Pular para o conteúdo principal

Ceará aprofunda debate sobre o uso de dados pessoais e se prepara para se adequar à LGPD

Colher, tratar e proteger de forma adequada e eficiente os dados pessoais dos cidadãos que são necessários ao cumprimento do papel do Estado é uma das preocupações do Governo do Ceará, que busca não apenas se adequar às exigências da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), mas também aperfeiçoar a gestão dessas informações e, assim, oferecer à sociedade serviços ainda melhores. 


Para isso, o Estado tem realizado, no âmbito do Governo Digital, uma série de eventos e reuniões com os gestores públicos diretamente ligados a essa transformação, a exemplo do Encontro de Gestores de Tecnologia da Informação (TIC) e Comunicação do Estado realizado virtualmente, que tratou sobre a LGPD no Governo do Ceará.

O evento, realizado por meio da Secretaria do Planejamento e Gestão do Ceará (Seplag-CE) e do Íris LabGov – Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará, abordou os principais pontos da LGPD, que pode entrar em vigor ainda neste ano, e tratou sobre os aspectos específicos da lei para o setor público. 

“A LGPD possui uma série de obrigações que o Estado do Ceará, assim como os demais entes federados e o setor privado, terá que cumprir. Há uma preocupação sobre o que precisa ser feito para cumprir a lei. No entanto, para traçar qualquer estratégia, é necessário conhecer profundamente a LGPD. Então, essa parceria entre a Seplag e o Íris tem possibilitado oportunidades como esta, onde os gestores de TIC do Estado poderão saber mais sobre a lei, seus conceitos, penalidades, exceções, abrangência etc. O Governo Digital apoia essa iniciativa fortemente, assim como a virtualização de processos e as demais ações previstas na transformação digital do Estado do Ceará”, destacou o secretário (respondendo) da Seplag-CE, Ronaldo Borges, na abertura do evento, cuja mediação foi feita pela coordenadora de Gestão Estratégica de TIC da Seplag-CE, Evelise Braga.

Na ocasião, a gestora de inovação jurídica do Íris LabGov, Mariana Zonari, falou sobre o contexto de elaboração a LGPD e os principais pontos da lei, traçou os cenários possíveis para as datas de entrada em vigor da lei e abordou as regras específicas para o poder público.

“Acelerar a transformação digital no âmbito da administração pública tem como pressuposto a ideia de que precisamos de dados para tomar decisões acertadas. O mundo inteiro vive um processo de valorização dos dados e, com isso, um efeito viral de leis de proteção de dados. Para não serem excluídos do comércio internacional, os países estão atualizando as suas legislações sobre o tema. Nesse contexto, surgiu a LGPD no Brasil, lei que veio dar proteção aos dados pessoais dos cidadãos, não privacidade. Essa lei veio para permitir e facilitar o tratamento de dados pessoais. É uma lei que veio para ficar, exigindo que os estados estejam preparados para isso”, disse.


De acordo com Zonari, a LGPD está baseada nos seguintes princípios: finalidade, adequação, necessidade, livre acesso, qualidade dos dados, transparência, segurança, prevenção, não discriminação, responsabilização e prestação de contas.

“Ao tratarem dados pessoais, os setores público e privado precisarão ter propósitos legítimos, específicos e informados. O uso dos dados deverá ser compatível com a finalidade deles, que também só deverão ser usados se forem estritamente necessários. Além disso, o titular dos dados tem direito a ter acesso às informações pessoais dele que estão sendo utilizadas. Os dados também precisam ser exatos, claros, relevantes e atualizados, precisam ser tratados com medidas de prevenção para evitar danos aos titulares e não podem ser usados para fins discriminatórios, ilícitos ou abusivos. As empresas e o setor público precisarão, ainda, demonstrar a adoção de medidas eficazes ao cumprimento das normas da legislação”, exemplificou, acrescentando que a LGPD alcança meios físicos e digitais com dados de pessoa natural ou jurídica de direito público e privado.

Setor público - No caso da administração pública, a gestora de inovação jurídica do Íris LabGov explicou que existem regras específicas, devendo, por isso, serem observados em toda operação de tratamento de dados pessoais os seguintes aspectos: atendimento à finalidade pública, persecução do interesse público e objetivo de executar as competências legais ou cumprir as atribuições legais do serviço público.

