Pular para o conteúdo principal

Relatório da CPI da Pandemia indicia 68

Com suas 1.180 páginas, o relatório final, apresentado pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), recomenda o indiciamento de 66 pessoas físicas e duas pessoas jurídicas. 


Esses indiciamentos têm relação com o negacionismo em relação ao vírus e às vacinas, que teria aumentado o número de mortos no Brasil; com as suspeitas de corrupção nas negociações para a compra de vacinas pelo Ministério da Saúde; e com as mortes que teriam sido provocadas pelo uso de tratamentos sem respaldo científico contra a covid-19. Eles se baseiam nas seguintes normas:
  • Código Penal (CP), sobretudo nos artigos relacionados à propagação da doença - 267 (epidemia com resultado morte), 268 (infração de medida sanitária preventiva) e 286 (incitação ao crime); e à corrupção na compra de vacinas - 299 (falsidade ideológica), 319 (prevaricação) e 333 (corrupção ativa);
  • Tratado de Roma (Decreto nº 4.388, de 2002);
  • Lei de Crimes de Responsabilidade (Lei 1.079/1950);
  • Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8.429/1992);
  • Lei Anticorrupção (Lei 12.846/2013);
  • Lei de Organização Criminosa (Lei nº 12.850/2013).
A CPI, explica o relatório, propôs vários encaminhamentos aos órgãos competentes para dar prosseguimento às investigações, o que pode levar a novas responsabilizações, nas esferas civil, criminal e administrativa. O relatório e os documentos relevantes da investigação serão compartilhados "com as autoridades responsáveis pela persecução criminal", segundo o texto apresentado. Por ter ocorrido a caracterização de crimes contra a humanidade, os documentos também serão remetidos ao Tribunal Penal Internacional, em Haia, nos Países Baixos.

Abaixo, um resumo de todos os indiciamentos propostos.
Presidente da República

Bolsonaro - O presidente Jair Bolsonaro, é o primeiro citado na lista, indiciado pelos seguintes crimes:
  • Prevaricação.
  • Charlatanismo.
  • Epidemia com resultado morte.
  • Infração a medidas sanitárias preventivas.
  • Emprego irregular de verba pública.
  • Incitação ao crime.
  • Falsificação de documentos particulares.
  • Crimes de responsabilidade (violação de direito social e incompatibilidade com dignidade, honra e decoro do cargo).
  • Crimes contra a humanidade (nas modalidades extermínio, perseguição e outros atos desumanos).
Ministros e ex-ministros - Dois ministros da Saúde, o atual (Marcelo Queiroga) e seu antecessor (Eduardo Pazuello), também figuram como indiciados, sendo Pazuello em cinco tipos (artigos 267, 315, 319 e 340 do Código Penal, e art. 7º do Tratado de Roma), e Queiroga em dois (artigos 267 e 319 do CP).

Também se propõe os indiciamentos de outros três atuais ocupantes de ministérios — Onyx Lorenzoni, ex-ministro da Cidadania, hoje ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República (incitação ao crime e crimes contra a humanidade); Walter Braga Netto, ministro da Defesa e ex-ministro chefe da Casa Civil (epidemia com resultado de morte); e Wagner de Campos Rosário, ministro-chefe da Controladoria Geral da União (prevaricação) — e dois ex-ministros, Ernesto Araújo, das Relações Exteriores (epidemia e incitação ao crime) e Fábio Wajngarten, da Secretaria Especial de Comunicação Social (prevaricação e advocacia administrativa).

Assessores e ex-assessores - O relatório pede o indiciamento de Filipe Martins, assessor especial para Assuntos Internacionais, e Técio Arnaud Tomaz, assessor especial da Presidência da República (ambos por incitação ao crime); e de Arthur Weintraub, ex-assessor da Presidência da República (epidemia).

