Pular para o conteúdo principal

CSP consegue reciclar 99,3% dos resíduos sólidos da sua produção do aço

 A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) investiu mais de R$ 1 bilhão em equipamentos de controle e monitoramento ambiental e é considerada no mercado do aço o “estado da arte” em soluções para proteger o Meio Ambiente. Por exemplo, é única no Brasil a ter e utilizar o equipamento BSSF e também uma das únicas a fazer a limpeza de gás de Aciaria a seco.  

Ter bons equipamentos é importante, mas não é suficiente para estar no patamar que a CSP chegou. É preciso desenvolver uma mentalidade permanente de cuidado ambiental. Pra isso, a empresa trabalha fortemente com seus empregados o conceito dos 5 Rs para a eficiência sustentável. São eles:  

  • REPENSAR a necessidade de consumir; 
  • RECUSAR o consumo de materiais que geram muito lixo; 
  • REDUZIR o consumo para evitar desperdícios; 
  • REUTILIZAR, para evitar o custo com a compra de outro material; 
  • RECICLAR, transformando o resíduo gerado em matéria-prima para outro processo.  

Com investimento, mentalidade sustentável e um árduo trabalho permanente, a CSP recicla atualmente 99,3% (média de 2020) de seus resíduos sólidos. Isso está na Cultura da empresa, é um valor, no direcionamento estratégico.  

Para além do rigor da legislação - O gerente de Meio Ambiente da CSP, Marcelo Baltazar, detalha o trabalho de sensibilização de toda a empresa para as questões ambientais.

- "Constantemente, passamos por auditorias internacionais, somos inspecionados por órgãos públicos e sempre somos tidos como referência em gestão ambiental. A gente fala sempre da tecnologia, mas não podemos esquecer que o equipamento é sempre operado por pessoas. Cada atividade operacional é mapeada e temos o objetivo de fazer dela efetiva, segura e ambientalmente amigável. Quando se começa a pensar no meio ambiente a partir da etapa de planejamento, isso indica que você está conscientizado”, disse Marcelo Baltazar. 

O aço está em inúmeros objetos, é reciclável e conta com tecnologias de ponta para uma produção sustentável. 

- O aço é a base da nossa economia, e a base da nossa sociedade foi construída em aço e ferro. Temos hoje processos rigorosamente controlados e medidos que garantam impactos mínimos em relação ao meio ambiente. Fazemos reaproveitamento de sucatas e nossos resíduos são reutilizados em processos de outras empresas. Acompanhamos as tendências e tecnologias e estamos sempre nos adequando para um processo de produção sustentável", complementa Matheus Dutra, analista de Meio Ambiente da CSP.  

A eficácia é resultado do compromisso de cada pessoa, em um trabalho coletivo. Na CSP, esses esforços geram resultados. O produto CSP já conquistou as certificações de Qualidade (ISO 9001), Meio Ambiente (ISO 14001) e de Alta Tecnologia (International Automotive Task – IATF, Maxion Wheels, Siemens Gamesa, Caterpillar e Scania).  

No Brasil, só tem na CSP - A CSP tem soluções únicas no Brasil para o tratamento de coprodutos, como o BSSF – Baosteel's Slag Short Flow, que granula a escória de Aciaria e abre novas aplicações para o material. Esse equipamento reduz o tempo de beneficiamento da escória de meses para minutos, um grande ganho ao meio ambiente.  

Além disso, possui o diferencial de contar com um sistema de limpeza a seco dos gases de Aciaria, promovendo a redução do consumo de água. Tudo isso faz com que a CSP obtenha 99,93 (média de 2020) de reciclagem dos seus resíduos sólidos, 98,5% de recirculação de água e a produção de Energia para consumo próprio e para venda ao Sistema Interligado Nacional (SIN).  

Resíduos que geram dinheiro - No processo de produção do aço são gerados vários resíduos: a escória de Alto-forno, sucata, lama e ferro-gusa solidificado. Mas esses materiais não são tratados como lixo, são coprodutos. Eles são reutilizados no processo produtivo da CSP, evitando a compra de mais matérias-primas ou são comercializados para cimenteiras e indústrias de cerâmicas e químicas.  

