Pular para o conteúdo principal

Futricas Gastronômicas-Dia do Chocolate

 
Hoje é o dia desta delícia! Quem resiste a um delicioso Chocolate? 

Não é à toa que a iguaria está presente em muitos discursos, seja no Cinema, na Literatura, na Música, nas Artes, dentre outras efemérides, que ressaltam suas propriedades sensoriais e seus efeitos psicológicos.

Quase uma unanimidade, o Chocolate é um dos maiores casos de amor entre as relações humanas e um alimento. Com características sensoriais que combinam o doce, o amargo e a cremosidade, não há quem resista ao apelo involuntário de um Chocolate que está entranhado em nossa cultura.

Segundo especialistas, as substâncias em sua composição, como a teobromina e a feniletilamina, podem estimular o cérebro, proporcionando sensação de prazer e bem-estar. É desse modo que muitas pessoas associam o chocolate ao conforto emocional e prazer, vivência que pode ser reforçada por experiências pessoais e culturais.

Muito especial é a colocação da nutricionista Renata Oliveira sobre o prazer e bem-estar promovido pela iguaria. Consumidores do mimo, alegrai-vos com a parte positiva dos benefícios ressaltados pela nutri.

“O consumo moderado do chocolate pode ser benéfico para a saúde, bem como proporcionar prazer e felicidade para muitas pessoas. Isso porque o chocolate contém antioxidantes que ajudam a reduzir o risco de doenças cardiovasculares, além de aumentar a produção de serotonina no cérebro, o que melhora o humor e alivia o estresse”, explica.

Para Rita Dorotéa, proprietária da chocolateria Marrom Marfim, no Pelourinho, casa dedicada à fabricação de guloseimas à base de chocolate, não há espírito que não fique em paz depois de comer um chocolatezinho, uma prova do poder que a iguaria possui.

“Há clientes que são chocólatras. Quando estão tristes ou ansiosos, sentam para comer chocolate. Elas dizem que o chocolate faz uma transformação no organismo, na cabeça, faz elas se sentirem melhor. O comportamento das pessoas, a fisionomia, mudam, o humor muda quando começam a comer o chocolate”, conta entusiasmada.

Este conforto também é observado pela nutricionista Renata no consultório. “É cada vez mais comum observar na prática clínica nutricional o chocolate sendo incluído na culinária de forma diversa, assim como a dependência, a ponto de, em uma primeira consulta, receber a seguinte informação do paciente: ‘se precisar, retire tudo, menos o meu chocolate, ele me alivia, ele me acolhe, principalmente nos momentos de ansiedade”, conta.

E nada melhor que um chocólatra para falar desse saboroso assunto. Vitor Husmani tem paixão pela iguaria. 

“O Chocolate é algo que desperta sentimentos porque quando a gente está triste, a gente come chocolate, quando a gente está feliz, a gente celebra com chocolate. O chocolate é símbolo, até no calendário festivo, nos períodos de renovação. Sempre quando há grandes comemorações, existem ali preparações e alimentos feitos com Chocolate”.

Observação certeira de Husmani. Presente em muitas celebrações ao redor do mundo, como o Natal, Dia das Mães, dos Namorados, e Páscoa - período de maior produção e venda do produto - o chocolate mantém continuamente sua tradição e cultura. Não é à toa que a iguaria está presente em muitos discursos, seja no cinema, na literatura, na música, nas artes, dentre outras efemérides, que ressaltam suas propriedades sensoriais e seus efeitos psicológicos.

Inesquecível o tema tratado em “A Fábrica de Chocolate" do diretor Roald Dahl, que explora a conexão entre a ambição, desejo e recompensa. Já no filme "Chocolate" com as estrelas Juliette Binoche e Johnny Depp, a iguaria nos conduz ao foco narrativo da quebra de barreiras culturais e sociais. Já na música, geralmente o chocolate é usado para evocar as memórias afetivas da infância, celebrações ou tradições familiares. Chocolate é sinônimo de conforto.

