Pular para o conteúdo principal

Cargas do Coronavírus baixas nos esgotos das seis capitais

 


Com dados entre as semanas epidemiológicas 38 e 41, de 18 de setembro a 15 de outubro, o Boletim de Acompanhamento nº 20/2022 da Rede Monitoramento COVID Esgotos informa que cinco capitais acompanhadas – Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife e Rio de Janeiro – registraram simultaneamente baixas cargas e concentrações de SARS-CoV-2. Em Belo Horizonte a carga do Novo Coronavírus também ficou num patamar baixo, enquanto as concentrações virais foram predominantemente intermediárias nesse período.

 

No cenário de Pandemia, o monitoramento dos esgotos realizado pela Rede segue sendo uma ferramenta para o acompanhamento dos efeitos das medidas de flexibilização na circulação do Novo Coronavírus. Os dados das seis capitais acompanhadas podem ser acessados no Painel Dinâmico

 

Belo Horizonte (MG) 

 

Em Belo Horizonte a Rede Monitoramento Covid Esgotos verificou uma tendência de redução das cargas virais entre as semanas epidemiológicas 38 (de 18 a 24 de setembro) e 41 (de 9 a 15 de outubro). Nesse período de quatro semanas, as cargas virais registradas foram respectivamente de: 31,1 bilhões; 15,7 bilhões; 26,3 bilhões; e 22,6 bilhões de cópias do Novo Coronavírus por dia para cada 10 mil habitantes. Esse patamar de carga viral é considerado baixo.

 

Desde o início do monitoramento na capital mineira, em abril de 2020, a maior carga foi registrada na semana epidemiológica 21 deste ano (de 22 a 28 de maio): 707,5 bilhões de cópias do Novo Coronavírus por dia para cada 10 mil habitantes.

Evolução da carga viral no esgoto de Belo Horizonte

 

Entre as semanas epidemiológicas 38 e 41, as concentrações do Novo Coronavírus em Belo Horizonte foram baixas (de 1 a 4 mil cópias do vírus por litro das amostras) ou moderadas (de 4 mil a 25 mil cópias do vírus por litro), representadas respectivamente em amarelo e laranja nos mapas a seguir.

Distribuição espacial das concentrações do Novo Coronavírus nas ETEs monitoradas em Belo Horizonte entre as semanas epidemiológicas 38 e 41 de 2022

 

Nos três pontos especiais de monitoramento da capital mineira, entre as semanas 38 e 41, o Novo Coronavírus foi detectado no terminal rodoviário monitorado com concentrações intermediárias. Tanto no lar de idosos quanto no Aeroporto Internacional de Confins as concentrações variaram entre baixas e intermediárias, conforme a tabela a seguir.

Concentração do Novo Coronavírus no esgoto dos pontos especiais de monitoramento em Belo Horizonte

 

Brasília (DF)

 

Entre as semanas epidemiológicas 38 (de 18 a 24 de setembro) e 39 (de 25 de setembro a 1º de outubro), não foram detectadas cargas do Novo Coronavírus nos esgotos das sete estações de tratamento de esgotos (ETEs) do Distrito Federal monitoradas. Já nas semanas 40 e 41, as cargas foram respectivamente de 1,7 bilhões e 0,7 bilhão de cópias do Novo Coronavírus por dia para cada 10 mil habitantes – patamar considerado baixo.

Evolução da carga viral no esgoto do Distrito Federal 

 

Entre as semanas epidemiológicas 38 e 39, em todos os pontos de monitoramento, indicados em verde nos mapas a seguir, não foram detectadas concentrações do Novo Coronavírus. Já nas semanas 40 e 41, os pontos com concentrações baixas, em amarelo, tiveram um aumento nesse período.

Distribuição espacial das concentrações do Novo Coronavírus nas ETEs monitoradas no DF entre as semanas epidemiológicas 38 e 41 de 2022 

 

Curitiba (PR)

 

Em Curitiba, entre as semanas epidemiológicas 38 (de 18 a 24 de setembro) e 41 (de 9 a 15 de outubro), a menor carga viral foi de 4,4 bilhões de cópias do Novo Coronavírus por dia para cada 10 mil habitantes (semana 39) e a maior foi de 20,4 bilhões de cópias por dia para cada 10 mil habitantes (semana 38). Essas cargas são consideradas baixas e são equivalentes aos valores registrados nos últimos meses de 2021.

