Pular para o conteúdo principal

Silvana Lima quer medalha na estreia olímpica do Surf em 2021

A surfista cearense Silvana Lima já tinha ficado sem surfar por causa de lesão, nunca devido a uma Pandemia como a do Novo Coronavírus (Covid-19).


Foram mais de dois meses sem pegar na prancha até as atividades na água serem liberadas no Rio de Janeiro, onde vive com a namorada e os cinco cachorros: quatro buldogues franceses e um poodle. Com as competições internacionais canceladas em 2020, ela aproveita para treinar o máximo possível.

“Acho que a única coisa que tenho de consertar é a forma de competir, tem alguns erros, a forma de começar as baterias. É isso que eu e meu técnico [o ex-surfista Leandro Bastos] estamos vendo direitinho, em todos os treinos. Mesmo [treinar] no crowd [quando há muita gente na água] é importante, porque você fica mais esperta sobre quais ondas são boas e quais são ruins”, diz à Agência Brasil a surfista eleita oito vezes a melhor do País.


No Instagram disse:

- Nunca imaginei que um dia eu iria representar meu País, depois de tanta luta, hoje estou aqui graças a Deus pra dizer que meu grande sonho acaba de ser realizado! Estarei nas Olimpíadas de 2020/2021. Quero agradecer de coração a todos que acreditaram em mim, principalmente meus patrocinadores por todo apoio. Estou muito feliz graças a Deus. Obrigada minha torcida e principalmente a minha família que sempre esteve ao meu lado, amigos e fãs. #silolimpidas2020 Congratulations Silvana Lima for making history as one of the 18 athletes the WSL Championship Tour will provisionally qualify for the Tokyo 2020 Summer Olympic Games".

A temporada 2021 do QS, Divisão de Acesso à Elite do Surf Mundial, vai de janeiro a junho. Mas é para julho, principalmente, que a cearense de 35 anos direciona todo esse empenho. Ela integra a seleção que representará o País na estreia Olímpica da Modalidade, ano que vem. Além de Silvana, Tatiana Weston-Webb, Ítalo Ferreira e Gabriel Medina estão garantidos em Tóquio (Japão).

Conquista da vaga - A vaga foi conquistada em dezembro do ano passado, na etapa de Mauí, no Havaí, do Circuito Mundial de Surf. As oito melhores do ranking mundial se classificavam para Tóquio, mas o limite de duas surfistas por país, que tirou atletas norte-americanas e australianas que estavam à frente do páreo, colocou Silvana, 12º do ranking, na briga com a neozelandesa Paige Hareb, 16ª. A eliminação nas oitavas de final custou à brasileira o lugar na elite do circuito, mas deu a ela um lugar na Olimpíada, já que Hareb caiu na mesma fase.

Por um lado, o adiamento dos Jogos devido à pandemia postergou o sonho olímpico por mais um ano. Por outro, pode ajudá-la a chegar 100% no Japão. “Em 2018 fiz uma cirurgia nos dois joelhos, então 2019 foi um ano muito puxado. Foi minha quarta cirurgia. Corri contra o tempo para me classificar. Para o meu lado, achei muito bom [o adiamento]”, analisa.

Além da compatriota Tatiana, que encerrou a última temporada em sexto no circuito, a cearense tem como rivais em Tóquio as norte-americanas Carissa Moore e Caroline Marks (atuais campeã e vice mundiais, respectivamente) e a australiana Stephanie Gilmore, que é heptacampeã do mundo. Silvana, porém, considera-se no páreo. “Chego sonhando. A ansiedade é imensa, mas quero estar 100%, representar meu Brasil da melhor forma. Não vou só para participar. Estou em busca de uma medalha”, afirma.

“Não é só [a vaga em] Tóquio. São várias as conquistas. As da vida pessoal, de onde eu vim, onde cheguei, de ter recebido vários nãos, de muita gente não acreditar e eu fazer com que acreditassem. É um filme passa quase todo dia na cabeça”, completa a surfista.

Ela não exagera quando menciona a trajetória. Nascida em Paracuru, a 84 quilômetros de Fortaleza, Silvana foi criada em um quiosque à beira da praia com a mãe e quatro irmãos. A família se mantinha com a venda de bebidas e marmitas. Na infância, como a casa não tinha quarto ou cama, o jeito era dormir em rede. Já para comer na escola, vendeu adesivos.