Ministério da Saúde - Uma série de ocupantes e ex-ocupantes de cargos no Ministério da Saúde figuram no relatório: Antônio Elcio Franco Filho, ex-secretário-executivo, e Mayra Isabel Correia Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (ambos por prevaricação); Roberto Ferreira Dias, ex-diretor de Logística (suspeito de corrupção passiva, organização criminosa e improbidade administrativa); Marcelo Blanco, ex-assessor do Departamento de Logística, que teria tentado intermediar a compra da vacina AstraZeneca (corrupção ativa); e Airton Soligo, ex-assessor especial do Ministério (usurpação de função pública).
Parlamentares

Oito parlamentares aparecem no relatório, com a recomendação de indiciamento por incitação ao crime (artigo 286 do Código Penal): o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), os deputados federais Bia Kicis (PSL-DF), Carla Zambelli (PSL-SP), Carlos Jordy (PSL-RJ), Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Ricardo Barros (PP-PR) e Osmar Terra (MDB-RS); e o vereador da capital fluminense Carlos Bolsonaro. Ricardo Barros é acusado, ainda, de prevaricação, organização criminosa e improbidade administrativa, por suposta influência em irregularidades na negociação para a compra de vacinas.

Gabinete Paralelo - A atuação do chamado "Gabinete Paralelo de Aconselhamento" de Jair Bolsonaro, descrito no relatório como um "círculo íntimo de assessores" com "apego ideológico à cloroquina", levou ao pedido de indiciamento, por "epidemia com resultado morte", de Nise Yamaguchi e Luciano Dias Azevedo (médicos), Carlos Wizard (empresário) e Paolo Zanotto (biólogo). Pela mesma tipificação, foi incluído o presidente do Conselho Federal de Medicina, Mauro Luiz de Brito Ribeiro.
Fake news

Outros dez nomes, suspeitos de disseminar fake news sobre o vírus e as vacinas na web e nas redes sociais, tiveram o indiciamento proposto, por incitação ao crime (artigo 286 do Código Penal): 
  1. Allan dos Santos (blogueiro).
  2. Oswaldo Eustáquio (blogueiro).
  3. Paulo Eneas (editor do site Crítica Nacional).
  4. Luciano Hang (empresário).
  5. Otávio Fakhoury (empresário).
  6. Bernardo Kuster (diretor do site Brasil Sem Medo).
  7. Richards Pozzer (artista gráfico).
  8. Leandro Ruschel (jornalista).
  9. Roberto Goidanich (ex-presidente da Fundação Alexandre de Gusmão).
  10. Roberto Jefferson (político).
Caso Davati Mais quatro nomes na relação, cujo indiciamento por corrupção ativa (artigo 333 do Código Penal) é proposto, estão ligados ao caso da tentativa frustrada de intermediação da venda de vacinas da AstraZeneca ao Ministério da Saúde: duas pessoas que se apresentaram como representantes da empresa Davati no Brasil (Cristiano Carvalho e Luiz Dominguetti) e dois intermediadores (Rafael Alves e José Odilon Torres Jr.).

Caso Covaxin - Uma série de nomes citados no relatório tem relação com o caso da tentativa frustrada de vender ao Ministério da Saúde a vacina indiana Covaxin, com o envolvimento das empresas Precisa Medicamentos, VTCLog (empresa de logística) e FIB Bank (empresa de garantias bancárias).

Ligados à Precisa, recomendou-se o indiciamento de Francisco Maximiano, sócio (falsidade ideológica, uso de documento falso e fraude em contrato); Danilo Trento, diretor de relações institucionais (fraude em contrato); Emanuela Batista de Souza Medrades, diretora-executiva e responsável técnica farmacêutica da Precisa, e Túlio Silveira, consultor jurídico (ambos por falsidade ideológica, uso de documento falso e fraude processual).

Da VTCLog, são acusados os sócios Raimundo Nonato Brasil (corrupção ativa), Carlos Alberto de Sá e Teresa Reis de Sá; e a diretora-executiva Andreia Lima (corrupção ativa e improbidade administrativa).

Qualificado como "sócio oculto" da FIB Bank, Marcos Tolentino, figura por fraude em contrato e organização criminosa.