Um exemplo é a lama gerada no Alto-forno que, aplicada na produção de tijolos, melhora a resistência e diminui o tempo de forno na produção do tijolo. 

- A principal vantagem do processo na CSP é que ele é eficiente na produção, onde já cumpro a primeira etapa de não gerar resíduos de forma desnecessária. Com as melhores tecnologias, nós temos esse padrão de desempenho. A segunda etapa é ter parceiros com interesse em dar novas aplicações a esses coprodutos", explica Marcelo Baltazar. 

EMPREENDEDOR - A CSP celebrou com empreendedores de São Gonçalo do Amarante e Caucaia os resultados iniciais do 3º ciclo do Programa Território Empreendedor. Em evento realizado, no Porto do Pecém, 38 micro e pequenas empresas da região, participantes do programa de capacitação, receberam certificados de conclusão da Trilha de Desenvolvimento de Fornecedores.  

Na programação foi ministrada palestra com o tema “O que a empresa espera de um fornecedor”, conduzida pela equipe de Suprimentos da CSP. Estiveram presentes representantes do governo do estado do Ceará, das prefeituras de São Gonçalo e Caucaia e de organizações da sociedade civil, além de gestores de empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), que conheceram os potenciais fornecedores locais participantes da Trilha.  

O Território Empreendedor é promovido pela CSP em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que conduziu mais de 100 horas de workshops online e consultorias individuais, oportunizando seis módulos: Gestão da Qualidade; Gestão de Compras e Estoques; Gestão de Projetos; Gestão Financeira; Orientação ao Crédito; e Dicas para Fornecedores CSP.  

Agora, esses empresários de SGA e Caucaia participarão da etapa final do programa, com conclusão em 2022, quando receberão Consultorias e participarão do Encontro de Negócio, do Diagnóstico Final e do Monitoramento de especialistas do Sebrae. O objetivo é capacitar essas micro e pequenas empresas locais a tornarem-se fornecedores de produtos e serviços para grandes empresas do Ceará.  

Participação local ativa na cadeia produtiva - O diretor Administrativo da CSP, Chiho Chang, agradeceu a participação de todos no programa. "Isso é importante e é o que nos interessa. Queremos cuidar das pessoas e promover o desenvolvimento da economia regional, cooperando com nossos vizinhos e parceiros". Segundo o gestor, desde o início, a CSP assumiu o compromisso de realizar uma produção sustentável e de forma segura, trabalhando com metodologias e organização para o alcance desse resultado.  

Até 2023, a siderúrgica deseja cumprir a meta de comprar exclusivamente de fornecedores de SGA e Caucaia os produtos e serviços de nove categorias. São elas: alimentação; material de escritório; material de informática; uniformes; barra/perfil/cantoneira; lavagem de veículos; material de construção; gráfica/reprografia e madeira. "Nós da CSP queremos crescer com vocês. Esse é um compromisso, hoje, renovado e mantido. Vamos avançar juntos", anunciou Chiho Chang.  

O potencial de geração de negócios, por ano, é de R$ 4 milhões. O gerente Geral de Relações Institucionais e Comunicação na CSP, Ricardo Parente, informa que o "Complexo do Pecém tem um potencial muito grande de compras. Essa é a dimensão desse projeto. Nós fizemos muito e queremos fazer mais juntos: poder público, empresas e entidades da sociedade civil".  

R$ 1,1 milhão investido - O 3º ciclo do Território Empreendedor foi iniciado em agosto de 2021, com a oferta de um autodiagnostico para empresas locais, fornecido pelo Sebrae. Após, 90 empresas foram selecionadas para os workshops, que abordaram cinco temas relacionados à gestão dos negócios. O ciclo ainda incluiu visitas da CSP a alguns estabelecimentos, participação na Rede de Cooperação, com apoio na construção do plano de ação, além de palestras e oficinas nas comunidades de Pecém e Varjota.  

A CSP e o Sebrae estão investindo R$ 1,1 milhão na realização do programa, que visa também a amenizar os impactos econômicos gerados pela pandemia de Covid-19 sobre os empreendedores. O diretor técnico do Sebrae, Alcir Porto, destaca que o setor produtivo, da pequena à grande empresa, é quem faz o desenvolvimento, gera riquezas. 