Apaixonada pelo Esporte - O Esporte fez parte da vida desde cedo. “Eu fazia tudo. Surfava, jogava capoeira e futebol”, recorda Silvana. E ela levava tudo a sério. Tanto que, hoje, acredita que parte da razão das lesões vem dessa infância. “Eu fazia mil coisas sem uma alimentação boa, às vezes nem comia direito. Acho que foi muito desgaste. Ainda mais que, jogando bola, dava aqueles trancos. Na capoeira queria dar pulo mortal. No surfe, nem se fala, queria dar aéreo”, conta.

Silvana Lima acabou optando pelo Surf. Para seguir carreira, mudou-se para o Rio de Janeiro em 2002, aos 17 anos. Foi em cima da prancha que venceu seu primeiro campeonato e vendeu o prêmio (um automóvel) para dar uma casa a mãe. Ela ainda se sagrou duas vezes vice-campeã mundial, em 2008 e 2009, e bicampeã do QS. Já em julho deste ano, foi eleita a maior surfista do Brasil, em lista do jornal O Globo, após votação de 30 jornalistas especializados.

As contusões nos joelhos, porém, não deram trégua. “Todas foram a mesma coisa: ligamento cruzado anterior”, resume a brasileira, que fez a primeira cirurgia em 2006, nas duas pernas. Cinco anos depois, a nova lesão no joelho esquerdo impactou além do físico. “O patrocínio me mandou embora, foi bem difícil. Sem patrocínio, machucada, tendo que classificar novamente à primeira divisão. Tive que vender o apartamento e o que tinha para investir em [etapas do] QS para voltar à elite”, lembra Silvana, que, em 2012, rompeu outra vez o ligamento, mas do joelho direito.

Surf Feminino no Brasil - De lá para cá, Silvana recuperou os patrocínios, mas, por muito tempo, sentiu na pele o que é não ter apoio financeiro para a carreira. Uma realidade que avalia ser mais drástica entre as mulheres do Surf, com impacto no Circuito Mundial. Por muito tempo, a cearense foi a única surfista do país na elite feminina, enquanto na masculina há, atualmente, 11 atletas, sendo três campeões mundiais. Ela espera que Tóquio faça a diferença no cenário.

“Você conta nos dedos quantas surfistas do país têm patrocínio. Várias desistem por falta de incentivo. Espero que a Olimpíada mude o pensamento dos empresários. É triste ver isso e fico sem acreditar até hoje. Eles olham muito a beleza das meninas, não o talento. Talento a gente tem, só precisa de apoio”, desabafa Silvana. 

“Eu respeito totalmente o lado da Tatiana [que é gaúcha, cresceu no Havaí e compete pelo Brasil desde 2018], mas queria era realmente aquela brasileira que passou por tudo no Brasil, que competiu no Brasil”, conclui Silvana Lima.
Com informações e fotos da Agência Brasil.

Comentários

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre músico Erickson Mendes

O vereador por Fortaleza, Professor Evaldo Lima (PCdoB) comunica a morte do músico cearense, Erickson Mendes, aos 51 anos, nesta quarta-feira (29). Erickson Mendes teve um ataque infarto fulminante em casa e não resistiu:

- Lamento profundamente o falecimento de Erickson Mendes, nome fundamental da Música Cearense. Erickson era a expressão do talento, simpatia, alegria. Espalhava amigos e canções no Cenário Cultural de Fortaleza. Belchior, Evaldo Gouveia e Erickson Mendes tocarão lindas canções no Céu!


Erickson Mendes destaca seu 'Cantinho Preferido', que era a Praia de Iracema:

Chistiane Luci Alves lembra, que nesta quarta-feira (29), às seis da noite, Erickson Mendes faria uma live em homenagem ao Belchior:
-  Hoje (29) ele estaria aí, cantando nosso Belchior. Mas partiu subitamente. Que triste, Erick Mendes. Siga na luz!", escreveu Chistiane Luci Alves.

Erickson Mendes nasceu em Quixadá, em 1969. Começou cantando em eventos religiosos e em 2012 iniciou sua carreira de músic…

Morre radialista Evilásio Pires

Morreu nesta quarta-feira (8) aos 50 anos, o radialista Francisco Evilásio Pires Marques, da Rádio Metropolitana AM 930 e vice-presidente da Associação Social dos Profissionais de Imprensa Municipalista do Estado do Ceará (ASPIM).

Evilásio Pires tinha problemas renais o que agravou pegar o Novo Coronavírus. Foi internado por duas vezes e nesta última não resistiu. 

Evilásio Pires era identificado pelas cores do Ceará e comandava há 30 anos o Programa Radiofônico dedicado ao Alvinegro Cearense, 'A Voz do Mais Querido'.




