Pular para o conteúdo principal

UFC desenvolve agente anticâncer a base da cera da carnaúba

O artigo "Magnetic hybrid wax nanocomposites as externally controlled theranostic vehicles: high MRI enhancement and synergistic magnetically assisted thermo/chemo therapy" ("Nanocompósitos magnéticos híbridos de cera como veículos teranósticos de controle externo: aprimoramento de elevado MRI e termo/químio terapia sinergística magneticamente assistida"), que conta com a participação de pesquisadores do Departamento de Química Orgânica e Inorgânica da Universidade Federal do Ceará, foi destaque de capa da edição de abril do Chemistry A European Journal, uma publicação científica das Sociedades Europeias de Química. O trabalho aborda o uso de produtos naturais da Caatinga como estratégia em terapias de combate ao Câncer.




Integram o estudo as pesquisadoras Carolina Moura, egressa do doutorado do Programa de Pós-Graduação em Química, e as professoras Nágila Ricardo e Otília Pessoa, do Departamento de Química Orgânica e Inorgânica da UFC. Assinam ainda o texto os cientistas Juan Gallo, Lorena García-Hevia e Manuel Bañobre-López, do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, centro de investigação hispano-luso em Braga, Portugal.

A pesquisa trata da utilização da cera de carnaúba como matriz lipídica para um nanocompósito (materiais em que pelo menos um de seus componentes apresentam dimensões nanométricas) aplicável no tratamento contra o câncer. Nessa plataforma, estão nanopartículas magnéticas e um bioativo natural com ação anticancerígena, a oncocalixona-A, extraída de uma árvore endêmica da caatinga, o pau-branco do sertão.

Sobre o nanocompósito explica a professora Nágila Ricardo, coordenadora do Laboratório de Polímeros e Inovação de Materiais (LabPIM), onde foi desenvolvida a pesquisa: "A cera de carnaúba forma uma cápsula lipídica com um caráter magnético conferido pela presença das nanopartículas de óxido de ferro. Tem-se então (no nanocompósito) o fármaco responsável pelo efeito terapêutico, e as nanopartículas de ferro nele funcionam como agentes de contraste para ressonância magnética de imagem e para hipertermia magnética (superaquecimento da região do tumor, matando as células cancerígenas)".

O nanocompósito desenvolvido no estudo atua, portanto, em duas vias no combate às células tumorais: tanto através da liberação de fármacos que podem agir de forma mais precisa no corpo do paciente, reduzindo assim os efeitos colaterais do tratamento, quanto através da viabilização do uso da técnica de hipertermia magnética, propiciada por meio das nanopartículas presentes na estrutura. "A hipertermia magnética moderada tem atraído significativamente a atenção como um método seguro para a terapia do câncer. As células tumorais são mais sensíveis à temperatura elevada do que as células normais e essa técnica pode permitir um acréscimo de temperatura no local específico, matando assim as células tumorais e causando o mínimo de danos ao tecido normal", observa a pesquisadora Carolina Moura.

Outra via de ação do nanocompósito está no seu papel de diagnóstico de doenças. "Este trabalho demonstra o grande potencial da nanotecnologia no tratamento, na prevenção e no diagnóstico de inúmeras doenças, dentre elas o câncer. A utilização de partículas no nível da nanoescala oferece inúmeras vantagens. A presença da magnetita nas partículas de cera de carnaúba permite avaliar as propriedades das nanopartículas magnéticas como fonte geradora de calor e como agente de contraste em imagem por ressonância magnética, uma técnica amplamente utilizada no diagnóstico clínico de doenças e avaliação pós-terapêutica", reitera a Profª Nágila Ricardo.

Dentro dessa perspectiva, o nanocompósito insere-se na abordagem dos procedimentos teranósticos, uma área em expansão da Medicina que integra nanociência para aplicações terapêuticas mais precisas. "Combinam-se em um mesmo sistema múltiplas estratégias que atuam em sinergia para aumentar seus efeitos terapêuticos benéficos, quando comparados em atuação de forma isolada. O teranóstico envolve uma combinação de terapia e diagnóstico para formar um único agente. Com isso tem-se ao mesmo tempo o diagnóstico, a administração do fármaco e o mais importante, é possível monitorar a resposta ao tratamento aplicado", afirma a docente.

