Pular para o conteúdo principal

Ceará finaliza protótipo de capacete de respiração assistida

Um novo passo para o tratamento de pacientes de Covid-19, doença causada pelo Novo Coronavírus, foi consolidado nesta semana com a finalização do protótipo do capacete de respiração assistida, batizado de Elmo. O modelo, em produção no Ceará, passava por ajustes finais e agora será submetido a testes de usabilidade, antes de entrar na fase de ensaio clínico.


O equipamento é produzido em força-tarefa que envolve Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde, Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE) e Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), além da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/Ceará), e ainda Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade de Fortaleza (Unifor), da Fundação Edson Queiroz.

O protótipo do Elmo foi desenvolvido no Instituto SENAI de Tecnologia em Eletrometalmecânica, e testado no Laboratório do SENAI da Jacarecanga, a partir de uma ideia apresentada pelo superintendente da ESP/CE, Marcelo Alcantara. “Os princípios e requisitos terapêuticos do Elmo foram plenamente atingidos com o protótipo”, avalia Alcantara após a consolidação do modelo, que passou por ajustes simples para redução de tamanho e contenção de ruído.

A partir de agora, o Elmo será submetido a testes finais de usabilidade em voluntários. O processo ocorrerá em curto prazo e deve ser finalizado nas próximas semanas. A avaliação a partir do manuseio pode resultar em pequenos ajustes, se reportado por usuários em testes, mas o conceito do protótipo foi concluído. “Diferentes pessoas vão testar o Elmo para avaliar a ergonomia, mas é certo que se utilizado hoje o equipamento cumpriria com a finalidade de dar suporte ventilatório necessário”, destaca o engenheiro eletricista, especialista em engenharia clínica pela ESP/CE, David Guaribara.

Em seguida, o modelo cearense será avaliado pela Comissão de Ética e Pesquisa da ESP/CE para entrar em ensaio clínico, isto é, teste em pacientes com insuficiência respiratória pela Covid-19, no Hospital Leonardo da Vinci, requisitado pelo Governo do Ceará para dar suporte aos pacientes no estado. A fase é necessária para iniciar a produção definitiva do capacete cearense. Paralelo a isso, a equipe já trabalha com o registro do Elmo junto a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Para o presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, as avaliações positivas são animadoras: “Estamos confiantes que haverá uma produção em larga escala após a finalização das avaliações de saúde do comitê de ética da ESP, para que possamos ajudar ainda mais no combate à pandemia. A inteligência e a capacidade técnica dos que fazem o SENAI e dos parceiros foram imprescindíveis na busca por este equipamento que pode vir a salvar muitas vidas.”

O professor Jorge Soares, diretor de inovação da Funcap, explica que foram feitos testes adicionais em dois protótipos do Elmo: um de base rígida e outro de base flexível. “Os resultados seguem animadores e, com o protótipo definido, a avaliação clínica em pacientes com insuficiência respiratória deve vir nos próximos dias. Com esta sequência e os devidos trâmites na Anvisa e INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), ganha-se a confiança necessária para a produção em larga escala. É um orgulho para o Ceará", avalia.
Os pesquisadores envolvidos já estavam animados com os testes iniciais realizados em 23 de abril. O Elmo prevê a utilização de um mecanismo de respiração artificial não invasivo, sem necessidade de o paciente ser intubado, com maior segurança também para os profissionais de saúde.

Para o diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Universidade de Fortaleza, da Fundação Edson Queiroz, professor Vasco Furtado, a união da indústria, academia e setor público do Ceará, consolidada na concepção e prototipagem do Elmo, precisa ser vista como alternativa para a resolução de muitos de nossos problemas. “Para a Unifor, fazer parte ativamente dessa iniciativa é importante pelos benefícios que o Elmo trará à sociedade, e também porque nos fortalece enquanto instituição capaz de produzir inovação condizente sempre com a nossa máxima ‘Ensinando e Aprendendo’”, destaca Vasco Furtado.