- Gera no ambiente um impacto econômico que também se torna social". E enfatizou ainda que “estaremos sempre ao lado do pequeno empreendedor para que ele possa contribuir com a sua vizinhança e município. Nossa gratidão à CSP por tudo que ela representa para a economia da região e do Ceará. O conceito da CSP é de boa convivência, de relacionamento com a vizinhança e crescimento integrado".  

O Miguel Ortiz, da empresa Eletro Laguna Shop, participou do 3º ciclo de capacitações e conta que a experiência ampliou a sua visão empresarial. "Hoje, vejo que a minha perspectiva ainda era pequena. Ainda temos muito a crescer. Tenho muito a agradecer pela oportunidade", compartilhou.  

O Paulo Roberto Paiva, da empresa Estruturaço, também participou do programa e já está fornecendo produtos para a CSP. A primeira remessa de materiais foi feita no mesmo dia do evento. 

- Os workshops nos prepararam para algumas questões práticas e situações que poderiam acontecer, e está sendo muito proveitoso. Receber um apoio desses faz com que a gente dê passos para se tornar também uma empresa grande e, com isso, ajudar ainda mais a comunidade". 


STEEL - A disputa final da 16ª edição do Desafio Internacional do Aço (Steel Challenge) contará com uma brasileira, nordestina, residente no Ceará. A engenheira química Paula Costa, 28 anos, é alagoana, mestre pela Universidade Federal do Ceará (UFC), analista de produção na Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) e a primeira mulher a representar as Américas na final do campeonato mundial. Com a conquista de 2021, a CSP tornou-se a maior vencedora das Américas. 

Para garantir a vaga na final do mundial, a ser realizada em abril de 2022, Paula conquistou o primeiro lugar no campeonato regional das Américas, na categoria Indústria, ocorrida em novembro deste ano. Nesta disputa das Américas, mais três empregados da CSP foram destaque. Os analistas Lucas Uchôa, Dávila Viana e Marcelo Angelotto conquistaram o 3º, 4º e 5º lugares, respectivamente. 

O Steel Challenge, em 2021, contou com 1.480 participantes de 33 países, que representaram mais de 50 empresas e 90 instituições acadêmicas, em cinco regiões: Américas; Ásia - Oeste; Ásia - Norte; Ásia - Leste e Oceania; e Europa e África. Paula vai concorrer, na final, com representantes da Rússia, Índia, China e Coreia do Sul. 

Paula Costa comemora a conquista inédita para as mulheres e se prepara para buscar o título de campeã mundial. “Pra mim, é uma honra estar representando as mulheres na final do campeonato do Steel Challenge. E representar a CSP, e o Nordeste brasileiro, está sendo um grande orgulho. Minha família está muito feliz com esse resultado. Agora, é batalhar mais para trazer a taça de campeã mundial”, disse a analista de produção da CSP, confiante. 

A campeã das Américas explica que o foco do desafio é produzir o aço de uma determinada especificação com o menor custo. 

- Os conhecimentos que eu adquiri me ajudaram, mas, com certeza, a gente teve um resultado tão bom este ano porque trabalhamos em equipe. A integração e a partilha de conhecimentos são fundamentais para termos bons resultados em um desafio como esse". 

O engenheiro metalurgista Fernando Viana, coordenador da área de Metalurgia da CSP, comemora o desempenho de sua equipe no desafio internacional. 

- Agora, a gente vai à busca do segundo título mundial. A CSP já ganhou uma vez, com o Marcos Daniel e, agora, a Paula Costa vai nos representar nesse torneio, em busca do segundo título”. Para ele, essa performance do grupo reflete a cultura da CSP, de integração e busca pela eficiência. “Quanto mais diversa é a equipe, mais conhecimentos diferentes agregamos. E termos mais pessoas com visões diferentes também gera ideias mais interessantes. Hoje, na nossa área, temos 50% de mulheres e diversidade em idades, formações e regiões. É o que buscamos na CSP”, conta o gestor. 

