos serão lançados totalizando 10 ações formativas. Mais informações bem como inscrições para os cursos podem ser encontradas através de https://linktr.ee/mercuriogestaoeproducao

SOBRE OS CURSOS OFERTADOS
6 a 9 de julho, de 18 às 20h30 - Comunicação para projetos de música, com José Norberto Flesch
13 a 15 de julho, 18 às 20h30 - Legislação aplicada à área musical, com Cecília Rabelo
27 a 29 de julho, 18 às 20h30 - Criação de portfólio, com Juliana Lotif

SOBRE OS FACILITADORES E FACILITADORAS

JOSÉ NORBERTO FLESCH - Pouca gente tem tanta informação e gera tanta expectativa sobre o mercado de shows e festivais do país quanto José Norberto Flesch. Formado em Comunicação Social, tem em seu currículo a cobertura de shows de Michael Jackson e Madonna em Buenos Aires, já foi colunista de turismo para o Jornal Folha da Tarde nas cidades de Washington, Nova Iorque e Orlando. Fez a cobertura do Festival Iinternacional de Música, MIDEM, em Miami e dos bastidores da Fórmula 1 para a revista Sexy em 2006, e desde 2016 cobre a Comic Con de Nova York.

CECÍLIA RABÊLO - Advogada, sócia-fundadora do escritório Saraiva & Rabêlo Advocacia, especializado em Economia Criativa; mestre em Direito Constitucional pela Universidade de Fortaleza (Unifor); especialista em Gestão e Políticas Culturais pela Universidade de Girona (Espanha) e Instituto Itaú Cultural (Brasil); especialista em Direito Público pela Universidade Federal do Ceará (UFC); atualmente está como Presidente do Instituto Brasileiro de Direitos Culturais – IBDCult, Vice-Presidente da Comissão de Direitos Culturais da OAB/CE e é membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Direitos Culturais (CNPq/Unifor).

JULIANA LOTIF - Sertaneja, mãe e caririense de coração. Atua profissionalmente como professora de Comunicação Visual no curso de Jornalismo da Universidade Federal do Cariri. É graduada em Comunicação Social- Publicidade e Propaganda (Unifor- 2003), com especializações em Comunicação e Novas Tecnologias (Unifor – 2004), e Ergonomia (UFPE – 2007) e mestrado em Design (UFPE- 2007). Hoje em dia cursa um Programa de doutorado em Design na Universidade de Lisboa.

TERCEIRA EDIÇÃO - BARULHINHO DELAS - Lançado em novembro de 2019 com os shows da banda paulista Rakta e da cearense Ouse, o evento contará com shows, Feira do Barulhinho (com exposições de moda, gastronomia, fotografias, venda de produtos de bandas locais), Cine Barulhinho (mostra de filmes), podcasts sobre a cena musical e os 10 cursos já iniciados voltados para mulheres, realizados em plataformas de difusão virtual, ainda por conta das necessidades de distanciamento social provocado pela pandemia da Covid-19.

Também integrarão a programação do evento a Mostra Arte Delas, com as ilustrações de artistas mulheres que serão utilizadas nos cards de divulgação e a Conversa do Barulhinho, lives sobre temas diversos que possam contribuir para reflexões sobre o tema do Festival. Integram a equipe do Festival 80% de mulheres, incluindo técnicas, professoras e artistas.

FESTIVAL BARULHINHO - O Festival Barulhinho nasceu com a ideia de realizar uma mostra da cena da música autoral e independente da capital cearense. O projeto é realizado pela Mercúrio – Gestão, Produção e Ações Colaborativas, produtora da cidade de Fortaleza que, dentre tantos projetos, mantém também o selo Mercúrio Música, responsável por lançar mais de 20 trabalhos de diversos artistas do estado do Ceará.

