Pular para o conteúdo principal

Porto de Fortaleza recebe 800 doses de Vacina contra a Gripe

Primeiro no Brasil a imunizar os seus colaboradores, nesta atividade que foi considerada essencial diante da pandemia da Covid-19 (Novo Coronavírus), o Porto de Fortaleza contará com 800 doses de Vacina contra a Gripe para toda a comunidade portuária. 


Além da equipe da Companhia Docas do Ceará, entram no grupo prioritário da campanha os trabalhadores ligados aos sindicatos, operadores portuários, empresas terceirizadas do porto e os órgãos anuentes. A vacinação iniciará nesta sexta-feira (17) de 8h30 às 12 horas, no térreo da sede administrativa do Porto, e de 13 às 16 horas, no Núcleo de Apoio Portuário (NAP), no Mucuripe.

A articulação feita pela Companhia Docas do Ceará com o Ministério da Infraestrutura e as secretarias de Saúde de Fortaleza e do Ceará, segundo explicou a diretora-presidente Mayhara Chaves, faz parte das ações preventivas que já estão sendo realizadas no Porto de Fortaleza desde janeiro. “É um ganho muito grande podermos oferecer agora essa vacina para a comunidade portuária de Fortaleza. Sabemos que ela não age contra a Covid-19, mas protege contra os três tipos de gripe mais comuns registrada no Hemisfério Sul no ano passado. No caso, a Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2)”. Mayhara Chaves observa que a vacinação para esse grupo prioritário ficará disponível também nos dias 20, 22, 23 e 24 de abril, de 8:30 às 16 horas, no NAP.

Para se vacinar, o trabalhador portuário, que atua nos serviços definidos pela Lei nº 12.815/2003, deverá levar, no momento da vacinação, o comprovante do registro no Órgão Gestor de Mão de Obra (OGMO), do sindicato da categoria, o contracheque com documento de identidade, declaração do serviço onde atua, carteira de trabalho ou crachá funcional. Somente com uma dessas documentações em mãos, que comprove o vínculo no trabalho portuário de Fortaleza, o profissional terá direito a receber a vacina contra a gripe. O controle é importante, tendo em vista que nem todos os portos públicos do país receberam ainda a vacinação e em muitos deles os trabalhadores portuários terão que se dirigir até um posto de saúde, munidos da documentação necessária.

CDC iniciou em janeiro as ações internas contra o Coronavírus - A Companhia Docas do Ceará iniciou algumas ações internas sobre o Coronavírus ainda no mês de janeiro, antes mesmo do isolamento social decretado no país. Foram realizadas reuniões e palestras com representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa) e participação dos colaboradores da CDC, no intuito de alinhar as informações e reforçar os cuidados individuais frente ao vírus que já apresentava números bem preocupantes na China.

Cabe ressaltar, ainda, a comunicação realizada por meio de murais espalhados pela CDC (cinco no total), redes sociais, e-mails corporativos, cartazes e banners educativos (português e inglês) sobre como se prevenir da Covid-19, além de avisos sonoros bilíngue no Terminal Marítimo de Passageiros do Porto de Fortaleza durante a chegada dos navios de cruzeiros. Nesta temporada, dos seis navios que atracaram no terminal, em nenhum foi registrado passageiro com sintomas do coronavírus.

As medidas tomadas pela diretoria da Companhia Docas do Ceará não pararam por aí. Pelo contrário, têm se intensificado. Em parceria com a Anvisa, são realizadas regularmente inspeção de itens relacionados à higiene das instalações de uso comum, vetores, resíduos e cargas suspeitas a fiscalização sanitária, além de embarcações e insumos embarcados. Os serviços de limpeza de áreas comuns, corrimões, elevadores e aparelhos de ar-condicionado também foram reforçados e estão acontecendo com uma frequência maior. Na porta dos banheiros também foram afixadas placas sobre a importância da higiene pessoal, principalmente, da lavagem das mãos com água e sabão, além da disponibilização de álcool em gel em pontos estratégicos da companhia.

Comentários

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre atleta cearense Bernadete Lins

O organizador de corridas, Fernando Elpídio informa a morte neste domingo (28) aos 43 anos de idade, da atleta cearense Bernadete Lins (foto):

- Uma notícia de partir o coração. Bernadete Lins, atleta cearense profissional, faleceu hoje. Tenho um carinho especial por essa batalhadora, pessoa simples, humana, que dedicou a vida ao esporte. Não lembro de quantas vezes entreguei troféus nas suas mãos no pódio. QUE PERDA! :(".
Antônia Bernadete Lins da Silva era ipuense e cursava Educação Física na Universidade Vale do Acaraú (Uva), em Sobral. Disputou as mais diversas corridas no Ceará, no Brasil e no Mundo. Era a cearense da elite do Atletismo Feminino Brasileiro. Morreu na manhã deste domingo (28), em Maranguape, quando estava treinado. Ainda foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maranguape, mas chegou sem vida.
Confira a repercussão da morte de Bernadete Lins:
Marcos Prado - "Nota de pesar. Bernadete Lins nos deixa hoje, e o seu ultimo suspiro foi fazendo aquilo…

Morre radialista Evilásio Pires

Morreu nesta quarta-feira (8) aos 50 anos, o radialista Francisco Evilásio Pires Marques, da Rádio Metropolitana AM 930 e vice-presidente da Associação Social dos Profissionais de Imprensa Municipalista do Estado do Ceará (ASPIM).