Em relação ao compartilhamento de dados pessoais, devem ser observadas regras como: formato interoperável e estruturado para o uso compartilhado; com vistas à execução de políticas públicas, à prestação de serviços públicos, à descentralização da atividade pública e à disseminação e ao acesso das informações pelo público em geral; e atender a finalidades específicas de execução de políticas públicas e atribuição legal pelos órgãos e pelas entidades públicas, respeitados os princípios de proteção de dados pessoais definidos pela lei.

Mariana Zonari ressaltou ainda que a LGPD determina que o tratamento de dados pessoais, seja por órgãos públicos ou privados, precisa ser feito utilizando uma das dez bases legais previstas na nova legislação: consentimento, cumprimento de obrigação legal, administração pública, estudos, execução de contrato, exercício regular de direitos em processo judicial/administrativo/arbitral, proteção da vida, tutela da saúde, interesses legítimos e proteção do crédito.

Desafios - Entre os principais desafios do setor público para se adequar à LGPD, a gestora de inovação jurídica do Íris LabGov citou o diagnóstico (registro de dados e ambiente normativo adequado), construção de um programa público de governança em privacidade e proteção de dados, conciliação com outras normas e ajustes nos processos de contratação, tendo em vista que a legislação diz que o Estado tem responsabilidade solidária na condição de controlador de dados.

“Para superar esses obstáculos, propõe-se a criação de diretrizes gerais, treinamento dos órgãos, mapeamento dos processos, diagnóstico e implementação dos projetos de adequação”, afirmou Mariana Zonari.

Próximo evento - De acordo com a coordenadora de Gestão Estratégica de TIC da Seplag-CE, Evelise Braga, serão realizados novos eventos para tratar o assunto com as diferentes áreas dos órgãos estaduais envolvidas na adequação à LGPD. O próximo evento ocorrerá no dia 24 de julho e será voltado para as áreas jurídicas e de planejamento e desenvolvimento institucional.


“Vamos falar sobre o que a governança de tecnologia vai fazer imediatamente e sobre o que será feito quando forem aprovados os recursos necessários. Algumas ações podem ser realizadas sem recurso. Vai ser um bate-papo voltado para a implementação da lei”, disse.

Com informações e fotos da Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará.

Comentários

Entre em contato conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre músico Erickson Mendes

O vereador por Fortaleza, Professor Evaldo Lima (PCdoB) comunica a morte do músico cearense, Erickson Mendes, aos 51 anos, nesta quarta-feira (29). Erickson Mendes teve um ataque infarto fulminante em casa e não resistiu:

- Lamento profundamente o falecimento de Erickson Mendes, nome fundamental da Música Cearense. Erickson era a expressão do talento, simpatia, alegria. Espalhava amigos e canções no Cenário Cultural de Fortaleza. Belchior, Evaldo Gouveia e Erickson Mendes tocarão lindas canções no Céu!


Erickson Mendes destaca seu 'Cantinho Preferido', que era a Praia de Iracema:

Chistiane Luci Alves lembra, que nesta quarta-feira (29), às seis da noite, Erickson Mendes faria uma live em homenagem ao Belchior:
-  Hoje (29) ele estaria aí, cantando nosso Belchior. Mas partiu subitamente. Que triste, Erick Mendes. Siga na luz!", escreveu Chistiane Luci Alves.

Erickson Mendes nasceu em Quixadá, em 1969. Começou cantando em eventos religiosos e em 2012 iniciou sua carreira de músic…

Morre professor Luís Campos

"Acabo de receber a triste notícia que o doutor Luís Campos faleceu. Um grande alvinegro que nunca será esquecido, um guerreiro. Força aos familiares e amigos. As pessoas nunca partem de verdade, continuam vivas e felizes em nossas melhores memórias. Em vida doutor Luís Campos foi homenageado, nosso Centro de Treinamento em Itaitinga leva seu nome".




A informação é de gerente de Tecnologia e Inovação do Ceará, Marcos Medina. Luís Queiroz de Campos, morreu neste domingo (dois), aos 95 anos.
Luís Queiroz Campos foi meu professor no Curso de Comunicação Social-Jornalismo na década de 1980 na Universidade Federal do Ceará (UFC). Para nossa turma deu aulas de Deontologia da Comunicação. Era um professor 'Caxias', mas muito querido pela turma.
Deixa saudades não só da época de professor de Jornalismo da UFC, mas principalmente como homem público do Estado do Ceará e da Cidade de Fortaleza. Chegou a ser prefeito de Fortaleza (1962-1965). Foi diretor do Banco Nacional de Habitaç…

Morre jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz

A jornalista Marlyana Lima informa a morte do jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz (Carlão). Ele morreu no final da noite de domingo (12). Carlão estava internado há um mês com problemas renais.



