Pular para o conteúdo principal

Campanha Compre do Ceará entra na segunda fase

Com lançamento marcado para a próxima segunda (20), a segunda fase da Campanha Compre do Ceará motiva o engajamento de toda a sociedade na valorização dos produtos e serviços do Estado.

Sob o slogan 'Movimente a Economia. Compre do Ceará, Compre da sua Gente', o setor produtivo do Estado se unifica na iniciativa de motivar consumidores e toda a sociedade para, no ato da compra, preferir produtos e serviços das empresas locais. A campanha agrega instituições representativas de todos os setores produtivos: Indústria, Comércio, Turismo, Serviços, setor Agrícola e de Transportes, pequenos e médios empresários (Fiec, Fecomércio, Sebrae, Faec, Fetrans).  



Com o propósito de sensibilizar consumidores a priorizar a escolha por produtos feitos no Ceará, a campanha objetiva o apoio às empresas locais, abertura de novos negócios, além da manutenção e geração de empregos e o fortalecimento da economia, por meio do consumo consciente, valorizando o que é produzido, vendido e transportado dentro do Ceará. Levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC), com base na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), de 2018, mostra a existência aproximada de 1,5 milhão de empregos formais no Estado.  

O governador, Camilo Santana (PT) participou do lançamento da segunda fase da Campanha Compre do Ceará:

Participei do lançamento da segunda fase da campanha Compre do Ceará, iniciativa importante da Fiec, Fecomércio, Sebrae, Faec e Fetrans para a retomada da economia no Ceará. O Governo do Estado tem realizado uma série de ações, inclusive em parceria com o setor produtivo, para que o nosso estado possa voltar a crescer e a gerar empregos aos cearenses", disse o governador.



As atividades produtivas que aderiram à Campanha Compre do Ceará  são responsáveis pelos indicadores macroeconômicos do Estado. De acordo com o Ipece, o setor de Serviços detém a taxa de 77,18% do Produto Interno Bruto (PIB) Cearense, englobando 13 atividades, sendo Comércio e Transportes as de maior volume. A Indústria corresponde a 17,06% e o setor primário de Agropecuária a 5,76%. 

A retomada gradual e responsável das atividades econômicas é um papel a ser exercido por todos os cearenses, empreendedores e consumidores. A conscientização do papel de cada um, contribui para o fortalecimento de toda a cadeia produtiva e, consequentemente, para o crescimento do Ceará.

Segunda Fase - A primeira fase da Campanha Compre do Ceará destacou o potencial das cadeias produtivas cearenses e mobilizou as lideranças empresariais. Em julho,  inicia-se a segunda etapa, que tem como público direto o consumidor final, despertando valores como: cearensidade, regionalidade e empatia.

Entre as ações de maior alcance estão a identificação de lojas que aderiram à campanha com o uso da logomarca em seus pontos de venda; divulgação de vídeos em apoio e reconhecimento aos empreendimentos instalados no Ceará, com transmissão pelos principais canais de imprensa; Também será lançado um site específico para destacar empresas que atuam em diversos segmentos da economia do Estado, mostrando como estão se recriando nesse momento de retomada. 

 A mensagem do Compre do Ceará estará ainda nos ambientes de grande movimentação de pessoas na cidade. Assim, 10 ônibus circularão com anúncios da campanha, incluindo tophands, painéis poderão ser vistos nos corredores dos metrôs e cartazes estarão presentes em cinco terminais rodoviários. A campanha contempla, ainda, mobiliário urbano, como 50 inserções nas laterais de abrigo e relógios, cinco outdoors, veiculação na TV, nos meses de julho e agosto, em todo o Ceará, dentre outras ações de cobertura.  

 Ao mesmo tempo, as mídias digitais estarão direcionando as publicações online para os potenciais compradores dos produtos feitos no Estado. No Instagram das instituições (Fiec, Fecomércio, Sebrae, Fetrans e Faec) será disponibilizado, gratuitamente, o filtro Compre do Ceará para engajar a audiência na ação, que será identificada pelas tags #CompreDoCeará #MadeInCeará #FortaleçaAEconomia. A cada semana, vídeos que destacam hábitos, linguagens e comportamentos tipicamente cearenses, de forma lúdica, mostram o que acontece quando se opta por produtos locais e a extensão de todos os benefícios para milhares de cearenses.