Evilásio Pires tinha problemas renais o que agravou pegar o Novo Coronavírus. Foi internado por duas vezes e nesta última não resistiu. 

Evilásio Pires era identificado pelas cores do Ceará e comandava há 30 anos o Programa Radiofônico dedicado ao Alvinegro Cearense, 'A Voz do Mais Querido'.




"Amigos recebemos na emissora a triste notícia do falecimento do nosso colega  Evilásio Pires. Nossos votos de pesar e que Deus conforte a família", lamenta o radialista Alex Oliveira.

"Nosso pesar e condolências à família do amigo Evilásio Pires", escreveu o radialista Luciano Filho.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lançou uma nota de lamento:

- Nossos sentimentos. Quando o Ev…

Desembargador Jucid Peixoto do Amaral morre aos 74 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (9), prestes a completar 74 anos de idade, o desembargador Jucid Peixoto do Amaral. A causa da morte foi devido a um câncer que o magistrado lutava há três anos.


Durante sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da Corte, desembargador Washington Araújo, propôs voto de pesar, sendo acompanhado pelos representantes do Ministério Público do Ceará, da Defensoria Pública do Ceará e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). O Judiciário cearense também determinou luto oficial de três dias.
O desembargador Jucid Peixoto do Amaral nasceu em 16 de julho de 1946, em Fortaleza. Era filho de Cid Peixoto do Amaral e de Júlia Costa do Amaral. Ingressou na Magistratura no cargo de juiz substituto, em 21 de janeiro de 1981, assumindo a Vara Única da Comarca de Ubajara e atingiu a vitaliciedade em 21 de fevereiro de 1983, ainda na mesma unidade judiciária.

Pelo critério de antiguidade, foi promovido para a Comarca de …

Morre o sonoplasta Diocrim

Morreu neste domingo (14), o radialista Carlos Alberto de Oliveira, o Diocrim. Ele foi operador de áudio e divulgador de discos. Diocrim que iniciou sua carreira no Maranhão transferiu-se para o Rádio de Fortaleza no final da década de 1960.


Trabalhou nas rádios Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, Verdes Mares, Cidade AM e rádios no Maranhão; alem de ter sido membro da equipe de produção do show do também já falecido comunicador Bezerra de Menezes (Bezerrão). Diocrim foi divulgador da RGE e empresário de muito artistas cearenses. 
Durante muitos anos foi o operador do Clube dos Tetéus comandado pelo comunicador Colombo Sá, que fazia literalmente eco nos rádios espalhados pelos lares, bares e táxis de Fortaleza com o slogan "Não dorme ninguém, Diocrim", por causa do par de óculos (ocrim) que Carlos Alberto usava, enquanto cuidava do roteiro musical e da sonoplastia do programa, na mesa de áudio da Rádio Clube e depois na Verdes Mares.
Diocrim deixa viúva dona Nailde e órfão as fi…

Morre advogado que matou a bailarina Renata Braga

Morreu nesta quinta-feira (9), em Brasília, de parada cardíaca, o advogado réu confesso, Wladimir Lopes de Magalhães Porto (foto), que matou a bailarina Renata Maria Braga, em plena Avenida Beira Mar, em Fortaleza, em 28 dezembro de 1993.


Ele estava solto em 2017. Condenado pela morte de Renata Braga, Wlademir Porto deve o direito dado pela Justiça Cearense que concedeu a extinção da pena de 12 anos e seis meses.

A defesa de Wladimir Porto pediu a redução da condenação, alegando que a sentença não estaria fundamentada e seria desproporcional. Ao julgar o caso, a 1ª Câmara Criminal definiu a sentença em nove anos e dois meses de prisão, em regime inicialmente fechado. A relatora explicou que fixação da sentença alcançou patamar desproporcional às peculiaridades do caso, homicídio simples, que tem pena-base de 11 anos de reclusão.

CRIME - O crime aconteceu na madrugada de 28 de dezembro de 1993, na Avenida Beira Mar, próximo ao Edifício Jaqueline.


