Pular para o conteúdo principal

Leonardo Da Vinci faz 13 mil Cirurgias Eletivas e 29 mil Consultas Ambulatoriais

O Hospital Estadual Leonardo Da Vinci (Helv), Unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) gerida pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), alcançou a marca de 13 mil Procedimentos Cirúrgicos realizados nas áreas de Otorrinolaringologia, Urologia, Ortopedia, Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço. A instituição somou mais de 29 mil consultas ambulatoriais.

Os dados correspondem ao período de outubro de 2020 a dezembro de 2022, com ressalvas aos meses em que as cirurgias eletivas foram suspensas por conta do aumento nos casos de Covid-19. Somente em 2022, foram realizados 7.545 Procedimentos Cirúrgicos nas diversas especialidades, incluindo 639 de urgência realizados pela Cirurgia Geral em pacientes encaminhados pela Central de Regulação do Estado.

O diretor-geral do Helv, Emídio Teixeira, explica que o resultado é fruto do compromisso das equipes que possuem um planejamento cirúrgico capaz de pensar o primeiro atendimento ambulatorial, os exames, a internação, a cirurgia, a alta e o pós-operatório.

- Tudo é feito de uma forma muito decisiva e assertiva em cada passo e em cada tratamento”, afirma.

Teixeira destaca o engajamento dos profissionais em atender a uma crescente necessidade da sociedade. 

- A demanda existia e foi crescente com a Pandemia de Covid-19. Com isso, as especialidades viram como poderiam prestar esse Serviço da melhor forma possível. Esse engajamento, esse ‘vestir a camisa’, esse foco nas metas foram o grande diferencial que fizeram com que chegássemos a essa marca das 13 mil cirurgias neste período de dois anos”, pontua.

O coordenador médico do Bloco Cirúrgico, Wlademir Roriz, explica que os números mostram o esforço do Helv em conseguir montar um serviço qualificado, com respostas rápidas aos usuários e com alto grau de resolutividade. 
 - É um processo de trabalho no qual a gente preza pela qualidade e segurança, mas também pela celeridade. Sabemos que essas pessoas, mesmo antes da pandemia, já estavam em filas cirúrgicas. Então, um dos nossos pilares é a agilidade, trazendo uma maior satisfação a esses pacientes”, avalia.

Procedimentos-Roriz destaca que os Procedimentos Cirúrgicos mais realizados no Helv são aqueles em que há uma grande demanda na Rede Pública Estadual, como:
  • Turbinectomias (1.286);
  • Hernioplastias (1.101); 
  • Colecistectomias (1.021); 
  • Amigdalectomia (997); 
  • Septoplastias (901).
  • Extração de Cálculo Renal (780); 
  • Artroplastia de Quadril (423); 
  • Prostatectomias (311); 
  • Nefrolitotomia Percutânea (287); 
  • Mastoidectomia Radical e Subtotal (183);
  • Artroplastia de Joelho (146)..
A dona de casa Dalvanice Ferreira de Souza, de 72 anos, veio de Itapajé, a 116 quilômetros de Fortaleza, para realizar a cirurgia no joelho que aguardava há três anos. O problema a impedia de executar atividades diárias como ficar em pé muito tempo para lavar a louça. 

- Eu tenho Reumatismo, Artrose e Artrite. Doía muito o Joelho. Tinha dia em que eu quase não andava”, conta.

Com a Cirurgia de Artroplastia Total de Joelho, realizada na terça-feira (20 de dezembro), ela espera finalmente melhorar e ter qualidade de vida. 

- Vai ficar tudo ótimo”, diz a paciente otimista com o resultado.

As intervenções da Otorrinolaringologia têm se destacado no Helv, chegando a suprir, por um momento, a demanda reprimida de amigdalectomias no Estado. Maria de Fátima Sousa Guimarães, de 70 anos, foi uma das pacientes atendidas pelo Serviço. Ela foi submetida em agosto de 2022 a uma Cirurgia para Correção do Edema de Reinke, problema caracterizado por acúmulo de material gelatinoso no interior das Cordas Vocais em decorrência do uso excessivo do cigarro. A situação deixava a paciente com uma Voz bem grave. 

- Eu tinha muita tosse e falava grosso que nem homem. Tinha muita vergonha”, descreve a dona de casa.

A coordenadora médica do Serviço de Otorrinolaringologia, Débora Lima, explica que a Cirurgia foi realizada por meio de Endoscopia e Microscopia, na qual foi feito um reparo da Corda Vocal. 

- Removemos o tecido gelatinoso e o posicionamos em um local mais adequado. O paciente fica sete dias em repouso e quando vai voltar a falar, consegue emitir o som de uma forma melhor. A voz dela era mais grave e acabou ficando mais aguda”, comenta a médica.

Perfil-
O Hospital Estadual Leonardo Da Vinci foi adquirido em dezembro de 2020 pelo Governo do Ceará para o enfrentamento à Covid-19 e hoje se firma com um perfil cirúrgico. 

- Acreditamos que dessa forma estamos contribuindo para a Rede de Saúde do Estado no atendimento à alta demanda de cirurgias e de tantos pacientes que aguardam um procedimento”, avalia o diretor-geral do Helv, Emídio Teixeira.

Contando, atualmente, com nove salas de cirurgia, a unidade vem investindo no desenvolvimento e na revisão de fluxos e protocolos, como explica o coordenador médico Wlademir Roriz. 

- Para 2023, estamos visualizando uma melhoria dos nossos processos internos, otimizando o que só depende da gente, tanto na parte estrutural quanto organizacional, possibilitando um aumento em torno de 10 a 20% na atividade cirúrgica. Há uma perspectiva, também, de ampliação de serviços e realização de procedimentos de maior complexidade”, pontua.