Artistas em apoio - A abordagem da Campanha recorre ao humor para despertar a identificação do público. A linguagem valoriza as expressões regionais, os costumes, assim como as relações de consumo específicas do Ceará. Para isso, atores e humoristas darão visibilidade à Campanha ao apresentar a iniciativa e aos seus fãs e incentivar a participação. Adamastor Pitaco, Falcão, Alex Nogueira, a atriz Solange Teixeira, o ator Carri Costa e o cantor Fagner são alguns dos artistas que demonstram apoio às empresas cearenses.

Site Compre do Ceará - Todo o conteúdo publicitário e informativo gerado pela Campanha poderá ser acessado no site especial da Campanha. Na página compredoceara.com.br estão publicados os vídeos sobre a trajetória das empresas e as notícias que registram como os grandes, os médios, os micro e os pequenos empreendedores construíram seus negócios.  

 Além da importância econômica, é destacada a responsabilidade social das empresas durante a pandemia, ao apoiar os profissionais de Saúde e contribuir com programas de assistência e segurança alimentar para a população vulnerável do Estado.  

 No entretenimento, a identidade regional está presente com o dicionário de expressões divertidas do “cearensês”. Toda a identidade visual e peças da campanha estão disponíveis para download. Empresas, sindicatos e demais organizações que apoiam a economia do Estado podem utilizar a logomarca em camisas, cartazes e peças de sinalização em seus estabelecimentos. 

 Maurício Filizola, presidente Fecomércio - Atualmente, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará faz a representação sindical de  mais de 150 mil empresas do setor,  vinculadas a 34 sindicatos, e está presente nos 184 municípios do Estado. “Representamos o setor de comércio e serviços, que gera cerca de 760 mil empregos e é responsável por mais de 75% do PIB do Estado. Essa pandemia nos convida ao desafio! Cabe a nós ajustarmos projetos, pensarmos de forma diferente e percebermos o nosso papel e a nossa missão diante disso tudo”. 

Ricardo Cavalcante, presidente FIEC - O Sistema Fiec é formado pelo Sesi, Senai e Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e está presente em Fortaleza e em municípios da Região Metropolitana, Região Norte, Vale do Jaguaribe e Cariri. Tem em sua base 40 sindicatos industriais. O setor industrial cearense possui mais de 13 mil indústrias instaladas, o que gera quase 300 mil empregos em nosso Estado.

"Nesse processo de retomada gradual das atividades econômicas, a FIEC entende ser fundamental valorizar ainda mais nossos produtos e serviços locais. Assim, toda a cadeia cearense sai ganhando e fazemos nossa economia se recuperar em menor tempo, garantindo ainda, a manutenção dos empregos. Daí a relevância da campanha Compre do Ceará".

Joaquim Cartaxo, superintendente do Sebrae/CE
- O Sebrae Ceará conta com uma Rede de Atendimento distribuída em Fortaleza, e em 12 Escritórios Regionais: Região Metropolitana, Maciço do Baturité, Ibiapaba, Crateús, Centro Sul, Jaguaribe, Sertão Central, Norte, Cariri, Itapipoca e Litoral Leste. Atua com o objetivo de promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios, que respondem por mais de 90% das empresas formalizadas no Estado.

“A Pandemia impactou fortemente os pequenos negócios, por isso o Sebrae intensificou ainda mais o trabalho de articulação e implementação de projetos e ações visando ajudar os microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte a enfrentar e vencer esta crise”.

Sobre a FETRANS - A Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans) é uma instituição privada, sem fins lucrativos, que congrega nove sindicatos nos setores de transporte urbano, interurbano, de fretamento e Turismo. A Fetrans contribui para o desenvolvimento da mobilidade e para os avanços nas políticas de transporte nos três estados em que atua, mantendo relações institucionais com outras organizações privadas e também com o setor público.

O transporte é essencial para o desempenho das demais atividades econômicas, viabilizando o fluxo de pessoas para atividades de trabalho, consumo e lazer. Somente na Região Metropolitana de Fortaleza, onde o transporte coletivo urbano e metropolitano de passageiros se configura como espinha dorsal da mobilidade, o setor movimenta cerca 800 milhões de reais, anualmente, contribuindo com mais de 3% do PIB estadual e gerando mais de 8 mil postos de trabalho diretos, transportando mais de 200 milhões de passageiros por ano, com uma frota superior a 2 mil veículos, com base no ano de 2019.