A escolha da cera da carnaúba para a pesquisa segue um dos enfoques do LabPIM: a utilização de produtos naturais da caatinga para o desenvolvimento de novos materiais que possam ser empregados no combate ao câncer. O derivado da árvore símbolo do Ceará, inclusive, atualmente é destaque no campo da Química Fina, para a síntese de nanopartículas lipídicas sólidas (NLSs), complementa a pesquisadora Carolina Moura. "As NLSs que possuem em sua composição cera de carnaúba têm sido propostas como veículos adequados para a administração de drogas com baixa solubilidade. Aos sistemas de NLSs foram adicionadas nanopartículas magnéticas e surgiram as nanopartículas lipídicas sólidas magnéticas (NLSMs), que têm sido descritas como um sistema em potencial para carreamento e liberação controlada de drogas".


RESULTADOS – Com pesquisas voltadas ao desenvolvimento de novos sistemas magnéticos para aplicações biomédicas, o LabPIM registra já uma patente das nanopartículas à base de cera de carnaúba. Intitulada "Nanopartículas lipídicas sólidas magnéticas à base de cera de carnaúba com potencial em hipertermia magnética e imagem por ressonância magnética" (BR 10 2016 016795 7 A8), a patente foi um resultado possível através de parceria com o Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, em Portugal, com a colaboração do pesquisador Manuel Bañobre-López. "O INL (sigla para International Iberian Nanotechnology Laboratory) possui uma infraestrutura básica de última geração para a investigação em nanotecnologia, o que permitiu a realização de alguns experimentos que não são possíveis de serem realizados na Universidade Federal do Ceará, sendo necessário o envio das amostras para outros centros de pesquisa no exterior", detalha a Profª Nágila.

Segundo ela, a pesquisa segue adiante e os próximos passos são consolidar a investigação e avançar para a etapa clínica. "Esse foi o primeiro passo e constituiu uma abordagem segura e otimizada desses sistemas, além de representar um avanço em direção à teranóstica personalizada. Estamos buscando avançar na validação dos ensaios in vivo e na determinação do potencial anticâncer em parceria com a Profª Cláudia do Ó Pessoa, do Departamento de Fisiologia e Farmacologia da UFC, e com outros pesquisadores, pois há uma necessidade da integração de várias áreas do conhecimento para o sucesso da pesquisa científica", finaliza.

Fonte: Professora Nágila Ricardo, do Departamento de Química Orgânica e Inorgânica da UFC – e-mail: naricard@ufc.br

Comentários

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre atleta cearense Bernadete Lins

O organizador de corridas, Fernando Elpídio informa a morte neste domingo (28) aos 43 anos de idade, da atleta cearense Bernadete Lins (foto):

- Uma notícia de partir o coração. Bernadete Lins, atleta cearense profissional, faleceu hoje. Tenho um carinho especial por essa batalhadora, pessoa simples, humana, que dedicou a vida ao esporte. Não lembro de quantas vezes entreguei troféus nas suas mãos no pódio. QUE PERDA! :(".
Antônia Bernadete Lins da Silva era ipuense e cursava Educação Física na Universidade Vale do Acaraú (Uva), em Sobral. Disputou as mais diversas corridas no Ceará, no Brasil e no Mundo. Era a cearense da elite do Atletismo Feminino Brasileiro. Morreu na manhã deste domingo (28), em Maranguape, quando estava treinado. Ainda foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maranguape, mas chegou sem vida.
Confira a repercussão da morte de Bernadete Lins:
Marcos Prado - "Nota de pesar. Bernadete Lins nos deixa hoje, e o seu ultimo suspiro foi fazendo aquilo…

Morre radialista Evilásio Pires

Morreu nesta quarta-feira (8) aos 50 anos, o radialista Francisco Evilásio Pires Marques, da Rádio Metropolitana AM 930 e vice-presidente da Associação Social dos Profissionais de Imprensa Municipalista do Estado do Ceará (ASPIM).

Evilásio Pires tinha problemas renais o que agravou pegar o Novo Coronavírus. Foi internado por duas vezes e nesta última não resistiu. 

Evilásio Pires era identificado pelas cores do Ceará e comandava há 30 anos o Programa Radiofônico dedicado ao Alvinegro Cearense, 'A Voz do Mais Querido'.




"Amigos recebemos na emissora a triste notícia do falecimento do nosso colega  Evilásio Pires. Nossos votos de pesar e que Deus conforte a família", lamenta o radialista Alex Oliveira.