"Amigos recebemos na emissora a triste notícia do falecimento do nosso colega  Evilásio Pires. Nossos votos de pesar e que Deus conforte a família", lamenta o radialista Alex Oliveira.

"Nosso pesar e condolências à família do amigo Evilásio Pires", escreveu o radialista Luciano Filho.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lançou uma nota de lamento:

- Nossos sentimentos. Quando o Ev…

Morre professor Luís Campos

"Acabo de receber a triste notícia que o doutor Luís Campos faleceu. Um grande alvinegro que nunca será esquecido, um guerreiro. Força aos familiares e amigos. As pessoas nunca partem de verdade, continuam vivas e felizes em nossas melhores memórias. Em vida doutor Luís Campos foi homenageado, nosso Centro de Treinamento em Itaitinga leva seu nome".




A informação é de gerente de Tecnologia e Inovação do Ceará, Marcos Medina. Luís Queiroz de Campos, morreu neste domingo (dois), aos 95 anos.
Luís Queiroz Campos foi meu professor no Curso de Comunicação Social-Jornalismo na década de 1980 na Universidade Federal do Ceará (UFC). Para nossa turma deu aulas de Deontologia da Comunicação. Era um professor 'Caxias', mas muito querido pela turma.
Deixa saudades não só da época de professor de Jornalismo da UFC, mas principalmente como homem público do Estado do Ceará e da Cidade de Fortaleza. Chegou a ser prefeito de Fortaleza (1962-1965). Foi diretor do Banco Nacional de Habitaç…

Desembargador Jucid Peixoto do Amaral morre aos 74 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (9), prestes a completar 74 anos de idade, o desembargador Jucid Peixoto do Amaral. A causa da morte foi devido a um câncer que o magistrado lutava há três anos.


Durante sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da Corte, desembargador Washington Araújo, propôs voto de pesar, sendo acompanhado pelos representantes do Ministério Público do Ceará, da Defensoria Pública do Ceará e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). O Judiciário cearense também determinou luto oficial de três dias.
O desembargador Jucid Peixoto do Amaral nasceu em 16 de julho de 1946, em Fortaleza. Era filho de Cid Peixoto do Amaral e de Júlia Costa do Amaral. Ingressou na Magistratura no cargo de juiz substituto, em 21 de janeiro de 1981, assumindo a Vara Única da Comarca de Ubajara e atingiu a vitaliciedade em 21 de fevereiro de 1983, ainda na mesma unidade judiciária.

Pelo critério de antiguidade, foi promovido para a Comarca de …

Morre jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz

A jornalista Marlyana Lima informa a morte do jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz (Carlão). Ele morreu no final da noite de domingo (12). Carlão estava internado há um mês com problemas renais.



Trabalhei com Carlão na Rádio Universitária FM nos anos 1980-1990. Ele era muito metódico e chegou a assessorar o então senador José Pimentel (PT). Foi padrinho da minha primeira filha, Cecília Braga.

No Departamento de Radialismo Informativo da Universitária FM, Carlão fazia produção e muito boas entrevistas.

Em sua última postagem no Facebook em nove de junho passado escreveu:

- Estou com saudades das ruas, dos bares, dos amigos, dos adversários e até das visitas das Testemunhas de Jeová".


FORTALEZA ANTIGA - "É com pesar que comunicamos o falecimento na noite de domingo (12) do criador do grupo Fortaleza Antiga, Carlos Augusto Rocha Cruz. Nosso querido Carlão partiu mas nos deixou ensinamentos inestimáveis que levaremos adiante na administração desse grupo. Carlos Augusto era jornalista…

Postagens mais visitadas deste blog

Morre músico Erickson Mendes

O vereador por Fortaleza, Professor Evaldo Lima (PCdoB) comunica a morte do músico cearense, Erickson Mendes, aos 51 anos, nesta quarta-feira (29). Erickson Mendes teve um ataque infarto fulminante em casa e não resistiu:

- Lamento profundamente o falecimento de Erickson Mendes, nome fundamental da Música Cearense. Erickson era a expressão do talento, simpatia, alegria. Espalhava amigos e canções no Cenário Cultural de Fortaleza. Belchior, Evaldo Gouveia e Erickson Mendes tocarão lindas canções no Céu!


Erickson Mendes destaca seu 'Cantinho Preferido', que era a Praia de Iracema:

Chistiane Luci Alves lembra, que nesta quarta-feira (29), às seis da noite, Erickson Mendes faria uma live em homenagem ao Belchior:
-  Hoje (29) ele estaria aí, cantando nosso Belchior. Mas partiu subitamente. Que triste, Erick Mendes. Siga na luz!", escreveu Chistiane Luci Alves.