O pró-reitor-adjunto de Pesquisa e Pós-Graduação da UFC, professor Rodrigo Porto, também enfatiza a cooperação entre grandes atores de formação acadêmico-científica do Ceará e indústria na busca de soluções contra a pandemia. “O Elmo é um esforço muito bonito e estamos na expectativa agora nesses momentos finais de testes, de homologação e de lançamento, para que o sistema público de saúde possa se beneficiar diretamente dele”, afirma.
Ainda segundo Porto, o capacete de respiração assistida representa um marco na pesquisa cearense e revela a importância do investimento em ciência e tecnologia. “Isso obviamente não aconteceu com essa velocidade somente por causa da pandemia, mas fundamentalmente porque esse domínio científico e tecnológico estava presente. Fica como uma lição para a sociedade brasileira de que esse investimento nunca foi em vão, pelo contrário, nos deixa preparados para reagir nas novas necessidades e demandas não só na saúde mas em todas as áreas da sociedade”, comenta.

Sobre o Elmo - O Elmo é a promessa para desafogar as UTIs, que já estão saturadas de pacientes com Covid-19. Outra vantagem é o baixo custo, que garante facilidade de produção em larga escala. Enquanto uma máquina de ventilação mecânica custa em média R$ 70 mil, o capacete respirador sai a um custo de cerca de R$ 300,00 a unidade. O modelo segue um tipo adotado em países da Europa, como a Itália, que teve bons resultados, com redução da necessidade de aparelhos de ventilação mecânica em cerca de 60%. O equipamento pode ainda ser desinfectado e reutilizado.

O capacete é capaz de reduzir a necessidade de respiradores pulmonares artificiais pois trata-se de uma oxigenoterapia do paciente que inala oxigênio puro e não re-inala o CO2 produzido, que tampouco é expelido no ambiente, evitando a contaminação dos demais.

Comentários

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre atleta cearense Bernadete Lins

O organizador de corridas, Fernando Elpídio informa a morte neste domingo (28) aos 43 anos de idade, da atleta cearense Bernadete Lins (foto):

- Uma notícia de partir o coração. Bernadete Lins, atleta cearense profissional, faleceu hoje. Tenho um carinho especial por essa batalhadora, pessoa simples, humana, que dedicou a vida ao esporte. Não lembro de quantas vezes entreguei troféus nas suas mãos no pódio. QUE PERDA! :(".
Antônia Bernadete Lins da Silva era ipuense e cursava Educação Física na Universidade Vale do Acaraú (Uva), em Sobral. Disputou as mais diversas corridas no Ceará, no Brasil e no Mundo. Era a cearense da elite do Atletismo Feminino Brasileiro. Morreu na manhã deste domingo (28), em Maranguape, quando estava treinado. Ainda foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maranguape, mas chegou sem vida.
Confira a repercussão da morte de Bernadete Lins:
Marcos Prado - "Nota de pesar. Bernadete Lins nos deixa hoje, e o seu ultimo suspiro foi fazendo aquilo…

Morre o sonoplasta Diocrim

Morreu neste domingo (14), o radialista Carlos Alberto de Oliveira, o Diocrim. Ele foi operador de áudio e divulgador de discos. Diocrim que iniciou sua carreira no Maranhão transferiu-se para o Rádio de Fortaleza no final da década de 1960.


Trabalhou nas rádios Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, Verdes Mares, Cidade AM e rádios no Maranhão; alem de ter sido membro da equipe de produção do show do também já falecido comunicador Bezerra de Menezes (Bezerrão). Diocrim foi divulgador da RGE e empresário de muito artistas cearenses. 
Durante muitos anos foi o operador do Clube dos Tetéus comandado pelo comunicador Colombo Sá, que fazia literalmente eco nos rádios espalhados pelos lares, bares e táxis de Fortaleza com o slogan "Não dorme ninguém, Diocrim", por causa do par de óculos (ocrim) que Carlos Alberto usava, enquanto cuidava do roteiro musical e da sonoplastia do programa, na mesa de áudio da Rádio Clube e depois na Verdes Mares.
Diocrim deixa viúva dona Nailde e órfão as fi…

Conquistas marcam primeiro ano da nova gestão da CDC

O alinhamento com o Governo Federal, além do estreitamento da relação com o Executivo estadual e municipal, fez com que o primeiro ano da nova gestão da Companhia Docas do Ceará fosse marcado por importantes avanços e conquistas. 