Trabalhei com Carlão na Rádio Universitária FM nos anos 1980-1990. Ele era muito metódico e chegou a assessorar o então senador José Pimentel (PT). Foi padrinho da minha primeira filha, Cecília Braga.

No Departamento de Radialismo Informativo da Universitária FM, Carlão fazia produção e muito boas entrevistas.

Em sua última postagem no Facebook em nove de junho passado escreveu:

- Estou com saudades das ruas, dos bares, dos amigos, dos adversários e até das visitas das Testemunhas de Jeová".


FORTALEZA ANTIGA - "É com pesar que comunicamos o falecimento na noite de domingo (12) do criador do grupo Fortaleza Antiga, Carlos Augusto Rocha Cruz. Nosso querido Carlão partiu mas nos deixou ensinamentos inestimáveis que levaremos adiante na administração desse grupo. Carlos Augusto era jornalista…

Camilo anuncia compra de equipamentos para Hospitais Polos e Central de Laudos à Distância

O Governo do Ceará está adquirindo equipamento para a realização de exames e prestação de socorro à população cearense em situações específicas. Os aparelhos serão instalados nos Hospitais Polos da Rede Estadual de Saúde, informou o governador Camilo Santana (PT), nesta quinta-feira (6), em suas redes sociais. Além disso, o Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), criou processo licitatório para a instalação de uma Central de Laudos à Distância, que trará mais velocidade na análise de exames de imagem. 

Camilo Santana detalhou os aparelhos da compra. "Estamos adquirindo 12 novos tomógrafos para os hospitais polos do Ceará e uma máquina de ressonância para o Hospital Albert Sabin, onde estamos também ampliando os leitos de UTI", informou. Camilo disse que aparelhos importantes para salvar vidas em determinados casos chegarão a unidades que ainda não possuem. 
"Estamos adquirindo um aparelho de hemodinâmica para enfrentar situações de AVC e infarto para o Hospital do…

Morre teatrólogo Wellington Rodrigues

Morreu em Fortaleza, aos 45 anos, o teatrólogo Wellington Rodrigues. Ele foi vítima do Novo Coronavírus (Covid 19) e faleceu na noite desta segunda-feira (3). Wellington Rodrigues fundou a Companhia Teatral Moreira Campos e foi autor de peças premiadas.



O Blog do Lauriberto traz lamentos de amigos e uma nota de pesar do Theatro José de Alencar (TJA) da partida de Wellington Rodrigues:

Lana Soraya - "Nosso amigo querido, Wellington Rodrigues partiu...Foi brilhar em outros palcos...que Deus dê conforto aos familiares e amigo".

Menta Alves Marinho - "Estudamos teatro juntos no Curso de Arte Dramática na Universidade Federal do Ceará-UFC, trabalhamos juntos com o Espetáculo As Meninas Super Poderosas, ele era o Macaco Louco. Uma pessoa alegre, cheia de vida. Descanse em paz Wellington Rodrigues".

Varele Gama - "Meu amigo Wellington, você permanecerá sempre vivo entre nós, por meio de suas atitudes, trabalhos realizados, publicações, lugares, lembranças e sorrisos co…

Postagens mais visitadas deste blog

Morre músico Erickson Mendes

O vereador por Fortaleza, Professor Evaldo Lima (PCdoB) comunica a morte do músico cearense, Erickson Mendes, aos 51 anos, nesta quarta-feira (29). Erickson Mendes teve um ataque infarto fulminante em casa e não resistiu:

- Lamento profundamente o falecimento de Erickson Mendes, nome fundamental da Música Cearense. Erickson era a expressão do talento, simpatia, alegria. Espalhava amigos e canções no Cenário Cultural de Fortaleza. Belchior, Evaldo Gouveia e Erickson Mendes tocarão lindas canções no Céu!


Erickson Mendes destaca seu 'Cantinho Preferido', que era a Praia de Iracema:

Chistiane Luci Alves lembra, que nesta quarta-feira (29), às seis da noite, Erickson Mendes faria uma live em homenagem ao Belchior:
-  Hoje (29) ele estaria aí, cantando nosso Belchior. Mas partiu subitamente. Que triste, Erick Mendes. Siga na luz!", escreveu Chistiane Luci Alves.