Evolução da carga viral no esgoto de Curitiba

 

Entre as semanas epidemiológicas 38 e 41, Curitiba não registrou concentrações virais em alguns pontos de monitoramento na semana 39, indicados em verde nos mapas a seguir. Nesse período de quatro semanas as concentrações detectadas nos pontos de monitoramento variaram entre baixas (entre 1 e 4 mil cópias por litro das amostras) e moderadas (de 4 mil a 25 mil cópias por litro), respectivamente indicadas em amarelo e laranja nos mapas a seguir.

Distribuição espacial das concentrações do Novo Coronavírus nas ETEs monitoradas em Curitiba entre as semanas epidemiológicas 38 e 41 de 2022 

 

Fortaleza (CE)

 

Entre as semanas epidemiológicas 38 (de 18 a 24 de setembro) e 41 (de 9 a 15 de outubro), a Rede Monitoramento Covid Esgotos não detectou a presença de cargas do Novo Coronavírus nos esgotos de Fortaleza na semana 40 (de 2 a 8 de outubro). Nesse período de quatro semanas a menor carga registrada foi de 2,6 bilhões de cópias do vírus para cada 10 mil habitantes (semana 38) e a maior foi de 4,7 bilhões (semana 39).

Evolução da carga viral no esgoto de Fortaleza 

 

Entre as semanas epidemiológicas 38 e 41, a concentração do Novo Coronavírus em Fortaleza foi baixa (de 1 a 4 mil cópias por litro das amostras) ou sequer foi detectada, o que está indicado respectivamente em amarelo e verde nos mapas a seguir.

Distribuição espacial das concentrações do Novo Coronavírus nos pontos monitorados em Fortaleza entre as semanas epidemiológicas 38 e 41 de 2022 

 

Recife (PE)

 

No Recife, entre as semanas epidemiológicas 38 (de 18 a 24 de setembro) e 41 (de 9 a 15 de outubro), a Rede Monitoramento Covid Esgotos somente registrou uma baixa carga viral, de 0,2 bilhão de cópias do Novo Coronavírus por dia para cada 10 mil habitantes, na semana 39 (de 25 de setembro a 1º de outubro). Nas demais semanas não foram registradas cargas virais no esgoto da capital pernambucana.

Evolução da carga viral no esgoto de Recife

 

Em termos de concentrações virais, o Novo Coronavírus foi detectado em concentrações baixas (de 1 a 4 mil cópias virais por litro das amostras) na semana epidemiológica 39 (de 25 de setembro a 1º de outubro), o que está indicado em amarelo nos mapas a seguir. Nas semanas 38, 40 e 41 não houve registro de concentração viral nos pontos monitorados na capital pernambucana.

Distribuição espacial das concentrações do Novo Coronavírus nas ETEs monitoradas em Recife entre as semanas epidemiológicas 38 e 41 de 2022

 

Rio de Janeiro (RJ)

 

Da semana epidemiológica 38 (de 18 a 24 de setembro) à 41 (de 9 a 15 de outubro), a Rede Monitoramento Covid Esgotos detectou a presença de carga do Novo Coronavírus somente em patamares baixos no Rio de Janeiro. Nesse período a maior carga foi de 0,6 bilhão de cópias por dia para cada 10 mil habitantes (semana 38) e a menor foi de 0,1 bilhão de cópias por dia para cada 10 mil habitantes (semana 41).

Evolução da carga viral no esgoto do Rio de Janeiro

 

Nos pontos monitorados na capital fluminense, entre as semanas 38 e 41, houve dois tipos de situação: ou o vírus não foi detectado ou teve baixas concentrações (entre 1 e 4 mil cópias por litro das amostras), o que está respectivamente destacado em verde e amarelo nos mapas a seguir.

Distribuição espacial das concentrações do Novo Coronavírus nos pontos monitorados no Rio de Janeiro entre as semanas epidemiológicas 38 e 41 de 2022 

 

Sobre a Rede Monitoramento COVID Esgotos

 

A Rede Monitoramento Covid Esgotos acompanha as cargas virais e concentrações do Novo Coronavírus no esgoto de seis capitais e cidades que integram as regiões metropolitanas de: Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife e Rio de Janeiro. Esse trabalho busca ampliar as informações para o enfrentamento da pandemia atual. 

 

Nesse sentido, os resultados gerados sobre a ocorrência do Novo Coronavírus no esgoto das cidades em questão podem auxiliar as autoridades locais de saúde na tomada de decisões relacionadas à manutenção ou flexibilização das medidas de controle para a disseminação da COVID-19. Também podem fornecer alertas precoces dos riscos de aumento de incidência do vírus de forma regionalizada.

