Pular para o conteúdo principal

Mostra em Milão tem estande com legítimo artesanato cearense

Historicamente, o Ceará desponta no Cenário Brasileiro como um Estado que reconhece no Artesanato uma de suas grandes vocações produtivas cumprindo importante papel no Desenvolvimento Regional. 

Artesanato Cearense a ser mostrado em Milão-Itália (foto Ariel Gomes/Governo do Ceará)
O Governo do Ceará, através da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), participa do 'L’ Artigiano on Feira', 23ª Mostra Mercado Internacional do Artesanato, em Milão (Itália), de primeiro a nove de dezembro. O legítimo artesanato cearense será exposto e comercializado nesta Feira Internacional. 

A participação do Estado no evento objetiva promover e divulgar o artesanato cearense com foco na ampliação de mercado, principalmente o europeu. O visitante terá acesso ao artesanato cearense em diversas tipologias como areia colorida, argila, fibras vegetais, madeira, papel, metais, fios e tecidos (renda de bilro, labirinto, filé, tecelagem, crochê e bordado), entre outras que serão comercializadas durante os nove dias de evento. Artesãos e entidades artesanais de todas as regiões do Estado serão beneficiados com as vendas dos produtos.

Primeira-dama Onélia Santana, responsável pela Política do Artesanato no Ceará, acompanhada de artesão e do governador Camilo Santana durante o lançamento do Selo Ceart (foto: Tiago Stille/Governo do Ceará)
Produtos com qualidade - Para melhorar a qualidade do legítimo artesanato cearense, os produtos passaram pela Certificação da Autenticidade dos Produtos Artesanais e de Reconhecimento das Obras de Arte Popular Cearenses (Selo Central de Artesanato do Ceará-Ceart), que foi implantado em 2015. Entre os benefícios do Selo Ceart estão a garantia da autenticidade da produção artesanal e o reconhecimento das obras de arte popular; a consolidação dos canais de comercialização; o aumento da competitividade da produção artesanal; diferenciação dos produtos artesanais das peças elaboradas industrialmente, reconhecendo seu valor de tradição e cultura; proteção do artesanato cearense da falsificação e da concorrência desigual de produtos similares, além da promoção da confiança do consumidor facilitando a identificação do artesanato cearense. Foram certificados com o Selo Ceart 5.259 produtos artesanais, beneficiando diretamente 9.860 artesãos.

Foto: Marcos Studart/Governo do Ceará
CEART - A Central de Artesanato do Ceará (Ceart) é vinculada à Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), órgão do Governo do Ceará, e responsável pelo Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará (PDA), que é a política pública do Governo do Ceará destinada ao setor e tem o objetivo de valorizar o artesanato cearense preservando a cultura, o talento, a tradição e a arte popular de cada região do Estado. Dessa forma, desenvolve ações e projetos para qualificação de artesãos, apoia a comercialização, realiza a gestão da Central de Artesanato do Ceará (Ceart) e gerencia o Fundo Especial de Desenvolvimento e Comercialização do Artesanato (Fundart).

A Ceart objetiva promover o artesanato cearense com foco na geração de ocupação e renda e a inclusão social e produtiva do artesão. O setor artesanal promove ainda a inserção da mulher e do jovem na cadeia produtiva e comercial, fixa o artesão em seu lugar de origem e consolida a identidade cultural cearense. O programa hoje atende artesãos, grupos de produção e entidades artesanais em 90% dos municípios do Ceará, totalizando cerca de 42 mil cadastrados na Ceart.

Foto: Lia de Paula/Governo do Ceará
Conquistas do Governo do Ceará - O artesanato cearense é destaque no Brasil e tem o reconhecimento do governador Camilo Santana. Em 2015, o governador assegurou ao artesão cearense a isenção fiscal do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Foram beneficiados com a isenção fiscal mais de 40 mil artesãos no Estado. Em dezembro de 2017, o Ceará ganhou o novo Centro de Renderias da Prainha, em Aquiraz, mais um ponto comercialização do artesanato cearense, que também está em três lojas de Fortaleza: na Matriz, na Praça Luíza Távora; no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e no Shopping Rio Mar, além da loja localizada em Guaramiranga.

O Estado também garantiu a participação de artesãos em feiras locais, estaduais e nacionais e ainda internacional, quando o Ceará esteve na Feira Nacional de Artesanato de Vila do Conde, em Portugal, em 2017. A Ceart esteve em cerca de 240 eventos de promoção e comercialização do artesanato cearense deste 2015. Os artesãos cearenses passam por processo de capacitação constante. Foram capacitados e assessorados 14.919 artesãos com o intuito de aperfeiçoar o design dos produtos.

