Pular para o conteúdo principal

Repente é Patrimônio Cultural do Brasil

 Referência para a identidade da Região Nordeste, o Repente foi reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil durante a 98ª Reunião do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, órgão vinculado ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). 

Conhecida como Cantoria, a manifestação reúne verso, rima e oração, consideradas como os fundamentos do Repente. Os cantadores e cantadoras distribuem-se nas capitais e no Interior dos Estados do Nordeste e, também, nas regiões para onde houve migrações da População Nordestina.

João Santana - O registro é um reforço na nossa identidade cultural e no nosso povo com sua própria cultura. A gente acredita que, com isso, consigamos encontrar mais meios de incentivo e de apoio para divulgação desse tipo de arte. Estou bem contente. Foi um trabalho muito bem feito de identificar o que é o Repente. E faço um agradecimento ao Iphan e a todos os repentistas que contribuíram. É uma grande alegria!”, frisa o repentista João Santana.

O pedido de registro do Repente foi formalizado no ano de 2013 pela Associação dos Cantadores Repentistas e Escritores Populares do DF e Entorno. Desde então, o Iphan, autarquia federal vinculada à Secretaria Especial da Cultura e ao Ministério do Turismo, iniciou o processo de registro, que inclui a descrição detalhada do Repente, reunião de documentação relacionada e registro audiovisual, que culminam no dossiê de registro, produzido em parceria com o Departamento de Antropologia da Universidade de Brasília (UnB). Durante a reunião do Conselho Consultivo, os 22 conselheiros aprovaram à unanimidade o registro do Repente.

- Repente é Poesia. Cantada e improvisada. Em linhas gerais, é um diálogo poético em que dois repentistas se alternam cantando estrofes criadas naquele instante ao passo em que se acompanham com toques de violas”, define o Dossiê de registro do bem, que listou mais de 200 contatos entre repentistas, associações e apologistas - público especial com grande familiaridade junto à Cultura do Repente.

- Numa apresentação de repente, a poesia flui em resposta aos estímulos e demandas dos ouvintes e às ideias e desafios que um poeta lança para o outro. As estrofes seguem regras bastante complexas e rígidas de rima, métrica e coerência temática, e, diante disso, fascinam pela naturalidade com que são feitas”.

Os fundamentos do Repente são Métrica, Rima e Oração (coerência e qualidade do conteúdo), como informam os próprios repentistas. 

  • A Rima diz respeito à identidade do som no final dos versos.
  • A Métrica, por sua vez, se refere à técnica de improvisar e às características da linguagem da Cantoria: quantidade de versos, modalidade das estrofes e acento de cada verso.

O Dossiê de registro elaborado documenta mais de 50 modalidades de repente, dentre as quais estão os versos heptassílabos, cuja acentuação tônica obrigatória está na sétima sílaba, e decassílabos, em que o acento obrigatório está na terceira, sexta e décima sílabas de cada verso.

Larissa Peixoto - É motivo de grande alegria ter as rimas e os versos do Repente adentrando o rol do Patrimônio Cultural do Brasil, tanto por sua importância histórica quanto pela beleza da poesia e da música da manifestação”, comemora a presidente do Iphan, Larissa Peixoto, que comanda o Conselho Consultivo.

- O Repente tem seu lar na Região Nordeste e também noutras capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília para onde as migrações nordestinas legaram essa arte. É uma manifestação que se tornou uma das faces do Brasil”.

Com o reconhecimento do Conselho Consultivo, o Repente foi inscrito no Livro de Registro das Formas de Expressão, onde também estão registrados bens como a Roda de Capoeira, o Maracatu Nação (PE), o Carimbó (PA) e a Literatura de Cordel. A partir de então, o Repente passa a ser alvo de políticas públicas para a salvaguarda da manifestação, que devem incidir ainda sobre um universo de bens associados que inclui a Embolada, o Aboio, a Glosa e a Poesia de Bancada e Declamação.

A Formação do Repente - Com o registro do Repente, reconhecemos a relevância dessa forma de expressão, especialmente para a região Nordeste. A poesia, o canto, a musicalidade, a profissão dos cantadores compõem o Repente, que agora são salvaguardados pelo Iphan, que trabalhará em parceria com outras instituições do governo federal, dos governos estaduais, municipais e principalmente com a comunidade para a reprodução e sustentabilidade do bem”, informa o diretor do Departamento de Patrimônio Imaterial do Iphan, Tassos Lycurgo.