Também foram citados com relação ao caso Covaxin, acusados de organização criminosa, o ex-secretário da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) José Ricardo Santana e o lobista Marconny Albernaz de Faria.

A Precisa e a VTCLog foram as duas únicas pessoas jurídicas cujo indiciamento foi recomendado no relatório, com base na Lei Anticorrupção, por suposto "ato lesivo à administração pública".

Prevent Senior - As ações da empresa Prevent Senior (planos de saúde) na pandemia levaram à proposta de uma série de indiciamentos: dos donos da empresa, Fernando Parrillo e Eduardo Parrillo, e de seu diretor-executivo, Pedro Batista Jr., em quatro tipificações (perigo para a vida ou saúde de outrem, omissão de notificação de doença, falsidade ideológica e crime contra a humanidade); e dos médicos Carla Guerra, Rodrigo Esper e Fernando Oikawa (perigo para a vida ou saúde de outrem e crime contra a humanidade), Paola Werneck (perigo para a vida ou saúde de outrem), Daniel Garrido Baena, João Paulo Barros e Fernanda Igarashi (falsidade ideológica).

Daniella de Aguiar Moreira da Silva, outra médica da Prevent Senior, é a única pessoa que figura no relatório com recomendação de indiciamento pelo artigo 121 do Código Penal (homicídio), por "indícios" de "omissão do dever funcional" no tratamento de pacientes com Covid.

O médico Flávio Adsuara Cadegiani, que fez em Manaus um estudo com proxalutamida que teria matado mais de 200 pessoas, é acusado de crime contra a humanidade.

Com informações e foto da Agência Senado.

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

SVM demite 30 em uma semana

Atualizada às 13h30 desta terça-feira (18 de janeiro de 2022). O Sistema Verdes Mares (SVM) demitiu, nesta segunda-feira (17 de janeiro de 2022), 29 profissionais: Ricardo Mota (foto). Márcio Dorneles. Paulo Sadat. Wânnyfer Monteiro.  Gleudson Rosa. Tereza Tavares. Marcos Lima. Melquíades Júnior. Vanessa Pinheiro. André Alencar. Paulo Ernesto. Fabiano Rodrigues. Dellano Rios. Nove do Setor de Engenharia da TV Verdes Mares Cariri. Seis motoristas.

Futricas Cearenses

  O Futricas Cearenses confirma a informação que o repórter Almir Gadelha deixa o Sistema Verdes Mares (SVM), onde se destacou, no quadro Vida Real apresentado na TV Verdes Mares (TVVM). Almir Gadelha, que teve passagem antes pela TV União, vai se dedicar as palestras,  coach, hipnoterapeuta, trabalho com desenvolvimento humano e emocional. "Gravo vídeos que geram despertar nas pessoas!", informa buscando novos projetos em outros canais de Televisão. - Quando você agradece a graça desce sobre sua vida. Essa é a versão mais bonita que eu conheço sobre a palavra agradecer. Agradeça pelas simples coisas da vida! - Reclamar é pedir para que aquilo se repita ou ainda clamar com muita força que aquilo aconteça novamente. Além disso, o ato de reclamar é uma falta de consciência daquilo que você já tem na vida. Agradeça por tudo, por tudo", postou Almir em suas Redes Sociais. Almir Gadelha é: Palestrante. Jornalista. Escritor. Músico. Terapeuta Reiki. Hipnótico.

Tem cearense de Crato no BBB-22

Tem cearense no BBB-22. É o cratense Vinícius, do Grupo Pipoca. Conheça os dez participantes do Grupo Pipoca do Big Brother Brasil (BBB 22), que começa na próxima segunda-feira (17 de janeiro) com apresentação de Tadeu Smith, na Rede Globo de Televisão: Vinicius, de 23 anos - Pipoca-Vinicius nasceu em Crato, Ceará. Mora com o pai, a avó materna e tia em uma pensão da família. Apesar de ser bagunceiro, sempre foi muito dedicado e tirava notas altas. Desde muito jovem se virava para ajudar em casa: vendia doces, atuava como professor particular, monitor de colégio público e até cantor de velório. É bacharel em Direito, mas não pretende advogar. Trabalha no restaurante da família e faz vídeos para ganhar uma renda extra nas redes sociais. Conta que usa histórias tristes para fazer humor. Vinicius pensa rápido e tem resposta para tudo: “Para discutir comigo é bom vir com água e um banquinho, porque não arrego”, comenta. Incomoda-se quando dizem mentiras a seu respeito. Deixa claro que não