Falem, campeões e campeã! - Lucas Uchôa, analista de Qualidade, participou da disputa pela primeira vez. “É um desafio muito grande, por conta do tempo, mas muito gratificante por tudo aquilo que proporciona”, comenta. 

Dávila Viana, analista de Suprimentos, já participou anteriormente. “Agrega valor e conhecimento pra decolar profissionalmente”, diz. 

Marcelo Angelloto, analista de Suprimentos, tem experiência no Steel Challenge desde 2014. Ele foi campeão das Américas em 2019.  “Você aprende um pouco mais a cada ano e desenvolve a habilidade como metalurgista, pensamentos de novas oportunidades dentro da indústria”, destaca. 

Histórico vencedor - Conheça os empregados que já se destacaram. 

  • 2015/2016 (10ª edição) – Marcos Daniel é campeão mundial. 
  • 2016/2017 (11ª edição) – Mateus Paulino é vice-campeão mundial. 
  • 2017/2018 (12ª edição) – Marcelo Angelotto e Hana Coelho, respectivamente, ficam em 2º e 3º lugares na etapa regional (Américas do Norte e do Sul). 
  • 2018/2019 (13ª edição) – Marcelo Angelotto é campeão regional das Américas na categoria Industrial, ao lado de Daniel Gouveia. 
  • 2020/2021 (15ª edição) - Bruno Galdino é campeão regional das Américas. 
  • 2021/2022 (16ª edição) – Paula Costa é campeã regional das Américas (final será em abril de 2022) 

O que é o Steel Challenge - O Steel Challenge é uma competição reconhecida pela comunidade siderúrgica global e que acontece anualmente, por meio de um simulador online. Estudantes e profissionais da indústria devem mostrar suas capacidades de fazer aço com a melhor qualidade ao menor custo. Os competidores têm 24 horas para alcançar o melhor resultado. 

Todo ano, a organização mundial do aço (World Steel Association) escolhe processos siderúrgicos diferentes para o desafio. No Campeonato Regional deste ano, os participantes foram encarregados de produzir um tipo de aço que atendesse aos critérios técnicos, com o menor custo por tonelada e com requisitos de pegada de carbono. A simulação usou uma classe de aço projetada especificamente para o 16º Steel Challenge. 

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

SVM demite 30 em uma semana

Atualizada às 13h30 desta terça-feira (18 de janeiro de 2022). O Sistema Verdes Mares (SVM) demitiu, nesta segunda-feira (17 de janeiro de 2022), 29 profissionais: Ricardo Mota (foto). Márcio Dorneles. Paulo Sadat. Wânnyfer Monteiro.  Gleudson Rosa. Tereza Tavares. Marcos Lima. Melquíades Júnior. Vanessa Pinheiro. André Alencar. Paulo Ernesto. Fabiano Rodrigues. Dellano Rios. Nove do Setor de Engenharia da TV Verdes Mares Cariri. Seis motoristas.

Futricas Cearenses

  O Futricas Cearenses confirma a informação que o repórter Almir Gadelha deixa o Sistema Verdes Mares (SVM), onde se destacou, no quadro Vida Real apresentado na TV Verdes Mares (TVVM). Almir Gadelha, que teve passagem antes pela TV União, vai se dedicar as palestras,  coach, hipnoterapeuta, trabalho com desenvolvimento humano e emocional. "Gravo vídeos que geram despertar nas pessoas!", informa buscando novos projetos em outros canais de Televisão. - Quando você agradece a graça desce sobre sua vida. Essa é a versão mais bonita que eu conheço sobre a palavra agradecer. Agradeça pelas simples coisas da vida! - Reclamar é pedir para que aquilo se repita ou ainda clamar com muita força que aquilo aconteça novamente. Além disso, o ato de reclamar é uma falta de consciência daquilo que você já tem na vida. Agradeça por tudo, por tudo", postou Almir em suas Redes Sociais. Almir Gadelha é: Palestrante. Jornalista. Escritor. Músico. Terapeuta Reiki. Hipnótico.