Erickson Mendes nasceu em Quixadá, em 1969. Começou cantando em eventos religiosos e em 2012 iniciou sua carreira de músic…

Morre radialista Evilásio Pires

Morreu nesta quarta-feira (8) aos 50 anos, o radialista Francisco Evilásio Pires Marques, da Rádio Metropolitana AM 930 e vice-presidente da Associação Social dos Profissionais de Imprensa Municipalista do Estado do Ceará (ASPIM).

Evilásio Pires tinha problemas renais o que agravou pegar o Novo Coronavírus. Foi internado por duas vezes e nesta última não resistiu. 

Evilásio Pires era identificado pelas cores do Ceará e comandava há 30 anos o Programa Radiofônico dedicado ao Alvinegro Cearense, 'A Voz do Mais Querido'.




"Amigos recebemos na emissora a triste notícia do falecimento do nosso colega  Evilásio Pires. Nossos votos de pesar e que Deus conforte a família", lamenta o radialista Alex Oliveira.

"Nosso pesar e condolências à família do amigo Evilásio Pires", escreveu o radialista Luciano Filho.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lançou uma nota de lamento:

- Nossos sentimentos. Quando o Ev…

Morre professor Luís Campos

"Acabo de receber a triste notícia que o doutor Luís Campos faleceu. Um grande alvinegro que nunca será esquecido, um guerreiro. Força aos familiares e amigos. As pessoas nunca partem de verdade, continuam vivas e felizes em nossas melhores memórias. Em vida doutor Luís Campos foi homenageado, nosso Centro de Treinamento em Itaitinga leva seu nome".




A informação é de gerente de Tecnologia e Inovação do Ceará, Marcos Medina. Luís Queiroz de Campos, morreu neste domingo (dois), aos 95 anos.
Luís Queiroz Campos foi meu professor no Curso de Comunicação Social-Jornalismo na década de 1980 na Universidade Federal do Ceará (UFC). Para nossa turma deu aulas de Deontologia da Comunicação. Era um professor 'Caxias', mas muito querido pela turma.
Deixa saudades não só da época de professor de Jornalismo da UFC, mas principalmente como homem público do Estado do Ceará e da Cidade de Fortaleza. Chegou a ser prefeito de Fortaleza (1962-1965). Foi diretor do Banco Nacional de Habitaç…

Desembargador Jucid Peixoto do Amaral morre aos 74 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (9), prestes a completar 74 anos de idade, o desembargador Jucid Peixoto do Amaral. A causa da morte foi devido a um câncer que o magistrado lutava há três anos.


Durante sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da Corte, desembargador Washington Araújo, propôs voto de pesar, sendo acompanhado pelos representantes do Ministério Público do Ceará, da Defensoria Pública do Ceará e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). O Judiciário cearense também determinou luto oficial de três dias.
O desembargador Jucid Peixoto do Amaral nasceu em 16 de julho de 1946, em Fortaleza. Era filho de Cid Peixoto do Amaral e de Júlia Costa do Amaral. Ingressou na Magistratura no cargo de juiz substituto, em 21 de janeiro de 1981, assumindo a Vara Única da Comarca de Ubajara e atingiu a vitaliciedade em 21 de fevereiro de 1983, ainda na mesma unidade judiciária.

Pelo critério de antiguidade, foi promovido para a Comarca de …

Morre jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz

A jornalista Marlyana Lima informa a morte do jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz (Carlão). Ele morreu no final da noite de domingo (12). Carlão estava internado há um mês com problemas renais.



Trabalhei com Carlão na Rádio Universitária FM nos anos 1980-1990. Ele era muito metódico e chegou a assessorar o então senador José Pimentel (PT). Foi padrinho da minha primeira filha, Cecília Braga.

No Departamento de Radialismo Informativo da Universitária FM, Carlão fazia produção e muito boas entrevistas.

Em sua última postagem no Facebook em nove de junho passado escreveu:

- Estou com saudades das ruas, dos bares, dos amigos, dos adversários e até das visitas das Testemunhas de Jeová".


FORTALEZA ANTIGA - "É com pesar que comunicamos o falecimento na noite de domingo (12) do criador do grupo Fortaleza Antiga, Carlos Augusto Rocha Cruz. Nosso querido Carlão partiu mas nos deixou ensinamentos inestimáveis que levaremos adiante na administração desse grupo. Carlos Augusto era jornalista…