Nas edições anteriores, realizadas em 2017, o Festival Barulhinho escalou bandas como Talude (RN), ARmandinho (PE), Ivan Timbó (CE), Maquinas (CE), Carne Doce (GO), Astronauta Marinho (CE), Clau Aniz (CE), Casa de Velho (CE), dentre outras, além de contar com a participação de nomes como Raisa Christina (CE), Grupo Acidum (CE) e Alexandre Matias (SP).

SERVIÇO
3ª Festival Barulhinho - Barulhinho Delas
Cursos gratuitos para o público feminino
Inscrições e mais informações: https://linktr.ee/mercuriogestaoeproducaoContato: Mercúrio Gestão e Produção: @mercuriogestaoeproducao ou mercurioproducao@gmail.com

Comentários

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre atleta cearense Bernadete Lins

O organizador de corridas, Fernando Elpídio informa a morte neste domingo (28) aos 43 anos de idade, da atleta cearense Bernadete Lins (foto):

- Uma notícia de partir o coração. Bernadete Lins, atleta cearense profissional, faleceu hoje. Tenho um carinho especial por essa batalhadora, pessoa simples, humana, que dedicou a vida ao esporte. Não lembro de quantas vezes entreguei troféus nas suas mãos no pódio. QUE PERDA! :(".
Antônia Bernadete Lins da Silva era ipuense e cursava Educação Física na Universidade Vale do Acaraú (Uva), em Sobral. Disputou as mais diversas corridas no Ceará, no Brasil e no Mundo. Era a cearense da elite do Atletismo Feminino Brasileiro. Morreu na manhã deste domingo (28), em Maranguape, quando estava treinado. Ainda foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maranguape, mas chegou sem vida.
Confira a repercussão da morte de Bernadete Lins:
Marcos Prado - "Nota de pesar. Bernadete Lins nos deixa hoje, e o seu ultimo suspiro foi fazendo aquilo…

Morre radialista Evilásio Pires

Morreu nesta quarta-feira (8) aos 50 anos, o radialista Francisco Evilásio Pires Marques, da Rádio Metropolitana AM 930 e vice-presidente da Associação Social dos Profissionais de Imprensa Municipalista do Estado do Ceará (ASPIM).

Evilásio Pires tinha problemas renais o que agravou pegar o Novo Coronavírus. Foi internado por duas vezes e nesta última não resistiu. 

Evilásio Pires era identificado pelas cores do Ceará e comandava há 30 anos o Programa Radiofônico dedicado ao Alvinegro Cearense, 'A Voz do Mais Querido'.




"Amigos recebemos na emissora a triste notícia do falecimento do nosso colega  Evilásio Pires. Nossos votos de pesar e que Deus conforte a família", lamenta o radialista Alex Oliveira.

"Nosso pesar e condolências à família do amigo Evilásio Pires", escreveu o radialista Luciano Filho.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lançou uma nota de lamento:

- Nossos sentimentos. Quando o Ev…

Desembargador Jucid Peixoto do Amaral morre aos 74 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (9), prestes a completar 74 anos de idade, o desembargador Jucid Peixoto do Amaral. A causa da morte foi devido a um câncer que o magistrado lutava há três anos.


Durante sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da Corte, desembargador Washington Araújo, propôs voto de pesar, sendo acompanhado pelos representantes do Ministério Público do Ceará, da Defensoria Pública do Ceará e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). O Judiciário cearense também determinou luto oficial de três dias.
O desembargador Jucid Peixoto do Amaral nasceu em 16 de julho de 1946, em Fortaleza. Era filho de Cid Peixoto do Amaral e de Júlia Costa do Amaral. Ingressou na Magistratura no cargo de juiz substituto, em 21 de janeiro de 1981, assumindo a Vara Única da Comarca de Ubajara e atingiu a vitaliciedade em 21 de fevereiro de 1983, ainda na mesma unidade judiciária.