Morre professor Gustavo Venturi

 Informa o professor Antônio Carlos de Freitas, ex-deputado estadual e ex-secretário de Cultura do Ceará: - Soube há pouco do falecimento do camarada Gustavo Venturi professor da Universidade de São Paulo (USP), sociólogo, militante por uma nova sociedade. Gustavo era um gentleman, finesse a toda prova, sem ser arrogante, soberbo. Um ser humano fantástico, competente e camarada. Lutava contra um câncer, agora virou estrela. - Na verdade um companheiro extremamente competente e camarada. Essa é a lembrança do Gustavo que me chega a mente agora. Muitas reuniões, e lições inesquecíveis que levarei para o resto da vida. Suas pesquisas e análises precisas foram marcantes para o PT, para Fundação Perseu Abramo, para todas e todos que lutam. - Até o próximo encontro companheiro, que seja mais demorado, apreciando aquele bom vinho e degustando aquele papo maravilhoso que nos propiciou nessa sua bela passagem por aqui. Gustavo Venturi! Presente!

Morre Narcélio Limaverde

Morreu, na madrugada desta quarta-feira (26 de janeiro de 2022), o comunicador Narcélio Sobreira Limaverde, aos 90 anos com 68 anos de Rádio.   Narcélio Limaverde estava internado há 15 dias, no Hospital Otoclínica da Avenida Antônio Sales, em Fortaleza, tratando de uma Pneumonia severa. Ele tratava também de um Linfoma no Pulmão. Narcélio deixa viúva a esposa Helenira Limaverde que com quem esteve casado por 63 anos; e faria em primeiro de maio 64 anos de casado; e órfãos, os filhos, Sérgio, Adriana, Vládia, e Narcélio Filho; sete netos; e três bisnetos. Velório  - O Velório acontece de 10 às 16 horas, desta quarta-feira (26), na Funerária Ternura (Rua Padre Valdevino, 2.255-Aldeota). Missa de corpo presente às 16 horas, na Ternura, seguida de cremação do corpo. Narcélio Limaverde trabalhou nas rádios: Dragão do Mar AM 690. Verdes Mares 810 AM. Verdes Mares FM 93 Cidade AM 860. Assunção Cearense AM 620. AM do O Povo 1010. Ceará Rádio Clube 1.200. Uirapuru AM 760. Rádio Jornal do Comm

Postagens mais visitadas deste blog

SVM demite 30 em uma semana

Atualizada às 13h30 desta terça-feira (18 de janeiro de 2022). O Sistema Verdes Mares (SVM) demitiu, nesta segunda-feira (17 de janeiro de 2022), 29 profissionais: Ricardo Mota (foto). Márcio Dorneles. Paulo Sadat. Wânnyfer Monteiro.  Gleudson Rosa. Tereza Tavares. Marcos Lima. Melquíades Júnior. Vanessa Pinheiro. André Alencar. Paulo Ernesto. Fabiano Rodrigues. Dellano Rios. Nove do Setor de Engenharia da TV Verdes Mares Cariri. Seis motoristas.

Futricas Cearenses

  O Futricas Cearenses confirma a informação que o repórter Almir Gadelha deixa o Sistema Verdes Mares (SVM), onde se destacou, no quadro Vida Real apresentado na TV Verdes Mares (TVVM). Almir Gadelha, que teve passagem antes pela TV União, vai se dedicar as palestras,  coach, hipnoterapeuta, trabalho com desenvolvimento humano e emocional. "Gravo vídeos que geram despertar nas pessoas!", informa buscando novos projetos em outros canais de Televisão. - Quando você agradece a graça desce sobre sua vida. Essa é a versão mais bonita que eu conheço sobre a palavra agradecer. Agradeça pelas simples coisas da vida! - Reclamar é pedir para que aquilo se repita ou ainda clamar com muita força que aquilo aconteça novamente. Além disso, o ato de reclamar é uma falta de consciência daquilo que você já tem na vida. Agradeça por tudo, por tudo", postou Almir em suas Redes Sociais. Almir Gadelha é: Palestrante. Jornalista. Escritor. Músico. Terapeuta Reiki. Hipnótico.