O investimento em capacitação e em ações e projetos que apoiam a comercialização estimulam as vendas dos produtos artesanais. No triênio 2015/2017 e até agosto de 2018 foram comercializados 257.066 peças artesanais, beneficiando diretamente 26.600 artesãos.

José Lourenço Gonzaga e sua xilogravura (foto: Tiago Stille/Governo do Ceará)

Produtos em xilogravura serão expostos e comercializados em Milão - Há 32 anos o artesão cearense José Lourenço Gonzaga se dedica à xilogravura. O Governo do Ceará levará o artesão para expor e comercializar produtos em xilogravura no estande do Estado no evento “L’ Artigiano on Feira”, 23ª Mostra Mercado Internacional do Artesanato, em Milão, na Itália. Nascido em Juazeiro do Norte, na Região do Cariri, um dos berços de sua atividade, José Lourenço, hoje com 54 anos, é um dos responsáveis por manter essa arte nordestina viva.

A xilogravura popular é cria do Nordeste com duas escolas principais: Juazeiro do Norte, no Ceará, e em Bezerros, Pernambuco, de onde é J. Borges, um afamado cordelista e xilogravurista brasileiro. Atualmente, José Lourenço é diretor cultural da Lira Nordestina, a antiga tipografia São Francisco, responsável por instituir a xilogravura no Ceará e é a entidade que representa xilógrafos e cordelistas. José Lourenço faz a sua parte para manter a tradição da xilogravura viva. Ele se preocupa em passar os conhecimentos para os novos artesãos. “Eu vivo da xilogravura, sustentei e sustento a minha família pela xilogravura. E sempre busco apoiar os novos xilógrafos, através de oficinas e incentivos, para manter essa tradição e não morrer essa arte visual tão importante da nossa cultura”, disse.

Ele vibra em ter a oportunidade de divulgar a sua arte no Exterior e acredita ser um passo muito importante para manter a tradição. “Graças a Deus e com o apoio do Governo do Ceará vamos poder divulgar a nossa arte fora do país. Mostrar o resultado da dedicação de todos esses anos. Estamos muito felizes. Essa não é uma alegria só minha e sim de todo um grupo. Ter a oportunidade de mostrar essa arte, ter o nosso trabalho divulgado fora do país. É a primeira vez que vamos viajar pra fora, eu nunca viajei. Só divulgamos nosso trabalho no Brasil”, ressaltou o artesão.

Quem visitar a feira em Milão vai poder ver José Lourenço confeccionando um produto em xilogravura. “As pessoas vão poder acompanhar eu fazendo o produto. Normalmente, leva em torno de duas horas todo o processo, que é dividido em três partes: desenho na madeira, entalhar a madeira e a impressão das obras”, explica. Além de ver todo o processo para a confecção do produto, o visitante da feira vai ter acesso aos artesanatos do grupo que José Lourenço representa. “Vou levar a xilografia em papel, que é a original. As peças que serão comercializadas vão retratar a Lira Nordestina, a zona rural, o movimento religioso, romaria, vaqueiros, reisado, banda cabaçal, o nosso folclore, teremos xilogravura com cores, a xilogravura mais moderna, que é tipo uma montagem. Vou levar, por exemplo, a Santa Ceia, que demorou quatro meses para ser feita”, destacou.

Com informações da Coordenadoria de Imprensa do Governo do Ceará.

Comentários


Comentários

Para comentários públicos, favor utilizar campo ao final da notícia, logo acima da publicidade.

Notícias mais acessadas do mês

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Futricas Cearenses

Na edição 1448, de 15 a 20 de fevereiro de 2024, do Jornalistas & Cia.

Beto Studart e Fernando Ximenes lançam Campanha Coisas Boas do Brasil

Empresários Beto Studart- @betostudart   e Fernando Ximenes- @fernandoximenes8   lançam pelo Instagram a Campanha 'Coisas Boas do Brasil'. - As Energias Renováveis são Coisas Boas do Brasil, sendo nosso País campeão mundial em Energias Renováveis", destaca a Campanha. Brasil gerou 70.206 megawatts médios de Energia em 2023 a partir das suas Usinas Hidrelétricas, Eólicas, Solares, Biomassa e Biogás esse volume representa 93,1% de toda a Eletricidade produzida em 2023 no Sistema Interligado Nacional de Energia Elétrica (SIN), o maior porcentual do Mundo. Nenhum País do Mundo produz 93,1% de sua carga com Energias Renováveis. Muitos Países tentam chegar a 30%, além das Fontes Eólicas, Hidroelétricas e Solares. As Fontes Energéticas Renováveis do Agronegócio são: Biomassa. Biogás.  Em nenhum País do Mundo, existe tanta potencialidade e ambas têm muita energia e potencial para explorar. - Em pouco tempo, o Brasil terá superavit com Energias através de suas Fontes Renovaveis: B