Tem cearense de Crato no BBB-22

Tem cearense no BBB-22. É o cratense Vinícius, do Grupo Pipoca. Conheça os dez participantes do Grupo Pipoca do Big Brother Brasil (BBB 22), que começa na próxima segunda-feira (17 de janeiro) com apresentação de Tadeu Smith, na Rede Globo de Televisão: Vinicius, de 23 anos - Pipoca-Vinicius nasceu em Crato, Ceará. Mora com o pai, a avó materna e tia em uma pensão da família. Apesar de ser bagunceiro, sempre foi muito dedicado e tirava notas altas. Desde muito jovem se virava para ajudar em casa: vendia doces, atuava como professor particular, monitor de colégio público e até cantor de velório. É bacharel em Direito, mas não pretende advogar. Trabalha no restaurante da família e faz vídeos para ganhar uma renda extra nas redes sociais. Conta que usa histórias tristes para fazer humor. Vinicius pensa rápido e tem resposta para tudo: “Para discutir comigo é bom vir com água e um banquinho, porque não arrego”, comenta. Incomoda-se quando dizem mentiras a seu respeito. Deixa claro que não

Morre professor Gustavo Venturi

 Informa o professor Antônio Carlos de Freitas, ex-deputado estadual e ex-secretário de Cultura do Ceará: - Soube há pouco do falecimento do camarada Gustavo Venturi professor da Universidade de São Paulo (USP), sociólogo, militante por uma nova sociedade. Gustavo era um gentleman, finesse a toda prova, sem ser arrogante, soberbo. Um ser humano fantástico, competente e camarada. Lutava contra um câncer, agora virou estrela. - Na verdade um companheiro extremamente competente e camarada. Essa é a lembrança do Gustavo que me chega a mente agora. Muitas reuniões, e lições inesquecíveis que levarei para o resto da vida. Suas pesquisas e análises precisas foram marcantes para o PT, para Fundação Perseu Abramo, para todas e todos que lutam. - Até o próximo encontro companheiro, que seja mais demorado, apreciando aquele bom vinho e degustando aquele papo maravilhoso que nos propiciou nessa sua bela passagem por aqui. Gustavo Venturi! Presente!

Morre atriz Françoise Forton

A atriz Françoise Forton (foto João Cotta-TV Globo) morreu na tarde deste domingo (16 de janeiro de 2022), aos 64 anos, no Rio de Janeiro. Ela estava internada há quatro meses na Clínica São Vicente, na Zona Sul carioca, onde lutava contra um Câncer.  Filha de pai francês e mãe brasileira, artista carioca estreou ainda adolescente na TV e, em mais de cinquenta anos de carreira, fez mais de 40 novelas.  Françoise Forton nasceu no Rio de Janeiro, em 8 de julho de 1957. Sua estreia foi ainda adolescente, em 1969, na novela "A Última Valsa", da Globo.  Um dos papéis mais marcantes foi a personagem Tetê, de "Estúpido Cupido", que retratava a sociedade brasileira da época. Fez outras novelas de sucesso como: "Bebê a Bordo" (1988). "Tieta" (1989). "Meu Bem, Meu Mal (1990). "Perigosas Peruas" (1992). "Explode Coração" (1995). "O Clone" (2001). "I Love Paraisópolis" (2015). Sua carreira no Cinema também teve ma

Postagens mais visitadas deste blog

SVM demite 30 em uma semana

Atualizada às 13h30 desta terça-feira (18 de janeiro de 2022). O Sistema Verdes Mares (SVM) demitiu, nesta segunda-feira (17 de janeiro de 2022), 29 profissionais: Ricardo Mota (foto). Márcio Dorneles. Paulo Sadat. Wânnyfer Monteiro.  Gleudson Rosa. Tereza Tavares. Marcos Lima. Melquíades Júnior. Vanessa Pinheiro. André Alencar. Paulo Ernesto. Fabiano Rodrigues. Dellano Rios. Nove do Setor de Engenharia da TV Verdes Mares Cariri. Seis motoristas.