"Nosso pesar e condolências à família do amigo Evilásio Pires", escreveu o radialista Luciano Filho.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lançou uma nota de lamento:

- Nossos sentimentos. Quando o Ev…

Desembargador Jucid Peixoto do Amaral morre aos 74 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (9), prestes a completar 74 anos de idade, o desembargador Jucid Peixoto do Amaral. A causa da morte foi devido a um câncer que o magistrado lutava há três anos.


Durante sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da Corte, desembargador Washington Araújo, propôs voto de pesar, sendo acompanhado pelos representantes do Ministério Público do Ceará, da Defensoria Pública do Ceará e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). O Judiciário cearense também determinou luto oficial de três dias.
O desembargador Jucid Peixoto do Amaral nasceu em 16 de julho de 1946, em Fortaleza. Era filho de Cid Peixoto do Amaral e de Júlia Costa do Amaral. Ingressou na Magistratura no cargo de juiz substituto, em 21 de janeiro de 1981, assumindo a Vara Única da Comarca de Ubajara e atingiu a vitaliciedade em 21 de fevereiro de 1983, ainda na mesma unidade judiciária.

Pelo critério de antiguidade, foi promovido para a Comarca de …

Morre jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz

A jornalista Marlyana Lima informa a morte do jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz (Carlão). Ele morreu no final da noite de domingo (12). Carlão estava internado há um mês com problemas renais.



Trabalhei com Carlão na Rádio Universitária FM nos anos 1980. Ele era muito metódico e chegou a assessorar o então senador José Pimentel (PT). Foi padrinho da minha primeira filha, Cecília Braga.

No Departamento de Radialismo Informativo da Universitária FM, Carlão fazia produção e muito boas entrevistas.

Em sua última postagem no Facebook em nove de junho passado escreveu:

- Estou com saudades das ruas, dos bares, dos amigos, dos adversários e até das visitas das Testemunhas de Jeová".


FORTALEZA ANTIGA - "É com pesar que comunicamos o falecimento na noite de domingo (12) do criador do grupo Fortaleza Antiga, Carlos Augusto Rocha Cruz. Nosso querido Carlão partiu mas nos deixou ensinamentos inestimáveis que levaremos adiante na administração desse grupo. Carlos Augusto era jornalista, ser…

Morre o sonoplasta Diocrim

Morreu neste domingo (14), o radialista Carlos Alberto de Oliveira, o Diocrim. Ele foi operador de áudio e divulgador de discos. Diocrim que iniciou sua carreira no Maranhão transferiu-se para o Rádio de Fortaleza no final da década de 1960.


Trabalhou nas rádios Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, Verdes Mares, Cidade AM e rádios no Maranhão; alem de ter sido membro da equipe de produção do show do também já falecido comunicador Bezerra de Menezes (Bezerrão). Diocrim foi divulgador da RGE e empresário de muito artistas cearenses. 
Durante muitos anos foi o operador do Clube dos Tetéus comandado pelo comunicador Colombo Sá, que fazia literalmente eco nos rádios espalhados pelos lares, bares e táxis de Fortaleza com o slogan "Não dorme ninguém, Diocrim", por causa do par de óculos (ocrim) que Carlos Alberto usava, enquanto cuidava do roteiro musical e da sonoplastia do programa, na mesa de áudio da Rádio Clube e depois na Verdes Mares.
Diocrim deixa viúva dona Nailde e órfão as fi…

Postagens mais visitadas deste blog

Morre atleta cearense Bernadete Lins

O organizador de corridas, Fernando Elpídio informa a morte neste domingo (28) aos 43 anos de idade, da atleta cearense Bernadete Lins (foto):

- Uma notícia de partir o coração. Bernadete Lins, atleta cearense profissional, faleceu hoje. Tenho um carinho especial por essa batalhadora, pessoa simples, humana, que dedicou a vida ao esporte. Não lembro de quantas vezes entreguei troféus nas suas mãos no pódio. QUE PERDA! :(".
Antônia Bernadete Lins da Silva era ipuense e cursava Educação Física na Universidade Vale do Acaraú (Uva), em Sobral. Disputou as mais diversas corridas no Ceará, no Brasil e no Mundo. Era a cearense da elite do Atletismo Feminino Brasileiro. Morreu na manhã deste domingo (28), em Maranguape, quando estava treinado. Ainda foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maranguape, mas chegou sem vida.
Confira a repercussão da morte de Bernadete Lins:
Marcos Prado - "Nota de pesar. Bernadete Lins nos deixa hoje, e o seu ultimo suspiro foi fazendo aquilo…

Morre radialista Evilásio Pires

Morreu nesta quarta-feira (8) aos 50 anos, o radialista Francisco Evilásio Pires Marques, da Rádio Metropolitana AM 930 e vice-presidente da Associação Social dos Profissionais de Imprensa Municipalista do Estado do Ceará (ASPIM).

