Pular para o conteúdo principal

Petrobras investe em projetos de biodiversidade marinha

Há quase 40 anos  financiando pesquisas e iniciativas de proteção ao ambiente marinho, a Petrobras iniciou apoio a quatro novos projetos voltados a esse ecossistema.

Escolhidos por meio de seleção pública, no âmbito do Programa Petrobras Socioambiental, os projetos ambientais de conservação da baleia franca austral, dos budiões (peixe-papagaio), do boto-cinza e das aves migratórias do Nordeste se somam a outras 20 iniciativas com foco na conservação de diferentes espécies e ecossistemas brasileiros atualmente apoiados pela companhia.


“Nossa relação com o mar vem de muito tempo. Fomos pioneiros no país ao iniciarmos a parceria com o Projeto Tamar, há 39 anos. Hoje, com os quatro novos projetos contratados, a Petrobras passa a atuar na proteção de 52 espécies marinhas, em toda a costa brasileira”, comenta a gerente executiva de Responsabilidade Social da Petrobras, Olinta Cardoso.

A baleia franca, única a se reproduzir em águas brasileiras, é uma das novas espécies protegidas com o apoio da Petrobras, por meio do patrocínio ao projeto Franca Austral. Sediado no Centro Nacional de Conservação da Baleia Franca, em Imbituba (SC), o Franca Austral desenvolve atividades de pesquisa e conservação das baleias franca, além de promover atividades de educação e sensibilização nas comunidades costeiras.

O projeto Budiões atua na conservação de cinco espécies, educação ambiental e pesquisa sobre esses animais, considerados importantes para o equilíbrio e conservação dos recifes de corais. O Budiões realiza suas atividades em sete estados: Bahia, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Pernambuco, Alagoas, Maranhão e Rio Grande do Norte.

Já o projeto Boto-Cinza, com sede em Cananéia, no litoral sul de São Paulo, visa ao conhecimento e à conservação da espécie e do seu habitat. Além da pesquisa científica, a equipe do projeto promove atividades de educação, conscientização ambiental e valorização da cultura local.

Quarta iniciativa a reforçar a carteira de patrocínios da Petrobras, o Projeto Aves Migratórias do Nordeste realiza monitoramento e ações de conservação para proteger 21 espécies marinhas e costeiras de aves migratórias e residentes ao longo da rota Atlântica, contribuindo para o Plano de Ação Nacional para Conservação das Aves Limícolas, que são espécies que dependem de ambientes úmidos para viver e buscam alimentos nas zonas entre marés e margens de corpos aquáticos. As ações de pesquisa, conservação, cooperação local e internacional, e envolvimento das comunidades em todas as etapas do processo têm o objetivo de garantir que importantes áreas de alimentação e descanso das aves não sejam destruídas por conta da ocupação humana. As ações ocorrem em 27 municípios dos estados do Ceará e do Rio Grande do Norte.

“É uma característica comum de nossos projetos patrocinados a produção de conhecimento científico, a geração de informações técnicas para subsidiar políticas públicas e a realização de atividades educativas. Somos uma empresa que sempre apostou no conhecimento científico. Nós incentivamos a pesquisa e a atuação em rede, com parceiros da academia e outras instituições, como forma de incrementar as ações para conservação das espécies”, diz Olinta Cardoso.

Programa Petrobras Socioambiental - O investimento em projetos socioambientais é um dos dez compromissos de sustentabilidade da Petrobras e é realizado de forma estruturada por meio do Programa Petrobras Socioambiental. Em 2019, foram investidos R$ 52,5 milhões em patrocínios a iniciativas para conservação do meio-ambiente. Os projetos patrocinados visam à proteção e recuperação de quase 60 espécies da fauna ameaçadas de extinção, muitas delas integrantes da biodiversidade marinha e costeira, ambientes relevantes para a Petrobras.

Os projetos patrocinados pela Petrobras atuam também em redes, promovendo ações conjuntas e articuladas. A Rede de Projetos de Biodiversidade Marinha (Biomar), criada em 2007, por exemplo, reúne os projetos Tamar, Baleia Jubarte, Coral Vivo, Golfinho Rotador, Meros do Brasil e Albatroz. A Rede Biomar atua em 13 estados e 87 municípios, pesquisando e conservando ambientes coralíneos e 24 espécies, a maior parte ameaçada de extinção, sendo 5 espécies de tartarugas marinhas, 6 espécies de albatrozes e petréis, 2 espécies de golfinhos, 10 espécies principais de corais e uma espécie de baleia, a Jubarte.