Na Gastronomia, nem se fala. A iguaria serve de inspiração para chefs e confeiteiros na criação de receitas que naturalmente transmitem sensações de prazer e felicidade somente na primeira olhada.

O incrível é o seu poder de versatilidade, principalmente na contemporaneidade, aguçando cada vez mais a criatividade dos chefs e confeiteiros. O chocolate tanto pode ser usado em sobremesas, bolos, sorvetes, bebidas e até pratos principais, a depender da cultura a qual está inserida.

Sobre estas nuances, onde estão embutidos os mais versáteis ingredientes, a historiadora e gastrônoma Uerisleda Moreira tem uma observação interessante sobre a relação do chocolate, sua composição culinária, com as nossas emoções.

“O que pode agregar às questões afetivas é pensar na característica sensorial, no gosto, em como esse chocolate é percebido no paladar. Você tem esse produto no mercado extremamente doce ou um chocolate 100% cacau. É interessante quando pensamos nas nuances emocionais e nas nuances de textura que podem estar presentes no chocolate. Por exemplo, se faço um mousse de chocolate, terei uma percepção mais aerada, pois estou incorporando o ar. No paladar, ele terá outra representação. E essa maleabilidade do chocolate faz com que possamos aplicá-lo em vários contextos nos nossos diálogos diários. Com o chocolate muito doce ou mais quente, conseguimos encaixar a relação do chocolate com o que sentimos, não só emocionalmente, mas também pela percepção do paladar que ele provoca”.

A variedade de formas e sabores, como o branco, ao leite, meio amargo, amargo, além da incorporação de diferentes ingredientes, como frutas secas, dentre outras variedades - até com sal e pimenta - tem sido não somente desafiadora, mas demonstra a evolução da gastronomia e sua infinitude que vai dos ingredientes à forma de fazer, e a criatividade sem fim.

Esses fatores combinados ajudam a explicar por que o chocolate é tão apreciado e visto de forma positiva por muitas pessoas ao redor do mundo.

E vamos celebrar com uma receitinha fácil oferecida pela chocolateira do Marrom Marfim, Joelma Oliva, há 35 anos elaborando essas delícias.

Trufa de Café na Casquinha de Chocolate

Ingredientes

200 g de chocolate (para 4 casquinhas)

Modo de preparo

Derreta o chocolate em banho-maria ou micro-ondas.

Uma vez derretido, coloque o chocolate dentro de forminhas de silicone. Em seguida, coloque na geladeira para modelar e reserve. As forminhas vão abrigar o recheio, cuja receita segue na sequência.

Recheio de Trufa de Café

1 kg de chocolate tipo nobre (percentual amargo e ao leite)

30 g de creme de leite

25% de um pacote de 50 g de café solúvel tradicional

Modo de Preparo

Misture o creme de leite com o café solúvel até que se transforme em um creme homogêneo. Reserve.

Depois de derreter o chocolate nobre, misture com o creme reservado.

Em seguida, coloque este recheio na casquinha de chocolate previamente modelada.

Agora é só saborear!

Com informações de Isabel Oliveira.

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Atlântico e Naturágua arrecadam 25 mil litros de água para vítimas das enchentes no RS

Em uma demonstração de solidariedade e compromisso social, o Instituto Atlântico, em parceria com a Naturágua, enviou doações para auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.  A indústria de água mineral cearense doou 1.250 garrafões de 20 litros de água, o que totaliza 25 mil litros, para levar água potável às pessoas que estão passando por esse momento de vulnerabilidade. O Atlântico custeou o transporte das doações. Uma carreta da RMTLog Transporte e Logística partiu em 5 de junho e chegou à capital gaúcha na última quinta-feira (13). O material foi entregue na Paróquia Santa Catarina, em Porto Alegre, que atua como ponto de coleta e distribuição de doações, além de servir como abrigo para pessoas necessitadas. O Instituto Atlântico também mobilizou sua sede, localizada no Shopping Salinas, em Fortaleza, como ponto de coleta, para que colaboradores e membros da comunidade contribuíssem com doações. Durante a campanha, foram arrecadados itens como roupas, calçados, água,