Pelo critério de antiguidade, foi promovido para a Comarca de …

Morre o sonoplasta Diocrim

Morreu neste domingo (14), o radialista Carlos Alberto de Oliveira, o Diocrim. Ele foi operador de áudio e divulgador de discos. Diocrim que iniciou sua carreira no Maranhão transferiu-se para o Rádio de Fortaleza no final da década de 1960.


Trabalhou nas rádios Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, Verdes Mares, Cidade AM e rádios no Maranhão; alem de ter sido membro da equipe de produção do show do também já falecido comunicador Bezerra de Menezes (Bezerrão). Diocrim foi divulgador da RGE e empresário de muito artistas cearenses. 
Durante muitos anos foi o operador do Clube dos Tetéus comandado pelo comunicador Colombo Sá, que fazia literalmente eco nos rádios espalhados pelos lares, bares e táxis de Fortaleza com o slogan "Não dorme ninguém, Diocrim", por causa do par de óculos (ocrim) que Carlos Alberto usava, enquanto cuidava do roteiro musical e da sonoplastia do programa, na mesa de áudio da Rádio Clube e depois na Verdes Mares.
Diocrim deixa viúva dona Nailde e órfão as fi…

Morre advogado que matou a bailarina Renata Braga

Morreu nesta quinta-feira (9), em Brasília, de parada cardíaca, o advogado réu confesso, Wladimir Lopes de Magalhães Porto (foto), que matou a bailarina Renata Maria Braga, em plena Avenida Beira Mar, em Fortaleza, em 28 dezembro de 1993.


Ele estava solto em 2017. Condenado pela morte de Renata Braga, Wlademir Porto deve o direito dado pela Justiça Cearense que concedeu a extinção da pena de 12 anos e seis meses.

A defesa de Wladimir Porto pediu a redução da condenação, alegando que a sentença não estaria fundamentada e seria desproporcional. Ao julgar o caso, a 1ª Câmara Criminal definiu a sentença em nove anos e dois meses de prisão, em regime inicialmente fechado. A relatora explicou que fixação da sentença alcançou patamar desproporcional às peculiaridades do caso, homicídio simples, que tem pena-base de 11 anos de reclusão.

CRIME - O crime aconteceu na madrugada de 28 de dezembro de 1993, na Avenida Beira Mar, próximo ao Edifício Jaqueline.


Renata Braga e um grupo de amigos retornava…

Postagens mais visitadas deste blog

Morre atleta cearense Bernadete Lins

O organizador de corridas, Fernando Elpídio informa a morte neste domingo (28) aos 43 anos de idade, da atleta cearense Bernadete Lins (foto):

- Uma notícia de partir o coração. Bernadete Lins, atleta cearense profissional, faleceu hoje. Tenho um carinho especial por essa batalhadora, pessoa simples, humana, que dedicou a vida ao esporte. Não lembro de quantas vezes entreguei troféus nas suas mãos no pódio. QUE PERDA! :(".
Antônia Bernadete Lins da Silva era ipuense e cursava Educação Física na Universidade Vale do Acaraú (Uva), em Sobral. Disputou as mais diversas corridas no Ceará, no Brasil e no Mundo. Era a cearense da elite do Atletismo Feminino Brasileiro. Morreu na manhã deste domingo (28), em Maranguape, quando estava treinado. Ainda foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maranguape, mas chegou sem vida.
Confira a repercussão da morte de Bernadete Lins:
Marcos Prado - "Nota de pesar. Bernadete Lins nos deixa hoje, e o seu ultimo suspiro foi fazendo aquilo…

Morre radialista Evilásio Pires

Morreu nesta quarta-feira (8) aos 50 anos, o radialista Francisco Evilásio Pires Marques, da Rádio Metropolitana AM 930 e vice-presidente da Associação Social dos Profissionais de Imprensa Municipalista do Estado do Ceará (ASPIM).

Evilásio Pires tinha problemas renais o que agravou pegar o Novo Coronavírus. Foi internado por duas vezes e nesta última não resistiu. 