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Morre jornalista JL Rosa

Morreu, aos 35 anos, nesta segunda-feira (8/7/2024), em Fortaleza, o jornalista João Lucas Arruda Rosa. O Velório do corpo de JL Rosa será a partir das 13 horas desta terça-feira (9/7), na Funerária Paz Eterna (Avenida Barão de Studart, 2780-Dionísio Torres-Fortaleza-Ceará). O Sepultamento será às 16h30 desta terça-feira (9), no Cemitério São João Batista (Rua Padre Mororó-Centro-Fortaleza-Ceará). JL Rosa nasceu em 28 de dezembro de 1988. Deixa órfã a filha Amanda, de 10 anos. Com 18 anos de Fotojornalismo, JL Rosa participou de projetos em veículos de Comunicação e venceu dois prêmios nacionais da área. No período de 2019 a 2021, JL Rosa integrou a equipe de Fotografia do Grupo O Povo de Comunicação, no cargo de editor-adjunto.  Dentre os registros favoritos de JL Rosa estavam os de Esportes, como Futebol e Kitesurf.  JL Rosa colecionava imagens de atividades ao ar livre e paisagens de Fortaleza.  JL Rosa trabalhou nos jornais O Povo, Diário do Nordeste e na Câmara Municipal de Fortal

Futricas Cearenses

Felicidades do #BlogdoLauriberto , neste domingo (21 de julho de 2024), para: Jornalista Flávio Assunção Filho (foto). Jornalista Carlos Eugênio Furtado. Radialista Domingos Távora (foto). Radialista Eduardo Guilherme da Silva. Radialista Louralber Pereira Monteiro. Antônio Marcos. Claudemy Carneiro. Francisco José Pessoa. Beatriz Feitosa. Ednardo Roges.

Atlântico e Naturágua arrecadam 25 mil litros de água para vítimas das enchentes no RS

Em uma demonstração de solidariedade e compromisso social, o Instituto Atlântico, em parceria com a Naturágua, enviou doações para auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.  A indústria de água mineral cearense doou 1.250 garrafões de 20 litros de água, o que totaliza 25 mil litros, para levar água potável às pessoas que estão passando por esse momento de vulnerabilidade. O Atlântico custeou o transporte das doações. Uma carreta da RMTLog Transporte e Logística partiu em 5 de junho e chegou à capital gaúcha na última quinta-feira (13). O material foi entregue na Paróquia Santa Catarina, em Porto Alegre, que atua como ponto de coleta e distribuição de doações, além de servir como abrigo para pessoas necessitadas. O Instituto Atlântico também mobilizou sua sede, localizada no Shopping Salinas, em Fortaleza, como ponto de coleta, para que colaboradores e membros da comunidade contribuíssem com doações. Durante a campanha, foram arrecadados itens como roupas, calçados, água,

Postagens mais visitadas deste blog

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Morre jornalista JL Rosa

Morreu, aos 35 anos, nesta segunda-feira (8/7/2024), em Fortaleza, o jornalista João Lucas Arruda Rosa. O Velório do corpo de JL Rosa será a partir das 13 horas desta terça-feira (9/7), na Funerária Paz Eterna (Avenida Barão de Studart, 2780-Dionísio Torres-Fortaleza-Ceará). O Sepultamento será às 16h30 desta terça-feira (9), no Cemitério São João Batista (Rua Padre Mororó-Centro-Fortaleza-Ceará). JL Rosa nasceu em 28 de dezembro de 1988. Deixa órfã a filha Amanda, de 10 anos. Com 18 anos de Fotojornalismo, JL Rosa participou de projetos em veículos de Comunicação e venceu dois prêmios nacionais da área. No período de 2019 a 2021, JL Rosa integrou a equipe de Fotografia do Grupo O Povo de Comunicação, no cargo de editor-adjunto.  Dentre os registros favoritos de JL Rosa estavam os de Esportes, como Futebol e Kitesurf.  JL Rosa colecionava imagens de atividades ao ar livre e paisagens de Fortaleza.  JL Rosa trabalhou nos jornais O Povo, Diário do Nordeste e na Câmara Municipal de Fortal

Futricas Cearenses

Felicidades do #BlogdoLauriberto , neste domingo (21 de julho de 2024), para: Jornalista Flávio Assunção Filho (foto). Jornalista Carlos Eugênio Furtado. Radialista Domingos Távora (foto). Radialista Eduardo Guilherme da Silva. Radialista Louralber Pereira Monteiro. Antônio Marcos. Claudemy Carneiro. Francisco José Pessoa. Beatriz Feitosa. Ednardo Roges.

Atlântico e Naturágua arrecadam 25 mil litros de água para vítimas das enchentes no RS

Em uma demonstração de solidariedade e compromisso social, o Instituto Atlântico, em parceria com a Naturágua, enviou doações para auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.  A indústria de água mineral cearense doou 1.250 garrafões de 20 litros de água, o que totaliza 25 mil litros, para levar água potável às pessoas que estão passando por esse momento de vulnerabilidade. O Atlântico custeou o transporte das doações. Uma carreta da RMTLog Transporte e Logística partiu em 5 de junho e chegou à capital gaúcha na última quinta-feira (13). O material foi entregue na Paróquia Santa Catarina, em Porto Alegre, que atua como ponto de coleta e distribuição de doações, além de servir como abrigo para pessoas necessitadas. O Instituto Atlântico também mobilizou sua sede, localizada no Shopping Salinas, em Fortaleza, como ponto de coleta, para que colaboradores e membros da comunidade contribuíssem com doações. Durante a campanha, foram arrecadados itens como roupas, calçados, água,