Erickson Mendes nasceu em Quixadá, em 1969. Começou cantando em eventos religiosos e em 2012 iniciou sua carreira de músic…

Morre professor Luís Campos

"Acabo de receber a triste notícia que o doutor Luís Campos faleceu. Um grande alvinegro que nunca será esquecido, um guerreiro. Força aos familiares e amigos. As pessoas nunca partem de verdade, continuam vivas e felizes em nossas melhores memórias. Em vida doutor Luís Campos foi homenageado, nosso Centro de Treinamento em Itaitinga leva seu nome".




A informação é de gerente de Tecnologia e Inovação do Ceará, Marcos Medina. Luís Queiroz de Campos, morreu neste domingo (dois), aos 95 anos.
Luís Queiroz Campos foi meu professor no Curso de Comunicação Social-Jornalismo na década de 1980 na Universidade Federal do Ceará (UFC). Para nossa turma deu aulas de Deontologia da Comunicação. Era um professor 'Caxias', mas muito querido pela turma.
Deixa saudades não só da época de professor de Jornalismo da UFC, mas principalmente como homem público do Estado do Ceará e da Cidade de Fortaleza. Chegou a ser prefeito de Fortaleza (1962-1965). Foi diretor do Banco Nacional de Habitaç…

Morre jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz

A jornalista Marlyana Lima informa a morte do jornalista Carlos Augusto Rocha Cruz (Carlão). Ele morreu no final da noite de domingo (12). Carlão estava internado há um mês com problemas renais.



Trabalhei com Carlão na Rádio Universitária FM nos anos 1980-1990. Ele era muito metódico e chegou a assessorar o então senador José Pimentel (PT). Foi padrinho da minha primeira filha, Cecília Braga.

No Departamento de Radialismo Informativo da Universitária FM, Carlão fazia produção e muito boas entrevistas.

Em sua última postagem no Facebook em nove de junho passado escreveu:

- Estou com saudades das ruas, dos bares, dos amigos, dos adversários e até das visitas das Testemunhas de Jeová".


FORTALEZA ANTIGA - "É com pesar que comunicamos o falecimento na noite de domingo (12) do criador do grupo Fortaleza Antiga, Carlos Augusto Rocha Cruz. Nosso querido Carlão partiu mas nos deixou ensinamentos inestimáveis que levaremos adiante na administração desse grupo. Carlos Augusto era jornalista…

Camilo anuncia compra de equipamentos para Hospitais Polos e Central de Laudos à Distância

O Governo do Ceará está adquirindo equipamento para a realização de exames e prestação de socorro à população cearense em situações específicas. Os aparelhos serão instalados nos Hospitais Polos da Rede Estadual de Saúde, informou o governador Camilo Santana (PT), nesta quinta-feira (6), em suas redes sociais. Além disso, o Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), criou processo licitatório para a instalação de uma Central de Laudos à Distância, que trará mais velocidade na análise de exames de imagem. 

Camilo Santana detalhou os aparelhos da compra. "Estamos adquirindo 12 novos tomógrafos para os hospitais polos do Ceará e uma máquina de ressonância para o Hospital Albert Sabin, onde estamos também ampliando os leitos de UTI", informou. Camilo disse que aparelhos importantes para salvar vidas em determinados casos chegarão a unidades que ainda não possuem. 
"Estamos adquirindo um aparelho de hemodinâmica para enfrentar situações de AVC e infarto para o Hospital do…

Morre teatrólogo Wellington Rodrigues

Morreu em Fortaleza, aos 45 anos, o teatrólogo Wellington Rodrigues. Ele foi vítima do Novo Coronavírus (Covid 19) e faleceu na noite desta segunda-feira (3). Wellington Rodrigues fundou a Companhia Teatral Moreira Campos e foi autor de peças premiadas.



O Blog do Lauriberto traz lamentos de amigos e uma nota de pesar do Theatro José de Alencar (TJA) da partida de Wellington Rodrigues:

Lana Soraya - "Nosso amigo querido, Wellington Rodrigues partiu...Foi brilhar em outros palcos...que Deus dê conforto aos familiares e amigo".

Menta Alves Marinho - "Estudamos teatro juntos no Curso de Arte Dramática na Universidade Federal do Ceará-UFC, trabalhamos juntos com o Espetáculo As Meninas Super Poderosas, ele era o Macaco Louco. Uma pessoa alegre, cheia de vida. Descanse em paz Wellington Rodrigues".

Varele Gama - "Meu amigo Wellington, você permanecerá sempre vivo entre nós, por meio de suas atitudes, trabalhos realizados, publicações, lugares, lembranças e sorrisos co…