Além da força política com atuação direta na tomada de decisões sobre o transporte no país, a Federação atua fortalecendo o setor através de outras frentes. O trabalho da Fetrans é também de profissionalizar e dar qualidade de vida ao trabalhador do transporte por meio do Serviço Social do Transporte (Sest) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat); de resgatar a história do transporte com o Centro Cultural aberto à população para pesquisas e consultas; e ainda de atuar em defesa do meio ambiente, através do Programa Ambiental do Transporte - Despoluir, promovido pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) e coordenado regionalmente pela Fetrans.

Flávio Saboya, presidente Faec - A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec) é uma entidade sindical constituída por 40 Sindicatos e cerca de 400 mil produtores em diversas cadeias produtivas. Atua para fins de estudos, coordenação, defesa e representação da categoria econômica dos ramos da agricultura, da pecuária, do extrativismo rural, da pesca, da silvicultura e da agroindústria. Segundo levantamento feito pela Faec, os números na geração de empregos somam mais de um milhão de postos de trabalho formal no Estado, incluindo a Agricultura Familiar. Fruticultura, Floricultura, Leite, Pescados, Mel e Carnaúba representam cerca de 20% das exportações totais do Estado nos últimos anos. Castanha de Caju, Cera de Carnaúba, Frutas, Lagostas e Couros/ Peles foram o 3º, 4º 5º, 6º 7º produtos mais exportados do Ceará, em 2019.

O presidente da Faec, Flavio Saboya, disse ser muito importante a campanha Compre do Ceařá, lancada pelo Sistema S: " ela vem no momento certo, visando apoiar e alavancar as vendas dos nossos produtos. " Saboya informou que já comunicou aos presidentes de Sindicatos Rurais e solicitou engajamento e divulgação na campanha. Durante esse período da pandemia do Covid-19, a Faec, através do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) continuou a oferecer assistência técnica e gerencial a vários produtores rurais para que as atividades não sofressem solução de continuidade, incluindo orientações de medidas de combate ao vírus, e distribuição de máscaras e álcool gel.

Comentários

Alguma sugestão ou comentário particular?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Familiares de Iraguassu Teixeira pedem doação para instituições de caridade no lugar de coroas de flores

Morreu no início da noite desta segunda-feira (22) aos 80 anos, o ex-vereador José Iraguassu Teixeira. Este estava internado há 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Unimed Fortaleza com complicações da Covid-19. A família do Doutor Iraguassu informa que o velório acontece no Complexo Funerário Ethernus (Rua Padre Valdevino) com missa de corpo presente às dez da manhã e cremação às 11 da manhã desta terça-feira (23). O velório, missa e cremação são restritos aos familiares. A família solicita que ao invés de enviar coroas de flores façam um doação do valor a uma instituição de caridade de Fortaleza. Iraguassu Teixeira Filho - Hoje encerra-se a jornada do meu pai na terra. Façam uma oração por ele. Com profundo pesar informamos a partida do médico e ex-vereador de Fortaleza Doutor Iraguassú Teixeira, aos 80 anos, na noite desta segunda-feira (22), vítima de complicações causadas pela Covid-19. Iraguassu Teixeira estava internado na UTI do Hospital Regional

Ednardo está internado com uma infecção bacteriana

Soube, na manhã desta segunda-feira (31), que o cantor Ednardo (foto) está internado, numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Unimed Fortaleza. Ednardo tenta se curar de uma infecção bacteriana. O cantor de 75 anos está internado há uma semana. Filha de Ednardo, atriz e cantora J úlia Limaverde - " Nosso amado pai e querido artista Ednardo está agora no hospital se recuperando de complicações com uma infecção. Ele não está com Covid nem corre risco de vida. De todas as formas agradecemos de coração o envio de todas as energias positivas para sua pronta recuperação". Deputado estadual Renato Roseno (Psol) - " Recebemos a informação pelas redes sociais de que o poeta Ednardo está internado na UTI de um hospital em Fortaleza. Estamos na torcida por sua pronta recuperação. Ednardo é um Patrimônio Vivo da nossa Música". Vereador Evaldo Lima (PCdoB) - " Ednardo resiste como as suas mais lindas canções sobre as coisas do Ceará.