 

Com os estudos o grupo pretende identificar tendências e alterações na ocorrência do vírus no esgoto das diferentes regiões monitoradas, o que pode ajudar a entender a dinâmica de circulação do vírus. Outra linha de atuação é o mapeamento do esgoto para identificar áreas com maior incidência da doença e usar os dados obtidos como uma ferramenta de alerta precoce para novos surtos, por exemplo.

 

Informações mais detalhadas sobre os pontos de monitoramento, incluindo a justificativa para o monitoramento de cada ponto, constam do Boletim de Apresentação da Rede. O histórico de resultados pode ser consultado nos Boletins de Acompanhamento, disponíveis no site da ANA. Acesse também o Painel Dinâmico da Rede Monitoramento COVID Esgotos, onde são disponibilizados semanalmente os resultados para todas as regiões que integram a Rede.

 

A Rede é coordenada pela ANA e INCT ETEs Sustentáveis com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e conta com os seguintes parceiros: Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Além disso, a Rede conta com a parceria de companhias de saneamento locais e secretarias estaduais de Saúde.

Assessoria Especial de Comunicação Social (ASCOM)

Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA)

(61) 2109-5129 / 5495 / 98129-8288 (WhatsApp)

imprensa@ana.gov.br www.gov.br/ana

Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | LinkedIn | TikTok

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Saiba quem é a atriz cearense que está fazendo sucesso na Netflix

Com apenas 21 anos de idade, Mariana Costa vem fazendo sucesso na plataforma internacional de streaming, Netflix, com todo o seu charme e talento. A atriz é a caçula do elenco da série escrita por Halder Gomes, "O Cangaceiro do Futuro", e é uma artista cearense nata que ganhou as telas do cinema atuando ao lado de Edmilson Filho, protagonista da comédia. Fotos: Divulgação/Mariana Costa O diretor ressaltou que Mariana Costa “expressa na alegria do seu sorriso e na sua beleza “Pocahontas” - a dimensão do seu talento, dedicação, profissionalismo, graça e carisma. Ela tem a magia de hipnotizar a câmera sem esforço e tornar cada cena um deleite que transcende o “ver” e nos leva ao verbo apreciar”. A atriz enxerga nesse projeto a oportunidade de "levar as raízes nordestinas" em diversos espaços, inclusive na música. Desde os 7 anos de idade, Mariana se apaixonou pelos palcos artísticos ganhando ainda mais destaque ao atuar no musical "Ceará Show", onde atuava e

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Morre irmão mais velho de Renato Aragão

Morreu neste sábado (13), em Parnaíba (PI), o contador José Rufino Aragão, aos 90 anos, irmão mais velho do humorista cearense Renato Aragão. A família não informou a causa da morte de Rufino Aragão que era o contador mais antigo do Piauí.

Postagens mais visitadas deste blog

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Saiba quem é a atriz cearense que está fazendo sucesso na Netflix

Com apenas 21 anos de idade, Mariana Costa vem fazendo sucesso na plataforma internacional de streaming, Netflix, com todo o seu charme e talento. A atriz é a caçula do elenco da série escrita por Halder Gomes, "O Cangaceiro do Futuro", e é uma artista cearense nata que ganhou as telas do cinema atuando ao lado de Edmilson Filho, protagonista da comédia. Fotos: Divulgação/Mariana Costa O diretor ressaltou que Mariana Costa “expressa na alegria do seu sorriso e na sua beleza “Pocahontas” - a dimensão do seu talento, dedicação, profissionalismo, graça e carisma. Ela tem a magia de hipnotizar a câmera sem esforço e tornar cada cena um deleite que transcende o “ver” e nos leva ao verbo apreciar”. A atriz enxerga nesse projeto a oportunidade de "levar as raízes nordestinas" em diversos espaços, inclusive na música. Desde os 7 anos de idade, Mariana se apaixonou pelos palcos artísticos ganhando ainda mais destaque ao atuar no musical "Ceará Show", onde atuava e

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Morre irmão mais velho de Renato Aragão

Morreu neste sábado (13), em Parnaíba (PI), o contador José Rufino Aragão, aos 90 anos, irmão mais velho do humorista cearense Renato Aragão. A família não informou a causa da morte de Rufino Aragão que era o contador mais antigo do Piauí.