Evilásio Pires tinha problemas renais o que agravou pegar o Novo Coronavírus. Foi internado por duas vezes e nesta última não resistiu. 

Evilásio Pires era identificado pelas cores do Ceará e comandava há 30 anos o Programa Radiofônico dedicado ao Alvinegro Cearense, 'A Voz do Mais Querido'.




"Amigos recebemos na emissora a triste notícia do falecimento do nosso colega  Evilásio Pires. Nossos votos de pesar e que Deus conforte a família", lamenta o radialista Alex Oliveira.

"Nosso pesar e condolências à família do amigo Evilásio Pires", escreveu o radialista Luciano Filho.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lançou uma nota de lamento:

- Nossos sentimentos. Quando o Ev…

Desembargador Jucid Peixoto do Amaral morre aos 74 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (9), prestes a completar 74 anos de idade, o desembargador Jucid Peixoto do Amaral. A causa da morte foi devido a um câncer que o magistrado lutava há três anos.


Durante sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da Corte, desembargador Washington Araújo, propôs voto de pesar, sendo acompanhado pelos representantes do Ministério Público do Ceará, da Defensoria Pública do Ceará e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). O Judiciário cearense também determinou luto oficial de três dias.
O desembargador Jucid Peixoto do Amaral nasceu em 16 de julho de 1946, em Fortaleza. Era filho de Cid Peixoto do Amaral e de Júlia Costa do Amaral. Ingressou na Magistratura no cargo de juiz substituto, em 21 de janeiro de 1981, assumindo a Vara Única da Comarca de Ubajara e atingiu a vitaliciedade em 21 de fevereiro de 1983, ainda na mesma unidade judiciária.

Pelo critério de antiguidade, foi promovido para a Comarca de …

Morre jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz

A jornalista Marlyana Lima informa a morte do jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz (Carlão). Ele morreu no final da noite de domingo (12). Carlão estava internado há um mês com problemas renais.



Trabalhei com Carlão na Rádio Universitária FM nos anos 1980. Ele era muito metódico e chegou a assessorar o então senador José Pimentel (PT). Foi padrinho da minha primeira filha, Cecília Braga.

No Departamento de Radialismo Informativo da Universitária FM, Carlão fazia produção e muito boas entrevistas.

Em sua última postagem no Facebook em nove de junho passado escreveu:

- Estou com saudades das ruas, dos bares, dos amigos, dos adversários e até das visitas das Testemunhas de Jeová".


FORTALEZA ANTIGA - "É com pesar que comunicamos o falecimento na noite de domingo (12) do criador do grupo Fortaleza Antiga, Carlos Augusto Rocha Cruz. Nosso querido Carlão partiu mas nos deixou ensinamentos inestimáveis que levaremos adiante na administração desse grupo. Carlos Augusto era jornalista, ser…

Morre o sonoplasta Diocrim

Morreu neste domingo (14), o radialista Carlos Alberto de Oliveira, o Diocrim. Ele foi operador de áudio e divulgador de discos. Diocrim que iniciou sua carreira no Maranhão transferiu-se para o Rádio de Fortaleza no final da década de 1960.


Trabalhou nas rádios Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, Verdes Mares, Cidade AM e rádios no Maranhão; alem de ter sido membro da equipe de produção do show do também já falecido comunicador Bezerra de Menezes (Bezerrão). Diocrim foi divulgador da RGE e empresário de muito artistas cearenses. 
Durante muitos anos foi o operador do Clube dos Tetéus comandado pelo comunicador Colombo Sá, que fazia literalmente eco nos rádios espalhados pelos lares, bares e táxis de Fortaleza com o slogan "Não dorme ninguém, Diocrim", por causa do par de óculos (ocrim) que Carlos Alberto usava, enquanto cuidava do roteiro musical e da sonoplastia do programa, na mesa de áudio da Rádio Clube e depois na Verdes Mares.
Diocrim deixa viúva dona Nailde e órfão as fi…