Morre radialista Will Nogueira

Morreu vítima de covid-19, na manhã desta segunda-feira (5), o radialista cearense Will Nogueira ( Francisco de Assis Nogueira Bastos), aos 60 anos . Will Nogueira estava internado, no Hospital São Carlos-Fortaleza, intubado há dez dias e nesta segunda-feira não resistiu as complicações da covid-19. O velório e sepultamento são restritos a familiares, na tarde desta segunda-feira no Cemitério Jardim Metropolitano (4º Anel Viário no Coaçu-Eusébio) Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Will Nogueira (foto) iniciou no Rádio na década de 1980 pela Rádio Iracema AM 1.300, no Programação Geração 80.  Trabalhou durante 36 anos no Sistema Verdes Mares SVM), dirigindo a Rádio FM 93. Também fez carreira na TV, atuando como apresentador dos programas Terral, na TV Ceará (ex-TV Educativa), e Sábado Alegre, na TV Diário.  Ultimamente depois da aposentadoria da FM 93, em 2015, era consultor em programação de Rádio e TV.   Por muitas vezes troquei ideias sobre Rádio

Ceará caminha para 20 mil mortes pelo coronavírus

O Painel IntegraSus informa no Boletim da Covid-19 das 11h49 desta terça-feira (25 de maio) no Ceará: Testes realizados - 2.125.276 Casos notificados - 2.027.137 Casos descartados - 1.147.929 Casos confirmados - 778.444 Casos recuperados - 538.568 Casos doentes ativos - 219.922 Casos suspeitos - 100.764 Casos fatais confirmados - 19.954 Casos fatais suspeitos - 725 Mortes nas últimas 24 horas - quatro Taxa de letalidade - 2,58% Fortaleza  - Confira o Boletim Epidemiológico de Fortaleza: Testes realizados - 731.977 Casos notificados - 670.946 Casos descartados - 398.507 Casos confirmados - 230.148 Casos recuperados - 112.613 Casos doentes ativos - 109.062 Casos suspeitos - 42.291 Casos fatais confirmados - 8.473 Casos fatais suspeitos - 399 Mortes nas últimas 24 horas - zero Taxa de letalidade - 3,6%.

Decreto amplia horário de funcionamento do Comércio da Grande Fortaleza e Zona Norte

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) e o secretário de Saúde, Doutor Cabeto anunciaram na noite desta sexta-feira (14 de maio) o novo Decreto de Combate à Covid 19 no Estado a valer a partir da próxima segunda-feira (17 de maio) para Grande Fortaleza e Zona Norte do Estado: Amplia o funcionamento do comércio de rua de 10 às 19 horas, de domingo a sábado; lojas de shoppings de 12 às 21 horas; alimentação fora de casa de 10 às 21 horas com 50% da capacidade. Academias funcionamento até 21 horas. Liberadas escolinhas a areninhas. Liberadas atividade práticas de Ensino Superior presencial, alem de cursos de línguas e de informática. Toque de Recolher de 22 horas às cinco da madrugada. Para o Sertão Central, Cariri e Vale Jaguaribano continuam as restrições do decreto que se vence no domingo (16 de maio).

Postagens mais visitadas deste blog

Familiares de Iraguassu Teixeira pedem doação para instituições de caridade no lugar de coroas de flores

Morreu no início da noite desta segunda-feira (22) aos 80 anos, o ex-vereador José Iraguassu Teixeira. Este estava internado há 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional Unimed Fortaleza com complicações da Covid-19. A família do Doutor Iraguassu informa que o velório acontece no Complexo Funerário Ethernus (Rua Padre Valdevino) com missa de corpo presente às dez da manhã e cremação às 11 da manhã desta terça-feira (23). O velório, missa e cremação são restritos aos familiares. A família solicita que ao invés de enviar coroas de flores façam um doação do valor a uma instituição de caridade de Fortaleza. Iraguassu Teixeira Filho - Hoje encerra-se a jornada do meu pai na terra. Façam uma oração por ele. Com profundo pesar informamos a partida do médico e ex-vereador de Fortaleza Doutor Iraguassú Teixeira, aos 80 anos, na noite desta segunda-feira (22), vítima de complicações causadas pela Covid-19. Iraguassu Teixeira estava internado na UTI do Hospital Regional