Escolhida pelo perfil técnico, a engenheira Mayhara Chaves assumiu a presidência da CDC no dia 24 de junho de 2019, tendo ao seu lado na tomada de decisões os diretores Humberto Castelo Branco (Administração e Finanças), Miguel Andrade (Infraestrutura e Gestão Portuária) e Mário Jorge Cavalcanti (Comercial), além do suporte de todos os colaboradores. Hoje, é possível afirmar que a companhia está saudável financeiramente com base no EBITDA, que apresentou crescimento superior a 180% no período de 12 meses.

Embora adiada temporariamente devido à Pandemia da Covid-19, a concessão do Terminal Marítimo de Passageiros foi considerada como prioridade pelo Governo Federal, o que possibilitará uma nova receita para investimentos no Porto de Fortaleza.
O arrendamento do …

Hoje é o Dia Mundial do Doador de Sangue

O vereador Michel Lins (Cidadania) e integrantes da sua assessoria estiveram no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), em Fortaleza, para doar sangue.

Segundo Michel Lins, a ação foi idealizada com objetivo de chamar atenção para a importância de doar e consequentemente salvar vidas.
- Neste domingo (14) é o Dia Mundial do Doador de Sangue", lembra o vereador.

“Um gesto simples! Um ato de amor que precisa ainda ser melhor desmistificado para que mais e mais pessoas possam ser encorajadas a doarem vida! Quem doa sangue, doa vida! Quem puder, procure um local de coleta e concretize esse ato de amor ao próximo. É rápido, fácil e não dói nada”, afirma Michel.

A campanha deste ano enaltece a doação de sangue como estratégia para contribuição na redução da mortalidade materna.

Em Fortaleza, o principal posto de coleta de sangue é o Hemoce, na Avenida José Bastos, 3390 (Rodolfo Teófilo), que funciona de segunda a sexta-feira, das 7 horas às 18h30; e aos sábados, de 7 horas às…

Morre radialista Rinaldo Róger

Informa o Monólitos Post a morte do radialista Rinaldo Róger (foto), de Quixadá. O corpo dele foi encontrado na manhã desta quarta-feira (17) em seu apartamento.


Rinaldo Róger apresentava um programa esportivo na Rádio FM Cultura de Quixadá, de seis às sete da noite.

Era servidor da Prefeitura Municipal de Quixadá e foi candidato a vereador nas Eleições 2016.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lamenta a morte de Rinaldo Róger:

- Nosso colega da Apcdec. Que Deus o receba de braços abertos. Nosso respeito ao companheiro".

Postagens mais visitadas deste blog

Morre atleta cearense Bernadete Lins

O organizador de corridas, Fernando Elpídio informa a morte neste domingo (28) aos 43 anos de idade, da atleta cearense Bernadete Lins (foto):

- Uma notícia de partir o coração. Bernadete Lins, atleta cearense profissional, faleceu hoje. Tenho um carinho especial por essa batalhadora, pessoa simples, humana, que dedicou a vida ao esporte. Não lembro de quantas vezes entreguei troféus nas suas mãos no pódio. QUE PERDA! :(".
Antônia Bernadete Lins da Silva era ipuense e cursava Educação Física na Universidade Vale do Acaraú (Uva), em Sobral. Disputou as mais diversas corridas no Ceará, no Brasil e no Mundo. Era a cearense da elite do Atletismo Feminino Brasileiro. Morreu na manhã deste domingo (28), em Maranguape, quando estava treinado. Ainda foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maranguape, mas chegou sem vida.
Confira a repercussão da morte de Bernadete Lins:
Marcos Prado - "Nota de pesar. Bernadete Lins nos deixa hoje, e o seu ultimo suspiro foi fazendo aquilo…

Morre o sonoplasta Diocrim

Morreu neste domingo (14), o radialista Carlos Alberto de Oliveira, o Diocrim. Ele foi operador de áudio e divulgador de discos. Diocrim que iniciou sua carreira no Maranhão transferiu-se para o Rádio de Fortaleza no final da década de 1960.