A atuação da Rede Biomar apresentou as seguintes ações e resultados inovadores:

  • Divulgação de novos conhecimentos científicos sobre oceanos e suas espécies (mais de 720 trabalhos científicos, incluindo 10 artigos conjuntos);
     
  • Recuperação da população de baleias-jubarte de cerca de 2.000 indivíduos (2001) para estimados 20.000 (2019);
     
  • Saída da baleia-jubarte e do albatroz-de-sobrancelha da lista nacional de espécies ameaçadas, em 2014;
     
  • Cerca de 40 milhões de tartarugas protegidas;
     
  • Desenvolvimento de tecnologias sociais, como  o toriline brasileiro, uma linha com fitas coloridas que funciona como um espantalho para aves, evitando a captura desses animais (Projeto Albatroz);
     
  • Pesquisas sobre as consequências das mudanças climáticas para tartarugas e organismos recifais, como o mesocosmo, um sistema experimental controlado para testar efeitos do clima e acidificação da água (Projetos Coral Vivo e Tamar);
     
  • Subsídios científicos para elaboração de políticas públicas de proteção à biodiversidade marinha;
     
  • Criação da Rede Jovem Mar, promovendo o protagonismo de mais de 120 jovens nas ações de conservação marinha;
     
  • Criação, divulgação e implementação de boas práticas de sustentabilidade na gestão de serviços turísticos à beira-mar (Projetos Baleia Jubarte, Coral Vivo e Golfinho Rotador);
     
  • Mobilização para a causa marinha e redução da pressão sobre as espécies (mais de 9 milhões de participantes em ações de sensibilização; mais de 170 mil beneficiados em ações de capacitação e apoio a grupos produtivos locais para geração de renda, inclusive por meio do uso não letal das espécies);
     
  • Participação ativa em seis Planos de Ação Nacionais para conservação de espécies;
     
  • Representação em encontros/reuniões oficiais de conservação marinha: mais de 2200 nacionais e 117 internacionais (16 países).
Todos esses resultados contribuem, prioritariamente, para o ODS 14 – Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável, dentre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU).
Conheça os projetos de biodiversidade marinha patrocinados pela Petrobras acompanhando suas páginas no Facebook, Instagram e YouTube ou acessando as páginas: 
Projetos de Biodiversidade patrocinados pela Petrobras
Projeto
Início do Apoio
Site
Tamar
1982
Baleia Jubarte
1996
Golfinho Rotador
2001
Coral Vivo
2006
Albatroz
2006
Meros do Brasil
2006
Manati
2010
Ponta de Pirangi
2010
Uçá
2012
Aves Migratórias do Nordeste
2019
Budiões
2019
Franca Austral
2019
Boto Cinza
2020


    Comentários


    Comentários

    Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

    Notícias mais acessadas do mês

    Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

    A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

    Juiza nega pedidos de DJ Ivis

    O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

    Acidente fatal

    "Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

    Futricas Cearenses

    Na edição 1448, de 15 a 20 de fevereiro de 2024, do Jornalistas & Cia.

    Beto Studart e Fernando Ximenes lançam Campanha Coisas Boas do Brasil

    Empresários Beto Studart- @betostudart   e Fernando Ximenes- @fernandoximenes8   lançam pelo Instagram a Campanha 'Coisas Boas do Brasil'. - As Energias Renováveis são Coisas Boas do Brasil, sendo nosso País campeão mundial em Energias Renováveis", destaca a Campanha. Brasil gerou 70.206 megawatts médios de Energia em 2023 a partir das suas Usinas Hidrelétricas, Eólicas, Solares, Biomassa e Biogás esse volume representa 93,1% de toda a Eletricidade produzida em 2023 no Sistema Interligado Nacional de Energia Elétrica (SIN), o maior porcentual do Mundo. Nenhum País do Mundo produz 93,1% de sua carga com Energias Renováveis. Muitos Países tentam chegar a 30%, além das Fontes Eólicas, Hidroelétricas e Solares. As Fontes Energéticas Renováveis do Agronegócio são: Biomassa. Biogás.  Em nenhum País do Mundo, existe tanta potencialidade e ambas têm muita energia e potencial para explorar. - Em pouco tempo, o Brasil terá superavit com Energias através de suas Fontes Renovaveis: B

    Postagens mais visitadas deste blog

    Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

    A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

    Juiza nega pedidos de DJ Ivis

    O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

    Acidente fatal

    "Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

    Futricas Cearenses

    Na edição 1448, de 15 a 20 de fevereiro de 2024, do Jornalistas & Cia.

    Beto Studart e Fernando Ximenes lançam Campanha Coisas Boas do Brasil

    Empresários Beto Studart- @betostudart   e Fernando Ximenes- @fernandoximenes8   lançam pelo Instagram a Campanha 'Coisas Boas do Brasil'. - As Energias Renováveis são Coisas Boas do Brasil, sendo nosso País campeão mundial em Energias Renováveis", destaca a Campanha. Brasil gerou 70.206 megawatts médios de Energia em 2023 a partir das suas Usinas Hidrelétricas, Eólicas, Solares, Biomassa e Biogás esse volume representa 93,1% de toda a Eletricidade produzida em 2023 no Sistema Interligado Nacional de Energia Elétrica (SIN), o maior porcentual do Mundo. Nenhum País do Mundo produz 93,1% de sua carga com Energias Renováveis. Muitos Países tentam chegar a 30%, além das Fontes Eólicas, Hidroelétricas e Solares. As Fontes Energéticas Renováveis do Agronegócio são: Biomassa. Biogás.  Em nenhum País do Mundo, existe tanta potencialidade e ambas têm muita energia e potencial para explorar. - Em pouco tempo, o Brasil terá superavit com Energias através de suas Fontes Renovaveis: B