Ednardo está internado com uma infecção bacteriana

Soube, na manhã desta segunda-feira (31), que o cantor Ednardo (foto) está internado, numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Unimed Fortaleza. Ednardo tenta se curar de uma infecção bacteriana. O cantor de 75 anos está internado há uma semana. Filha de Ednardo, atriz e cantora J úlia Limaverde - " Nosso amado pai e querido artista Ednardo está agora no hospital se recuperando de complicações com uma infecção. Ele não está com Covid nem corre risco de vida. De todas as formas agradecemos de coração o envio de todas as energias positivas para sua pronta recuperação". Deputado estadual Renato Roseno (Psol) - " Recebemos a informação pelas redes sociais de que o poeta Ednardo está internado na UTI de um hospital em Fortaleza. Estamos na torcida por sua pronta recuperação. Ednardo é um Patrimônio Vivo da nossa Música". Vereador Evaldo Lima (PCdoB) - " Ednardo resiste como as suas mais lindas canções sobre as coisas do Ceará.

Morre radialista Will Nogueira

Morreu vítima de covid-19, na manhã desta segunda-feira (5), o radialista cearense Will Nogueira ( Francisco de Assis Nogueira Bastos), aos 60 anos . Will Nogueira estava internado, no Hospital São Carlos-Fortaleza, intubado há dez dias e nesta segunda-feira não resistiu as complicações da covid-19. O velório e sepultamento são restritos a familiares, na tarde desta segunda-feira no Cemitério Jardim Metropolitano (4º Anel Viário no Coaçu-Eusébio) Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Will Nogueira (foto) iniciou no Rádio na década de 1980 pela Rádio Iracema AM 1.300, no Programação Geração 80.  Trabalhou durante 36 anos no Sistema Verdes Mares SVM), dirigindo a Rádio FM 93. Também fez carreira na TV, atuando como apresentador dos programas Terral, na TV Ceará (ex-TV Educativa), e Sábado Alegre, na TV Diário.  Ultimamente depois da aposentadoria da FM 93, em 2015, era consultor em programação de Rádio e TV.   Por muitas vezes troquei ideias sobre Rádio

Ceará caminha para 20 mil mortes pelo coronavírus

O Painel IntegraSus informa no Boletim da Covid-19 das 11h49 desta terça-feira (25 de maio) no Ceará: Testes realizados - 2.125.276 Casos notificados - 2.027.137 Casos descartados - 1.147.929 Casos confirmados - 778.444 Casos recuperados - 538.568 Casos doentes ativos - 219.922 Casos suspeitos - 100.764 Casos fatais confirmados - 19.954 Casos fatais suspeitos - 725 Mortes nas últimas 24 horas - quatro Taxa de letalidade - 2,58% Fortaleza  - Confira o Boletim Epidemiológico de Fortaleza: Testes realizados - 731.977 Casos notificados - 670.946 Casos descartados - 398.507 Casos confirmados - 230.148 Casos recuperados - 112.613 Casos doentes ativos - 109.062 Casos suspeitos - 42.291 Casos fatais confirmados - 8.473 Casos fatais suspeitos - 399 Mortes nas últimas 24 horas - zero Taxa de letalidade - 3,6%.

Decreto amplia horário de funcionamento do Comércio da Grande Fortaleza e Zona Norte

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) e o secretário de Saúde, Doutor Cabeto anunciaram na noite desta sexta-feira (14 de maio) o novo Decreto de Combate à Covid 19 no Estado a valer a partir da próxima segunda-feira (17 de maio) para Grande Fortaleza e Zona Norte do Estado: Amplia o funcionamento do comércio de rua de 10 às 19 horas, de domingo a sábado; lojas de shoppings de 12 às 21 horas; alimentação fora de casa de 10 às 21 horas com 50% da capacidade. Academias funcionamento até 21 horas. Liberadas escolinhas a areninhas. Liberadas atividade práticas de Ensino Superior presencial, alem de cursos de línguas e de informática. Toque de Recolher de 22 horas às cinco da madrugada. Para o Sertão Central, Cariri e Vale Jaguaribano continuam as restrições do decreto que se vence no domingo (16 de maio).