Há registros da prática do Repente desde meados do século XIX nos estados de Pernambuco e Paraíba, conforme fontes históricas. As ocorrências mais antigas têm origem na Serra do Teixeira, na Paraíba. No início do Século XX, a manifestação teve importante papel na difusão do rádio na região. Até então, a maior parte dos repentistas tinha origem rural, vivendo no interior e cantando para plateias camponesas. 

Uma realidade que se transformou na década de 1950, com os cantadores se fixando nas cidades à procura de ferramentas que auxiliassem a atuação do repentista, especialmente o Rádio e o Correio. Aos programas radiofônicos, no decorrer das décadas de 1980 e 1990, se somaram a gravação de discos e a realização de Festivais – mantendo a origem rural dos poetas. Mais recentemente, a internet se tornou mais uma ferramenta para a para divulgação de cantorias e festivais, o que ficou evidente em 2020 com as medidas de isolamento social, quando os eventos ganharam transmissão virtual por meio de lives.

Revalidação de Bens Culturais - Durante a reunião do Conselho Consultivo, foram apreciadas as revalidações:

  • Do título de Patrimônio Cultural do Círio de Nossa Senhora de Nazaré (PA).
  • Do Modo Artesanal de Fazer Queijo de Minas (MG).
  • Do Modo de Fazer Renda Irlandesa tendo como referência este ofício em Divina Pastora (SE). 

Conforme o Decreto 3.551/2000, os Bens Culturais registrados devem passar, pelo menos a cada dez anos, por processos de revalidação dos títulos de Patrimônio Cultural. 

Nos últimos meses, o Iphan conduziu reuniões junto a pesquisadores e comunidades detentoras dos três bens, culminando num parecer técnico de revalidação. 

O documento foi colocado em consulta pública para que a sociedade em geral pudesse opinar. Encerrado o prazo, o parecer e as manifestações da população foram apreciadas pela Câmara Setorial do Patrimônio Imaterial, que recomendou pela revalidação dos títulos. Por fim, o Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural votou pelas revalidações.

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.
O campo abaixo é apenas para comentários particulares, e somente os editores do blog terão acesso a eles.

Alguma sugestão ou comentário particular?

Nome

E-mail *

Mensagem *

Notícias mais acessadas do mês

Morre padre Edilberto Reis

- É com profundo pesar que a Diocese de Quixadá informa o falecimento de padre Edilberto Cavalcante Reis (foto), sacerdote pertencente ao clero de nossa Diocese. Confiantes na fé da ressurreição alcançada para nós por Cristo Jesus, pedimos ao Senhor que o receba no lugar preparado para os justos. Aos familiares e amigos nossos mais sinceros sentimentos.", informa a Diocese de  Quixadá. Padre Edilberto Reis morreu nesta quinta-feira (25 de novembro de 2021), aos 53 anos, em Fortaleza. Padre Edilberto era: Doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007). Mestre em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000). Graduação em História pela Universidade Federal do Ceará (1994). Graduação em Teologia pela Faculdade Católica de Fortaleza(2014). Graduação em Filosofia pelo Instituto Teológico Pastoral do Ceará (1990). Professor adjunto da Universidade Estadual do Ceará (Uece). Professor de História Eclesiástica no Curso de Teologia do Centr

Cantora Marília Mendonça é sepultada no Parque Memorial de Goiânia

A cantora Marília Mendonça, de 26 anos, morreu, na tarde desta sexta-feira (5 de novembro), após a acidente com um avião de pequeno porte, em que ela viajava com mais quatro pessoas, perto de uma Cachoeira na Serra de Caratinga (Minas Gerais). Para Marilia Mendonça. Aquela estrelinha lá no céu brilha mais toda vez que te vê. Para Marilia Mendonça. Aquela estrelinha lá no céu brilha mais toda vez que te vê Velório  - O Velório de Marília Mendonça, Abicieli Silveira Dias e Henrique Ribeiro começou, às 13 horas deste sábado (6), no Ginásio Goiânia Arena, na entrada de Goiânia/GO. Mais de 100 mil pessoas passou pelo Velório, que foi aberto ao público de 13h40 às 17 horas. Os corpos de Marília Mendonça, Abicieli Dias e Henrique Ribeiro foram liberados do Instituto Médico Legal (IML-Piedade de Caratinga), na madrugada deste sábado (6). Já os corpos de Geraldo Medeiros e Tarcísio Pessoa Viana foram liberados na tarde deste sábado (6). Sepultamento - O corpo de Marília Mendonça foi sepultado,