Renata Braga e um grupo de amigos retornava…

Postagens mais visitadas deste blog

Morre atleta cearense Bernadete Lins

O organizador de corridas, Fernando Elpídio informa a morte neste domingo (28) aos 43 anos de idade, da atleta cearense Bernadete Lins (foto):

- Uma notícia de partir o coração. Bernadete Lins, atleta cearense profissional, faleceu hoje. Tenho um carinho especial por essa batalhadora, pessoa simples, humana, que dedicou a vida ao esporte. Não lembro de quantas vezes entreguei troféus nas suas mãos no pódio. QUE PERDA! :(".
Antônia Bernadete Lins da Silva era ipuense e cursava Educação Física na Universidade Vale do Acaraú (Uva), em Sobral. Disputou as mais diversas corridas no Ceará, no Brasil e no Mundo. Era a cearense da elite do Atletismo Feminino Brasileiro. Morreu na manhã deste domingo (28), em Maranguape, quando estava treinado. Ainda foi levada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maranguape, mas chegou sem vida.
Confira a repercussão da morte de Bernadete Lins:
Marcos Prado - "Nota de pesar. Bernadete Lins nos deixa hoje, e o seu ultimo suspiro foi fazendo aquilo…

Morre radialista Evilásio Pires

Morreu nesta quarta-feira (8) aos 50 anos, o radialista Francisco Evilásio Pires Marques, da Rádio Metropolitana AM 930 e vice-presidente da Associação Social dos Profissionais de Imprensa Municipalista do Estado do Ceará (ASPIM).

Evilásio Pires tinha problemas renais o que agravou pegar o Novo Coronavírus. Foi internado por duas vezes e nesta última não resistiu. 

Evilásio Pires era identificado pelas cores do Ceará e comandava há 30 anos o Programa Radiofônico dedicado ao Alvinegro Cearense, 'A Voz do Mais Querido'.




"Amigos recebemos na emissora a triste notícia do falecimento do nosso colega  Evilásio Pires. Nossos votos de pesar e que Deus conforte a família", lamenta o radialista Alex Oliveira.

"Nosso pesar e condolências à família do amigo Evilásio Pires", escreveu o radialista Luciano Filho.

O presidente da Associação Profissional dos Cronistas Desportivos do Estado do Ceará (Apcdec), Alano Maia lançou uma nota de lamento:

- Nossos sentimentos. Quando o Ev…

Desembargador Jucid Peixoto do Amaral morre aos 74 anos

Morreu na tarde desta quinta-feira (9), prestes a completar 74 anos de idade, o desembargador Jucid Peixoto do Amaral. A causa da morte foi devido a um câncer que o magistrado lutava há três anos.


Durante sessão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), o presidente da Corte, desembargador Washington Araújo, propôs voto de pesar, sendo acompanhado pelos representantes do Ministério Público do Ceará, da Defensoria Pública do Ceará e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE). O Judiciário cearense também determinou luto oficial de três dias.
O desembargador Jucid Peixoto do Amaral nasceu em 16 de julho de 1946, em Fortaleza. Era filho de Cid Peixoto do Amaral e de Júlia Costa do Amaral. Ingressou na Magistratura no cargo de juiz substituto, em 21 de janeiro de 1981, assumindo a Vara Única da Comarca de Ubajara e atingiu a vitaliciedade em 21 de fevereiro de 1983, ainda na mesma unidade judiciária.

Pelo critério de antiguidade, foi promovido para a Comarca de …

Morre o sonoplasta Diocrim

Morreu neste domingo (14), o radialista Carlos Alberto de Oliveira, o Diocrim. Ele foi operador de áudio e divulgador de discos. Diocrim que iniciou sua carreira no Maranhão transferiu-se para o Rádio de Fortaleza no final da década de 1960.


Trabalhou nas rádios Dragão do Mar, Ceará Rádio Clube, Verdes Mares, Cidade AM e rádios no Maranhão; alem de ter sido membro da equipe de produção do show do também já falecido comunicador Bezerra de Menezes (Bezerrão). Diocrim foi divulgador da RGE e empresário de muito artistas cearenses. 
Durante muitos anos foi o operador do Clube dos Tetéus comandado pelo comunicador Colombo Sá, que fazia literalmente eco nos rádios espalhados pelos lares, bares e táxis de Fortaleza com o slogan "Não dorme ninguém, Diocrim", por causa do par de óculos (ocrim) que Carlos Alberto usava, enquanto cuidava do roteiro musical e da sonoplastia do programa, na mesa de áudio da Rádio Clube e depois na Verdes Mares.
Diocrim deixa viúva dona Nailde e órfão as fi…

Morre advogado que matou a bailarina Renata Braga

Morreu nesta quinta-feira (9), em Brasília, de parada cardíaca, o advogado réu confesso, Wladimir Lopes de Magalhães Porto (foto), que matou a bailarina Renata Maria Braga, em plena Avenida Beira Mar, em Fortaleza, em 28 dezembro de 1993.


Ele estava solto em 2017. Condenado pela morte de Renata Braga, Wlademir Porto deve o direito dado pela Justiça Cearense que concedeu a extinção da pena de 12 anos e seis meses.

A defesa de Wladimir Porto pediu a redução da condenação, alegando que a sentença não estaria fundamentada e seria desproporcional. Ao julgar o caso, a 1ª Câmara Criminal definiu a sentença em nove anos e dois meses de prisão, em regime inicialmente fechado. A relatora explicou que fixação da sentença alcançou patamar desproporcional às peculiaridades do caso, homicídio simples, que tem pena-base de 11 anos de reclusão.

CRIME - O crime aconteceu na madrugada de 28 de dezembro de 1993, na Avenida Beira Mar, próximo ao Edifício Jaqueline.


Renata Braga e um grupo de amigos retornava…