Tem cearense de Crato no BBB-22

Tem cearense no BBB-22. É o cratense Vinícius, do Grupo Pipoca. Conheça os dez participantes do Grupo Pipoca do Big Brother Brasil (BBB 22), que começa na próxima segunda-feira (17 de janeiro) com apresentação de Tadeu Smith, na Rede Globo de Televisão: Vinicius, de 23 anos - Pipoca-Vinicius nasceu em Crato, Ceará. Mora com o pai, a avó materna e tia em uma pensão da família. Apesar de ser bagunceiro, sempre foi muito dedicado e tirava notas altas. Desde muito jovem se virava para ajudar em casa: vendia doces, atuava como professor particular, monitor de colégio público e até cantor de velório. É bacharel em Direito, mas não pretende advogar. Trabalha no restaurante da família e faz vídeos para ganhar uma renda extra nas redes sociais. Conta que usa histórias tristes para fazer humor. Vinicius pensa rápido e tem resposta para tudo: “Para discutir comigo é bom vir com água e um banquinho, porque não arrego”, comenta. Incomoda-se quando dizem mentiras a seu respeito. Deixa claro que não

Morre professor Gustavo Venturi

 Informa o professor Antônio Carlos de Freitas, ex-deputado estadual e ex-secretário de Cultura do Ceará: - Soube há pouco do falecimento do camarada Gustavo Venturi professor da Universidade de São Paulo (USP), sociólogo, militante por uma nova sociedade. Gustavo era um gentleman, finesse a toda prova, sem ser arrogante, soberbo. Um ser humano fantástico, competente e camarada. Lutava contra um câncer, agora virou estrela. - Na verdade um companheiro extremamente competente e camarada. Essa é a lembrança do Gustavo que me chega a mente agora. Muitas reuniões, e lições inesquecíveis que levarei para o resto da vida. Suas pesquisas e análises precisas foram marcantes para o PT, para Fundação Perseu Abramo, para todas e todos que lutam. - Até o próximo encontro companheiro, que seja mais demorado, apreciando aquele bom vinho e degustando aquele papo maravilhoso que nos propiciou nessa sua bela passagem por aqui. Gustavo Venturi! Presente!

Morre Narcélio Limaverde

Morreu, na madrugada desta quarta-feira (26 de janeiro de 2022), o comunicador Narcélio Sobreira Limaverde, aos 90 anos com 68 anos de Rádio.   Narcélio Limaverde estava internado há 15 dias, no Hospital Otoclínica da Avenida Antônio Sales, em Fortaleza, tratando de uma Pneumonia severa. Ele tratava também de um Linfoma no Pulmão. Narcélio deixa viúva a esposa Helenira Limaverde que com quem esteve casado por 63 anos; e faria em primeiro de maio 64 anos de casado; e órfãos, os filhos, Sérgio, Adriana, Vládia, e Narcélio Filho; sete netos; e três bisnetos. Velório  - O Velório acontece de 10 às 16 horas, desta quarta-feira (26), na Funerária Ternura (Rua Padre Valdevino, 2.255-Aldeota). Missa de corpo presente às 16 horas, na Ternura, seguida de cremação do corpo. Narcélio Limaverde trabalhou nas rádios: Dragão do Mar AM 690. Verdes Mares 810 AM. Verdes Mares FM 93 Cidade AM 860. Assunção Cearense AM 620. AM do O Povo 1010. Ceará Rádio Clube 1.200. Uirapuru AM 760. Rádio Jornal do Comm