Morre jornalista Cristiana Lôbo

Morreu nesta quinta-feira (11 de novembro de 2021), aos 64 anos, a jornalista da Globo News, Cristiana Lôbo. Ela estava internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para tratamento de um Mieloma Múltiplo, que acabou se agravando com uma Pneumonia. Cristiana dos Santos Mendes Lôbo nasceu em Goiânia (Goiás), em 18 de agosto de 1957.  Cristiana Lôbo (foto Zé Paulo Cardeal-O Globo) começou sua carreira jornalística cobrindo Política em Goiás. Depois se transferiu para Brasília, onde em 1997 estreou na Globo News. Ficou na Globo News até agora 2021, quando se afastou para tratar do Câncer. Trabalhou no jornal O Globo, onde foi setorista do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação. No O Globo escreveu a Coluna Panorama Político. Depois de 13 anos no O Globo, passou a assinar uma Coluna Política no jornal O Estado de S. Paulo. Na Globo News desde março de 1997 integrou o time de comentaristas do Jornal das Dez, analisando os fatos e bastidores do Poder Central. Manteve o quadro

Caravana Natal Coca-Cola 2021 passa por Fortaleza de 19 a 21 de dezembro

 A Solar Coca-Cola celebra o período natalino com o retorno das Caravanas Iluminadas. Após quase dois anos sem a realização do evento, por conta da Pandemia da Covid-19, moradores de 17 cidades dos nove estados do Nordeste (Piauí, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas e Bahia) e de Mato Grosso reencontram o desfile dos caminhões iluminados durante 23 dias de ações.  Neste ano, ainda por conta dos Protocolos de Segurança contra o Covid-19, as rotas e os horários em que o cortejo irá passar pelas cidades não serão divulgados para evitar aglomerações. Os desfiles iniciaram na última segunda-feira (15), em Caruaru (PE), e seguem até 21 de dezembro, quando se encerram em Fortaleza (CE). Ao todo, os caminhões iluminados percorrerão mais de sete mil quilômetros. Quatro caminhões farão o cortejo com a presença do Papai Noel, seu trenó e renas. Cidinha Fávero  - Estamos ansiosos para reencontrar o público e levar a magia do Natal por onde passarmos. Essa é

Morre atriz Mila Moreira

 A Rede Globo de Televisão informa a morte, nesta segunda-feira (6 de dezembro de 2021), da atriz e modelo Mila Moreira, aos 72 anos. Mila Moreira estava internada no Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro, depois de ter um mal súbito. Mila Moreira começou na carreira como modelo aos 14 anos de idade. Ela participou de 25 Telenovelas e quatro Minisséries (Os Maias, JK, Um Só Coração e Queridos Amigos). Destaque para as novelas: Plumas e Paetês. Marrom Glacê. Elas por Elas. Meu Bem, Meu Mal. Que Rei Sou Eu? Paraíso Tropical. Ti-Ti-Ti. Corpo a Corpo. Champagne. O Mapa da Mina. A Próxima Vítima. Ciranda de Pedra. Sangue Bom. Malhação. A Lei do Amor (última novela feita por Mila em 2016). Mila Moreira foi uma das primeiras modelos a atuar. Em entrevista ao Vídeo Show, ela afirmou ter enfrentado preconceito. A estreia aconteceu em "Marron Glacé", em 1979, quando interpretou Érica. - Na época, não era comum ter uma modelo fazendo televisão, então, claro que, inicialmente, teve um pr

Postagens mais visitadas deste blog

Morre padre Edilberto Reis

- É com profundo pesar que a Diocese de Quixadá informa o falecimento de padre Edilberto Cavalcante Reis (foto), sacerdote pertencente ao clero de nossa Diocese. Confiantes na fé da ressurreição alcançada para nós por Cristo Jesus, pedimos ao Senhor que o receba no lugar preparado para os justos. Aos familiares e amigos nossos mais sinceros sentimentos.", informa a Diocese de  Quixadá. Padre Edilberto Reis morreu nesta quinta-feira (25 de novembro de 2021), aos 53 anos, em Fortaleza. Padre Edilberto era: Doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007). Mestre em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000). Graduação em História pela Universidade Federal do Ceará (1994). Graduação em Teologia pela Faculdade Católica de Fortaleza(2014). Graduação em Filosofia pelo Instituto Teológico Pastoral do Ceará (1990). Professor adjunto da Universidade Estadual do Ceará (Uece). Professor de História Eclesiástica no Curso de Teologia do Centr