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia Federal prende suspeitos de golpes via Aplicativos de Mensagens

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (17/7), a Operação Swindle (Fraude, em inglês), com objetivo de desarticular grupo que realizava clonagens de números telefônicos para aplicar golpes via Aplicativo de Trocas de Mensagens. Policiais Federais cumprem cinco Mandados de Busca e Apreensão e dois Mandados de Prisão Preventiva no Maranhão e Mato Grosso do Sul expedidos pela Justiça Federal, em Brasília. O grupo abria contas bancárias falsas e utilizava contas "emprestadas” por partícipes para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos, em que os agentes criminosos se “apossavam” das contas de WhatsApp de autoridades públicas e, fazendo-se passar por estas, solicitavam transferências bancárias das pessoas constantes de suas listas de contato. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa, previstos nos artigos 154-A, parágrafo

Juiza nega pedidos de DJ Ivis

O DJ Ivis através de nota de sua assessoria jurídica informa que 'aguarda o curso da investigação e cumpre a decisão de medida protetiva, além de permanecer à disposição da Justiça'. DJ Ivis é acusado de bater na ex-esposa a arquiteta Pamella Holanda. Nesta segunda-feira (12 de julho) a juiz Maria José Sousa Rosado de Alencar negou pedido de Ivis para que fosse removido da Internet o vídeo onde aparece ele batendo em Pamella. A juiz negou também a solicitação para que Pamella fosse proibida de comentar a agressão na imprensa, 'principalmente onde cite a filha menor'. - Ela (Pamella) comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em sites de Internet prejudicial a minha reputação", alegava DJ Ivis. - Não verifico no conteúdo divulgado qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão. Em isso, ocorrendo, torna-se impossível analisar o pedido, além de quer a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados representaria ao direi

Acidente fatal

"Um acidente envolvendo quatro veículos, entre eles um ônibus que fazia o trajeto São Paulo/Ceará, deixou cinco pessoas mortas na BR-135, em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, na noite de ontem. De acordo com agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no município, o ônibus teria perdido o freio na descida e atingido um caminhão bitrem, uma carreta e uma moto, em um trevo da rodovia. Entre as vítimas fatais estão um bebê de nove meses, um passageiro e o motorista reserva, que estavam no ônibus, e o condutor da carreta. Uma pessoa chegou a ser socorrida, mas morreu na Santa Casa de Misericórdia de Montes Claros. A mãe do bebê está entre as vítimas feridas. No ônibus haviam 50 passageiros, e os feridos foram atendidos em hospitais da região. Segundo a PRF, o ônibus tinha autorização de viagem e lista de passageiros. ( Redação O POVO Online com informações do G1).

Futricas Cearenses

Na edição 1448, de 15 a 20 de fevereiro de 2024, do Jornalistas & Cia.

Beto Studart e Fernando Ximenes lançam Campanha Coisas Boas do Brasil

Empresários Beto Studart- @betostudart   e Fernando Ximenes- @fernandoximenes8   lançam pelo Instagram a Campanha 'Coisas Boas do Brasil'. - As Energias Renováveis são Coisas Boas do Brasil, sendo nosso País campeão mundial em Energias Renováveis", destaca a Campanha. Brasil gerou 70.206 megawatts médios de Energia em 2023 a partir das suas Usinas Hidrelétricas, Eólicas, Solares, Biomassa e Biogás esse volume representa 93,1% de toda a Eletricidade produzida em 2023 no Sistema Interligado Nacional de Energia Elétrica (SIN), o maior porcentual do Mundo. Nenhum País do Mundo produz 93,1% de sua carga com Energias Renováveis. Muitos Países tentam chegar a 30%, além das Fontes Eólicas, Hidroelétricas e Solares. As Fontes Energéticas Renováveis do Agronegócio são: Biomassa. Biogás.  Em nenhum País do Mundo, existe tanta potencialidade e ambas têm muita energia e potencial para explorar. - Em pouco tempo, o Brasil terá superavit com Energias através de suas Fontes Renovaveis: B