Evilásio Pires era identificado pelas cores do Ceará e comandava há 30 anos o Programa Radiofônico dedicado ao Alvinegro Cearense, 'A Voz do Mais Querido'.




"Amigos recebemos na emissora a triste notícia do falecimento do nosso colega  Evilásio Pires. Nossos votos de pesar e que Deus conforte a família", lamenta o radialista Alex Oliveira.

"Nosso pesar e condolências à família do amigo Evilásio Pires", escreveu o radialista Luciano Filho.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lançou uma nota de lamento:

- Nossos sentimentos. Quando o Ev…

Desembargador Jucid Peixoto do Amaral morre aos 74 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (9), prestes a completar 74 anos de idade, o desembargador Jucid Peixoto do Amaral. A causa da morte foi devido a um câncer que o magistrado lutava há três anos.


Durante sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da Corte, desembargador Washington Araújo, propôs voto de pesar, sendo acompanhado pelos representantes do Ministério Público do Ceará, da Defensoria Pública do Ceará e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). O Judiciário cearense também determinou luto oficial de três dias.
O desembargador Jucid Peixoto do Amaral nasceu em 16 de julho de 1946, em Fortaleza. Era filho de Cid Peixoto do Amaral e de Júlia Costa do Amaral. Ingressou na Magistratura no cargo de juiz substituto, em 21 de janeiro de 1981, assumindo a Vara Única da Comarca de Ubajara e atingiu a vitaliciedade em 21 de fevereiro de 1983, ainda na mesma unidade judiciária.

Pelo critério de antiguidade, foi promovido para a Comarca de …

Morre o sonoplasta Diocrim

Morreu neste domingo (14), o radialista Carlos Alberto de Oliveira, o Diocrim. Ele foi operador de áudio e divulgador de discos. Diocrim que iniciou sua carreira no Maranhão transferiu-se para o Rádio de Fortaleza no final da década de 1960.


Trabalhou nas rádios Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, Verdes Mares, Cidade AM e rádios no Maranhão; alem de ter sido membro da equipe de produção do show do também já falecido comunicador Bezerra de Menezes (Bezerrão). Diocrim foi divulgador da RGE e empresário de muito artistas cearenses. 
Durante muitos anos foi o operador do Clube dos Tetéus comandado pelo comunicador Colombo Sá, que fazia literalmente eco nos rádios espalhados pelos lares, bares e táxis de Fortaleza com o slogan "Não dorme ninguém, Diocrim", por causa do par de óculos (ocrim) que Carlos Alberto usava, enquanto cuidava do roteiro musical e da sonoplastia do programa, na mesa de áudio da Rádio Clube e depois na Verdes Mares.
Diocrim deixa viúva dona Nailde e órfão as fi…

Morre advogado que matou a bailarina Renata Braga

Morreu nesta quinta-feira (9), em Brasília, de parada cardíaca, o advogado réu confesso, Wladimir Lopes de Magalhães Porto (foto), que matou a bailarina Renata Maria Braga, em plena Avenida Beira Mar, em Fortaleza, em 28 dezembro de 1993.


Ele estava solto em 2017. Condenado pela morte de Renata Braga, Wlademir Porto deve o direito dado pela Justiça Cearense que concedeu a extinção da pena de 12 anos e seis meses.

A defesa de Wladimir Porto pediu a redução da condenação, alegando que a sentença não estaria fundamentada e seria desproporcional. Ao julgar o caso, a 1ª Câmara Criminal definiu a sentença em nove anos e dois meses de prisão, em regime inicialmente fechado. A relatora explicou que fixação da sentença alcançou patamar desproporcional às peculiaridades do caso, homicídio simples, que tem pena-base de 11 anos de reclusão.

CRIME - O crime aconteceu na madrugada de 28 de dezembro de 1993, na Avenida Beira Mar, próximo ao Edifício Jaqueline.


Renata Braga e um grupo de amigos retornava…