Cantora Marília Mendonça é sepultada no Parque Memorial de Goiânia

A cantora Marília Mendonça, de 26 anos, morreu, na tarde desta sexta-feira (5 de novembro), após a acidente com um avião de pequeno porte, em que ela viajava com mais quatro pessoas, perto de uma Cachoeira na Serra de Caratinga (Minas Gerais). Para Marilia Mendonça. Aquela estrelinha lá no céu brilha mais toda vez que te vê. Para Marilia Mendonça. Aquela estrelinha lá no céu brilha mais toda vez que te vê Velório  - O Velório de Marília Mendonça, Abicieli Silveira Dias e Henrique Ribeiro começou, às 13 horas deste sábado (6), no Ginásio Goiânia Arena, na entrada de Goiânia/GO. Mais de 100 mil pessoas passou pelo Velório, que foi aberto ao público de 13h40 às 17 horas. Os corpos de Marília Mendonça, Abicieli Dias e Henrique Ribeiro foram liberados do Instituto Médico Legal (IML-Piedade de Caratinga), na madrugada deste sábado (6). Já os corpos de Geraldo Medeiros e Tarcísio Pessoa Viana foram liberados na tarde deste sábado (6). Sepultamento - O corpo de Marília Mendonça foi sepultado,

Morre jornalista Cristiana Lôbo

Morreu nesta quinta-feira (11 de novembro de 2021), aos 64 anos, a jornalista da Globo News, Cristiana Lôbo. Ela estava internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para tratamento de um Mieloma Múltiplo, que acabou se agravando com uma Pneumonia. Cristiana dos Santos Mendes Lôbo nasceu em Goiânia (Goiás), em 18 de agosto de 1957.  Cristiana Lôbo (foto Zé Paulo Cardeal-O Globo) começou sua carreira jornalística cobrindo Política em Goiás. Depois se transferiu para Brasília, onde em 1997 estreou na Globo News. Ficou na Globo News até agora 2021, quando se afastou para tratar do Câncer. Trabalhou no jornal O Globo, onde foi setorista do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação. No O Globo escreveu a Coluna Panorama Político. Depois de 13 anos no O Globo, passou a assinar uma Coluna Política no jornal O Estado de S. Paulo. Na Globo News desde março de 1997 integrou o time de comentaristas do Jornal das Dez, analisando os fatos e bastidores do Poder Central. Manteve o quadro

Caravana Natal Coca-Cola 2021 passa por Fortaleza de 19 a 21 de dezembro

 A Solar Coca-Cola celebra o período natalino com o retorno das Caravanas Iluminadas. Após quase dois anos sem a realização do evento, por conta da Pandemia da Covid-19, moradores de 17 cidades dos nove estados do Nordeste (Piauí, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas e Bahia) e de Mato Grosso reencontram o desfile dos caminhões iluminados durante 23 dias de ações.  Neste ano, ainda por conta dos Protocolos de Segurança contra o Covid-19, as rotas e os horários em que o cortejo irá passar pelas cidades não serão divulgados para evitar aglomerações. Os desfiles iniciaram na última segunda-feira (15), em Caruaru (PE), e seguem até 21 de dezembro, quando se encerram em Fortaleza (CE). Ao todo, os caminhões iluminados percorrerão mais de sete mil quilômetros. Quatro caminhões farão o cortejo com a presença do Papai Noel, seu trenó e renas. Cidinha Fávero  - Estamos ansiosos para reencontrar o público e levar a magia do Natal por onde passarmos. Essa é

Morre atriz Mila Moreira

 A Rede Globo de Televisão informa a morte, nesta segunda-feira (6 de dezembro de 2021), da atriz e modelo Mila Moreira, aos 72 anos. Mila Moreira estava internada no Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro, depois de ter um mal súbito. Mila Moreira começou na carreira como modelo aos 14 anos de idade. Ela participou de 25 Telenovelas e quatro Minisséries (Os Maias, JK, Um Só Coração e Queridos Amigos). Destaque para as novelas: Plumas e Paetês. Marrom Glacê. Elas por Elas. Meu Bem, Meu Mal. Que Rei Sou Eu? Paraíso Tropical. Ti-Ti-Ti. Corpo a Corpo. Champagne. O Mapa da Mina. A Próxima Vítima. Ciranda de Pedra. Sangue Bom. Malhação. A Lei do Amor (última novela feita por Mila em 2016). Mila Moreira foi uma das primeiras modelos a atuar. Em entrevista ao Vídeo Show, ela afirmou ter enfrentado preconceito. A estreia aconteceu em "Marron Glacé", em 1979, quando interpretou Érica. - Na época, não era comum ter uma modelo fazendo televisão, então, claro que, inicialmente, teve um pr