Morre jornalista JL Rosa

Morreu, aos 35 anos, nesta segunda-feira (8/7/2024), em Fortaleza, o jornalista João Lucas Arruda Rosa. O Velório do corpo de JL Rosa será a partir das 13 horas desta terça-feira (9/7), na Funerária Paz Eterna (Avenida Barão de Studart, 2780-Dionísio Torres-Fortaleza-Ceará). O Sepultamento será às 16h30 desta terça-feira (9), no Cemitério São João Batista (Rua Padre Mororó-Centro-Fortaleza-Ceará). JL Rosa nasceu em 28 de dezembro de 1988. Deixa órfã a filha Amanda, de 10 anos. Com 18 anos de Fotojornalismo, JL Rosa participou de projetos em veículos de Comunicação e venceu dois prêmios nacionais da área. No período de 2019 a 2021, JL Rosa integrou a equipe de Fotografia do Grupo O Povo de Comunicação, no cargo de editor-adjunto.  Dentre os registros favoritos de JL Rosa estavam os de Esportes, como Futebol e Kitesurf.  JL Rosa colecionava imagens de atividades ao ar livre e paisagens de Fortaleza.  JL Rosa trabalhou nos jornais O Povo, Diário do Nordeste e na Câmara Municipal de Fortal

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Postagens mais visitadas deste blog

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Atlântico e Naturágua arrecadam 25 mil litros de água para vítimas das enchentes no RS

Em uma demonstração de solidariedade e compromisso social, o Instituto Atlântico, em parceria com a Naturágua, enviou doações para auxiliar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.  A indústria de água mineral cearense doou 1.250 garrafões de 20 litros de água, o que totaliza 25 mil litros, para levar água potável às pessoas que estão passando por esse momento de vulnerabilidade. O Atlântico custeou o transporte das doações. Uma carreta da RMTLog Transporte e Logística partiu em 5 de junho e chegou à capital gaúcha na última quinta-feira (13). O material foi entregue na Paróquia Santa Catarina, em Porto Alegre, que atua como ponto de coleta e distribuição de doações, além de servir como abrigo para pessoas necessitadas. O Instituto Atlântico também mobilizou sua sede, localizada no Shopping Salinas, em Fortaleza, como ponto de coleta, para que colaboradores e membros da comunidade contribuíssem com doações. Durante a campanha, foram arrecadados itens como roupas, calçados, água,

Morre jornalista JL Rosa

Morreu, aos 35 anos, nesta segunda-feira (8/7/2024), em Fortaleza, o jornalista João Lucas Arruda Rosa. O Velório do corpo de JL Rosa será a partir das 13 horas desta terça-feira (9/7), na Funerária Paz Eterna (Avenida Barão de Studart, 2780-Dionísio Torres-Fortaleza-Ceará). O Sepultamento será às 16h30 desta terça-feira (9), no Cemitério São João Batista (Rua Padre Mororó-Centro-Fortaleza-Ceará). JL Rosa nasceu em 28 de dezembro de 1988. Deixa órfã a filha Amanda, de 10 anos. Com 18 anos de Fotojornalismo, JL Rosa participou de projetos em veículos de Comunicação e venceu dois prêmios nacionais da área. No período de 2019 a 2021, JL Rosa integrou a equipe de Fotografia do Grupo O Povo de Comunicação, no cargo de editor-adjunto.  Dentre os registros favoritos de JL Rosa estavam os de Esportes, como Futebol e Kitesurf.  JL Rosa colecionava imagens de atividades ao ar livre e paisagens de Fortaleza.  JL Rosa trabalhou nos jornais O Povo, Diário do Nordeste e na Câmara Municipal de Fortal

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).