Futricas Cearenses

  O Futricas Cearenses confirma a informação que o repórter Almir Gadelha deixa o Sistema Verdes Mares (SVM), onde se destacou, no quadro Vida Real apresentado na TV Verdes Mares (TVVM). Almir Gadelha, que teve passagem antes pela TV União, vai se dedicar as palestras,  coach, hipnoterapeuta, trabalho com desenvolvimento humano e emocional. "Gravo vídeos que geram despertar nas pessoas!", informa buscando novos projetos em outros canais de Televisão. - Quando você agradece a graça desce sobre sua vida. Essa é a versão mais bonita que eu conheço sobre a palavra agradecer. Agradeça pelas simples coisas da vida! - Reclamar é pedir para que aquilo se repita ou ainda clamar com muita força que aquilo aconteça novamente. Além disso, o ato de reclamar é uma falta de consciência daquilo que você já tem na vida. Agradeça por tudo, por tudo", postou Almir em suas Redes Sociais. Almir Gadelha é: Palestrante. Jornalista. Escritor. Músico. Terapeuta Reiki. Hipnótico.

Tem cearense de Crato no BBB-22

Tem cearense no BBB-22. É o cratense Vinícius, do Grupo Pipoca. Conheça os dez participantes do Grupo Pipoca do Big Brother Brasil (BBB 22), que começa na próxima segunda-feira (17 de janeiro) com apresentação de Tadeu Smith, na Rede Globo de Televisão: Vinicius, de 23 anos - Pipoca-Vinicius nasceu em Crato, Ceará. Mora com o pai, a avó materna e tia em uma pensão da família. Apesar de ser bagunceiro, sempre foi muito dedicado e tirava notas altas. Desde muito jovem se virava para ajudar em casa: vendia doces, atuava como professor particular, monitor de colégio público e até cantor de velório. É bacharel em Direito, mas não pretende advogar. Trabalha no restaurante da família e faz vídeos para ganhar uma renda extra nas redes sociais. Conta que usa histórias tristes para fazer humor. Vinicius pensa rápido e tem resposta para tudo: “Para discutir comigo é bom vir com água e um banquinho, porque não arrego”, comenta. Incomoda-se quando dizem mentiras a seu respeito. Deixa claro que não

Morre professor Gustavo Venturi

 Informa o professor Antônio Carlos de Freitas, ex-deputado estadual e ex-secretário de Cultura do Ceará: - Soube há pouco do falecimento do camarada Gustavo Venturi professor da Universidade de São Paulo (USP), sociólogo, militante por uma nova sociedade. Gustavo era um gentleman, finesse a toda prova, sem ser arrogante, soberbo. Um ser humano fantástico, competente e camarada. Lutava contra um câncer, agora virou estrela. - Na verdade um companheiro extremamente competente e camarada. Essa é a lembrança do Gustavo que me chega a mente agora. Muitas reuniões, e lições inesquecíveis que levarei para o resto da vida. Suas pesquisas e análises precisas foram marcantes para o PT, para Fundação Perseu Abramo, para todas e todos que lutam. - Até o próximo encontro companheiro, que seja mais demorado, apreciando aquele bom vinho e degustando aquele papo maravilhoso que nos propiciou nessa sua bela passagem por aqui. Gustavo Venturi! Presente!

Morre atriz Françoise Forton

A atriz Françoise Forton (foto João Cotta-TV Globo) morreu na tarde deste domingo (16 de janeiro de 2022), aos 64 anos, no Rio de Janeiro. Ela estava internada há quatro meses na Clínica São Vicente, na Zona Sul carioca, onde lutava contra um Câncer.  Filha de pai francês e mãe brasileira, artista carioca estreou ainda adolescente na TV e, em mais de cinquenta anos de carreira, fez mais de 40 novelas.  Françoise Forton nasceu no Rio de Janeiro, em 8 de julho de 1957. Sua estreia foi ainda adolescente, em 1969, na novela "A Última Valsa", da Globo.  Um dos papéis mais marcantes foi a personagem Tetê, de "Estúpido Cupido", que retratava a sociedade brasileira da época. Fez outras novelas de sucesso como: "Bebê a Bordo" (1988). "Tieta" (1989). "Meu Bem, Meu Mal (1990). "Perigosas Peruas" (1992). "Explode Coração" (1995). "O Clone" (2001). "I Love Paraisópolis" (2015). Sua carreira no Cinema também teve ma