Trabalhou nas rádios Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, Verdes Mares, Cidade AM e rádios no Maranhão; alem de ter sido membro da equipe de produção do show do também já falecido comunicador Bezerra de Menezes (Bezerrão). Diocrim foi divulgador da RGE e empresário de muito artistas cearenses. 
Durante muitos anos foi o operador do Clube dos Tetéus comandado pelo comunicador Colombo Sá, que fazia literalmente eco nos rádios espalhados pelos lares, bares e táxis de Fortaleza com o slogan "Não dorme ninguém, Diocrim", por causa do par de óculos (ocrim) que Carlos Alberto usava, enquanto cuidava do roteiro musical e da sonoplastia do programa, na mesa de áudio da Rádio Clube e depois na Verdes Mares.
Diocrim deixa viúva dona Nailde e órfão as fi…

Conquistas marcam primeiro ano da nova gestão da CDC

O alinhamento com o Governo Federal, além do estreitamento da relação com o Executivo estadual e municipal, fez com que o primeiro ano da nova gestão da Companhia Docas do Ceará fosse marcado por importantes avanços e conquistas. 

Escolhida pelo perfil técnico, a engenheira Mayhara Chaves assumiu a presidência da CDC no dia 24 de junho de 2019, tendo ao seu lado na tomada de decisões os diretores Humberto Castelo Branco (Administração e Finanças), Miguel Andrade (Infraestrutura e Gestão Portuária) e Mário Jorge Cavalcanti (Comercial), além do suporte de todos os colaboradores. Hoje, é possível afirmar que a companhia está saudável financeiramente com base no EBITDA, que apresentou crescimento superior a 180% no período de 12 meses.

Embora adiada temporariamente devido à Pandemia da Covid-19, a concessão do Terminal Marítimo de Passageiros foi considerada como prioridade pelo Governo Federal, o que possibilitará uma nova receita para investimentos no Porto de Fortaleza.
O arrendamento do …

Hoje é o Dia Mundial do Doador de Sangue

O vereador Michel Lins (Cidadania) e integrantes da sua assessoria estiveram no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), em Fortaleza, para doar sangue.

Segundo Michel Lins, a ação foi idealizada com objetivo de chamar atenção para a importância de doar e consequentemente salvar vidas.
- Neste domingo (14) é o Dia Mundial do Doador de Sangue", lembra o vereador.

“Um gesto simples! Um ato de amor que precisa ainda ser melhor desmistificado para que mais e mais pessoas possam ser encorajadas a doarem vida! Quem doa sangue, doa vida! Quem puder, procure um local de coleta e concretize esse ato de amor ao próximo. É rápido, fácil e não dói nada”, afirma Michel.

A campanha deste ano enaltece a doação de sangue como estratégia para contribuição na redução da mortalidade materna.

Em Fortaleza, o principal posto de coleta de sangue é o Hemoce, na Avenida José Bastos, 3390 (Rodolfo Teófilo), que funciona de segunda a sexta-feira, das 7 horas às 18h30; e aos sábados, de 7 horas às…

Morre radialista Rinaldo Róger

Informa o Monólitos Post a morte do radialista Rinaldo Róger (foto), de Quixadá. O corpo dele foi encontrado na manhã desta quarta-feira (17) em seu apartamento.


Rinaldo Róger apresentava um programa esportivo na Rádio FM Cultura de Quixadá, de seis às sete da noite.

Era servidor da Prefeitura Municipal de Quixadá e foi candidato a vereador nas Eleições 2016.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lamenta a morte de Rinaldo Róger:

- Nosso colega da Apcdec. Que Deus o receba de braços abertos. Nosso respeito ao companheiro".